Conectado com
OP INSTAGRAM

Notícias

Suinocultores dialogam com governador no Rio Grande do Sul

Publicado em

em

O governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro, "abriu as portas" do Estado e garantiu todo o apoio ao XV Seminário Nacional de Desenvolvimento da Suinocultura (SNDS) e III Congresso Ibero-americano de Suinocultura (Oiporc) em almoço de lançamento oficial do evento, realizado no Galpão Crioulo do Palácio Piratini, em Porto Alegre, na última sexta-feira (19/07).
            O presidente da Associação Brasileira dos Criadores de Suínos (ABCS), Marcelo Lopes, e o presidente da Associação de Criadores de Suínos do Rio Grande do Sul – ACSURS, Valdecir Luis Folador, entregaram em mãos o convite ao governador. "Essa união de força política, sem dúvida, demonstra a importância econômica e social da suinocultura no Estado e antecipa o sucesso do XV SNDS que, depois de vários anos, volta ao Rio Grande do Sul”, comentou o presidente da Acsurs.
            O almoço contou com a participação de cerca de 90 pessoas, entre secretários estaduais, deputados, prefeitos e lideranças da suinocultura. Teve o apoio da Cooperativa Majestade, que forneceu os insumos para o preparo dos pratos servidos durante o almoço.
            O XV SNDS é organizado pela ABCS e ACSURS e ocorre entre 29 de julho e 2 de agosto, no Hotel Serrano Resort, em Gramado (RS). O evento é bienal, já consolidado como um dos mais importantes eventos da suinocultura nacional. 
 ICMS
Folador aproveitou a ocasião para falar novamente ao governador sobre o pedido de redução definitiva de 12% para 2% no Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS) sobre as vendas interestaduais de suínos vivos. "Atualmente, no Rio Grande do Sul não há plantas industriais suficientes para absorver sua produção de suínos. Os suinocultores necessitam de uma alíquota permanente até que possamos deixar a produção no Estado", explicou. O pedido é feito ao Estado desde 2009.
            Da diretoria da ACSURS estiveram presentes no almoço o 1º vice-presidente Mauro Gobbi, os conselheiros fiscais Edson Gross e Ari Feranti e o coordenador do Conselho Técnico, Flauri Migliavacca.
Dia Estadual do Porco
A Comissão Organizadora do 39º Dia Estadual do Porco (foto) – integrada pela ACSURS, Prefeitura de Poço das Antas e Escritório Municipal da Emater/RS-Ascar – aproveitou a oportunidade e também entregou o convite ao governador Tarso Genro, solicitando sua participação no evento, que este ano ocorre em Poço das Antas, no dia 9 de agosto. A corte de soberanas acompanhou a comitiva.
            O Dia Estadual do Porco é um evento itinerante, idealizado pela ACSURS e realizado anualmente com o apoio do município sede do evento.
            Em 2013, o evento ocorre na Sociedade de Assistência Social e Cultural (Sascpa), com início previsto para a 8h, momento em que será servido o café da manhã.
            A abertura oficial ocorre às 9h. Em seguida, às 10h, o supervisor de Serviços Veterinários da Agroceres PIC, médico-veterinário Marcelo Almeida, ministra palestra com o tema Biossegurança na granja: Como utilizar conceitos e práticas para proteger sua granja. A segunda palestra do dia vem com o assessor de política ambiental da Federação dos Trabalhadores na Agricultura no Rio Grande do Sul (Fetag/RS), engenheiro ambiental Alexandre Scheifler, que abordará o tema O novo Código Florestal, o Cadastro Ambiental Rural e as suas influências nas propriedades rurais.
            Após as palestras, será aberto espaço para pronunciamento das autoridades presentes. Na sequência, o almoço à base de carne suína será servido no Ginásio Municipal.

Fonte: Ass. Imprensa da ACSURS

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × quatro =

Notícias Mercado

JBS adquire empresa europeia e expande sua plataforma global de alimentos plant-based

Compra da Vivera, terceira maior produtora de proteína plant-based da Europa, impulsiona a JBS no mercado de proteína vegetal

Publicado em

em

Divulgação

A JBS, maior empresa de proteína e segunda maior indústria de alimentos do mundo, celebrou acordo para a compra da empresa Vivera, terceira maior produtora de plant-based na Europa, por um enterprise value (valor de empresa) de 341 milhões de euros. A Vivera desenvolve e produz um diversificado e inovador portfólio de produtos plant-based substitutos de carne para grandes varejistas em mais de 25 países europeus, com presença relevante na Holanda, no Reino Unido e na Alemanha. A transação inclui três unidades fabris e um centro de pesquisa e desenvolvimento localizados na Holanda.

A aquisição da Vivera fortalece e impulsiona a plataforma global de produtos plant-based da JBS. A tendência global é de forte crescimento no consumo desse segmento. A operação vai ampliar o portfólio da JBS com uma marca consolidada na preferência dos consumidores, reforçando o foco da Companhia em produtos de valor agregado.

A Vivera, atualmente a maior companhia independente de plant-based da Europa, se soma às iniciativas da Seara, no Brasil, onde a Linha Incrível detém a liderança em hambúrgueres vegetais, e da Planterra, que conta com a marca OZO nos Estados Unidos.

“É um passo importante para o fortalecimento da nossa plataforma global de proteína vegetal. A Vivera traz musculatura para a JBS no setor de plant-based com conhecimento tecnológico e capacidade de inovação”, afirma Gilberto Tomazoni, CEO Global da JBS.

Para fomentar seu espírito empreendedor, a JBS vai manter a Vivera como uma unidade de negócios autônoma, mantendo sua atual liderança.

“Juntar forças com a JBS nos dá acesso a recursos significativos e capacidades para acelerar nossa atual trajetória de forte crescimento”, diz Willem van Weede, CEO da Vivera.

A transação, que foi aprovada por unanimidade pelo Conselho de Administração da JBS, está sujeita à validação das autoridades antitruste.

Fonte: Assessoria
Continue Lendo

Notícias Soja

Indicador Paraná atinge recorde nominal

Preços da soja estão em alta no Brasil, influenciados pelas maiores demandas doméstica e externa

Publicado em

em

Danilo Estevão/Embrapa

Os preços da soja estão em alta no Brasil, influenciados pelas maiores demandas doméstica e externa. Segundo pesquisadores do Cepea, parte dos produtores mostra preferência em comercializar a soja em detrimento do milho, o que eleva a liquidez no mercado da oleaginosa.

Diante disso, mesmo sendo período de finalização de colheita no Paraná, o Indicador CEPEA/ESALQ da soja atingiu R$ 172,66/saca de 60 kg no último dia 14, recorde nominal da série do Cepea, iniciada em julho de 1997. Já outra parcela de vendedores não mostra interesse em fechar negócios para entrega no curto prazo, atentos à maior paridade de exportação para embarques nos próximos meses.

Fonte: Cepea
Continue Lendo

Notícias Milho

Falta de chuva preocupa e mantém produtor afastado do mercado

Neste atual período de desenvolvimento das lavouras, a falta de precipitação pode prejudicar a produtividade

Publicado em

em

Divulgação

As chuvas ainda abaixo do esperado neste mês em importantes regiões produtoras de segunda safra têm deixado vendedores afastados das negociações. Neste atual período de desenvolvimento das lavouras, a falta de precipitação pode prejudicar a produtividade.

Compradores, por sua vez, precisam recompor estoques, cenário que mantém os preços em alta. Na parcial de abril (até o dia 16), o Indicador ESALQ/BM&FBovespa (base Campinas-SP) subiu 4,45% fechando a R$ 97,88/saca de 60 kg na sexta-feira (16), novo recorde real da série do Cepea. Em algumas praças, os avanços nos preços são mais expressivos, e vendedores já pedem valores acima de R$ 100 pela saca de 60 kg.

Fonte: Cepea
Continue Lendo
CBNA 1

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e recebas as principais notícias em seu email.