Conectado com
OP INSTAGRAM

Empresas

Nufarm lança programa de incentivo à pesquisa

Plataforma de conhecimento TecNufarm, com abrangência nacional, tem investimento de R$ 3 milhões e envolve alunos de 600 universidades públicas

Publicado em

em

Uma das empresas-líderes do mercado mundial de agroquímicos, a Nufarm apresentou na cidade paranaense de Londrina, na última quinta-feira, o programa Nufarm de Integração com a Comunidade Técnico-Científica (TecNufarm). De acordo com a empresa, o projeto tem objetivo de difundir soluções inovadoras para a agricultura, pela integração do trabalho de pesquisadores da Nufarm ao de consultores e universidades de Agronomia.

 

“A Nufarm tem em seu DNA a busca constante pela inovação. Nós acreditamos na união de forças com a comunidade científica. O desafio proposto pelo TecNufarm permitirá obter soluções de ponta para o agronegócio brasileiro e agregar valor ao trabalho do produtor rural”, declarou Luciano Daher, presidente da Nufarm Brasil, durante o evento de Londrina.

 

Em seu primeiro ano de atividades, destacou o presidente, o programa TecNufarm terá investimento de R$ 3 milhões e será focado no desenvolvimento de soluções tecnológicas para controle de plantas daninhas. O projeto será realizado com a participação de alunos de 600 universidades públicas do País, por meio de uma plataforma denominada Desafio Nufarm, coordenada pela empresa Sou Genial, especializada em competições criativas para empresas e jovens cientistas.

 

O diretor executivo de marketing na Nufarm, Vitor Raposo, explica que para a primeira etapa do TecNufarm foram selecionados 15 pesquisadores, que adotarão o sistema 'inovação aberta'. “Este modelo, apoiado na visão integrada e na diversidade de ideias, resultará em soluções eficazes ante os grandes desafios do campo no tocante a plantas daninhas. Os melhores trabalhos serão divulgados com apoio da Nufarm em todo o Brasil”, resume Raposo.

 

Os pesquisadores participantes do TecNufarm são ligados a renomadas empresas e entidades de consultoria e pesquisa agrícola, como Agrocon/Esalq, Agrocosmos, Assist Consultoria,  Astecplan, Ceres Consultoria, Cooperativa Central Gaúcha, Embrapa Soja, Fundação ABC, Fundação Chapadão, Mercer Assessoria Agronômica & Pesquisa, Spray Drop, UEM, UENP, UNIRV e UPF.

 

Para o coordenador pesquisas de Herbologia da Fundação ABC, Luís Henrique Penckowski, o programa da Nufarm representa uma oportunidade de “abrir a inovação para jovens”. “A proposta é interessante e desafiadora, pois o manejo de plantas daninhas é complexo e o principal desafio hoje está na resistência a herbicidas”, salienta o pesquisador.

 

O professor da Universidade Estadual do Norte do Paraná, Robinson Osipe, entende que a parceria entre universidades públicas e empresas privadas é benéfica.  “A proposta da Nufarm de voltar para a base, envolver estudantes, é criativa. A inovação virá desses jovens”, assinala Osipe.

 

Vitor Raposo, diretor da Nufarm, afirma que no futuro próximo outras parcerias serão estimuladas pelo programa TecNufarm, sempre ancoradas no portfólio de soluções tecnológicas que a empresa pretende lançar no mercado brasileiro, como nas áreas de produtos biológicos e tratamento de sementes.

Fonte: Ass. de Imprensa

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

sete − 5 =

Empresas

Suplementação pode ser aliada no processo de desmame dos leitões

A fase é fundamental para garantir a qualidade e quantidade da carne produzida pelo animal

Publicado em

em

Divulgação Quimtia

O desmame dos leitões é uma das fases de produção em que o suinocultor deve ser mais cauteloso. Decisões tomadas neste período podem impactar diretamente na produção animal e, consequentemente, na qualidade da carne que chega à mesa do consumidor. As escolhas se iniciam já na opção de como será realizado o desmame: alojamento dos leitões em creches a partir da separação brusca de mãe e filhote ou fornecimento de ração em forma de papinha ou farelada durante a maternidade para que o animal se adapte gradualmente ao novo tipo de dieta.

Apesar de o tempo médio do desmame ser de 21 a 28 dias, a idade correta para iniciar a nova alimentação deve ser fundamentada no objetivo final do produtor. Se a meta for a criação do maior número de leitões ao ano, a amamentação deve ser interrompida mais cedo.

O nutricionista animal da Quimtia, José Luiz Schneiders, afirma que existem consequências nessa escolha. “Mesmo com o auxílio de rações substitutas ao leite da matriz, leitões que são desmamados por volta dos 28 dias tem o desenvolvimento e a engorda melhores em relação aos que passaram por esse processo prematuramente”, explica.

Mesmo que a mudança de alimentação dos filhotes seja um momento de muito estresse para os animais, existem maneiras de amenizar a situação, como a inserção de uma dieta sólida enquanto ele ainda está sendo amamentado pela porca. Um dos caminhos para auxiliar nesse processo é oferecer rações com alta palatabilidade e digestibilidade.

“Tanto durante a fase de desmame quanto no pós, as rações devem ser desenvolvidas com ingredientes altamente digestíveis, com fontes nobres de proteína, relação ideal de aminoácidos, ingredientes lácteos e aditivos que auxiliam na saúde intestinal dos leitões”, conta Schneiders.

Cuidado completo

Para os animais se adaptarem de forma mais tranquila às mudanças, o foco não deve ser apenas na nutrição, mas também no ambiente em que serão inseridos e no manejo sanitário necessário. Leitões adoecidos não consomem ração e, ainda que venham a se alimentar, os nutrientes recebidos são direcionados ao combate da doença e não seu desenvolvimento, o que prejudica a produção.

“A importância da correta manutenção da ambiência na criação dos suínos pode ser constatada na paralisação espontânea da alimentação pelos animais, que acontece quando eles estão fora da sua zona de conforto térmico”, explica o nutricionista animal. Um exemplo é quando o ambiente está muito quente, fazendo com que os leitões eliminem estresse calórico ao ofegar. Já com frio, os animais ficam próximos uns dos outros para se aquecer.

Nuvistart Baby

Com a constatação de que rações altamente palatáveis e de boa digestibilidade ajudam na melhor produção e qualidade final da carne suína, a Quimtia criou a Nuvistart Baby. Essa ração foi desenvolvida para reduzir os impactos causados aos leitões durante o processo de desmame, substituindo o leite materno.

O alimento oferece os mesmos nutrientes proporcionados pelo leite da matriz, além de grande aporte nutricional que auxilia no crescimento animal. Por ser extremamente fina, ela pode ser consumida tanto como farelo quanto em forma de papinha, facilitando sua inclusão na dieta.

A inserção da Nuvistart Baby faz com que o leitão passe pelo processo de desmame de maneira mais tranquila. A ração permite ao animal se acostumar com outro tipo de alimento além do fornecido pela sua mãe. Dessa maneira, o leitão deixa de estimular a produção de leite, fazendo com que a matriz volte mais rapidamente ao cio para iniciar um novo ciclo reprodutivo.

A Quimtia Brasil é especializada na produção de insumos direcionados para o setor de nutrição animal. Com mais de 40 anos de atuação, a empresa possui um amplo portfólio de produtos, serviços e conhecimentos em diversos mercados na América Latina (Brasil, Argentina, Peru e Colômbia) e na Ásia (China). Possui duas fábricas de produção: uma de premix e outra de rações para animais de laboratório, entre outros. Além de dois centros de distribuição com a mais completa infraestrutura logística. Para garantir a qualidade de seus produtos e satisfação dos clientes, conta com laboratório de análises bromatológicas junto ao processo de produção e oferece ainda uma gama de serviços adicionais: assistência técnica no campo, serviços de nutrição personalizada e análises de matérias primas, entre outros.

Fonte: Ass. de Imprensa
Continue Lendo

Empresas

LANXESS adquire a especialista em biocidas INTACE

Aquisição representa maior consolidação da empresa na área de proteção ao consumidor

Publicado em

em

Divulgação

Colônia, Alemanha, 15 de janeiro de 2021 – A LANXESS, empresa de especialidades químicas, está expandindo sua posição como um dos principais fabricantes mundiais de biocidas e antimicrobianos ao adquirir a empresa francesa INTACE SAS. A empresa de biocidas com sede em Paris é fabricante de fungicidas especiais para a indústria de embalagens.

As duas empresas assinaram acordo em 14 de janeiro deste ano e concordaram em não divulgar o valor de compra. A LANXESS espera que a transação seja concluída no primeiro trimestre de 2021.

“Estamos participando ativamente da consolidação do mercado de proteção do consumidor. Com a aquisição da INTACE, estamos fortalecendo nossa plataforma de tecnologia de biocidas para embalagens e rótulos na indústria de bens de consumo. Também estamos seguindo uma tendência: os plásticos estão sendo, cada vez mais, substituídos por papel nas embalagens”, disse Nicolas Gallacier, chefe de Marketing Industrial Preservation & Coatings da unidade de negócios de Material Protection Products da LANXESS.

Em 2020, INTACE gerou vendas de cerca de um dígito de milhões de euros. Os seus produtos são utilizados principalmente em papel, cartão, embalagens de sabão, etiquetas e papel moeda . “Esperamos integrar o novo portfólio de produtos em um curto período. A forte rede de clientes da INTACE em breve poderá se beneficiar da presença global e experiência regulatória da LANXESS”, disse Oliver Kretschik, vice-presidente da linha de negócios de Biocidas da unidade de negócios de Material Protection Products da LANXESS.

A LANXESS, empresa de especialidades químicas, está expandindo sua posição como um dos principais fabricantes mundiais de biocidas e antimicrobianos A LANXESS, empresa de especialidades químicas, está expandindo sua posição como um dos principais fabricantes mundiais de biocidas e antimicrobianos

A proteção material da LANXESS

A unidade de negócios de Material Protection Products da LANXESS emprega cerca de 660 funcionários e possui unidades de produção em Krefeld-Uerdingen e Dormagen (Alemanha), Sudbury (Grã-Bretanha), Pittsburgh e Memphis (EUA), Jarinu (Brasil), Jhagadia (Índia), Changzhou (China) e Cingapura.

Os produtos dessa unidade de negócios são usados ​​em uma grande variedade de aplicações em todo o mundo. Com sua ampla linha de ingredientes ativos antimicrobianos e conservantes, a unidade de negócios oferece soluções específicas para clientes para vários ramos da indústria, como tintas e revestimentos, desinfecção e proteção de madeira, bem como o setor de construção e indústria de bebidas. A Material Protection Products também fornece um serviço técnico abrangente e suporte regulatório, bem como pesquisa e desenvolvimento específicos para projetos.

A LANXESS é uma empresa líder em especialidades químicas, com vendas de EUR 6,8 bilhões em 2019. A empresa possui atualmente cerca de 14.400 funcionários em 33 países. O principal negócio da LANXESS é o desenvolvimento, fabricação e comercialização de intermediários e especialidades químicas, aditivos e plásticos. A LANXESS está listada nos principais índices de sustentabilidade Dow Jones Sustainability Index (DJSI World e Europa) e FTSE4Good.

Declarações Prospectivas

Este comunicado da empresa contém certas declarações prospectivas, incluindo suposições, opiniões, expectativas e visões da empresa ou citadas por fontes de terceiros. Vários riscos conhecidos e desconhecidos, incertezas e outros fatores podem fazer com que os resultados reais, posição financeira, desenvolvimento ou desempenho da LANXESS AG difiram materialmente das estimativas expressas ou implícitas neste documento. A LANXESS AG não garante que as suposições subjacentes a tais declarações prospectivas estejam livres de erros, nem aceita qualquer responsabilidade pela precisão futura das opiniões expressas nesta apresentação ou pela ocorrência real dos desenvolvimentos previstos. Nenhuma representação ou garantia (expressa ou implícita) é feita e nenhuma confiança deve ser colocada em quaisquer informações, estimativas, metas e opiniões aqui contidas, e nenhuma responsabilidade é aceita quanto a quaisquer erros, omissões ou distorções aqui contidas, e, consequentemente, nenhum representante da LANXESS AG ou de qualquer uma de suas empresas afiliadas ou qualquer um dos diretores, conselheiros ou funcionários dessa pessoa aceita qualquer responsabilidade decorrente direta ou indiretamente do uso deste documento.

Fonte: Ass. de Imprensa
Continue Lendo

Empresas Avicultura

Novus confirma presença na IPPE e IPFS virtual

A empresa estará presente com uma série de apresentações técnicas nos dois eventos que abrem o calendário mundial do setor: o International Production and Processing Expo (IPPE) e International Poultry Scientific Forum (IPSF) 

Publicado em

em

Diretor Geral LAS da NOVUS®, Roberto Vituzzo - Foto: Divulgação

Nesta edição virtual, que acontecerá de 25 a 29 de janeiro, a NOVUS® apresentará suas soluções integradas destinadas à produção avícola e realizará eventos técnicos com diversos temas relacionados a integridade intestinal via nutrição para atualização dos profissionais do segmento.

Tradicionalmente realizado em Georgia World Congress Center em Atlanta, Georgia (Estados Unidos), o IPPE poderá ser acessado pelo site ou através do MarketPlace do evento. Durante sua participação no TECHTalks, espaço on-line destinado para pequenas apresentações ligadas a inovação e vitrine de produtos, a NOVUS® participará de seis sessões em vídeo que estarão disponíveis no IPPE MarketplaceSM com os seguintes temas:

– Suplementação com óleos essenciais para reforçar a saúde intestinal e aumentar o desempenho da produção – Sven Keller, Nutricionista e Gerente Técnico da Novus Europa;

– Antagonismos que podem consumir de seus minerais – Heather Tucker, gerente de Pesquisa Nutrição de Ruminantes

– Efeito da suplementação de matrizes com MINTREX®️ Zn sobre a saúde da progênie – Juxing Chen, Gerente de Estrutura e Função Biológica;

– Combinações de ácidos orgânicos com HMTBa: Aplicações no controle de patógenos para aves e suínos – Dexter Abrigo, Diretor Estratégico de Marketing e Serviços Técnicos;

– Efeito dos minerais quelatados com metionina hidroxi análoga sobre a claudicação em suínos na fase de terminação – Karen Wedekind, Gerente de Nutrição Comparativa;

– Tecnologia NIR para prever os Inibidores de Tripsina do farelo de soja para, juntamente com a protease, alcançar nutrição de precisão e melhora do desempenho animal – Frances Yan, Cientista e Pesquisadora Sênior Avicultura.

 

Paralelamente a IPPE ocorrerá a IFPS, fórum científico voltado aos profissionais da avicultura e contará com a apresentação da Cientista e Pesquisadora Sênior Avicultura NOVUS®, France Yan, que levará para o público presente a palestra intitulada “Eficácia de blend de óleos essenciais isoladamente ou combinado com vacina de Coccidiose para desafio de Eimeria em frangos de corte”.

De acordo com ela, a coccidiose é uma doença de grande importância econômica para o setor e o ensaio analisa como o aditivo alimentar NEXT ENHANCE® 150 e a vacina para coccidiose parasitária afetam um ao outro e a ave hospedeira.

O pôster de Yan estará disponível para visualização durante o evento em www.ippexpo.org/ipsf, um evento organizado pela Southern Poultry Science Society e pela Southern Conference on Avian Disease.

Para o diretor comercial para as Américas da NOVUS®, Ed Galo, “a empresa está animada com a oportunidade de participar da IPPE neste novo formato para 2021”, destacou em nota. “A pandemia apresentou desafios, mas como muitas outras, nossa indústria se adaptou e implementou novas maneiras de continuar os negócios. Embora não possamos nos encontrar com clientes e colegas do setor em nosso estande na feira ou durante nosso Happy Hour ou em nosso coquetel anual, ainda apreciamos que os organizadores do IPPE tenham disponibilizado uma versão online do evento”, enfatizou.

O Diretor Geral LAS da NOVUS®, Roberto Vituzzo, destaca que a participação da companhia consolida o compromisso de estar próxima dos seus clientes e parceiros levando informações atualizadas e pertinentes aos negócios visando o equilíbrio zootécnico e econômico em meio a um momento desafiador. “Não podíamos estar de fora e lavaremos de forma virtual todas as nossas soluções e experiência relacionada a saúde intestinal via nutrição. E nesta edição apresentaremos toda a nossa experiência relacionada integridade intestinal visando a performance zootécnica e econômica do setor”, conclui.

Fonte: Assessoria
Continue Lendo
Dia Estadual do Porco – ACSURS

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e recebas as principais notícias em seu email.