Conectado com
VOZ DO COOP

Empresas Frangos Ross® 308 AP

“Conexão Aviagen” promove conhecimento a produtores em todo o Brasil

Cerca de 500 clientes participaram dos eventos nas cidades de Pará de Minas (MG), Goiânia (GO), Cascavel (PR), Maringá (PR), Garibaldi (RS), Chapecó (SC), Rio Claro (SP) e Recife (PE)

Publicado em

em

Conexão Aviagen em Goiânia (GO) / Divulgação

Durante os meses de março e abril, a equipe brasileira da Aviagen® realizou a sua tradicional série de eventos “Conexão Aviagen”, viajando pelo país fornecendo aos produtores avícolas as mais recentes experiências, para alcançar o melhor potencial dos frangos Ross® 308 AP. Cerca de 500 clientes participaram dos eventos nas cidades de Pará de Minas (MG), Goiânia (GO), Cascavel (PR), Maringá (PR), Garibaldi (RS), Chapecó (SC), Rio Claro (SP) e Recife (PE), e se beneficiaram de dicas para melhorar a saúde, o bem-estar e a performance de suas aves. O formato interativo dos seminários ofereceu oportunidades para importantes discussões entre todos os participantes.

O evento abordou temas como o ciclo de vida do Ross 308 AP, desde a criação até o abate, com destaque para o manejo durante o inverno e a qualidade da carcaça. Também foram discutidas abordagens práticas para a implementação do autocontrole e estratégias de melhoria de rendimento e redução de custos por meio de processos fabris.

Décadas de melhoramento genético balanceado

Durante o evento, a coordenadora de Produto da Aviagen, Jane Lara Grosso, falou sobre o impacto de 20 anos de seleção genética e apresentou detalhes do programa de melhoramento genético de frangos de corte da empresa. Jane destacou como décadas de seleção contribuíram para melhorias significativas no desempenho, saúde e bem-estar animal ao longo do tempo.

“Na Aviagen, as aves de pedigree passam por um rigoroso processo de seleção em diversos ambientes para expressar seu potencial genético. Tecnologias como a seleção genômica e a tomografia computadorizada aumentam a precisão da seleção e melhoram características como a saúde das pernas e a conversão alimentar”, explicou.

Um dos pontos destacados foi a importância da sustentabilidade e a busca por aves mais eficientes em termos de alimentação e produção. Os esforços da Aviagen não apenas impulsionaram o desempenho, mas também promoveram a sustentabilidade ambiental na produção de frangos de corte.

Jane também abordou os benefícios da seleção genômica, explicando como a técnica aumenta a precisão da estimativa do valor genético das aves, com ganhos esperados no aumento de peso, redução na conversão alimentar e na saúde das aves.

A importância de um manejo efetivo

Os supervisores regionais de Serviços Técnicos da Aviagen Brasil, Rodrigo Tedesco e Alessandro Lopes, apresentaram uma análise de desempenho do Ross 308 AP, destacando seus benefícios em termos de robustez óssea, crescimento muscular e eficiência de abate. Os especialistas compartilharam dicas sobre o manejo inicial e crescimento dos frangos, enfatizando a importância de um manejo adequado para maximizar o potencial de crescimento e evitar problemas de saúde. “Frangos bem manejados se destacam na saúde cardiovascular e esquelética e apresentam excelente conversão alimentar”, explicou Tedesco.

Ótimo controle ambiental – essencial para o manejo de inverno

Rodrigo Tedesco também abordou o tema “Manejo de inverno: ambiência como fator fundamental”, destacando a interdependência entre o comportamento das aves, o consumo, a ventilação e o controle de temperatura na produção avícola. Segundo ele, investir em sistemas de controle ambiental adequados e práticas de manejo responsáveis é essencial para maximizar a produtividade e rentabilidade do negócio avícola. Mudanças sutis no ambiente podem afetar negativamente a saúde e desempenho das aves.

“Estratégias de manejo adaptativas e sistemas de controle ambiental eficientes emergem como soluções para otimizar a criação das aves, promovendo seu bem-estar e maximizando a produtividade na indústria avícola”, explicou Tedesco.

Manejo visando qualidade de carcaça

“O manejo eficaz é crucial para garantir uma produção de carne de alta qualidade”, disse Lopes em sua apresentação. Na ocasião, o supervisor também debateu a necessidade de considerar não apenas o resultado na agropecuária, mas também o aproveitamento do frango dentro do frigorífico, destacando a relevância de práticas como alojamento adequado, programas de luz específicos e manejo eficiente de comedouros e bebedouros para evitar problemas de qualidade de carcaça.

“Um dos principais desafios durante a produção que pode prejudicar a qualidade da carcaça é a falta de manutenção da qualidade da cama. É fundamental trabalhar a cama desde a fase pré-alojamento até o final do ciclo de vida do lote, garantindo um ambiente adequado para o desenvolvimento saudável dos frangos, pois a qualidade da cama reflete diretamente no resultado, tanto para a agropecuária quanto para o frigorífico”, explicou.

Além disso, Lopes abordou como a genética desempenha um papel fundamental na busca pela qualidade da carcaça, influenciando diversos aspectos como a conformação do frango e seu desenvolvimento físico.

Inspeção moderna e processo regulatório

A pós-doutora, professora, pesquisadora da Universidade Federal do Rio Grande do Sul e coordenadora do Ministério da Agricultura e Pecuária (MAPA), Liris Kindlein, abordou a modernização da inspeção na indústria avícola, discutindo mudanças regulatórias que visam aprimorar a gestão de condenações e a qualidade das carcaças.

Kindlein enfatizou a importância da integração de informações do campo e do frigorífico para otimizar o processo de abate. Ela destacou as mudanças na portaria 736, que simplificam o processo de inspeção, melhorando a qualidade do produto. “É importante que o setor discuta as regulamentações, a modernização dos processos de inspeção e a adoção de medidas para garantir a segurança e qualidade dos produtos na indústria avícola”, explanou.

Melhorando o rendimento, reduzindo custos

O médico-veterinário e consultor Darwem de Araújo apresentou formas para melhorar o rendimento e reduzir custos nos abatedouros, principalmente relacionados à produção de frangos, destacando a necessidade de entender as matérias-primas e processos envolvidos.

“É preciso focar em áreas como gestão, agropecuária e abatedouro para identificar e resolver problemas. Falta de mão de obra e falhas na observação dos equipamentos são os principais gargalos enfrentados na indústria, sendo fundamental o aprimoramento contínuo para reduzir perdas e maximizar o rendimento”, explicou Araújo.

Análise geral do pacote: das reprodutoras ao abate

A palestra final, ministrada pelo gerente de Serviços Técnicos da Aviagen no Brasil, Marco Aurélio Romagnole de Araújo, apresentou os resultados de desempenho obtidos pelos clientes da Aviagen em 2023, destacando os principais indicadores de desempenho, como pintos produzidos por fêmea alojada, conversão alimentar, GPD, mortalidade a campo, rendimento e condenas na indústria.

“O Ross 308 AP apresentou, em toda cadeia (matrizes, frangos e abate) uma economia de R$ 39,2 milhões em custos de produção por ano, para um abate de 200 mil frangos/dia, em comparação com seu principal concorrente. Estes números destacam não apenas a eficácia do produto, mas também o impacto direto na rentabilidade e eficiência operacional dos clientes, o que faz do Ross 308 AP a melhor escolha”, afirmou Araújo.

Conexão bem-sucedida da Aviagen

A Aviagen promove oportunidades contínuas para se conectar com seus clientes, levando para as granjas os mais recentes desenvolvimentos tecnológicos, práticas de manejo e melhorias genéticas para fortalecer ainda mais o seu sucesso.

“Estamos muito satisfeitos com o envolvimento de nossos clientes brasileiros no Conexão Aviagen. O Brasil tem imensa importância como mercado-chave para a Aviagen e estamos comprometidos com investimentos contínuos, colaboração e compartilhamento de conhecimento para apoiar o crescimento e sucesso de nossos clientes”, disse o diretor de Operações da Aviagen no Brasil, Leandro München.

Confira abaixo os registros da “Conexão Aviagen” em todo o Brasil:

Fonte: Assessoria

Empresas

Grupo Innovad fortalece sua posição no mercado brasileiro de nutrição animal ao adquirir a Oligo Basics

Publicado em

em

Divulgação Oligo Basics

Grupo Innovad, líder global em soluções de nutrição e saúde animal, anuncia a aquisição da Oligo Basics, player renomado no mercado brasileiro de aditivos nutricionais para rações. Este movimento estratégico não apenas reforça a presença do Grupo Innovad no Brasil, mas também sinergiza os extensos portfólios de produtos de ambas as entidades.

Promovendo Inovação e Parceria

Ao combinar as diversas soluções do Grupo Innovad com a experiência local da Oligo Basics, uma parceria visa fornecer estratégias naturais exclusivas, adaptadas às necessidades crescentes dos clientes.

Ben Letor, CEO do Grupo Innovad, enfatiza : ” Esta aquisição ressalta nosso compromisso com a inovação e o crescimento sustentável, alinhando-se com nossos recentes esforços de expansão estratégica em ingredientes primários/naturais, incluindo a aquisição da Herbonis. Com a equipe local e a equipe local e a equipe local e a equipe local unidade de fabricação local da Oligo Basics, estamos empenhados em estabelecer uma posição robusta no Brasil e cultivar parcerias de longo prazo localmente .”

Expandindo oportunidades para os clientes

No geral, a aquisição da Oligo Basics ressalta o compromisso do Grupo Innovad em agregar valor, contribuir para a inovação e promover parcerias fortes no Brasil, nas Américas e outras regiões. Ao mesmo tempo que se alinha com a estratégia mais ampla do grupo de oferta de soluções sustentáveis ​​e eficazes para a indústria de produção animal.

Fonte: Ass. de Imprensa
Continue Lendo

Empresas Em Cascavel (PR)

Nutrição inteligente das aves de corte, com atenção à saúde intestinal, é assunto do Conexão Novus

Evento promovido pela empresa em Cascavel (PR), que recebeu gestores e técnicos de empresas avícolas da região.

Publicado em

em

Foto e texto: Assessoria

“O futuro da cadeia de proteína animal somente será bem-sucedido se tiver a nutrição inteligente como pilar. A Novus quer fazer parte dessa transformação e, por isso, disseminamos conhecimento técnico sobre esse tema para quem está no campo”, detalhou Alessandro Lima, diretor comercial Latam da Novus, no Conexão Novus, evento promovido pela empresa em Cascavel (PR), que recebeu gestores e técnicos de empresas avícolas da região.

Nutrição inteligente está muito conectada com saúde intestinal e o sistema ósseo. Para explicar o tema, a Novus convidou a Dra. Jovanir Inês Müller Fernandes, professora da Universidade Federal do Paraná. “Os desafios nutricionais e sanitários têm causas multifatoriais. Por exemplo, a cama úmida e mal higienizada pode ser responsável pela proliferação de bactérias que impactam a saúde intestinal. A consequência é que a nutrição animal fica comprometida, pois o ambiente interfere na absorção de importantes nutrientes, como o cálcio. Dessa forma, a mineralização óssea é afetada levando a problemas, como artrite”, explicou a Dra. Jovanir.

Ela destacou que o desdobramento de problemas locomotores resulta em frangos de corte com menor rendimento da carcaça. “Uma ave com a saúde óssea comprometida sente dor ao andar, dificultando inclusive a frequência de idas ao comedouro e ao bebedouro. Logo, ela permanecerá deitada por mais tempo, o que pode causar lesões de pele e dermatites, as quais resultam em condenação da carcaça no abatedouro. Fazer a correta limpeza do ambiente e proporcionar bem-estar são pilares importantes para que os lotes alcancem todo o seu potencial produtivo. E estamos falando também em rentabilidade”, detalhou a especialista.

O Dr. Edgar O. Oviedo-Rondón, professor da Universidade da Carolina do Norte (EUA), também falou sobre a importância da nutrição de matrizes para o desempenho dos lotes. “Estamos vendo a campo e também acompanhando na literatura que os minerais orgânicos ajudam a reverter os efeitos negativos, diminuindo o estresse oxidativo. É importante que os avicultores saibam que a qualidade da carcaça que está produzindo hoje é resultado da matriz que recebeu o correto manejo nutricional. Na produção avícola, o planejamento com antecedência é decisivo para bons e contínuos resultados”, completou.

Além de motivar o debate em torno do conhecimento técnico, a Novus desenvolve soluções acessíveis e de alta tecnologia para atender às necessidades dos avicultores. É o caso do Programa Scale Up, em que a equipe técnica orienta e acompanha o produtor com foco em melhorar a oferta de carne e a qualidade da carcaça a partir da nutrição inteligente e orientada de forma sustentável.

“A contribuição entre pesquisadores, empresas, cooperativas e agroindústrias é essencial para o contínuo avanço da produtividade na avicultura. Com conhecimento e a troca de diferentes experiências, conseguimos identificar os desafios e encontrar, juntos, as soluções para uma avicultura mais produtiva e que cumpre o seu papel de proporcionar alimentos de qualidade para a população. Essa é a ideia do Conexão Novus: conectar profissionais para somar forças e multiplicar conhecimento”, completou Kelen Zavarize, gerente de Serviços Técnicos para Avicultura da Novus.

Fonte: Assessoria Novus
Continue Lendo

Empresas

Importância da suplementação nutricional injetável na pecuária

Suplementar os bovinos com formulações injetáveis, proporciona rápido aporte e aproveitamento de nutrientes importantes favorecendo melhores resultados ao pecuarista

Publicado em

em

Foto e texto: Assessoria

A suplementação nutricional é uma estratégia fundamental na pecuária, visando otimizar o desempenho produtivo e econômico do rebanho. A abordagem adequada para o fornecimento de nutrientes é essencial para atender às demandas metabólicas e fisiológicas dos animais, especialmente em relação ao crescimento, desenvolvimento e produção.

O gado bem nutrido tem um sistema imunológico fortalecido o que auxilia o enfrentamento mais adequado aos desafios infeciosos. Além disso, apresenta melhores condições para expressão do seu potencial genético, reprodutivo e produtivo, o que proporciona índices adequados para a reposição de animais no rebanho, animais com bom desenvolvimento corporal, melhor valor de revenda, carcaças melhor acabadas e mais pesadas, melhor produção de leite e produção de proteína de melhor qualidade para comercialização e consumo.

O manejo nutricional do gado engloba a compreensão das exigências nutricionais específicas de cada categoria animal, considerando fatores como idade, a fase produtiva e/ou reprodutiva e o nível de produção. Proteínas, carboidratos, lipídios, minerais e vitaminas desempenham papéis críticos no metabolismo bovino, influenciando diretamente processos anabólicos, catabólicos e de manutenção da homeostase.

A suplementação com formulações injetáveis oferece vantagens significativas em relação à entrega precisa e eficiente de nutrientes. Ao contornar os efeitos das perdas durante a fermentação rumenal e as limitações da absorção gastrointestinal, essas formulações garantem uma biodisponibilidade máxima e rápida de nutrientes essenciais, possibilitando uma resposta fisiológica rápida e eficaz. Assim com a administração via parenteral (injetável), os nutrientes são rapidamente absorvidos, sem sofrer a degradação no rúmen. Além disso, a dosagem precisa e a entrega controlada dos nutrientes minimizam o desperdício e maximizam a utilização dos recursos alimentares disponíveis.

Devemos relembrar que existem vários suplementos nutricionais injetáveis, com as mais diversas composições, que entregarão nutrientes ao organismo dos bovinos de acordo com suas formulações. Ao avaliarmos a pirâmide nutricional, considerando-se as necessidades de maior para menor quantidade de aporte ao organismo, a base (nutrientes primeiramente exigidos e por isso em maior quantidade) temos a Energia. Imediatamente a seguir temos as proteínas, fundamentais para o desenvolvimento, manutenção e funcionamento dos tecidos, glândulas e órgãos; para o metabolismo geral; para o sistema de defesa contra infecções (sistema imune); e que participam de processos para geração de energia e de regeneração de tecidos.

Nesse contexto, a suplementação injetável surge como uma ferramenta para atender às necessidades nutricionais específicas dos animais em diferentes estágios de produção.

Na fase de reprodução, por exemplo, é essencial garantir que as vacas estejam em condições ideais de saúde e nutrição para maximizar a fertilidade e a taxa de concepção. As fêmeas necessitam de níveis adequados e significativos de energia para o sistema reprodutivo para que possam se tornarem gestantes e garantirem a prenhez em sua fase inicial (fase de reconhecimento materno da gestação). Já na recria, uma fase quando o desenvolvimento corporal é priorizado,  o manejo nutricional adequado é fundamental para garantir um crescimento saudável e robusto, preparando os animais para fases subsequentes de produção.

Um período crítico na vida dos bovinos de corte é o desmame devido ao estresse excessivo determinado pela separação das crias de suas mães. Também para as crias leiteiras, o desaleitamento promove mudanças significativas no ambiente de criação e na dieta, o que proporciona maior estresse aos animais. Aqui, a suplementação nutricional adequada, rica em aminoácidos importantes, fortalece o sistema imunológico dos animais e reduz os impactos negativos do estresse durante essa transição.

É importante ressaltar que no universo dos nutrientes os aminoácidos são os pilares para a produção de proteínas, totalizando 20 substâncias. Destas 10 são definidas como essenciais, o que significa que não são produzidas no organismo, e as outras 10 definidas como não essenciais, sendo aquelas produzidas pelo organismo a partir de outros aminoácidos. O equilíbrio na quantidade destes aminoácidos nas formulações nutricionais é importante, uma vez que contribuirá para o melhor aproveitamento global dos mesmos.

O correto e bem balanceado reforço nutricional aplicado por via injetável, também auxilia os bovinos nos desafios do confinamento. Nesta fase, o rebanho é submetido a condições estressantes e de manejo intensivo, o que afeta o sistema imune e o comportamento, sendo a fase inicial (adaptação) de grande importância para o sucesso.  Nesse contexto, o fornecimento injetável de um suplemento nutricional equilibrado, favorece a reativação metabólica, facilitando a adaptação, o consumo da nova dieta e rápido início do ganho compensatório, comum nos bovinos que passaram por restrições nutricionais em período anterior. Desta forma, a suplementação equilibrada fornece os nutrientes necessários para sustentar melhores taxas de ganho de peso (GMD) e contribuir para uma conversão alimentar eficiente.

Uma pesquisa recente (PINTO et al. 2019), demonstrou um ganho médio diário em torno de +0,300Kg por animal confinado com o uso do Roboforte® Injetável. Fonte de 18 aminoácidos, cálcio, fósforo e colina, o suplemento nutricional estimula o metabolismo e oferece rápido aporte energético aos animais. O produto fornece de forma equilibrada todos os 10 aminoácidos essenciais e 08 dos 10 não essenciais. Com relação aos 02 aminoácidos não essenciais faltantes, para sua produção no organismo, a formulação de Roboforte Injetável fornece aqueles necessários para essa produção.

Roboforte® Injetável é encontrado em frascos plásticos e de bom encaixe nas mãos, o que facilita o manuseio e  traz maior segurança para quem o manipula. O produto está disponível em embalagens de 250mL, 500mL e 1L, para atender aos pequenos, médios e grandes pecuaristas. A dose recomendada é de 1mL para cada 20Kg de peso vivo dos animais. Nos bovinos o produto pode ser aplicado pelas vias subcutânea ou endovenosa lenta. Também pode ser empregado em equinos e neste caso as aplicações deverão ser apenas por via intramuscular.

Consulte o médico veterinário para estabelecimento de programas de uso do produto. Em termos gerais, Roboforte® Injetável pode ser aplicado sempre nos momentos em que é necessário o rápido aporte energético/proteico como no desmame, na recria e intervalos de 09 a 120 dias, no início do manejo reprodutivo e dos processos de engorda e terminação para o gado de corte. Para o gado leiteiro o conceito é o mesmo,  com destaque para o desaleitamento, a fase de transição das bezerras, a reprodução e o período de transição nas fêmeas leiteiras.

Fonte: Assessoria Ceva
Continue Lendo
CBNA – Cong. Tec.

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e recebas as principais notícias em seu email.