Conectado com

Empresas Avicultura

MSD Saúde Animal participa da 19ª edição do Avicultor em Belo Horizonte/MG

A presença da MSD Saúde Animal nessa edição do Avicultor, como patrocinador, reforça ainda mais o seu compromisso com o desenvolvimento da avicultura brasileira

Publicado em

em

Foto: O Presente Rural

A MSD Saúde Animal confirma sua presença na 19ª edição do Avicultor. O evento, que acontece no dia 27 de junho, em Belo Horizonte (MG), é organizado pela Associação de Avicultores de Minas Gerais (Avimig) e é considerada uma das maiores feiras regionais da avicultura brasileira.

O encontro de carácter técnico-científico reúne todos os elos da cadeia produtiva com o objetivo de promover o intercâmbio de ideias e experiências e, assim, aperfeiçoar as práticas de produção e comercialização.

“Sempre participei do Avicultor, ano após ano o evento cresce em importância e atualmente é um dos principais eventos do cenário avícola nacional.  A Avimig sempre surpreende os participantes com a qualidade técnica e proporciona aos produtores e colegas um encontro de alto nível, diz Thiago Tejkowski, gerente de marketing da unidade de negócios de avicultura da MSD Saúde Animal.

De acordo com dados divulgados pela Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), o Brasil é o maior exportador de carne de frango no mundo, com 38,3% do mercado, seguido pelos Estados Unidos, com 28,1%. A participação de Minas Gerais no total das exportações nacionais de carne de frango corresponde a 5% do total. Já no segmento de ovos de consumo, o estado é o maior exportador brasileiro, tendo respondido em 2016 por 40% das vendas externas do produto, de acordo com a Associação Brasileira dos Produtores de Proteína Animal (ABPA).

A presença da MSD Saúde Animal nessa edição do Avicultor, como patrocinador, reforça ainda mais o seu compromisso com o desenvolvimento da avicultura brasileira. “Não apenas como fornecedora de soluções em saúde animal, mas também como uma empresa que busca por meio da disseminação do conhecimento agregar informações de qualidade para os produtores e profissionais da área”, reforça Tejkowski.

 

Inovação com foco em sanidade

Na ocasião, a companhia reforça seu lançamento: a Innovax ND-IBD®. A primeira vacina com tripla ação para atuar na proteção contra a Doença de Marek, a Doença de Gumboro (IBD) e a Doença de Newcastle (ND) em uma só aplicação. “A Innovax ND-IBD® traz como palavras-chave a inovação, a conveniência, a eficácia e a performance, fazendo destes os seus grandes pilares que ao final do dia trazem retorno sobre o investimento ao usuário. Innovax ND-IBD® veio para ajudar nossa indústria a construir o futuro, que já começou”, conclui Tejkowski.

Fonte: Assessoria da MSD
Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × quatro =

Empresas Mercado Islâmico

Siil Halal comemora esforços das indústrias frigoríficas nacionais

Atender e aplicar as normas solicitadas pelas autoridades sauditas abriram novas oportunidades de mercado para mais 8 indústrias frigoríficas nacionais para exportar carne bovina para a Arábia Saudita

Publicado em

em

CEO da Siil Halal, Chaiboun Darwiche - Foto: Divulgação

Atender as exigências da autoridade sanitária da Arábia Saudita e estar apto para estabelecer relação comercial para um mercado de 34 milhões de habitantes que em sua totalidade professam a fé islâmica foi comemorado por diversos setores da cadeia produtiva do agronegócio, entre eles o CEO da Siil Halal, Chaiboun Darwiche, Certificadora de produtos Halal Brasil, sediada em Chapecó (SC). “Os esforços dessas empresas em aplicar as exigências requeridas pela autoridade sanitária da Arábia Saudita (SFDA, na sigla em inglês) resultou neste anúncio que traz para as 8 empresas novos negócios, além de fortalecer o setor”, destaca o CEO.

Ele salienta que todos os frigoríficos habilitados demonstraram que estão alinhados com os padrões necessários para atender o mercado saudita e preocupadas à segurança alimentar em toda a cadeia produtiva. “Não é uma tarefa simples acessar estes mercados. Sinal de que essas empresas vêm fazendo o dever de casa com intuito de acessar mercados mais exigentes”, destaca o Chaiboun.

Para ele, estas habilitações refletem o compromisso nacional com a produção mundial de alimentos e, adicionalmente, gerar trabalho e riqueza para o Brasil. “Chama a atenção neste anúncio a competência dessas empresas e visão de negócio. São indústrias de pequeno e médio porte que passaram a fazer parte de um seleto grupo de empresas aptas a acessar mercados com um público consumidor exigente. Isso é bom para o país”, declara o CEO da Siil Halal.

Os frigoríficos habilitados foram: Fortefrigo, de Paragominas, no Pará; Better Beef, de Rancharia, em São Paulo; Rio Grande Comércio de Carnes Ltda., de Imperatriz, no Maranhão; Plena Alimentos, de Pará de Minas, em Minas Gerais; Indústria e Comércio de Alimentos Supremo, de Ibirité, em Minas; Frigol, de São Félix do Xingu, no Pará; Maxi Beef Alimentos do Brasil, de Carlos Chagas, Minas; e Distriboi – Indústria, Comércio e Transporte de Carne Bovina, de Ji-Paraná, em Rondônia.

 

Fonte: Assessoria
Continue Lendo

Empresas Suinocultura

Fibras funcionais e sua relação com o desenvolvimento de leitões

Cada vez mais a nutrição animal deverá acompanhar o desenvolvimento genético para expressar todo o potencial dos suínos

Publicado em

em

Foto: Divulgação

Mirando no melhor aproveitamento zootécnico na fase inicial da vida produtiva na suinocultura, cada vez mais pesquisas relacionadas ao uso de fibras funcionais se consolidam provando sua eficácia na performance zootécnica neste período do ciclo produtivo.

“No campo esta máxima também é verdadeira. Diversos trabalhos confirmam sua efetividade na produção das leitegadas. Isso porque a fase requer atenção dada a importância do sistema imunológico para a fases subsequentes“, destaca o Diretor Geral da Biosen®, empresa austro-brasileira de soluções nutricionais, Fernando Toledano.

Ele aponta que este movimento pela procura deste tipo de solução visando a integridade e saúde intestinal pela granjas suinícolas ocorre no Brasil há pelo menos cinco anos e atualmente passa a ser uma ferramenta nutricional que vem conquistando e se consolidando no mercado.“As fibras funcionais são ingredientes vegetais, geralmente a base de madeira fresca, especialmente selecionadas que passam por um processo de moagem ultrafina direcionadas exclusivamente para a nutrição animal”, salienta.

Atualmente, lembra Fernando Toledano, empresas de genética vem destacando os benefícios das fibras funcionais, isso porque, pela baixa inclusão do produto direcionada para fêmeas suínas em fase reprodutiva permite a estabilização prolongada do nível glicêmico, tendo como principais benefícios: estabilidade reprodutiva e aumento da produção de colostro/leite. Consequentemente, leitões mais pesados e saudáveis. “Estudos realizados no Danish Pig Research Centre (SEGES) demonstram que com o uso de fibras funcionais de alta qualidade, tal como soluções contidas em nosso portfólio, favorecem e prolongam o status energético elevado durante o parto e aumentam a quantidade e qualidade do colostro produzido auxiliando sobremaneira na imunidade e o aumento de peso nos primeiros dias de vida. Isto só é possível porque as fibras funcionais presentes em nosso portfólio são 100% insolúveis e parcialmente fermentáveis. Permitindo uma excelente atividade peristáltica e proporcionando uma otimização de ácidos graxos voláteis nas porções finais do intestino”, enaltece.

Diretor Geral da Biosen®, empresa austro-brasileira de soluções nutricionais, Fernando Toledano

Portanto, para Fernando Toledano, da teoria à prática, as fibras funcionais deixaram de ser um “conceito” discutido em universidades e centros de pesquisas para ser uma ferramenta nutricional consolidada proporcionando resultados zootécnicos incontestáveis dentro das granjas no Brasil e no mundo.

Fonte: Assessoria da Biosen
Continue Lendo

Empresas Suinocultura

Equipe de suinocultura da Vetanco no ABRAVES 2019

O evento, que aconteceu na cidade paranaense de Toledo, recebeu especialistas nacionais e internacionais contribuindo para os padrões técnicos da atividade

Publicado em

em

Foto: O Presente Rural

A equipe de suinocultura da Vetanco Brasil participou recentemente do ABRAVES 2019. O evento, que aconteceu na cidade paranaense de Toledo, recebeu especialistas nacionais e internacionais contribuindo para os padrões técnicos da atividade. Foram realizados cinco painéis que discutiram temas ligados ao desenvolvimento das Pessoas, Nutrição, Salmonella, Mercado e Sanidade.

A equipe da Vetanco, gerenciada pelo Médico Veterinário Lucas Piroca, se fez presente recebendo clientes, colegas do setor e amigos em seu estande (9) para troca de ideias, experiências ou para tirar dúvidas sobre produtos e soluções.

O XIX CONGRESSO NACIONAL e I CONGRESSO INTERNACIONAL ABRAVES, foi realizado entre os dias 22 e 24 de outubro e teve tradução simultânea em Português, Inglês e Espanhol, foi realizado no Teatro Municipal de Toledo. O evento é idealizado e realizado pela Associação Brasileira de Veterinários Especialistas em Suínos – Regional Paraná (ABRAVESPR), que também realiza anualmente o Encontro Regional no mês de março. O ABRAVES é marcado pelo rico caráter científico e a expressiva participação dos profissionais, acadêmicos e empresas de grande importância no setor.

Agradecemos a visita de todos em nosso estande e convidamos a todos para nos prestigiar na próxima edição do evento em 2021 na cidade de Porto Alegre – RS.

Fonte: Assessoria da Vetanco
Continue Lendo
Mais carne
AB VISTA Quadrado
Biochem site – lateral

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e recebas as principais notícias em seu email.