Conectado com

Notícias

Indústria de carnes da Aurora em Joaçaba reabre dia 6 de janeiro

Publicado em

em

Com 95% das obras civis concluídas e as máquinas e equipamentos em fase de instalação acelerada, a indústria de abate e processamento de suínos da Coopercentral Aurora Alimentos de Joaçaba, no meio-oeste catarinense, reabrirá em 6 de janeiro do próximo ano. Para triplicar a capacidade industrial e a geração de produtos cárneos destinados à exportação, a Aurora investe 61,5 milhões de reais na planta industrial. 
           
Os benefícios para a economia regional serão expressivos. As primeiras projeções indicam que a unidade terá uma receita operacional bruta de 270 milhões de reais por ano e uma geração de ICMS de 12 milhões de reais/ano. Cerca de 56% da produção será destinada ao mercado interno e 44% ao mercado externo.
           
A reabertura do frigorífico de Joaçaba gerará 1.060 empregos diretos e 3.000 empregos indiretos: cinco vezes o número de postos de trabalho que existia quando a unidade fechou, em 2009. A empresa iniciou neste mês o recrutamento de pessoal com a ajuda da agência do SINE (Sistema Nacional de Emprego) de Joaçaba. Uma unidade móvel do SINE percorre desde o início do mês vinte municípios do meio oeste catarinense para cadastrar todos os interessados em trabalhar na indústria e que, posteriormente, serão  submetidos  a avaliação e seleção.
           
Para a primeira etapa, que inicia em janeiro de 2014, serão contratados 560 trabalhadores. Pelo menos 20 ônibus serão alugados pela empresa para transportar diariamente esse contingente dos diversos municípios até a unidade industrial de Joaçaba. Para a segunda fase, em setembro de 2014, serão necessárias mais 500 pessoas, totalizando 1.060 empregos diretos.
            A Aurora está utilizando o auditório da Copérdia (antiga Coperio), localizado às margens da BR-282, para o recrutamento, seleção e contratação dos trabalhadores de Joaçaba.
            A unidade estava paralisada desde abril de 2009 no auge da crise financeira internacional. As obras iniciaram em fins de dezembro de 2012 e têm prazo de conclusão para dezembro deste ano. As operações da indústria serão retomadas no primeiro dia útil de 2014 (6 de janeiro), assegura o presidente Mário Lanznaster. O dirigente antecipou que ficará concentrada em Joaçaba a maior parte da produção de carne suína destinada ao mercado externo.
           
Os investimentos em construção civil, máquinas e equipamentos permitirão triplicar a capacidade de abate de 1.000 para 3.000 suínos/dia. Na primeira fase, em janeiro de 2014, o abate será de 1.500 animais e, em setembro, sobe para 3.000/dia.
            Com a ampliação física – que representa mais 15.000 metros quadrados de área construída e compreende os setores administrativos, industriais, de tratamento de efluentes e de apoio – o complexo ficará com área total de 25.000 metros quadrados. No atual estágio, mais de 400 pessoas trabalham na planta industrial, onde as obras civis estão praticamente concluídas. Os setores administrativos estão concentrados em um novo prédio de dois pavimentos e 5.000 metros quadrados de área para abrigar ambulatório, dois refeitórios, quatro vestiários, área de lazer, auditório, Serviço de Inspeção Federal (SIF), departamento de recursos  humanos e segurança do trabalho.
           
O layout interno de vários setores foi alterado e já foi concluída a instalação de sete câmaras de resfriamento de carcaças, sala de cortes com mezanino, túnel de congelamento contínuo e túnel estático de congelamento. Foi construída uma nova fábrica de farinhas e subprodutos e, ampliada, a casa de máquinas e de caldeiras. O sistema de tratamento de efluentes foi aperfeiçoado com novo tanque de concreto de equalização, novo flotador e nova  casa de química.
           
Está concluída a perfuração de um poço profundo para captação de água do aquífero guarani a 659 metros de profundidade, enquanto prossegue a construção de canalização em PAD (polímero de alta densidade) com seis quilômetros de extensão para a destinação dos efluentes tratados até o rio Caraguatá. Por outro lado, no campo, a ampliação da base produtiva já foi autorizada, com o alojamento de matrizes e a planificação da produção de suínos que serão fornecidos pelas cooperativas agropecuárias filiadas à Coopercentral.  
            A inauguração oficial ocorrerá somente em 15 de abril de 2014, no 45o aniversário de fundação da Aurora. Os trabalhos são supervisionados pela equipe de engenharia da Aurora, chefiada pelo engenheiro eletricista Christian  Klauck. O gerente da unidade de Joaçaba é Rodrigo Schwert.
 
O frigorífico ocupa área de 20 hectares do Distrito Industrial de Joaçaba (à margem da rodovia BR-282) e, antes da ampliação, constituía-se de planta industrial de 10.000 metros quadrados de área coberta, com capacidade para abater 200 suínos por hora ou 1.000 suínos/dia.
           
O complexo inclui portaria, administração, vestiários e refeitório, pocilgas, linha de abate, resfriamento, congelamento, estocagem e expedição. A linha industrial compreende os setores de choque, sangria, escaldagem, depilação e chamuscador.
           
O sistema de tratamento de efluentes compõe-se de sete lagoas de decantação, peneiras, decantadores e flotadores. Antes da paralisação, a água era captada em riacho e em poço profundo, armazenada em lago artificial para ser utilizada no processo industrial, após o que era novamente tratada e devolvida ao riacho.

Fonte: MB Comunicação

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × 4 =

Notícias Proteína Animal

Concurso de Qualidade de Ovos 2019 acontecerá durante a 5ª FAVESU

Pela primeira vez, será realizada a categoria ovos vermelhos no concurso capixaba

Publicado em

em

Gabriel Lordello/Divulgação

Na 5ª edição da Feira de Avicultura e Suinocultura Capixaba (FAVESU), que será realizada nos dias 05 e 06 de junho de 2019, acontecerá o 3º Concurso de Qualidade de Ovos Capixaba e o 5º Concurso de Qualidade de Ovos Coopeavi. Pela primeira vez, será realizada a categoria ovos vermelhos no concurso capixaba. O Espírito Santo é um dos maiores produtores de ovos em território brasileiro, com um plantel expressivo de aves vermelhas.

A competição é um estimulo para melhorar cada vez mais o processo de produção dos ovos, podendo proporcionar ao consumidor um produto de qualidade e que atenda a todas as exigências do consumidor. A comissão organizadora do concurso conta com representantes da AVES e Coopeavi, um avicultor associado e um cooperado, além de representante de instituições parceiras.

No concurso são avaliadas características, como textura, tamanho, coloração da casca, entre outras. Perdem pontos os ovos com falta de uniformidade de cor da gema e da casca e defeito de formato, por exemplo, parâmetros de qualidade dos ovos. A avaliação será feita por 12 jurados, renomados profissionais de empresas privadas e instituições.

Podem participar do 3º Concurso de Qualidade de Ovos Capixaba somente os avicultores associados à AVES, que possuam Serviço de Inspeção Oficial (SIM, SIE/SISBI ou SIF). O regulamento do concurso ficará disponível no site da FAVESU, pelo portal eletrônico www.favesu.com.br, e a participação será gratuita, contendo duas categorias: a dos ovos vermelhos e dos ovos brancos.

No 5º Concurso de Qualidade de Ovos Coopeavi, poderão participar somente sócios da Coopeavi que adquirem rações e comercializam seus ovos para venda in natura junto a Cooperativa. A participação será gratuita, e a Categoria será de Ovos Brancos.

O concurso acontecerá na quarta-feira (05/06), no primeiro dia da Feira, na parte da manhã. Tendo início às 08 horas, com previsão do término às 13 horas.

As inscrições para o Concurso Capixaba deverão ser realizadas até o dia 22 de maio de 2019, com o envio da ficha de inscrição devidamente preenchida para o e-mail tecnico@associacoes.org.br. As inscrições para o Concurso Coopeavi serão feitas no ato de entrega das amostras.

Mais informações são encontradas no regulamento dos Concursos no site da 5ª FAVESU.

Caso os interessados tenha dúvidas ou queiram maiores informações poderão entrar em contato com a comissão organizadora:

Concurso Capixaba: Carolina Covre – tecnico@associacoes.org.br / (27) 99942-2552;

Concurso Coopeavi: Tarcísio Simões P. Agostinho – tarcisio.agostinho@coopeavi.coop.br / (27) 99701-2764;

Fonte: Assessoria
Continue Lendo

Notícias Soja

Estoque elevado nos EUA reduz patamar de negócios no Brasil

Cenário pressionou os contratos futuros norte-americanos e também os prêmios de exportação no Brasil

Publicado em

em

Divulgação/MAPA

As negociações envolvendo soja vinham ocorrendo a preços menores no mercado brasileiro na última semana. Mesmo com a quebra na produção nacional, o estoque final nos Estados Unidos é estimado em volume recorde. Esse cenário pressionou os contratos futuros norte-americanos e também os prêmios de exportação no Brasil (devido à consequente menor competitividade externa) na maior parte do período, resultando em diminuição na paridade de exportação da soja nacional.

Segundo pesquisadores do Cepea, a pressão esteve atrelada à depreciação do dólar frente ao Real. Na sexta-feira (15), porém, as cotações internacionais subiram, impulsionando os preços no Brasil. No mercado spot, o Indicador ESALQ/BM&FBovespa da soja Paranaguá (PR) fechou a R$ 78,73/saca de 60 kg na sexta, praticamente estável (+0.1%) frente ao do dia 8. No mesmo comparativo, o Indicador CEPEA/ESALQ Paraná subiu ligeiro 0.2%, a R$ 73,38/sc no dia 15.

Fonte: Cepea
Continue Lendo

Notícias Suinocultura

Começam hoje as inscrições de trabalhos para Congresso Nacional ABRAVES

Regulamento completo para a inscrição dos trabalhos científicos está disponível no site do evento

Publicado em

em

Arquivo/OP Rural

Estarão abertas a partir de hoje (18 de março) e vão até o dia 17 de maio as inscrições de trabalhos científicos  para pesquisadores, estudantes e profissionais do setor. A décima nona edição do Congresso Nacional ABRAVES irá contar com uma programação envolvendo palestras, mesas redondas e apresentação orais e pôsteres.

Os trabalhos deverão conter informações originais nas diversas áreas de estudo da suinocultura, não tendo sido publicados em outros congressos e eventos. Não serão aceitas revisões de literatura ou monografias. Casos clínicos/relato de caso serão aceitos, desde que tenham tema relevante para suinocultura. No caso de relato de caso, esta informação deverá constar no título do trabalho.

O regulamento completo para a inscrição dos trabalhos científicos está disponível no site do evento.

O Congresso

Com o tema ‘O futuro mercado de suínos, fundamentado pelo conhecimento e pela ciência’, o XIX Congresso Nacional ABRAVES está marcado para acontecer em Toledo, Oeste do Paraná, de 22 a 24 de outubro de 2019.

Nesta edição o evento vai reunir importantes nomes da suinicultura nacional e internacional, com um enfoque voltado ao desenvolvimento das pessoas bem como a gestão e manejo, sanidade, produção, mercado e saúde pública. Buscando a interação entre os mesmos, possibilitando o planejamento, preparação e desenvolvimento de ações para atender as demandas e mudanças do mercado, produzir o suíno ideal, e gerar maior lucratividade em toda a cadeia.

Para mais informações sobre o evento acesse o site.

Fonte: Assessoria
Continue Lendo
APA
Biochem site – lateral
Abraves
Facta 2019
Conbrasul 2019
Nucleovet 2

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e recebas as principais notícias em seu email.