Conectado com

Notícias Segurança dos Alimentos

BRF reforça práticas de segurança dos alimentos do campo à mesa

Em linha com o Dia Mundial da Segurança dos Alimentos, a Companhia apoia os cinco pilares da ONU durante todo o processo de fabricação de alimentos

Publicado em

em

A Companhia estabelece boas práticas de manejo visando sempre a biosseguridade, bem-estar animal e a rastreabilidade - Foto: O Presente Rural

No dia 7 de junho é comemorado o Dia Mundial da Segurança dos Alimentos a BRF, uma das maiores companhias de alimentos do mundo, guiada pela Política de Qualidade que estabelece boas práticas na fabricação e atendimento ao consumidor, reforça medidas de segurança dos alimentos em toda a cadeia.

Como parte das ações, a Companhia lançou o Projeto Ecco, plataforma interativa composta por jornadas virtuais para ajudar as pessoas a diminuírem o desperdício de alimentos em suas casas. Nela, o consumidor verá dicas de como minimizar o desperdício com ações aplicáveis ao dia a dia, garantido acesso a informações confiáveis e transparentes para um uso sustentável de seus alimentos.

 

Além desta iniciativa, a BRF apoia os cinco pilares de Segurança dos Alimentos definidos pela ONU do campo à mesa. Trabalhamos com certificações reconhecidas internacionalmente, assegurando a qualidade e segurança dos produtos das marcas da BRF, monitorando todas as etapas da cadeia de valor da Companhia fornecendo alimentos com valor nutricional e informação aos milhões de consumidores.

A BRF garante a produção com segurança. Desde o monitoramento em todas as etapas de criação de seus animais, a Companhia estabelece boas práticas de manejo visando sempre a biosseguridade, bem-estar animal e a rastreabilidade. Com isso, a empresa investe em capacitação dos colaboradores e integrados e adota um controle rigoroso dos produtos utilizados na produção animal.

 

Nossa política da qualidade promove uma cultura da qualidade e comprometimento com o desenvolvimento de produtos nutritivos, com transparência nos seus rótulos, assegurando informações claras para que os consumidores tenham uma dieta equilibrada e com segurança.

A BRF também faz parte do Consumer Goods Forum promovendo a melhoria da cadeia de produção, incentivando programas como global markets e atuando em conjunto com associações para promover a segurança dos alimentos onde estamos presente.

Fonte: Assessoria
Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezenove − 2 =

Notícias Mercado

Poder de compra do suinocultor frente a insumos de alimentação sobe pelo 5º mês

Preços do milho e do farelo de soja, importantes insumos de alimentação da suinocultura, seguem em alta

Publicado em

em

Arquivo/OP Rural

Os preços do milho e do farelo de soja, importantes insumos de alimentação da suinocultura, seguem em alta. Apesar disso, cálculos do Cepea mostram que o poder de compra do produtor do estado de São Paulo se mantém em elevação.

Segundo pesquisadores, esse movimento de avanço no poder de compra, inclusive, vem sendo observado há cinco meses e está atrelado à escalada de preços do suíno. A forte valorização do animal vivo no mercado independente, por sua vez, se deve à oferta reduzida de animais para abate e às aquecidas exportações da proteína nos últimos meses.

Na parcial de setembro, o preço médio do suíno negociado na região SP-5 (Bragança Paulista, Campinas, Piracicaba, São Paulo e Sorocaba) já subiu quase 10%.

Fonte: Cepea
Continue Lendo

Notícias Mercado Interno

Preços da arroba de boi e de carne se aproximam em setembro

Valores da arroba do boi gordo no mercado paulista têm subido de forma um pouco mais intensa que os da carne

Publicado em

em

Divulgação/AENPr

Os valores da arroba do boi gordo no mercado paulista têm subido de forma um pouco mais intensa que os da carne (carcaça casada, no atacado da Grande São Paulo). Diante disso, dados do Cepea mostram que, depois de a carcaça casada de boi registrar vantagem de 3,6 Reais/arroba sobre o boi gordo em agosto, essa diferença diminuiu para apenas 54 centavos de Real/arroba em setembro.

Ao longo deste ano, a maior vantagem da carne sobre o boi, de 12 Reais/arroba, foi observada em abril. Já em julho, a arroba do boi gordo foi negociada acima da carcaça casada, em 4,17 Reais – esse, ressalta-se, foi o único momento em 2020 em que o boi mostrou vantagem sobre a carne.

Fonte: Cepea
Continue Lendo

Notícias Segundo Cepea

Competitividade da carne de frango cresce pelo 4º mês seguido

Diferença entre os preços do frango inteiro e os das carcaças bovina e suína vem se ampliando de forma consecutiva há quatro meses

Publicado em

em

Arquivo/OP Rural

A diferença entre os preços do frango inteiro e os das carcaças bovina e suína vem se ampliando de forma consecutiva há quatro meses. Em setembro, dados do Cepea mostram que a diferença observada foi recorde, quando consideradas as séries mensais.

Esse contexto garante elevada competitividade à carne de frango frente às substitutas e, consequentemente, maior liquidez no mercado doméstico.

A demanda internacional também está aquecida, o que vem resultando em altas generalizadas nos preços dos produtos avícolas.

Fonte: Cepea
Continue Lendo
Nucleovet-SC PIG

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e recebas as principais notícias em seu email.