Conectado com

Empresas Aleris

Aleris inaugura primeira fábrica no Brasil e tecnologia exclusiva

Unidade fabril recebeu aporte de mais de R$ 2 milhões e será responsável pela produção de uma nova classe de aditivos nutricionais, um marco para a indústria de nutrição animal brasileira

Publicado em

em

A recém-inaugurada planta industrial da Aleris representa um marco na história da companhia especializada em nutrição animal sediada em Jundiaí e que está presente no mercado desde 2012. Uma trajetória de sucesso alicerçada em um produto com mais de 50 anos de mercado e o histórico profissional do fundador, o jovem empresário Daniel Nazarian de Morais que, após muitos anos atuando no mercado de nutrição animal em grandes companhias do segmento desempenhando funções correlatas a sua formação, administração de empresas com habilitação em comércio exterior, viu a oportunidade de iniciar o seu próprio negócio juntamente com um sócio, Dwayne Souza. “Nosso objetivo sempre foi se tornar referência no mercado mundial no fornecimento de soluções naturais em nutrição e saúde animal em todo o mundo e a resiliência é a principal competência da Aleris”, define o executivo.

Atualmente com atuação global, exportando produtos para 29 países, com 30 colaboradores diretos e subsidiárias nos Estados Unidos, México e Portugal, o empresário explica que a Aleris iniciou suas operações com uma proposta de valor sustentada na transparência, versatilidade e o compromisso em oferecer para o mercado tecnologias inovadoras e modernas para a nutrição animal. “Costumo dizer que a Aleris é o resultado das nossas experiências profissionais e sólidas parcerias criadas ao longo dos anos, possibilitando entregar para o mercado produtos alinhados as reais demandas de mercado. Em outras palavras, nos propomos a abrir a caixa preta das leveduras, mercado que ganhou projeção no fim dos anos 90 e começo dos anos 2000, mas com um método comparativo subjetivo atrelado a névoa do marketing e comumente recomendado por muitos como a bala de prata da nutrição. Nossa proposta é outra, transparência, e a consequência desta nossa vontade se traduz na fábrica que produzirá algo novo com um aporte tecnológico exclusivo Aleris e que abrirá as portas para uma nova classe de produto para o mercado de nutrição animal multiespécies”, completa Daniel.

Gerente Técnica da Aleris, Adriana Figueiredo

A fábrica será responsável pela produção da linha de produtos próprios Aleris. Ele destaca que em 2018 com a chegada de duas novas colaboradores para área técnica, as zootecnistas Adriana Figueiredo e Mariana Nascimento, gerente e coordenadora técnica respectivamente, o projeto de formulações próprias e exclusivas ganhou corpo. “Uma iniciativa que contempla o nosso plano inicial com validações científicas iniciadas em 2015 junto a importantes universidades do país, mas que antes do anúncio nossa fabricação era terceirizado”, lembra.

O projeto fabril foi executado em um ano com fornecedores nacionais e têm capacidade para 10 mil toneladas por ano, mas com possibilidade para triplicar a volume. Atualmente a Aleris conta com 16 itens no portfólio. “Este investimento possibilitou a criação de uma nova classe de produto, o MAC (Microbiota Activating Compounds) que será produzido na nossa planta fabril. Ou seja, ele é a combinação sinérgica de compostos capazes de modular de forma benéfica a microbiota intestinal”, detalha Daniel, mas para que essa tecnologia foi possível a Aleris desenvolveu o MAP (Modulation Advanced Program), inteligência artificial que sustenta o MAC e que é responsável pela identificação e correlação dos perfis de microbiota de cada animal com características voltadas para o bem-estar e saudabilidade.

A primeira linha desenvolvida com as tecnologias MAC e MAP é a Provillus. “O segmento pet é o primeiro setor a ter acesso a esta tecnologia inédita no mundo que relaciona o desempenho e saúde intestinal com a microbioma do animal”, revela e aponta que outros segmentos serão beneficiados, entre eles: avicultura, suinocultura, aquacultura e carcinicultura.

Fonte: Ass. de Imprensa
Continue Lendo
2 Comentários

2 Comments

  1. Mario Lucena

    17 de março de 2021 em 16:57

    Meus Parabéns aos Executivos da ALERIS, por acreditarem que há necessidade de uma nova linguagem e inclusive de novas Matrizes Nutricionais no dinâmico Mercado de Produção de Proteína Animal.
    Gostaria de conhecer a linha de Produtos ALERIS para Aves, Suínos e Peixes.

  2. Adrian Escobosa

    25 de março de 2021 em 20:30

    Felicitaciones a Aleris y a su fundador Daniel NAZARIAN de MORAIS. Que ha crecido esta empresa con unos productos de la mejor calidad y ahora sigue innovando con nuevos productos que seguramente sreán un éxito en la optimización de la producción animal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × 2 =

Empresas Equipe Vetanco

Setor de Qualidade da Vetanco recebe reforço

Karina já atuou na área de qualidade em empresas de nutrição animal

Publicado em

em

Karina Pereira da Silva / Divulgação

A Vetanco Brasil anuncia reforço no Setor de Qualidade com a contratação da analista de Qualidade Karina Pereira da Silva.

A profissional tem Ensino Técnico em Química pela Diocesano La Salle – São Carlos/SP e está cursando Tecnologia em Processos Gerenciais.

Já atuou na área de qualidade em empresas de nutrição animal e de produtos terapêuticos para uso veterinário, onde participou com a implantação e elaboração de manual de Boas Práticas de Fabricação (BPF); de indicadores de qualidade, controle e acompanhamento de programação de produção, treinamento e capacitação de colaboradores, desenvolveu e avaliou processos de trabalho, equipamentos e ferramentas com o objetivo de melhorar a produtividade e a qualidade, entre outras atividades.

Karina iniciou na Vetanco do Brasil no mês de abril.

Fonte: Assessoria
Continue Lendo

Empresas Quimtia

Descubra 3 estratégias para escolher o premix ideal para sua ração

Personalização, certificação e controle de qualidade são vitais para produto de alta qualidade

Publicado em

em

Divulgação

As rações comerciais destinadas a animais de produção são compostas basicamente por milho e soja. Mas será que apenas esses dois ingredientes são suficientes para garantir uma boa nutrição? A resposta é não! Apesar de se tratarem de fontes essenciais e acessíveis de proteína e carboidrato, esses ingredientes precisam ser acrescidos de outros nutrientes complementares.

A mestre em zootecnista da Quimtia, Lidiane Domingues, explica que vitaminas e minerais são de suma importância para estruturar uma dieta balanceada. “Esses ingredientes farão com que o animal expresse todo seu potencial genético e ainda direcione os nutrientes para aumentar seu desempenho e produção, seja de ovos, carne ou leite”, explica.

A Instrução Normativa 15/2009 do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) descreve o premix como a pré-mistura de aditivos e veículo ou excipiente que facilita a dispersão em grandes misturas e que não pode ser fornecida diretamente aos animais. Por ter uma porcentagem baixa de inclusão na ração animal – de 0,5 a 10kg/tonelada –, ainda é preciso manter alguns cuidados no momento da escolha do premix.

Lidiane conta que “o fornecimento do premix ideal vai garantir que o animal não apresente problemas metabólicos e evita quadros clínicos graves por deficiência ou excesso de alguns nutrientes”. Este cuidado aliado a escolha de um bom fornecedor, minimiza as chances de um produto chegar ao campo com problemas de mistura ou presença de contaminantes no processo. Conheça três dicas para escolher o premix ideal:

Personalização

Cada espécie exige um perfil e nível de nutrientes diferenciados. Por isso, é necessário dar preferência a premixes personalizados, especificados de acordo com cada fase da vida do animal. “Para uma ave em fase de produção de ovos, a exigência de Cálcio pode chegar a ser duas a quatro vezes maior do que para uma ave da mesma categoria em sua fase inicial. Esses pontos devem ser observados com atenção”, salienta a especialista

Certificação

Como o premix é basicamente uma pré-mistura de aditivos em baixas concentrações é imprescindível que o fabricante garanta que o processo de mistura seja eficiente, e esse controle acontece por meio da escolha de fornecedores com testes validados de mistura. Essa avaliação pode ser feita com base em testes de Microtracer e outros que buscam medir a qualidade da mistura durante o processo de produção. Uma boa mistura no premix evita que o animal tenha perdas por ingestão excessiva ou pela deficiência de algum componente essencial para seu desempenho.

Controle de qualidade

Um bom controle de qualidade no processo de fabricação dos premixes também é fundamental. A mestre expõe que “para o produto ter sucesso no campo é preciso se atentar a sua qualidade desde o recebimento das matérias-primas até a expedição do produto final”. Isso pode ser conferido pelas certificações de qualidade e processos de rastreabilidade que a fabricante oferece.

Fonte: Ass. de imprensa
Continue Lendo

Empresas Avicultura

Aliado estratégico para a plataforma Nutron Poultry

Com mais de 30 anos de atuação profissional na área, Ishi é médico veterinário, formado pela Universidade Federal do Paraná

Publicado em

em

Mark Ishi - Foto: Divulgação

A Cargill Nutrição Animal está em constante busca para proporcionar o melhor para os clientes e ajudá-los a desenvolver e prosperar em seus negócios. Com esse intuito, traz um importante reforço para o time da plataforma Nutron Poultry.

Mark Ishi, um profissional muito experiente, grande conhecedor do mercado e de toda cadeia de produção de frango, atuará como consultor com foco em nutrição, manejo e sanidade, sendo um aliado estratégico para dar suporte aos clientes no estado de São Paulo.

 

Alinhado aos valores da Nutron

Com mais de 30 anos de atuação profissional na área, Ishi é médico veterinário, formado pela Universidade Federal do Paraná. Já trabalhou como gerente técnico de frangos de corte na Frango Sertanejo, sendo responsável pelo planejamento de estratégias para produção com foco em rentabilidade.

Também foi gerente técnico na Granja Walkyria e, por 22 anos, médico veterinário na Fatec Indústria de Nutrição e Saúde Animal.

Atuou também por quase 7 anos como gerente da plataforma de tecnologia e inovação na Trouw Nutrition, elaborando e monitorando estratégias nutricionais e de manejo para melhorar o desempenho zootécnico e financeiro de empresas parceiras, além de desenvolver a plataforma Tecnologia & Inovação em frangos de corte.

Nosso novo consultor chega alinhado aos nossos valores, pois compartilha do mesmo objetivo da Nutron, que é estar sempre presente nos clientes.

Fonte: Assessoria
Continue Lendo
Simp. Brasil Sul de Suínos 2021

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e recebas as principais notícias em seu email.