Conectado com

Empresas

ORO AGRI projeta crescimento recorde no Brasil

Este planejamento ambicioso já é resultado imediato da aquisição da empresa pelo Grupo Omnia, em uma negociação na ordem de US$ 100 milhões.

Publicado em

em

Presente em mais de 100 países, a ORO AGRI planeja elevar sua participação em 200% no Brasil, nos próximos cinco anos. Este planejamento ambicioso já é resultado imediato da aquisição da empresa pelo Grupo Omnia, em uma negociação na ordem de US$ 100 milhões.

A matriz da Omnia fica em Johanesburgo, na África do Sul, e tanto ela como a ORO AGRI atuam na agricultura brasileira desde 2008. “Tornar-se uma divisão internacional da Omnia aumentou nossa capacidade de investimento, não só no desenvolvimento de novos produtos como também na ampliação do número de fábricas”, avalia Luís Carlos Cavalcante, gerente geral da ORO AGRI  na América do Sul.

Segundo o executivo, o perfil inovador da ORO AGRI foi o que mais chamou a atenção da Omnia. A empresa buscava ampliar presença global e maiores oportunidades em novas tecnologias e produtos. Em outras palavras, a ORO AGRI proporcionou à empresa compradora acesso a uma geografia mais abrangente e, pelo menos, dez lançamentos mundiais previstos para os próximos anos.

Para dar suporte à chegada dos novos produtos, a fábrica brasileira da ORO AGRI, localizada em Arapongas (PR), terá a capacidade produtiva multiplicada. Desde 2012, essa será a quarta ampliação. Antes mesmo da negociação, a companhia já vinha de um crescimento de 90% no mercado brasileiro em 2017.

“Muito em breve a ORO AGRI será a divisão mais importante dos negócios da Omnia, tanto em faturamento quanto em lucratividade”, garante Cavalcante. A sinergia existente entre as duas empresas e o fato dos produtos da primeira estarem em franca expansão deverão encurtar a jornada.

ORO AGRI no Brasil

Tendo iniciado suas atividades em 2002 e presente no Brasil desde 2008, ORO AGRI é o acrônimo de Orange Oil for Agriculture ou Óleo de Laranja para Agricultura, traduzido para o português. O uso do óleo essencial da casca de laranja na agricultura e pecuária é exclusivo da ORO AGRI, devido a uma patente mundial da companhia, que, atualmente, possui quatro fábricas no mundo e operações bastante estabelecidas nos Estados Unidos, Europa, Ásia, África e Oceania.

“O empresário sul-africano Erroll Pullen fundou a ORO AGRI ao descobrir que o óleo essencial da casca de laranja utilizado na mineração tinha propriedades extremamente úteis na agricultura”, relembra Jeferson E. Philippsen, gerente de Produtos da ORO AGRI.

Segundo Philippsen, o principal diferencial é que os produtos da empresa precisam de apenas 15 minutos para serem absorvidos pela planta, mesmo que chova após esse intervalo, algo garantido apenas pela ORO AGRI. Foi a partir desta descoberta que nasceu a tecnologia Trans-Rapid™. Posteriormente, foi lançada a TransPhloem™, que aborda o processo de translocação dentro das plantas.

“A inovação está em nosso DNA. Começamos com um produto sem igual e sempre buscamos algo novo. Os lançamentos previstos para os próximos anos, por exemplo, serão soluções para problemas graves da agricultura e da pecuária para os quais ainda não existem produtos eficientes”, adianta Philippsen.

Como resultado, a empresa registra crescimento substancial. Em 2016, foi de 40%; em 2017, aumentou as vendas em 90% e deve encerrar 2018 com um faturamento de R$ 100 milhões. “Isso não nos deixa satisfeitos. Nosso mote é continuar na vanguarda das inovações tecnológicas da agricultura brasileira e mundial”, frisa Cavalcante

O gerente geral das operações na América do Sul atribui os números à credibilidade dos produtos perante os produtores rurais, à capilaridade da rede de distribuição e à qualidade da equipe de campo. A ORO AGRI  não possui representantes comerciais autônomos. Os técnicos regionais são Engenheiros Agrônomos contratados em regime CLT e respondem juridicamente pela empresa, condições que favorecem o âmbito das negociações, conferindo responsabilidade, compromisso e credibilidade junto aos clientes.

Nos demais países, o foco da empresa está na fruticultura, já no Brasil os maiores mercados são as culturas de soja, milho e algodão. “O Brasil também é o único país onde desenvolvemos produtos voltados para pastagens”, ressalta Philippsen. Com 10% de um mercado bastante pulverizado, a Oro Agri lidera as vendas de surfactantes no País.

A fábrica brasileira fica em Arapongas (PR) e gera 70 empregos diretos. Os produtos mais comercializados por aqui são WETCIT, ORO-FAST, ORO-STAR, ORO-CINETIC, COWBOY e ORO-GRASS. Os dois últimos, voltados à pecuária.

Grupo Omnia

A empresa é uma multinacional que nasceu há mais de 60 anos na África do Sul, estando presente em 24 países. O grupo tem faturamento de US$ 2,5 bilhões e capital aberto na Bolsa de Valores de Johannesburgo, sendo dividido em quatro unidades de negócios: agricultura, químicos, mineração e trading de investimentos.

Na Agricultura é representada pela Omnia Fertilizantes, líder de mercado no continente Africano e pioneira na produção de NPK granulado e fertilizantes líquidos para aplicação no solo. Produz e comercializa fertilizantes no continente Africano e Oceania, além de exportar para Europa, Ásia e América.

Nas últimas décadas, o Grupo Omnia tem investido pesado em Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) em nutrição vegetal, ciência do solo e uso eficiente de água. Qualidade evidente também na ORO AGRI, que possui parcerias com dezenas de instituições de pesquisas dentro e fora do Brasil.

Fonte: Ass. de Imprensa

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × 3 =

Empresas

Biomin Days leva novos clientes à matriz, na Áustria, para conhecer seu Centro de Pesquisas e discutir sobre  importância da saúde intestinal para o bom desempenho das proteínas animais

“Por que a saúde intestinal é o melhor promotor de crescimento?”. Este é o tema central do evento técnico Biomin Days, que a Biomin realizou nos dias 3 a 5 de julho, em sua sede global, na Áustria.

Publicado em

em

O evento reuniu 140 profissionais de 17 nacionalidades, todos tomadores de decisão, distribuidores e responsáveis técnicos de toda América Latina e Ásia.

“Hoje a  América Latina   é a nossa segunda região em faturamento. Com o Biomin Days conseguimos expandir conhecimento e aproveitar a excelente oportunidade para apresentar a especialistas e nossos parceiros a estrutura de pesquisas, desenvolvimento e inovação da empresa na Áustria, além de discutir temas relevantes sobre o posicionamento da Biomin frente aos novos desafios da produção de proteínas animais”, explica Luciano Sá, diretor técnico Latam da Biomin.

A programação do Biomin Days é voltada para a inovação na indústria de proteínas animais, as soluções sustentáveis criadas pela empresa para atender às novas demandas da atividade, incluindo os desafios encontrados no campo.

“A Biomin tem uma história vitoriosa de mais de 30 anos de investimentos em soluções naturais, sustentáveis e com resultado econômico positivo para a produção animal. Essa atuação inclui inovação para o gerenciamento de risco de micotoxinas, desempenho intestinal e redução do uso de antibióticos promotores de crescimento, desafios cada vez mais prementes para a cadeia de aves, suínos e demais atividades”, ressalta Luciano Sá.

Fonte: Ass. de Imprensa
Continue Lendo

Empresas Evento

Queima do Frango da Cobb-Vantress será no dia 20 de julho

Evento faz parte da programação do Rodeo Country Bulls, que ocorre em São José do Rio Preto

Publicado em

em

Divulgação

A Cobb-Vantress, Inc., uma das principais fornecedoras de matrizes de frangos de corte e serviços técnicos para o setor avícola, prepara para o próximo dia 20 de julho uma nova edição da tradicional Queima do Frango. O evento, que oferece diferentes tipos de cortes de frango aos participantes, ocorre durante a programação do Rodeo Country Bulls, em São José do Rio Preto (SP).

O cardápio desta edição contará com cerca de 200 kg de frango preparados de diversas formas, como assado no varal em fogo de chão com legumes e abacaxi, coxa defumada na lenha frutífera ao molho barbecue caseiro, filé de coxa grelhado e tulipas fritas ao alho.

As preparações ficarão sob responsabilidade do cozinheiro e personal chef Arthur Martinelli. “Um  dos pratos que vamos apresentar ao público se chama ‘chicken lollipops’, um preparo típico americano. Nele, as coxas do frango são limpas na parte do osso, envolvidas em um tempero a base de açúcar mascavo, páprica e especiarias. As coxas são defumadas por quatro horas em lenha frutífera e, ao final, passadas em um molho barbecue caseiro para servir”, comentou.

A Queima do Frango reúne, todos os anos, mais de 700 pessoas, entre clientes, colaboradores, parceiros e população de Rio Preto. O objetivo da festa é, segundo o Diretor-associado de Marketing para América do Sul, Cassiano Bevilaqua, fomentar o consumo da carne de frango na região e apresentar a diversidade de produtos e formas de preparo do frango.

Fonte: Assessoria
Continue Lendo

Empresas Pecuária

Nutrição e sanidade são alguns dos fatores que interferem nos resultados de IATF

Assunto será um dos temas abordados em evento para pecuaristas em São José do Rio Preto (SP)

Publicado em

em

Arquivo/OP Rural

Como melhorar a eficiência reprodutiva do rebanho? Essa será uma das respostas que os produtores de São José do Rio Preto (SP) e região poderão encontrar durante o 5º Encontro de Pecuaristas. O evento, promovido pela Biogénesis Bagó, uma das empresas de saúde animal líderes no mercado latino-americano, será na quinta-feira, dia 25 de julho, às 18 horas, no Caboclão – Recinto de Exposições (Rua Daniel Antonio Freitas, 115, Distrito Industrial).

A programação contará com a palestra “Intensificação da reprodução de bovinos: ajustes em protocolos para aprimorar a eficiência reprodutiva em programas de IATF”, que será ministrada pela consultora da linha reprodutiva da Biogénesis Bagó, Roberta Machado Ferreira Saran, que também é médica-veterinária, especialista em reprodução animal com mestrado, doutorado e pós-doutorado na área.  

“Além de um bom protocolo, os produtores precisam estar atentos aos fatores que podem influenciar de forma negativa nos resultados de IATF. E são esses itens que vamos abordar durante o Encontro. Para um bom desempenho é preciso observar a condição nutricional do rebanho, bem como a sanidade, além de avaliar o escore corporal ou ainda fazer os ajustes necessários das doses no caso de protocolo de novilhas”, explica Saran.

O 5º Encontro de Pecuaristas também traz as palestras “Estratégias nutricionais para o rebanho de cria” e “Gestão da reprodução eficiente” e uma mesa redonda para debater dúvidas e questionamentos dos produtores.

Além da Biogénesis Bagó, o evento é promovido pela Alta Genetics e DSM, em parceria com a Rio Alta Produtos Agropecuários. Mais informações: (17) 99154-4330.

Fonte: Assessoria
Continue Lendo
Biochem site – lateral
TOPIGS – BRASIL PORK EVENT 2019
AB VISTA Quadrado
Evonik Aminonir

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e recebas as principais notícias em seu email.