Conectado com
VOZ DO COOP

Empresas

Nova estratégia da BASF visa crescimento rentável e neutro em termos de emissão de CO2

BASF irá alavancar o Verbund, inovação, sustentabilidade, digitalização e excelência operacional.

Publicado em

em

"Com a nossa nova estratégia, a BASF está inserida em uma trajetória em direção ao crescimento", disse o Dr. Martin Brudermüller na apresentação da nova estratégia da BASF em Ludwigshafen. O Presidente do Conselho Administrativo destacou a evolução positiva dos últimos anos. “Desde 2012, nossa receita de operações antes da depreciação, amortização e itens extraordinários cresceu em média 8% ao ano, bem mais rápido do que o aumento de 3% nos custos fixos por ano”. O crescimento dos lucros da BASF também ultrapassou o aumento anual de 3,7% na produção química global. Além disso, houve um grande avanço no fluxo de caixa líquido nos últimos anos e um alto retorno sobre o capital empregado (ROCE), mais recentemente 15,4%. Acima de tudo, a nova estratégia visa aumentar as vendas e os volumes. A BASF está se concentrando no crescimento orgânico do negócio. Para crescer mais rapidamente, a empresa focará ainda mais em seus clientes e desenvolverá ofertas sob medida para eles. Com o objetivo de se tornar mais rápida e flexível, a empresa simplificará consideravelmente as estruturas e processos, aperfeiçoará seu portfólio e fortalecerá o Verbund. "Iremos transformar nossa organização para ser mais focada no cliente e ágil", disse Brudermüller.

O mercado asiático, onde a BASF já está bem estabelecida, desempenha um papel importante em sua estratégia de crescimento. Com uma participação no mercado mundial de mais de 40%, a China é o maior mercado de químicos e direciona o crescimento da produção química global. "Até 2030, a participação da China no mercado aumentará para quase 50% e queremos fazer parte desse crescimento", disse Brudermüller. "Nosso novo site Verbund em Zhanjiang, na província de Guangdong, e a expansão do site em Nanjing aumentarão significativamente nosso crescimento neste mercado dinâmico."

 

BASF estabelece ambiciosas metas financeiras e não financeiras

Com sua nova estratégia, a BASF está buscando metas ambiciosas – financeiras e não financeiras. "Queremos crescer mais fortes do que o mercado e nosso objetivo é aumentar nossos volumes de vendas acima do crescimento da produção global de químicos", disse o CFO e vice-presidente do Conselho Administrativo Dr. Hans-Ulrich Engel.

A BASF também quer aumentar ainda mais a rentabilidade e visa um aumento no EBITDA antes dos itens extraordinários de 3 a 5% ao ano. “Além disso, a BASF visa obter um retorno sobre o capital empregado bem acima do custo da porcentagem de capital a cada ano. Isso significa que criamos um verdadeiro valor agregado”, disse Engel.

A BASF também busca ser líder aos olhos de seus investidores e tem como objetivo oferecer um valor acima da média em comparação com a indústria química. "Consequentemente, queremos aumentar nosso dividendo por ação a cada ano, apoiados por um forte fluxo de caixa líquido", disse Engel.

Para ajudar a atingir essas metas ambiciosas, a BASF está iniciando um novo programa de excelência que estará em vigor de 2019 a 2021. A meta é de contribuições de ganhos anuais de € 2 bilhões a partir do final de 2021. O programa incluirá medidas voltadas para produção, logística, pesquisa e desenvolvimento, bem como atividades de digitalização, automação e desenvolvimento organizacional.

A empresa também estabeleceu metas ambiciosas não financeiras. “A BASF se compromete a manter uniforme suas emissões de gases de efeito estufa de 2018 até 2030 – mesmo visando um considerável crescimento anual da produção”, disse Brudermüller. "Isso significa que vamos dissociar nossas emissões de gases de efeito estufa do crescimento orgânico." A meta inclui grandes investimentos planejados, como o novo site Verbund na província de Guangdong, no sul da China. Para tanto, a BASF melhorará a gestão, eficiência e integração de suas fábricas e, sempre que possível, comprará uma parcela maior de eletricidade a partir de fontes de energia renováveis. “Considerando os padrões tecnológicos já muito altos de nossas fábricas, essa é uma meta muito ambiciosa que exigirá criatividade excepcional para fazer as coisas de maneira diferente”, disse Brudermüller. Ele acrescentou que isso exigiria um ambiente regulatório adequado na Alemanha, Europa e em todo o mundo. A BASF já reduziu suas emissões de gases de efeito estufa em 50% em termos absolutos, em comparação com os níveis de 1990 – ao passo que seus volumes de produção dobraram nesse período.

Além da meta de crescimento neutro de CO2 até 2030, a BASF quer gerar cerca de € 22 bilhões em vendas com produtos Accelerator em 2025. São produtos que contribuem substancialmente para a sustentabilidade na cadeia de valor.

“Entretanto, nada disso será possível sem os nossos colaboradores. É por isso que, pela primeira vez, estamos estabelecendo uma meta para a satisfação dos colaboradores”, disse Brudermüller. “Queremos que mais de 80% dos nossos colaboradores sintam que na BASF eles podem prosperar e ter o melhor desempenho.”

 

Áreas de atuação para atingimento das metas

“Queremos que nossos clientes tenham uma nova experiência com a BASF”, disse Brudermüller. Portanto, a BASF continuará desenvolvendo sua organização para trabalhar de maneira mais eficaz e eficiente e ser ainda mais centrada no cliente. “Queremos fortalecer nossa paixão por nossos clientes em toda a organização, antecipar e atender ainda mais as necessidades de nossos clientes”, disse Brudermüller. Combinar a expertise exclusiva da BASF na indústria química com as competências de seus clientes permitirá o desenvolvimento de soluções lucrativas e responsáveis. Para tanto, a BASF está lançando uma série de medidas que, entre outras coisas, aumentará a transparência para os clientes, melhorará o atendimento ao cliente e explorará o potencial de crescimento conjunto. A empresa se concentrará nas seguintes áreas de atuação: portfólio, pessoas, inovação, sustentabilidade, operações e digitalização.

 

Desenvolvimento futuro da estrutura de segmentos da BASF

A BASF realizou uma revisão de sua estrutura de segmentos e fará a introdução de mudanças a partir do início de 2019. “Vamos aprimorar nosso portfólio e focar nossa alocação de capital para áreas de negócios em crescimento”, disse Brudermüller. "A nova estrutura de segmentos da BASF criará mais transparência em relação a como direcionar nossos negócios, a importância das cadeias de valor e o papel do nosso Verbund.

"A partir de 1º de janeiro de 2019, a BASF terá seis segmentos, cada um contendo duas divisões de negócios, com exceção de Soluções para Agricultura, que continuará englobando uma divisão:

  • Químicos
    Petroquímicos e Intermediários
  • Materiais
    Materiais de Performance e Monômeros
  •  Soluções para Indústria
    Dispersões e Pigmentos e Químicos de Performance
  • Tecnologias para Superfícies
    Catalizadores e Revestimentos
  • Nutrição e Care
    Care Chemicals e Nutrição e Saúde
  • Soluções para Agricultura

A BASF pretende posicionar seus negócios de maneira clara perante seus concorrentes relevantes constituindo uma BASF com alta performance, permitindo o êxito da empresa em um ambiente de mercado cada vez mais competitivo.

A empresa se concentrará principalmente no crescimento orgânico por meio de investimentos e inovação, mas fará aquisições onde for necessário. “Nossa ênfase principal será em design de processos eficientes e confiáveis. As empresas que não conseguirem alcançar tal posicionamento acabarão fora do mercado”, afirmou Brudermüller.

 

O Verbund desempenha um papel central

O Verbund continuará desempenhando um papel central para a BASF. O portfólio da BASF tem benefícios exclusivos devido às vantagens físicas, tecnológicas, de mercado e digitais. O Verbund ajuda a empresa obter vantagens tecnológicas em todos os segmentos. A BASF pode efetivamente apoiar seus clientes com um amplo portfólio.

Além disso, as cadeias de valor só podem ser operadas com verdadeira eficiência no Verbund. Devido à produção integrada do Verbund, a BASF economiza, em termos de custos, pelo menos € 1 bilhão por ano, por exemplo, em matérias-primas, energia e logística. Ao mesmo tempo, a empresa evita emissões significativas como resultado do Verbund. A BASF continuará a liderar o setor na construção e desenvolvimento de estruturas do Verbund e na consolidação de operações em um número menor de sites altamente eficientes.

 

Criando uma organização de alta performance

Para ter êxito em sua mudança, a empresa também está melhorando os processos internos e a maneira como as pessoas trabalham juntas. Os colaboradores são a chave para a implementação bem-sucedida da nova estratégia. A BASF fornecerá estruturas flexíveis e garantirá que os colaboradores tenham as ferramentas e habilidades necessárias para oferecer aos clientes produtos e serviços diferenciados e personalizados. "É essencial nos tornarmos mais rápidos e mais ágeis e, portanto, mais eficientes e eficazes", disse Engel.

Como parte do futuro desenvolvimento da organização, a BASF está criando estruturas mais enxutas para serviços, em P&D e em funções de governança. Ao incorporar partes significativas dos serviços funcionais nas divisões de negócios, a empresa está aproximando seus colaboradores de seus clientes. Além disso, as atividades funcionais e de pesquisa remanescentes serão organizadas de maneira mais eficiente. Aproximadamente 20.000 colaboradores em todo o mundo serão direta ou indiretamente afetados por essa reorganização. "Esperamos que todas essas medidas resultem em uma melhor diferenciação das unidades de negócios, além de ganhos substanciais de produtividade", disse Engel.

Quando for o momento, daremos maior autoridade em termos de tomada de decisão para as unidades de negócios. “Isso significa que vamos permitir mais liberdade empreendedora, mas também atribuir responsabilidades claras", comenta Engel. Assim, a BASF está aumentando a eficácia das unidades de negócios e, consequentemente, melhorando a satisfação do cliente. Para garantir que a BASF aproveite potenciais oportunidades de mercado em todos os países, a empresa introduzirá modelos de desenvolvimento de mercado complementares. As divisões de negócios decidirão quais mercados locais serão foco, sendo atendidos pelos seus próprios colaboradores e em quais mercados eles irão transferir as atribuições dos negócios para as organizações locais do país. Adicionalmente, a BASF estabeleceu uma força-tarefa de simplificação de processos para tornar os processos-chave menos complicados. A empresa simplificará e encurtará os processos possibilitando uma tomada de decisão mais rápida.

 

Resolvendo desafios com soluções inovadoras

A BASF sempre trabalhou no desenvolvimento de inovações mais atraentes para seus clientes. “Competitividade e relevância para o cliente são alcançadas por meio da excelência em processos e tecnologias. Nosso novo alinhamento estratégico irá agora aproximar nossas unidades de pesquisa das necessidades dos negócios e dos clientes”, disse Brudermüller. A pesquisa e o desenvolvimento da BASF estarão mais conectados organizacionalmente e, portanto, mais focados nas necessidades dos clientes ajudando a reduzir o tempo de comercialização, acelerando o crescimento orgânico da empresa.

 

Ser o operador líder

A excelência operacional sempre foi um dos principais pontos fortes da BASF. “Nossos clientes esperam que os produtos sejam entregues no prazo e dentro das especificações”, disse Engel. “Para tanto, devemos gerir nossa produção com segurança, eficiência e confiabilidade”. A BASF aumentará a confiabilidade de suas fábricas e melhorará a flexibilidade. Portanto, a empresa aumentou seu orçamento para € 400 milhões por ano dedicado para alavancar a excelência operacional, o que está significativamente acima da média nos últimos anos.

 

Alavancar a digitalização por toda a empresa

A digitalização oferece oportunidades inigualáveis ao longo de todo o ciclo de vida dos ativos da BASF. Por exemplo, diferentes processos ou ideias de investimento podem ser simulados em computadores, o que ajuda a minimizar os custos. A realidade aumentada já está sendo usada para dar apoio para a força de trabalho da BASF nas operações diárias. A BASF pretende digitalizar os processos em mais de 350 de suas plantas em todo o mundo até 2022.

A digitalização será parte integrante dos negócios da BASF. A empresa criará valor adicional para os clientes, aumentará seus negócios e melhorará a eficiência através da digitalização. A empresa também irá aumentar a criatividade em P&D, utilizando mais intensamente seu supercomputador Quriosity. Para garantir que a BASF obtenha o melhor valor de seus dados, irá melhorar ainda mais a disponibilidade e a qualidade dos dados, fornecendo a infraestrutura necessária para conectar seus sistemas de back-end e usar os dados existentes para apoiar a tomada de decisões. A BASF ganhará velocidade, impacto e alcance em seus esforços de digitalização para ficar à frente de seus pares na indústria química.

Fonte: Ass. de Imprensa

Continue Lendo

Empresas APA

Novonesis reforçará benefícios dos probióticos na saúde e nutrição de aves no Congresso APA de Ovos 2024

Resultado da combinação de negócios entre Novozymes e Chr. Hansen, a empresa de biociência é líder mundial em Soluções Biológicas para promoção de um planeta mais saudável. São 10.000 pessoas em todo o mundo e uma experiência que abrange mais de 30 setores diferentes

Publicado em

em

Head de Saúde e Nutrição Animal Latam, Alberto Yocyitaca Inoue - Foto e texto: Assessoria

A Novonesis apoia a avicultura de postura e é parceira do XXI Congresso APA de Produção e Comercialização de Ovos 2024, entre 11 e 14 de março, em Ribeirão Preto (SP). A empresa conta com soluções nutricionais alinhadas às tendências globais para sustentabilidade, bem-estar animal e redução do uso de antibióticos melhoradores de desempenho na produção avícola.

Para o Head de Saúde e Nutrição Animal Latam, Alberto Yocyitaca Inoue, que há mais de duas décadas participa do encontro, o Congresso é um “evento tradicional e fundamental para a avicultura de postura no Brasil”.

“O Congresso APA de Produção e Comercialização de Ovos é uma oportunidade ímpar para discutir questões atuais, tendências e promover interações entre profissionais de diferentes áreas e regiões. Reforçamos o compromisso com esse mercado essencial”, reforça Inoue.

Entre os destaques da Novonesis está a linha Gallipro, composta por aditivos probióticos para controle de patógenos, melhoria de performance, bem-estar animal, integridade intestinal e melhor qualidade de ovos. “Um destaque da linha é Gallipro Fit, que vem apresentando excelentes resultados para o segmento de ovos, como aumento de tempo de prateleira (shelf life), melhoria nos parâmetros de bem-estar e qualidade interna e externa dos ovos”, ressalta Alberto Inoue.

Para ficar por dentro das novidades do XXI Congresso APA de Produção e Comercialização de Ovos 2024 basta acessar, curtir e seguir: https://linktr.ee/congressodeovosap

Fonte: Assessoria
Continue Lendo

Empresas Prejuízos econômicos

Leptospirose bovina requer mais atenção em meses quentes e chuvosos

A doença provoca perdas econômicas à pecuária, pois influencia diretamente o potencial reprodutivo do gado

Publicado em

em

Divulgação Syntec

A leptospirose é uma doença infectocontagiosa de caráter zoonótico que ocorre com maior frequência em países de clima tropical e subtropical, principalmente em períodos com altos níveis pluviométricos – mais favoráveis à sobrevivência de bactérias do gênero Leptospira. No verão, por exemplo, a intensificação das chuvas aumenta o risco de exposição e contaminação dos bovinos, resultando em prejuízos produtivos e reprodutivos no rebanho.

Fernando Santos, médico-veterinário e Gerente Nacional de Vendas de Grandes Animais da Syntec do Brasil

“A doença provoca perdas econômicas à pecuária, pois influencia diretamente o potencial reprodutivo do gado. Isso acontece porque a leptospirose está direta e indiretamente ligada a falhas reprodutivas, como infertilidade e abortamento, à queda da produção de carne e de leite, além dos custos para o tratamento dos animais”, explica o médico-veterinário Fernando Santos, Gerente Nacional de Vendas de Grandes Animais da Syntec do Brasil.

A principal via de transmissão é a urina de animais infectados, que pode contaminar a água, o solo e os alimentos, podendo ocorrer também via mucosas e lesões na pele. O principal transmissor são os roedores infectados, que eliminam a bactéria Leptospira via urina, podendo infectar os humanos e animais domésticos. Fernando explica que um único bovino pode urinar mais de 30 litros por dia, tendo em vista que a urina é a maior fonte de transmissão da leptospirose e que os bovinos são animais gregários, passando a maior parte do tempo juntos. O contágio acontece de forma rápida e acentuada, assim como o surgimento dos prejuízos econômicos para o produtor. “Um animal acometido com a Leptospirose pode eliminar a bactéria por 180 dias em sua urina, o que totaliza 5.400L de urina contaminada eliminada por animal. Por isso, um animal acometido pode facilmente contaminar os demais animais da propriedade.”

A leptospirose pode se manifestar de forma aguda ou crônica. Os sintomas incluem febre, perda de apetite, depressão, icterícia (coloração amarela da pele e das mucosas), assim como os já citados, abortos e infertilidade. “Em animais jovens e adultos, ocorrem lesões nos rins que podem levar à falência desses órgãos fundamentais para a manutenção da vida. A forma crônica pode ser assintomática e, nesse caso, é mais perigosa, pois um único animal pode ser fonte de infecção para o rebanho inteiro”, alerta o especialista.

O veterinário informa que a leptospirose em bovinos pode ser causada por diferentes sorovares (variantes) de Leptospira, sendo o sorovar Hardjo um dos mais comuns em bovinos. “o sorovar Hardjo é o mais prevalente no rebanho bovino, causando importantes prejuízos econômicos e ao bem-estar animal na propriedade. “Até pouco tempo, não tínhamos disponível no mercado veterinário brasileiro uma vacina para prevenção contra esse importante sorovar.”

De acordo com Santos, para controlar e prevenir essa enfermidade, é importante a aplicação de medidas de higiene e identificação de fontes de transmissão. Outras ações essenciais são o diagnóstico e tratamento adequado dos bovinos acometidos e sempre manter o calendário de vacinação em dia. “Assim, é possível evitar a leptospirose e proteger a saúde do rebanho e, também dos próprios criadores – por se trata de uma zoonose”, finaliza.

Para auxiliar os criadores na prevenção da leptospirose bovina, a Syntec do Brasil disponibiliza a vacina Leptotec 8, que conta com os principais sorovares que acometem os bovinos, equinos e suínos, sendo a única no mercado que possui 3 sorovares de Hardjo. A vacina possui 30 doses e possui como diferencial o adjuvante CFM, que causa menores reações vacinais e melhor resposta imunológica.

Fonte: Assessoria
Continue Lendo

Empresas

Boehringer levará suas soluções para saúde avícola durante o XXI Congresso APA de Produção e Comercialização de Ovos 2024

Durante a 21ª edição do congresso, a Boehringer Ingelheim estenderá seu compromisso com a inovação e o bem-estar animal na avicultura

Publicado em

em

Filipe Fernando, Gerente de Marketing de Aves e Suínos da Boehringer Ingelheim - Crédito: Divulgação

A Boehringer Ingelheim, empresa especializada em saúde animal, confirma sua participação no XXI Congresso APA de Produção e Comercialização de Ovos 2024, que será realizado de 11 a 14 de março no Centro de Convenções de Ribeirão Preto (SP), um dos eventos mais importantes do setor avícola de postura do Brasil, organizado pela Associação Paulista de Avicultura (APA) e com o apoio da Coordenadoria de Defesa Agropecuária do Estado de São Paulo (CDA), órgão ligado à Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Governo do Estado de São Paulo.

Durante a 21ª edição do congresso, a Boehringer Ingelheim estenderá seu compromisso com a inovação e o bem-estar animal na avicultura, apresentando seu portfólio de vacinas, entre elas, a Vaxxitek® HVT+ND, Vaxxitek® HVT+IBD+ND, Prevexxion® RN e Newxxitek® HVT+ND, . Além disso, a empresa prepara o anúncio de uma grande novidade para o setor, que promete trazer ainda mais tecnologia e inovação para o combate cruzado de três enfermidades recorrentes na avicultura.

Segundo Filipe Fernando, Gerente de Marketing de Aves e Suínos da Boehringer Ingelheim, o Congresso APA de Produção e Comercialização de Ovo é um evento crucial para reencontros com colegas da cadeia produtiva de ovos, entre eles clientes e parceiros, além de considerar o evento essencial para atualização e prospecção de negócios. “O congresso tem um papel fundamental para o setor produtivo dada a qualidade da programação que aborda as últimas tendências, inovações tecnológicas e conjunturas de mercado, essenciais para projetar o futuro da produção de uma atividade essencial para a economia nacional”, destaca.

As tecnologias e serviços que serão apresentadas, segundo Filipe, reforçarão o compromisso da multinacional com o setor de ovos por meio de uma linha abrangente de vacinas e sistemas de administração para garantir a saúde e o bem-estar das aves de postura, esforços que visam assegurar ovos seguros, acessíveis, abundantes e sustentáveis.

A expectativa da Boehringer Ingelheim para a edição 2024 é altamente positiva, pois representa uma oportunidade valiosa para troca de conhecimentos, estabelecimento de novas parcerias e fortalecimento de redes profissionais. “Estaremos ansiosos para contribuir com o setor de ovos, compartilhar nossas inovações e fortalecer parcerias. Estamos comprometidos em desempenhar um papel ativo no avanço do setor e esperamos que este evento seja um passo importante nesta jornada”, completa Filipe Fernando.

 

Serviço:

XXI Congresso APA de Produção e Comercialização de Ovos 2024

DATA: 11, 12, 13 e 14 de março de 2024

LOCAL: Centro de Convenções de Ribeirão Preto (Ribeirão Preto/SP)

Organização: Associação Paulista de Avicultura (APA)

Apoio: Coordenadoria de Defesa Agropecuária do Estado de São Paulo (CDA)

Acesse: www.congressodeovos.com.br

Fonte: Assessoria
Continue Lendo

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e recebas as principais notícias em seu email.