Conectado com

Empresas

Modelo inovador de intercooperação completa um ano e colhe resultados expressivos

Fruto da união de três cooperativas paranaenses, Unium mostra consolidação da marca no agronegócio brasileiro

Publicado em

em

Há exatamente um ano, a região dos Campos Gerais, no Paraná, ganhava uma nova marca para representar três grandes cooperativas. No dia 10 de novembro de 2017, Frísia, Castrolanda e Capal lançaram a Unium e, desde então, o trabalho da nova marca tem sido divulgar a intercooperação no Brasil.

O processo inovador, considerado único no País, chegou como um modelo de negócio idealizado pelas cooperativas, mas que seguiu com gestões independentes. “A intercooperação já vinha atuando há alguns anos e sentíamos falta de uma marca para assinar os produtos que são feitos em conjunto. Colocar três marcas na mesma embalagem seria algo impraticável”, lembra o gerente de marketing da Unium, Cracios Consul.

Desde sua criação, a Unium trabalhou com focos específicos para cada uma das cooperativas e seus negócios. Ao longo deste ano, alguns desses desafios ficaram evidentes e foram superados, trazendo resultados expressivos para a marca.

 

A Alegra – um dos negócios da Unium – tinha como um dos seus objetivos o crescimento na exportação. Até o ano passado, a empresa enviava produtos para 25 países. Hoje, no mercado externo, são 1.550 clientes em 30 países. Além disso, a indústria também comemora a ampliação da capacidade de abates, o que traz um ganho na capacidade de produção dos cortes. “A Alegra completou três anos agora em outubro e o crescimento da empresa é visível. Outra grande conquista nesse último ano foi aCertificação de Bem-Estar Animal, sendo a primeira planta industrial de suínos a receber o selo NAMI” (explicar o que é selo NAMI), comemora Consul.

Na área do trigo, o Moinho ganhou destaque com a entrada no mercado regional de varejo com as marcas Herança holandesa e Precisa, que atendem diretamente o consumidor final. A Herança Holandesa é conhecida no mercado por suas vendas B2B (Business to Business), ou seja, pela comercialização entre empresas, voltada para grandes indústrias e marcas de biscoitos. O lançamento dos novos produtos voltado a todos os tipos de clientes completou dois meses e, segundo o coordenador de Negócios do Moinho de Trigo, Cleonir Ongaratto, o número de vendas vem crescendo consideravelmente.

Na linha de lácteos, também foi um ano de reconhecimentos. Em março, a Castrolanda Cooperativa Agroindustrial conquistou o certificado FSSC 22.000 (Food Safety System Certification). O reconhecimento é válido para produtos da família do leite e derivados UHT, alimentos enterais UHT, alimentos vegetais UHT e produtos lácteos a granel e seus derivados. Além disso, a cooperativa também confirmou recentemente um investimento de R$ 125 milhões que será utilizado para dois aportes diferentes, um deles voltado para a expansão da industrialização de leite. O investimento será para a implantação de uma fábrica de leite em pó, construída ao lado da Unidade de Beneficiamento de Leite (UBL), em Castro, com capacidade de produção de três toneladas por hora, possibilitando a ampliação da produção de creme de leite. A perspectiva é que a ampliação da planta fabril seja inaugurada em agosto de 2019.

Mas nem só de comemorações foi o primeiro ano da marca. A greve dos caminhoneiros, que aconteceu em maio de 2018, parando o País, trouxe inúmeros prejuízos para diversos setores, entre eles o agronegócio. Durante os dez dias de paralisação, as cooperativas dos Campos Gerais tiveram perdas irreparáveis, com milhares de litros de leite jogados fora diariamente e animais sofrendo por falta de ração. Os estragos sentidos foram sendo, aos poucos, recuperados, mas o setor ainda sente o trauma.

 

Unium também comemora

No entanto, para a Unium, o crescimento foi expressivo . A marca fechou seu primeiro ano com a previsão de novos negócios que trarão investimentos de peso para o Paraná, como a nova Usina de Biogás, prevista para ser instalada em setembro de 2019. A capacidade da Usina será de um megawatt, instalada em uma área de quatro mil m², de propriedade das cooperativas na cidade de Castro, graças a um investimento de R$ 10 milhões.

“Nosso objetivo será gerar energia elétrica e, futuramente, gerar também biometano e fertilizante organomineral. Nossas cooperativas têm visitado a Europa nos últimos três anos para buscar referências em energias renováveis e aplicá-las no Brasil, sempre com o intuito de atingir metas firmadas no Acordo de Paris, que foca no aumento da participação da bioenergia sustentável na matriz energética brasileira para 18%”, destaca Cracios Consul.

Dentro desse contexto de expansão, também foram feitos investimentos no uso da marca Unium, tanto nas embalagens dos produtos, quanto nos totens de identificação das plantas, aumentando a percepção de valor da marca para os consumidores e clientes. “Esse reconhecimento que buscávamos ficou evidente no retorno que tivemos por parte dos nossos parceiros e pela mídia. Para 2019 estamos otimistas. Acreditamos que a recuperação econômica e as novas condições de trabalho irão alavancar ainda mais nossas vendas, ampliando nossa participação de mercado”, completa o gerente.

Fonte: Ass. de Imprensa

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × 1 =

Empresas IPPE

Saffeds participa do IPPE em Atlanta/USA

A feira internacional reúne as principais empresas do agronegócio mundial e marca o lançamento de tecnologias e inovações para o setor

Publicado em

em

Foto: Divulgação

A equipe técnica da Safeeds, aditivos para nutrição animal, participou do IPPE 2019, em Atlanta/USA, em parceria com a canadense, JEFO, e a americana, United Animal Health.

A feira internacional reúne as principais empresas do agronegócio mundial e marca o lançamento de tecnologias e inovações para o setor, além de apresentar soluções para tendências cada vez maiores como a redução de antibióticos na produção de proteína animal.

O presidente da Safeeds, Ricardo Castilho, explica a importância do evento. “Encontros como este reforçam, ano após ano, a necessidade imediata de alternativas para a produção de alimentos AGP Free. A Safeeds, há muitos anos participa deste evento e está alinhada com este movimento, disponibilizando uma série de aditivos não antibióticos para a produção de alimentos mais seguros”.

Segundo Ricardo, a feira ainda marca o lançamento de novas tecnologias para a área. “Reunir as principais empresas do mundo em um só local, nos permite levar para o Brasil as principais inovações e tendências que estão acontecendo globalmente. Isto possibilita a Safeeds desenvolver tecnologias através de seus produtos e gerar valor cada vez maior para os nossos clientes”.

A 71ª edição do IPPE, reuniu cerca de 1.200 expositores de todos os lugares do mundo e recebeu cerca de 30 mil visitantes.

Fonte: Assessoria
Continue Lendo

Empresas

GlobalGen anuncia novo CEO e registra crescimento acima do mercado

Empresa se consolida no setor de reprodução animal, com protocolos que apresentam resultados superiores em taxa de prenhez e baixo índice de perda de implantes

Publicado em

em

Dr. Milo Wiltbank

Em um universo de 200 milhões de cabeças de gado e cerca de 80 milhões de fêmeas em idade reprodutiva, apenas 12% de criadores brasileiros utilizam a inseminação artificial. A expectativa é de que o uso do método continue crescendo, com a ajuda da popularização da inseminação artificial em tempo fixo (IATF) – usada em 85% dos animais cruzados industrialmente. Os números, estimados pelo mercado de reprodução animal, estimulam a GlobalGen vet science, empresa especializada em reprodução animal, a comemorar os resultados de 2018 e projetar crescimento em 2019.

Segundo dados do Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Saúde Animal (SINDAN), o mercado de terapêuticos hormonais teve um aumento de 8,63% no acumulado de janeiro a novembro de 2018, enquanto a GlobalGen cresceu 16,5%, quase o dobro. Os dados foram compartilhados com toda a equipe de campo durante a Convenção Nacional de Vendas da GlobalGen, realizada em Ribeirão Preto (SP).

Um dos idealizadores da GlobalGen, o Dr. Milo Wiltbank, pesquisador considerado um dos maiores especialistas do mundo na reprodução de bovinos, esteve no Brasil especialmente para a Convenção. “A GlobalGen possui uma linha completa de produtos especialmente desenvolvidos para uso na reprodução de bovinos, considerando os diversos sistemas de criação existentes no Brasil. Nosso DNA é baseado na pesquisa e desenvolvimento, por isso chegamos a esse patamar, onde temos as mais baixas perdas de implantes do mercado e uma alta taxa de prenhez, que garantem o sucesso dos nossos clientes”, destaca o pesquisador americano.

Novo CEO

A condução da empresa a partir de 2019 será feito pelo novo CEO da companhia, Marcelo Brunini, que possui larga experiência no setor e também está à frente da UCBVET Saúde Animal, parceira GlobalGen. “Com apenas dois anos e meio, a GlobalGen já se consolidou no mercado de reprodução animal e está crescendo em cima de resultados a campo, o que é motivo de orgulho para nós. Mas temos um longo caminho pela frente, pois queremos ampliar a nossa participação no mercado e contribuir ainda mais para otimizar os resultados de IATF”, detalha Brunini.

A GlobalGen vet science é uma joint venture fruto da parceria entre a holding americana de pesquisas ReproGen Animal Health e a empresa brasileira UCBVET Saúde Animal. Traz em sua origem com a ReproGen a experiência no manejo reprodutivo e a competência dos pesquisadores Dr. Milo Wiltbank, PhD e Dr. J. Richard Pursley, PhD, reconhecidos mundialmente pela criação do protocolo OvSynch, que possibilitou o uso da Inseminação Artificial por tempo fixo (IATF) com reconhecimento em escala global.

O know-how técnico foi reforçado pela aliança estratégica com a UCBVET, uma das mais tradicionais e inovadoras indústrias veterinárias do país, tendo em sua estrutura modernos laboratórios e equipamentos com o mais alto nível tecnológico para a produção de medicamentos. Assim nasceu a GlobalGen vet science, uma empresa formada por criadores e técnicos, para técnicos e criadores.

Fonte: Ass. de Imprensa
Continue Lendo

Empresas Avicultura

Vetanco promove ciclo de palestras no Polo Avícola da Bahia

Eventos tiveram grande participação de publico nos debates

Publicado em

em

Foto: Divulgação

A Vetanco, através de seu Assistente Técnico/Comercial  para a região Nordeste, médico veterinário David Felipe A. Barbosa, realizou um ciclo de palestras técnicas. As mesmas foram realizadas na cidade de Conceição da Feira – Bahia, na sede da Usivet, distribuidora da Vetanco na região, entre os dias 29 e 31 de janeiro. Todas as palestras foram ministradas pelo Coordenador Técnico da Vetanco, médico veterinário MSc. Fabrizio Matté, e tiveram temas focados nos interesses dos clientes:

 

Data: 29/01. Empresa: AVIVIP. Tema: Desafios Ambientais sobre o sistema respiratório das aves. Participantes: Everaldo e técnicos, responsáveis pelo fomento, e integrados.

Data: 29/01. Empresa: CAROLINA. Tema: Desafios em Saúde intestinal. Participantes: M.V. Marco Antonio,  José e Luiz Otavio.

Data: 30/01. Empresa: AVIGRO. Tema: Biosseguridade na produção avícola. Participantes: Equipe do Administrativo, Controle de Qualidade, Equipe de Campo, Incubatório, Abatedouro e Fábrica de ração.

Data: 30/01. Empresa: GUJÃO. Tema: Desafios Ambientais sobre o sistema respiratório das aves. Participantes: Equipe de fomento, veterinários, zootecnistas e técnicos de campo.

Data: 31/01. Empresa: TAMBAÚ. Tema: Desafios Ambientais sobre o sistema respiratório das aves. Flávio Henrique (Zootecnista) e integrados da empresa.

Foi uma semana bem produtiva, que contou com grande participação de publico nos debates, trocando experiências e enriquecendo ainda mais a ciência avícola para a aplicação no campo. A Vetanco reforça sua parceria com a distribuidora USIVET e toda a cadeia avícola bahiana.

Fonte: Assessoria
Continue Lendo
Nucleovet 2
APA
Facta 2019

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e recebas as principais notícias em seu email.