Conectado com
VOZ DO COOP

Notícias

Embrapa Alimentos e Territórios lança pedra fundamental da nova sede em Maceió

O diferencial do novo centro é o trabalho integrado dos sistemas agroalimentares com o turismo e a cultura.

Publicado em

em

Foto: Divulgação/Mapa

Na manhã desta segunda-feira (13), o ministro da Agricultura e Pecuária, Carlos Fávaro, participou do lançamento da pedra fundamental da Embrapa Alimentos e Territórios, em Maceió (AL). O evento marca o início da construção da nova sede do centro de pesquisa e contou com o ministro dos Transportes, Renan Filho, e o governador de Alagoas, Paulo Dantas. As obras têm previsão para ser iniciadas em janeiro de 2024.

Durante o evento, o ministro Fávaro destacou que a unidade da Embrapa em Alagoas é a soma de esforços do Governo Federal, do estadual e da bancada federal do estado para levar tecnologia e desenvolvimento para a região. “É muito mais do que uma simples Embrapa que vem desenvolver tecnologia. Ela vem desenvolver alimentos, turismo e as particularidades daqui. É uma soma de esforços e vamos chegar em torno de R$ 100 milhões de investimento”, disse.

Fávaro ainda salientou que a Embrapa Alimentos e Territórios trará ciência, tecnologia, investimento, eficiência e qualidade para os alimentos, possibilitando o aumento da produtividade do estado e levando a segurança alimentar para a vida dos alagoanos. “Estamos aqui para a realização de um sonho que começou no governo Dilma e termina no governo do nosso presidente Lula”.

O terreno de 16,6 hectares foi doado pelo governo do estado, em 2020, no valor de aproximadamente R$ 3,4 milhões. Para apoiar as obras, houve aporte de recursos de emendas parlamentares da bancada federal alagoana da ordem de R$ 28,3 milhões.

De acordo com o ministro dos Transportes, Renan Filho, fazer a pesquisa se transformar em novos produtos e novos produtos se transformarem em mais renda e mais emprego é a prova do quanto essa é uma iniciativa importante. “A Embrapa é uma das principais empresas responsáveis pelo crescimento econômico deste país e ser um dos poucos estados que não possui a empresa certamente tem dificultado este desenvolvimento. A vinda da Embrapa para cá vai nos inserir nas melhores práticas da agricultura, na produção de alimentos funcionais, de desenvolvimento de sabores para nossa culinária, que é um dos encantos de Alagoas”, disse Renan, que já foi governador do estado.

No novo PAC, lançado pelo Governo Federal em agosto, está previsto o investimento de R$ 7 milhões neste ano para obras civis e, em 2024 e 2025, de R$ 62 milhões para aquisição de mobiliário, equipamentos de laboratório, campo e casas de vegetação, entre outros.

O governador de Alagoas, Paulo Dantas, agradeceu a presença dos ministros e ressaltou que a Embrapa Alimentos vai ampliar o nível de ciência, tecnologia e pesquisa no estado. “Vai promover mais oportunidades de emprego para o agricultor familiar como também para os grandes agricultores por meio do agronegócio, levando rentabilidade e uma melhor produtividade”, disse.

Presidente da Embrapa, Silvia Massruhá afirmou que a nova unidade em Alagoas terá um diferencial pois associará gastronomia, turismo e nutrição. “Esse centro traz uma conexão do sistema agroalimentar ligada a gastronomia e ao turismo, aproveitando os saberes das comunidades locais. Temos o objetivo de divulgar e trazer o quanto a agricultura é importante à nutrição” discursou.

Segundo a presidente, a Embrapa Alimentos terá laboratórios para o treinamento de chefes das marisqueiras da região local e investigação de produtos e da biodiversidade, trazendo novos tipos de alimentos, pesando no valor nutricional.

Alagoas possui agropecuária diversificada, com cadeias produtivas importantes, como as de leite, fruticultura, carnes, apicultura, grãos e mandioca, entre outros.

Também estiveram presentes no evento o chefe-geral da Embrapa Alimentos e Territórios, João Flávio Veloso; o coordenador da Bancada Federal de Alagoas na Câmara dos Deputados, Paulo Fernando dos Santos, além de autoridades do Governo Federal, do Governo de Alagoas e de prefeituras municipais do Estado; parlamentares federais e estaduais; gestores e empregados da Embrapa; representantes de organizações parceiras da Embrapa em Alagoas.

Histórico

A iniciativa de se criar a Embrapa Alimentos e Territórios em Alagoas ocorreu em 2016, quando houve a identificação, por parte do governo federal, da necessidade da criação de um novo centro de pesquisa da Embrapa que fosse referência em soluções tecnológicas e sociais na temática dos alimentos e da alimentação.

O local escolhido para a sede foi em Maceió, no estado de Alagoas, por ser este um dos poucos estados da federação que não possuíam centro de pesquisa da Embrapa.

A efetiva criação do centro ocorreu em 2018, o qual já conta com 43 pesquisadores e técnicos em seu quadro de pessoal.

 

Fonte: Assessoria Mapa

Notícias Mercado e perspectivas futuras

Suinocultura é foco do 1º dia de congresso promovido pelo O Presente Rural

Evento segue nesta quarta-feira (12) com programação voltada à avicultura.

Publicado em

em

O agronegócio esteve em pauta nesta terça-feira (11), com a realização do Congresso de Avicultores e Suinocultores O Presente Rural, evento que conta com a participação de lideranças destes setores, especialistas, representantes de cooperativas e produtores.

No primeiro dia de programação, o foco foi a suinocultura, quando foram abordados assuntos como o mercado da carne suína, cenário atual, perspectivas futuras, aumento do consumo interno, exportações entre outros.

Amanhã, quarta-feira (12), a avicultura será o foco do evento. Assista à matéria em vídeo.

Fonte: Produzido em parceria com O Presente
Continue Lendo

Notícias

Players globais da proteína animal debatem futuro do setor em painel no Siavs 2024

Brasil, EUA e China e representante de órgão internacional abordam visões sobre o comércio global.

Publicado em

em

Representantes de grandes produtores mundiais da proteína animal participarão de um painel sobre o futuro da cadeia produtiva internacional durante debate que acontecerá em meio ao Salão Internacional de Proteína Animal (Siavs), maior evento dos setores no Brasil, programado entre os dias 06 e 08 de agosto, no Distrito Anhembi, em São Paulo (SP).

Nomeado como “Visão dos players globais sobre a proteína animal”, o painel reunirá o presidente Conselho de Exportação de Aves e Ovos dos EUA (USAPEEC), Greg Tyler, juntamente com presidente da Câmara de Comércio de Alimentos e Produtos Nativos da China (CFNA), Madame Yu Lu, e o secretário-geral do Conselho Mundial da Avicultura (IPC), Nicoló Cinotti.

No debate mediado pelo diretor de mercados da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), Luís Rua, visões distintas de atuação no mercado global traçarão perspectivas sobre os caminhos que serão percorridos pela indústria de proteína animal no futuro. “É um debate com visões complementares promovido por representantes de dois dos maiores produtores mundiais de carne de frango e carne suína, além do representante do órgão máximo da avicultura, o Conselho Mundial de Avicultura. Além do mais, a China é o principal importador mundial das proteínas de aves e suínos. A expectativa é que a gente possa ter uma discussão de alto nível, pensando em todos os elos, desde a produção até o comércio internacional. Esperamos dialogar dentro do propósito pela garantia da segurança alimentar global”, avalia Rua.

Confira a programação completa do Siavs clicando aqui.

Continue Lendo

Notícias Acompanhe ao vivo

Congresso de Avicultores e Suinocultores O Presente Rural reúne os principais atores da cadeia produtiva

Evento teve início nesta terça-feira (11) com foco na cadeia suinícola. Programação segue na quarta-feira (12) voltada à avicultura.

Publicado em

em

O jornal O Presente Rural, em parceria com a Lar Cooperativa Agroindustrial e a Frimesa, com apoio do Sindicato das Indústrias de Produtos Avícolas do Paraná (Sindiavipar) e da Associação Brasileira dos Criadores de Suínos (ABCS), promove entre terça (11) e quarta-feira (12) o Congresso de Avicultores e Suinocultores O Presente Rural, no salão comunitário da Igreja Católica em Marechal Cândido Rondon, no Oeste do Paraná.

O evento reúne os principais especialistas em avicultura e suinocultura, oferecendo uma programação específica destinada a promover conhecimento e inovação nesses setores essenciais para o agronegócio brasileiro.

Acompanhe ao vivo a programação do Congresso de Avicultores e Suinocultores O Presente Rural

Feira de Negócios

Uma das novidades do evento deste ano é a Feira de Negócios, que contará com a participação de algumas das mais importantes empresas brasileiras e multinacionais, com focos variados em nutrição e saúde animal, equipamentos, genética, entre outros segmentos.

Realização, apoio e patrocínio

O evento é realizado pelo jornal O Presente Rural, Lar Cooperativa Agroindustrial e Frimesa, com o apoio do Sindicato das Indústrias de Produtos Avícolas do Paraná (Sindiavipar) e da Associação Brasileira dos Criadores de Suínos (ABCS).

Além disso, conta com o patrocínio de importantes empresas do setor, incluindo na cota diamante Agrifirm, Agroceres PIC, American Nutrients, Biochem, Boehringer Ingelheim, Casp, Dandred, Grasp, MSD Saúde Animal, Oligo Basics, Sicredi e Vetanco; na cota ouro Cargill, Cobb, Huvepharma, Phibro, Salus, Suiaves, Vaccinar; na cota prata Agroceres Multimix, Aleris, Cinergis Agronegócios, DNA South America, Equittec, GD Brasil, HB Agro, Imeve, MS Schippers, NNATRIVM, Sanex, Sauvet, Sicoob, Suitek e Xcare; e na cota especiais BioSyn, MM2, Natural BR Feed, Ourofino, Polinutri, Vaxxinova e VetQuest.

Com uma programação tão rica e diversificada, o Congresso de Avicultores e Suinocultores O Presente Rural promete ser uma experiência enriquecedora para todos os envolvidos, refletindo o compromisso contínuo com a inovação e o avanço do agronegócio brasileiro.

Confira a programação do Congresso de Avicultores e Suinocultores O Presente Rural

Fonte: O Presente Rural
Continue Lendo
AJINOMOTO SUÍNOS – 2024

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e recebas as principais notícias em seu email.