Conectado com

Notícias Conhecimento

Copagril intensifica preparativos ao Dia de Campo 2019

Evento deste ano terá mais expositores e maior área, dentre outras novidades

Publicado em

em

Carina Ribeiro/Copagril

Será realizado na próxima semana, dias 23 e 24 de janeiro, o Dia de Campo Copagril 2019, na Estação Experimental, em Marechal Cândido Rondon. Para organizar o maior evento da cooperativa estão sendo intensificados os trabalhos no campo, que envolvem a montagem de pirâmides, cobertura de corredores, instalações elétricas e de internet, tablados, dentre vários outros equipamentos e estandes.

A realização do Dia de Campo Copagril segue os propósitos do planejamento estratégico Rota 50 Copagril, abrangendo a diversificação e o desenvolvimento de novos mercados, além de ter como objetivo oferecer ao público a oportunidade de acesso às melhores tecnologias voltadas ao agronegócio.

Conforme o coordenador do evento, gerente da Divisão Agropecuária da Cooperativa, Enoir José Primon, o evento da cooperativa cresce a cada ano. “Nesta edição de 2019 tivemos aumento no número de expositores e também ampliamos em aproximadamente 20% a área destina à exposição, visando oferecer ainda mais conforto e bem-estar para as empresas parceiras e para o público visitante”, enfatiza.

Também foram realizadas melhorias na estrutura da área da exposição, com o aumento da largura da avenida principal da estação experimental, visando facilitar a organização e também a locomoção das pessoas que circulam pelo evento, além da melhoria na distribuição dos espaços dos estandes. “Houve ainda um incremento nas áreas de cultivo para atender as empresas parceiras da Copagril”, acrescenta Primon.

Segundo o coordenador, o Dia de Campo é um evento de referência regional para os produtores rurais e tem atraído também muitos profissionais do segmento do agronegócio, estudantes e inclusive moradores das áreas urbanas, tendo em vista os atrativos diversificados que o evento reúne, proporcionando oportunidades de negócios, obtenção de conhecimento, diversão e lazer. “Os experimentos realizados na nossa estação e demonstrados no Dia de Campo servem de referência para o cultivo de grãos na região Oeste paranaense, daí a importância do evento e do papel da cooperativa”, declara Primon.

Digital

Dentre as novidades para a edição deste ano está o lançamento do e-commerce das Lojas Agropecuárias Copagril. “Aproveitaremos o evento para dar início às atividades de comercialização de produtos on-line, lançando a loja virtual da Copagril”, enfatiza o gerente.

Na estação experimental também haverá um espaço das Lojas Agropecuárias Copagril para o público conferir eletrodomésticos, calçados, produtos para camping, assim como produtos da marca própria Copagril.

No local do evento, os colaboradores da cooperativa ainda oferecerão a oportunidade dos associados e público em geral baixarem o aplicativo da Copagril. Conforme o gerente, o aplicativo oferece acesso facilitado às informações da cooperativa para os associados, que têm a opção de baixar em seus smartphones o aplicativo da Copagril, disponível para os sistemas Android e iOS. A partir desse app é possível ter acesso a notícias, informações sobre cotações agrícolas, previsão do tempo, histórico do volume de chuvas, ofertas e promoções, dentre outros. “No Dia de Campo iremos cadastrar nossos associados no aplicativo para que eles possam acompanhar a sua movimentação com a cooperativa nas áreas agrícola, leite, aves e suínos. Assim, eles podem conferir no seu próprio celular os dados referentes a lotes, índices de desempenho e remuneração”,

Agricultura

A feira terá demonstração de ensaios de diferentes variedades de soja e híbridos de milho, participação de empresas de sementes e agroquímicos, parceiras da Copagril, que apresentam seus portfólios de produtos e serviços. Também haverá demonstração de espécies de pastagens aos pecuaristas, com foco na produtividade de leite. O público poderá saber mais sobre o programa de agricultura de precisão ProSolo Copagril e ainda obter informações sobre seguro agrícola.

O setor de máquinas e implementos agrícolas terá exposição dos mais avançados produtos que proporcionam eficiência operacional desde o plantio à colheita.

Pecuária

Os Fomentos Suínos, Aves, Leite e Peixes e as Unidades Industriais de Rações Copagril demonstrarão as melhores tecnologias de produção, nutrição, manejo, sanidade e reprodução, bem como as rações, concentrados e suplementos produzidos pela Copagril, além de contar com a presença de fornecedores dos respectivos segmentos.

Novamente será possível visitar a Central de Automação e Climatização para Aves e Suínos, com demonstração de equipamentos para ambiência, higienização e nutrição.

Aos produtores de leite, a Copagril oferecerá a oportunidade de aquisição de novilhas holandesas e jersey, no local do evento.

Programação

A programação do Dia de Campo terá início às 08 horas da quarta-feira (23/01), com café da manhã para recepção aos visitantes. A abertura para visitação aos estandes está marcada para as 08h30. A programação do primeiro dia será estendida até 20 horas, proporcionando horário estendido para o público prestigiar as atrações.

No segundo dia do evento também haverá café da manhã às 08 horas e abertura para visitação às 08h30. O encerramento da feira está marcado para as 18 horas da quinta-feira.

Fonte: Assessoria
Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 − 16 =

Notícias Mercado Interno

Indicador do milho chega a menor patamar em cinco meses

Ritmo de negócios está limitado, tendo em vista a disparidade entre as ofertas de compradores e os pedidos de vendedores

Publicado em

em

Arquivo/OP Rural

A oferta superior à demanda tem mantido os preços do milho em queda na maior parte das regiões acompanhadas pelo Cepea. Em Campinas (SP), os valores voltaram a operar próximos dos patamares observados em novembro do ano passado. Entre 12 e 18 de abril, o Indicador ESALQ/BM&FBovespa Campinas (SP) caiu 2,32%, a R$ 35,84/sc de 60 kg na quinta-feira (18), o menor patamar nominal desde meados de novembro/18.

No geral, o ritmo de negócios está limitado, tendo em vista a disparidade entre as ofertas de compradores e os pedidos de vendedores. Além disso, alguns produtores têm dado preferência em comercializar a soja – vale lembrar que a cotação da oleaginosa está firme, favorecida pelas altas do dólar e dos preços externos. No campo, o clima segue favorável ao desenvolvimento das lavouras de milho, o que pode resultar em antecipação da colheita.

Fonte: Cepea
Continue Lendo

Notícias Mercado

Preços da soja sobem, mas médias mensais são as menores desde janeiro

Apesar dos recentes aumentos, na parcial deste mês, os valores da oleaginosa são os menores desde janeiro de 2019

Publicado em

em

Divulgação

As cotações da soja registraram ligeira alta na semana passada, devido à valorização do dólar frente ao Real, à relativa estabilidade dos prêmios e ao aumento de cotas nos armazéns portuários, cenário que aumentou também a liquidez no mercado.

O Indicador ESALQ/BM&FBovespa da soja Paranaguá avançou 0,2%, a R$ 76,66/saca de 60 kg nessa quinta-feira (18). No mesmo comparativo, o Indicador CEPEA/ESALQ Paraná subiu 0,3%, a R$ 72,11/sc de 60 kg nessa quinta.

Pesquisadores do Cepea afirmam que, apesar dos recentes aumentos, na parcial deste mês, os valores da oleaginosa são os menores desde janeiro de 2019, em termos nominais. Isso se deve à menor procura de indústrias brasileiras, uma vez que grande parcela tem garantido os lotes por contrato a termo e negociado poucos volumes no spot. Além disso, as aquisições são para consumo a médio prazo, visto que agentes esperam preços menores.

Fonte: Cepea
Continue Lendo

Notícias Ovos

Última semana da quaresma é marcada por preços estáveis

No geral, o mercado de ovos apresentou bom desempenho de vendas no período de Quaresma deste ano

Publicado em

em

Divulgação

Apesar da estabilidade nas cotações dos ovos comerciais, o ritmo de negócios esteve mais intenso na semana passada. Com isso, colaboradores do Cepea afirmam que, no geral, o mercado de ovos apresentou bom desempenho de vendas no período de Quaresma deste ano.

Entre 11 e 18 de abril, as cotações do ovo tipo extra, branco, colocado na Grande São Paulo, registraram elevação de 0,3%, com a média da caixa com 30 dúzias passando para R$ 94,42 na última quinta-feira (18).  Para o produto vermelho, entregue na Grande SP, houve alta de 0,9% de 11 a 18 de abril, com a caixa de 30 dúzias comercializada a R$ 110,87 na quinta-feira.

Com o encerramento da Quaresma, avicultores consultados pelo Cepea se mostram receosos com o possível enfraquecimento das vendas nas próximas semanas. Parte dos agentes, inclusive, já cogita intensificar os descartes de poedeiras mais velhas.

Fonte: Cepea
Continue Lendo
Abraves
Conbrasul 2019
Biochem site – lateral
Facta 2019

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e recebas as principais notícias em seu email.