Conectado com
VOZ DO COOP

Empresas Escolha planejada

Capacidade de carga dos misturadores de ração merece atenção do pecuarista

Ao levar em conta apenas a limite volumétrico na hora de adquirir um equipamento para nutrição dos bovinos, pode-se ter menor produtividade e rentabilidade

Publicado em

em

Divulgação Siltomac

A nutrição de bovinos, seja ela em confinamento, semiconfinamento ou TIP (Terminação intensiva a pasto) é algo que necessita ser altamente eficiente para garantir o fornecimento dos alimentos aos animais no momento certo, da maneira precisa, para consequentemente contribuir com ganho de peso. Para que esse manejo seja bem executado, equipamentos como os misturadores de ração são essenciais na operação, portanto a escolha deve ser planejada. O problema é que é justamente neste momento que muitos pecuaristas estão perdendo dinheiro ao comprar equipamentos considerando apenas capacidade volumétrica, sem se atentar ao mais importante: a capacidade de carga dos mesmos, que muitas vezes é baixa.

Para entender melhor o que ocorre, é preciso saber a diferença entre capacidade de carga e a volumétrica. A capacidade de carga (toneladas) é o peso máximo que algo pode carregar. Por exemplo, um elevador pode ter uma capacidade de carga de 1 tonelada, o que significa que ele pode transportar até 1.000 quilos de pessoas e objetos de uma vez. A capacidade volumétrica (m³) é o espaço interno que algo pode ser preenchido. Por exemplo, uma caixa pode ter uma capacidade de 1 metro cúbico, que é o espaço que uma grande quantidade de objetos pode ocupar dentro dela.

Ao não ter clara essa distinção, muito produtor acaba se enganando na hora de escolher o misturador de ração. De acordo com a engenheira mecânica, Mariana Rodrigues, Diretora de Operações e Marketing da Siltomac, há misturadores no mercado que são oferecidos com capacidade de volume 29m³, contudo quando se analisa a parte técnica, o limite de carga é de apenas 11 toneladas.

Para quem utiliza ração farelada na dieta (que é mais densa), este é um problema, pois o pecuarista não chegará naquele volume destacado pelo fabricante e irá esbarrar na capacidade de carga. “Por outro lado, se a dieta fornecida for somente com volumoso, aí sim faz sentido levar em conta a capacidade volumétrica que limitará a carga máxima do insumo”, detalhou a profissional.

Alternativas eficientes

De acordo com Luís Henrique Rissatto Filho, Coordenador de Marketing da Siltomac, o que se tem observado principalmente nas últimas feiras, eventos e encontros técnicos com produtores, é que a cada ano cresce a demanda e necessidade por equipamentos maiores. Esse interesse é tanto em capacidade de volume, quanto de carga na aplicação de confinamentos para proporcionar maior produtividade.

Neste sentido, a Siltomac oferece um portfólio completo de misturadores para as mais variadas necessidades no campo. “Pensando em capacidade de carga podemos destacar a Linha R, composta por soluções que utilizam correntes de engrenagens na transmissão, e a Linha RR, que são os misturadores utilizam redutores planetários na transmissão, a chamada Transmissão Inteligente, sem correntes ou engrenagens. Porém a parte interna de ambas as linhas são iguais”, apontou.

Entre os destaques da empresa está o premiado Misturador Acoplado 25.7RR que, inclusive, chamou a atenção do público visitante da Agrishow, em Ribeirão Preto/SP. Na oportunidade foi apresentada uma versão exclusiva para o evento.

O modelo se destacou não somente por ser robusto, mas também por otimizar os processos de manejo da alimentação dos bovinos, promovendo a mistura e a distribuição de ração nos cochos e oferecendo até 98% de homogeneidade. “O nosso misturador de 25.7m³, por exemplo, tem capacidade de carga de 12 toneladas (maior que do misturador de 29m³ do concorrente). Além disso, agora temos também o misturador de 32m³, com capacidade de carga de 15 toneladas. Resumidamente os nossos equipamentos suportam uma carga maior por m³, finaliza Rissatto Filho.

Fonte: Assessoria

Empresas Soluções nutricional

Polinutri destaca os efeitos benéficos do uso de suplementos polivitamínicos hidrossolúveis contendo probióticos na produção avícola industrial

Nova tecnologia lançada pela empresa auxilia na saúde intestinal, atuando de forma eficaz para a estabilidade da flora intestinal das aves

Publicado em

em

Arquivo / OP Rural

A Polinutri apresenta ao mercado sua mais nova solução nutricional, cuja proposta é auxiliar o desenvolvimento zootécnico, uma tecnologia estratégica para manter o equilíbrio da flora intestinal durante o período de estresse das aves. “A Polinutri acaba de apresentar uma ferramenta estratégica e indispensável para a avicultura brasileira, o Provitam Bio Aves. Lançada oficialmente durante nossa participação na Pecnordeste 2024, que ocorreu de 6 a 8 de junho no Centro de Convenções do Ceará, em Fortaleza, e foi muito bem recebida por todos que visitaram nosso estande”, destaca Cristiano Kraemer, Gerente da Unidade de Negócios Avicultura da Polinutri.

O Provitam Bio Aves chega ao mercado com o aval técnico-científico da equipe do departamento técnico da Polinutri, referência no mercado de nutrição. Sua proposta é agir em diferentes situações do período de produção das aves, garantindo o balanço da flora intestinal natural frente a uma série de fatores comuns relacionados à intensa pressão da produção e seus efeitos negativos causadores do estresse das aves, sejam elas de corte, postura, ornamentais ou de estimação.

“O Provitam Bio Aves é um suplemento vitamínico completo que melhora a estabilidade da microbiota intestinal com aminoácidos, eletrólitos, osmoprotetores e probióticos. Trata-se de um produto desenvolvido para promover a saúde intestinal e reforçar a suplementação de vitaminas essenciais”, ressalta Cristiano Kraemer.

No campo, o porta-voz salienta que os avicultores ganharão ainda mais eficiência ao permitir a estabilidade da flora intestinal. Ele descreve que o Provitam Bio Aves foi desenvolvido para equilibrar e promover a microbiota intestinal benéfica, reforçando a suplementação de vitaminas que participam de diversas funções vitais, como a produção de energia, a síntese de proteínas, a formação de ossos e penas, e a proteção contra radicais livres.

“Seja em situações de desafios sanitários, quedas de imunidade, mudança de ambiente, elevada densidade populacional ou mesmo desidratação e estresse térmico, o Provitam Bio Aves passa a ser uma grande aliada da avicultura brasileira”, completa Kraemer.

De acordo com Andre Viana, Diretor Técnico da Polinutri, a tecnologia presente na solução nutricional conta com quatro cepas de micro-organismos em elevada concentração, que restauram e regulam a microbiota intestinal, colonizando o ambiente para uma microbiota mais saudável. As vitaminas presentes no Provitam (dos complexos C e B) auxiliam no fortalecimento do sistema imunológico e são cofatores de diversas reações do metabolismo das aves, além dos probióticos.

O produto também se destaca por sua fácil aplicação e versatilidade, sendo resistente ao cloro presente na água tratada, por exemplo, ou podendo ser adaptado à melhor forma de uso do avicultor, seja na ração farelada ou na água. “Todos esses benefícios elevarão a estratégia de produção, um compromisso da Polinutri, uma companhia que há 35 anos acredita que, ao lado dos nossos clientes, podemos ir mais longe”, completa Marcelo Torretta, Diretor Comercial Multiespécies da Polinutri.

Fonte: Assessoria
Continue Lendo

Empresas Cota coffee break

Vaxxinova patrocina o Congresso de Suinocultores, com ação durante o evento

Em formato híbrido, o Congresso de Suinocultores, que acontece no dia 11 de junho, será transmitido ao vivo

Publicado em

em

Arquivo / OP Rural

A Vaxxinova, reconhecida por sua atuação no setor de saúde animal, patrocina o Congresso de Suinocultores, que ocorrerá no dia 11 de junho, em Marechal Rondon, no Paraná. Durante o evento, a Vaxxinova irá realizar um sorteio especial, proporcionando aos participantes a chance de ganhar uma Alexa. Além disso, a empresa oferecerá um coffee break, reforçando seu compromisso em apoiar e enriquecer o setor de suinocultura no país.

O Brasil é o quarto maior produtor e exportador de carne suína do mundo, e o congresso é de suma importância para todo o setor produtores do Paraná, visto que, na cadeia de suínos, o estado ocupa a segunda posição no ranking nacional, produzindo 12 milhões de unidades em 2023, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). “Como o Brasil tem um papel significativo nesse mercado global, este evento é uma oportunidade vital para os produtores brasileiros se atualizarem sobre as melhores práticas e inovações, promovendo um intercâmbio de ideias para fortalecer ainda mais o setor”, comenta Rogério Petri, Gerente da Unidade de Negócios Suínos Vaxxinova.

Com uma programação rica e diversificada, o congresso, que reúne nomes importantes da suinocultura do estado e do Brasil, é promovido pelo jornal “O Presente Rural”, em parceria com Lar Cooperativa Agroindustrial e Frimesa e com o apoio do Sindiavipar e da ABCS. O evento terá participação presencial de convidados e transmissão ao vivo pelo Facebook e pelo YouTube do jornal, o que amplia o alcance do congresso, permitindo que mais pessoas se beneficiem das discussões e apresentações.

Fonte: Assessoria
Continue Lendo

Empresas

Visita da APCS ao Escritório da DanBred Brasil em Patos de Minas

Publicado em

em

(Foto: Divulgação)

A DanBred Brasil teve o prazer de receber a visita da liderança da Associação Paulista de Criadores de Suínos (APCS) e produtores do estado de São Paulo ao nosso escritório em Patos de Minas, nos dias 3 e 4 de junho de 2024. Este encontro teve como objetivo fortalecer a colaboração e parceria de longa data, promovendo o intercâmbio de conhecimentos e experiências no setor de suinocultura.

Durante a visita, os representantes da APCS tiveram a oportunidade de conhecer nossa estrutura e as inovações tecnológicas implementadas pela DanBred Brasil. Tivemos o prazer de contar com uma apresentação do presidente da APCS, Valdomiro Ferreira, que falou sobre o presente e futuro da suinocultura, enriquecendo o conhecimento de todos os envolvidos no setor de suinocultura da DanBred Brasil.

A programação incluiu reuniões com nossa equipe técnica e visitas às nossas instalações, onde apresentamos nossa estrutura de produção e melhoramento genético, bem como a evolução dos resultados que estamos trazendo para este ano.

Estamos entusiasmados com o fortalecimento dos laços com a APCS e de contribuir para o avanço do setor suinícola no Brasil.

Continue Lendo
AJINOMOTO SUÍNOS – 2024

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e recebas as principais notícias em seu email.