Conectado com
VOZ DO COOP

Empresas

ApexBrasil alcança número recorde de empresas apoiadas em 2023  

Mais de 17 mil empresas foram atendidas pela Agência. Programas de qualificação, de incentivo às exportações, equidade de gênero e de investimentos impulsionam o fortalecimento da presença do Brasil no comércio global.

Publicado em

em

Foto: Divulgação

O ano de 2023 foi de recordes históricos para a economia do País e também para a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil). Os números falam por si: no ano passado, o Brasil vendeu nada menos que US$ 339,7 bilhões para o exterior, registrando um saldo positivo de US$ 98,8 bilhões – um valor 60% maior que o registrado em 2022. E o fato de o Brasil nunca ter exportado tanto quanto agora indica, também, o sucesso do trabalho da ApexBrasil. Em 2023, a Agência bateu seu próprio recorde, com 17.061 empresas apoiadas. O aumento foi de 18% em relação ao ano passado e reflete o êxito da nova gestão, que vem implementando uma série de programas e ações dedicados à capacitação e à inclusão de novas empresas no ranking de exportadoras brasileiras.

“Os recordes em exportações e saldo são fruto do esforço do setor produtivo e da dedicação do governo federal, em especial do presidente Lula, em abrir mercados, melhorar as relações com parceiros e incentivar uma cultura exportadora. A ApexBrasil desempenha um papel fundamental nesse processo, qualificando as empresas para o mercado internacional e promovendo os produtos brasileiros em todo o mundo”, comentou o presidente da ApexBrasil, Jorge Viana.

Entre os resultados positivos alcançados em 2023, cabe destacar o montante exportado pelas 4.181 empresas apoiadas pela Agência e que exportaram no ano passado: foram mais de US$ 140,7 bilhões em vendas para o exterior, o que representa US$ 1,1 bilhão a mais que o exportado por essas mesmas empresas em 2022. O valor corresponde a 41% do total exportado pelo Brasil em 2023.

Além disso, das mais de 17 mil empresas apoiadas pela ApexBrasil em 2023, 43% delas são de micro e pequeno porte. O número chega a 48% se incluir atendimento a pessoas físicas. “Isso demonstra o esforço da Agência em difundir uma cultura exportadora nos mais variados setores produtivos do país, gerando impacto social e econômico”, afirma a diretora de Negócios da Agência, Ana Paula Repezza.

Ainda desse total, 2.588 empresas foram atendidas pela Gerência de Indústria e Serviços, enquanto 983 receberam apoio da Gerência de Agronegócio da Agência. Elas exportaram US$ 30 bilhões e US$ 89,3 bilhões, respectivamente. O valor é recorde também para o agro, setor estratégico para a ApexBrasil. De acordo com o Ministério da Agricultura e Pecuária (MAPA), o Brasil atingiu, durante o primeiro ano do Governo Lula em 2023, o recorde de 78 aberturas de novos mercados de agronegócio em 39 países. “A ApexBrasil vem contribuindo fortemente para a promoção do setor com estudos de inteligência de mercado, programas de qualificação e ações que colocam o produtor em contato direto com compradores internacionais, bem como com a execução de projetos setoriais de promoção de exportações que contemplam ações específicas para cada segmento do setor”, afirma o gerente de Agronegócio da ApexBrasil, Laudemir Muller.

Também no ano passado, as Regiões Norte e Nordeste tiveram protagonismo como nunca antes na história da ApexBrasil, com programas e ações voltados à valorização das respectivas regiões e à diminuição da disparidade entre as demais localidades do país em suas contribuições para o comércio exterior. Em 2023, foram 965 empresas do Norte atendidas pela Apex – 9% a mais do que no ano anterior, e, das quais, 262 passaram a exportar. Já do Nordeste, foram 2.279 empresas atendidas – 54 a mais do que em 2022, das quais 714 exportaram.

Relações comerciais  

Entre as grandes missões engajadas pela Agência em 2023 para estimular a exportação e os investimentos no Brasil, destacam-se ainda os esforços para reatar as relações comerciais com o mundo. Missões empresariais e presidenciais, fóruns econômicos e encontros com Setores de Promoção Comercial (SECOMs) promovidos pela ApexBrasil marcaram os primeiros passos rumo a essa reaproximação do Brasil com mercados importantes.

“Estamos restaurando a credibilidade do País e mostrando ao mundo a potência de nossa presença no comércio exterior”, afirmou Jorge Viana, que esteve ao lado do presidente Lula em visitas à África, Alemanha, Qatar e Arábia Saudita, além de ter marcado presença nas Américas Central, do Sul e no Caribe. Os encontros mostram o início de uma jornada de reaproximação com mercados prioritários e que, segundo Viana, está apenas começando.

Principais programas  

Os recordes registrados pela ApexBrasil em 2023 são fruto de longas e variadas agendas com vistas à diversificação da economia brasileira e ao fortalecimento da presença do Brasil no comércio global. Dentre os principais programas que impulsionaram os resultados positivos da Agência estão: Exporta Mais Brasil; Exporta Mais Amazônia; Mulheres e Negócios Internacionais; Brasil Investment Forum; e o Programa de Qualificação para Exportação (PEIEX).

Conheça, a seguir, um pouco mais sobre cada um e seus respectivos resultados em 2023:

Exporta Mais Brasil

Criado em 2023 pela nova gestão da ApexBrasil, o Exporta Mais Brasil busca uma aproximação ativa com os estados brasileiros para ampliar suas exportações. Entre agosto e dezembro do ano passado, o programa teve uma estreia memorável: foram R$ 275 milhões em negócios gerados a partir de 3.496 reuniões de negócios entre empresas e compradores internacionais que vieram a convite da ApexBrasil para participar de cada rodada.

Ao todo foram 13 rodadas realizadas em 13 estados, que promoveram 13 diferentes setores da economia. Foram eles: móveis (PB), rochas ornamentais (ES), cafés robustas amazônicos (RO), pescados (PR), artesanato (CE), cervejas especiais (RJ), cosméticos (GO), mel (SP), cafés arábicas (MG), calçados (RS), produtos amazônicos compatíveis com a floresta (AC), frutas (PE) e audiovisual (DF). Em 2024, o programa retorna comprometido a visitar mais 14 estados brasileiros. A primeira rodada será em Macapá (AP), dedicado ao setor de frutas e derivados.

Exporta Mais Amazônia

Inspirado no Exporta Mais Brasil, o Exporta Mais Amazônia foi lançado em dezembro de 2023, com o propósito de fomentar as exportações de produtos compatíveis com a floresta e com alto valor agregado da Amazônia brasileira. A primeira edição do programa aconteceu em Rio Branco (AC) e gerou R$ 50 milhões em negócios.

Ao longo de mais de 260 reuniões e uma intensa agenda de visitas técnicas, os 20 compradores internacionais que participaram tiveram a oportunidade de conhecer empresários da região e alguns centros de produção. O foco das rodadas foram os setores de açaí, cacau & chocolate, castanha do Brasil, peixes amazônicos, carnes bovina, suína e de frango.

Em 2024 o programa promete novas rodadas de negócio e ainda a realização de Mesas Executivas que reunirão governo, empresas e especialistas no âmbito do comércio exterior para buscar soluções aos entraves das exportações da região amazônica para o mundo.

Mulheres e Negócios Internacionais

Desde o início de 2023, quando a ApexBrasil assinou o termo de compromisso com a equidade gênero, a Agência tem buscado aproximar lideranças femininas às oportunidades comerciais em mercados estrangeiros. Em junho, a Agência lançou oficialmente o Programa Mulheres e Negócios Internacionais (MNI), que visa aumentar os atendimentos da ApexBrasil a empresas lideradas por mulheres. A meta é que elas representem pelo menos 50% dos atendimentos até 2026.

Desde então, além de ações oferecidas exclusivamente para mulheres, a ApexBrasil também tem incorporado a paridade de gênero em todas as suas atividades, com mecanismos que favorecem a maior participação de empresas lideradas por mulheres.

Os processos seletivos para feiras, cursos e eventos, por exemplo, passaram a contar com uma pontuação extra para empresas com lideranças femininas. Só em 2023, foram mais de 30 eventos sob essa nova orientação. Como resultado, em menos de um ano, já foram mais de mil mulheres sensibilizadas pelo programa.

Brasil Investment Forum

A sexta edição do Brasil Investment Forum (BIF), maior evento de atração de investimentos estrangeiros da América Latina, foi especial: ocorreu pela primeira vez em Brasília, no Palácio Itamaraty, sede do Ministério de Relações Exteriores do Brasil, nos dias 07 e 08 de novembro. O evento recebeu cerca de 800 inscrições, de 65 países diferentes, em modalidade presencial e online. Além da abertura com o presidente Lula, a ação contou com a participação de 14 ministros, três governadores e outras autoridades do governo federal.

Durante o BIF, empresas do setor de energia anunciaram quase R$ 40 bilhões de investimentos. Entre as anunciantes, estavam a Raízen, a Prumo Logística, a Acelen e a Atlas Agro. Os aportes anunciados foram, respectivamente, de R$ 20 bilhões em etanol de segunda geração; R$ 750 milhões em energia limpa; R$ 12 bilhões em novas plantas de biocombustíveis e R$ 4,5 bilhões para a descarbonização da indústria de fertilizantes.

PEIEX

O Programa de Qualificação para Exportação é uma iniciativa da Agência que oferece para empresas de todos os portes e setores capacitação gratuita para exportação. Ao longo de último ano, 2578 empresas aderiram ao Programa. No ciclo entre 2021 e 2023, o PEIEX atendeu 5334 empresas, sendo que destas 827 exportaram e geraram US$ 3,16 bilhões

Fonte: Assessoria ApexBrasil 

Empresas

GenoMar lança linha genética premium no Brasil

Essa genética tem sido desenvolvida há mais de 30 anos e até agora estava presente apenas na Ásia.

Publicado em

em

Foto: Divulgação/GenoMar Genetics

O Grupo GenoMar Genetics, reconhecido mundialmente por fornecer genética de tilápia através de marcas como GenoMar, Aquabel e AquaAmerica, apresenta a linha GenoMar ao mercado brasileiro. Esta genética de tilápia premium tem sido desenvolvida há mais de 30 anos e até agora estava presente apenas na Ásia.

Este marco segue anos de planejamento e investimentos substanciais, incluindo a construção de um centro de reprodução de referência em tecnologia e biosseguridade no estado Tocantins, seguido da importação desta nova genética ao Brasil.

A empresa agora passa a gerenciar o programa de melhoramento genético GenoMar também a partir da Américas, dando mais segurança de abastecimento à indústria global.

GenoMar 1000: uma tilápia de rápido crescimento

O programa genético GenoMar consiste em um portfólio de linhagens e produtos adaptados às diferentes necessidades da indústria global de Tilápia. Com base nas características do mercado brasileiro, a empresa está lançando seu primeiro produto chamado GenoMar 1000 e ainda conta com mais 1 a 2 novos produtos a serem lançados nos próximos anos.

GenoMar 1000 é uma linhagem selecionada para um rápido crescimento que reduz o ciclo produtivo com consequente aumento de produtividade. O produto também combina robustez, resistência a patógenos específicos e rendimento de filé.

Testes de campo no Brasil

Nos testes pré-lançamento realizados em condições de cultivo comercial em águas brasileiras, os animais GenoMar 1000 cresceram de aproximadamente 20 para 1.000 gramas em 114 dias em tanques-rede e 121 dias em tanques escavados. O desempenho dos animais foi comparado em condições de cultivo idênticas frente a uma genética local e de referência no Brasil e apresentaram um crescimento 30 % superior.

Além do crescimento superior, os grupos de peixes GenoMar 1000 também apresentaram uniformidade significativamente melhores e as taxas de sobrevivência em tanques-rede foram superiores. Durante o experimento em tanques-rede foi diagnosticado a presença e o desafio pelo patógeno Streptocccus agalactiae. Esta maior sobrevivência associa-se a elevada tolerância a esta infecção e está associada à seleção para resistência as Estreptococoses feita ao longo de gerações nos peixes GenoMar.

Distribuição inicialmente limitada

“As primeiras vendas estão sendo feitas para um grupo seleto de clientes-chave e grandes produtores de Tilápia no Brasil. Essas empresas são verticalizadas e orientadas ao atendimento do mercado interno assim como as exportações. Juntamente com a GenoMar, querem aumentar sua produtividade e lucratividade por meio da absorção de uma genética líder mundial”, afirma Rodrigo Zanolo, Diretor Comercial do Grupo GenoMar Genetics.

Grande potencial de crescimento da indústria brasileira de tilápia

O Brasil é o quarto maior produtor de tilápias do mundo e está preparado para um forte crescimento futuro devido aos seus recursos naturais, forte consumo interno e ao apetite pela absorção de novas tecnologias.

Devido a essas características, a GenoMar tem investido estrategicamente no mercado brasileiro, incluindo a construção de seu segundo núcleo genético no estado do Tocantins e o estabelecimento de um robusto time de Pesquisa e Desenvolvimento para apoiar o desenvolvimento genético e os altos níveis de biossegurança em seus programas de melhoramento.

“Estamos muito orgulhosos do lançamento comercial da GenoMar no Brasil. A chegada dessa genética premium ao mercado brasileiro representa o cumprimento do nosso compromisso com a indústria e só foi possível devido à competência e paixão da nossa equipe”, afirma Alejandro Tola, CEO do Grupo GenoMar Genetics.

Grupo GenoMar Genetics

O Grupo GenoMar Genetics é uma empresa internacional de produção e distribuição de genética em aquicultura com foco nos mercados globais de Tilápia. A partir de centros de produção na Noruega, Ásia e América Latina, a empresa gerencia programas de inovação e tecnologia para algumas das marcas independentes mais reconhecidas do setor, como GenoMar e Aquabel.

Uma infraestrutura de produção desenvolvida e em expansão permite disseminar o progresso genético e o fornecimento de estoques de alta qualidade durante todo o ano aos aquicultores de todo o mundo, contribuindo para uma indústria de Tilápia sustentável e rentável.

Fonte: Assessoria Grupo GenoMar Genetics
Continue Lendo

Empresas

MSD Saúde Animal adquire área de aquacultura da Elanco

Investimento reforça a posição da companhia no mercado para garantir a saúde, o bem-estar e a sustentabilidade dos peixes, além de complementar o amplo portfólio de produtos, vacinas e soluções tecnológicas

Publicado em

em

Divulgação MSD

A MSD Saúde Animal assinou um acordo para adquirir a área de aquacultura da Elanco Saúde Animal por US$ 1,3 bilhão. A aquisição contempla um portfólio inovador de medicamentos e vacinas, produtos nutricionais e suplementos para o setor de peixes, além de duas instalações fabris para aquacultura no Canadá e no Vietnã e um centro de pesquisa no Chile. Espera-se que a aquisição seja concluída até meados de 2024, sujeita a aprovações das autoridades regulatórias e demais condições do acordo.

A aquisição ampliará o portfólio de aquicultura da companhia com produtos como CLYNAV®, uma vacina de nova geração baseada em DNA e que protege o salmão do Atlântico contra a doença do pâncreas, e IMVIXA®, um tratamento antiparasitário para piolhos do mar. O investimento também contempla produtos de tratamento de água para a produção em águas quentes, complementando o portfólio antes exclusivo de vacinas da MSD Saúde Animal. Além das soluções, a tecnologia de vacinas baseada em DNA tem o potencial de acelerar o desenvolvimento de novas vacinas para atender às necessidades da indústria de aquicultura.

“Estamos entusiasmados com a aquisição dos produtos e soluções da Elanco, bem como a capacidade e experiência que a equipe traz para o nosso negócio”, diz Rick DeLuca, presidente global da MSD Saúde Animal. “Acreditamos que essa aquisição, juntamente com nossos esforços comerciais e científicos, proporcionará benefícios para nossos clientes de aquacultura. A adição desse portfólio inovador de produtos, que envolvem vacinas, tratamentos antiparasitários, suplementos de água e nutrição para culturas de água quente e fria nos estabelecerá como líder no setor”, completa.

O CEO da Elanco Saúde Animal, Jeff Simmons, afirma: “Após um processo robusto no último ano, a MSD Saúde Animal emergiu como o comprador estratégico certo para o negócio de aquicultura. Estou confiante de que eles continuarão a entregar valor aos clientes que dependem desses produtos e criar oportunidades para continuarem crescendo. Somos profundamente gratos à dedicação de nossa organização com nossos clientes e ao nosso propósito de enriquecer vidas com proteína animal”.

Últimas aquisições da MSD Saúde Animal no setor de aquicultura

Esta negociação comercial é a mais recente de uma série de aquisições que aumentaram o alcance e o destaque da unidade de Aquicultura da MSD Saúde Animal. Em março de 2019, a companhia adquiriu a Scan Aqua AS, uma empresa de saúde e bem-estar de peixes, com sede na Noruega, focada nos principais produtos da área. Em abril de 2019, anunciou a conclusão da aquisição da Antelliq Corporation, que incluiu a BIOMARK, uma tecnologia passiva integrada de marcação e rastreamento de transponder (PIT) para monitorar peixes de vida selvagem.

Já em dezembro de 2019, a empresa adquiriu a Vaki, líder em equipamentos de monitoramento para a conservação de peixes silvestres e tecnologia de monitoramento de vídeo em tempo real para o cuidado avançado da saúde e do bem-estar dos peixes.

Conselheiros

Goldman Sachs atuou como consultor financeiro da MSD Saúde Animal nessa transação, e a Covington & Burling LLP atuou como consultora jurídica.

Fonte: Assessoria
Continue Lendo

Empresas Troca de conhecimento

Vaxxinova confirma participação na ABRAVES-PR

Unidade de Negócios Suinocultura da empresa cresce a cada ano e já lidera o mercado com solução para controle de Streptococcus suis

Publicado em

em

Equipe Vaxxinova - Divulgação

Rogerio Petri, Gerente da Unidade de Negócio Suínos

Além da participação do encontro técnico regional da ABRAVES-PR, entre 13 e 14 de março, a multinacional Vaxxinova, também patrocinará o acontecimento. “O ano se inicia com este evento significativo para o setor, no qual poderemos compartilhar oportunidades e experiências com outros profissionais, discutindo temas cruciais para o crescimento da indústria”, detalha Rogério Petri, gerente da Unidade de Negócios Suinocultura.

A empresa é reconhecida no mercado devido ao portfólio inovador para a prevenção e cuidado de animais de produção, especialmente no mercado suíno. “A nossa vacina autógena Govaxx, que é uma marca global, se destaca devido aos seus excelentes resultados. Ela é mais uma de nossas soluções em que nossa equipe, altamente capacitada, trabalhou para alinhar às demandas e necessidades específicas do setor”, acrescenta o gerente.

No portfólio da companhia, além da solução para o controle de Streptococcus suis, encontram-se também vacinas autógenas direcionadas ao combate de doenças bacterianas respiratórias, incluindo Glaesserella parasuis, Pasteurella multocida, Actinobacillus suis e Actinobacillus pleuropneumoniae. Estas doenças, se não tratadas adequadamente, podem levar a taxas significativas de mortalidade. “O compromisso da Vaxxinova é apoiar os produtores com a implementação de estratégias eficazes, proporcionando soluções contra essas doenças que podem representar uma ameaça econômica considerável para a indústria suína. Essas iniciativas demonstram o compromisso da nossa empresa em fornecer um alto nível de atendimento às demandas da indústria, fortalecendo a saúde e a rentabilidade das granjas”, informa o gerente.

Este ano, a Vaxxinova é uma das patrocinadoras do encontro regional ABRAVES-PR 2024, que tem como tema “Agregando Valor da Produção à Comercialização”. Para a Rogério Petri, é um privilégio colaborar nesta edição do evento que se alinha aos objetivos fundamentais da empresa: cuidar de vidas e alimentar o mundo. “Sabemos o quão importante é o cuidado e manejo adequados dos animais de produção e é justamente este cuidado, esse manejo adequado que preserva e agrega valor ao produto final. É essa mensagem que queremos propagar. Além disso, essa parceria com a ABRAVES é uma maneira eficaz de agregar valor e estimular a troca de conhecimento entre profissionais do setor”, finaliza Petri.

Fonte: Assessoria
Continue Lendo

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e recebas as principais notícias em seu email.