Conectado com
VOZ DO COOP

Notícias Rio Grande do Sul

Agricultura conduz ações de vigilância a partir do foco de gripe aviária em Rio Pardo

Secretaria espera concluir as visitações na área delimitada na sexta-feira (16).

Publicado em

em

Foto: Júlia Chagas/Seapi

Em reunião realizada na quarta-feira (14), a Secretaria da Agricultura, Pecuária, Produção Sustentável e Irrigação (Seapi) apresentou a representantes do setor produtivo e do Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) as ações tomadas a partir da confirmação de um foco de influenza aviária de alta patogenicidade, a H5N1, em aves silvestres numa propriedade de Rio Pardo. O recolhimento da amostra ocorreu em 8 de fevereiro, com o laudo confirmando a infecção emitido pelo laboratório de referência do Mapa em Campinas no domingo, 11 de fevereiro.

Conforme preconizado pelo Ministério, um raio de três quilômetros foi traçado a partir do foco, contabilizando 27 propriedades com registro de produção animal na área delimitada.

“Vamos cobrir uma área maior, com raio de cinco quilômetros, e neste novo traçado temos 124 propriedades com aves”, contou a diretora do Departamento de Vigilância e Defesa Sanitária Animal da Secretaria (DDA/Seapi), Rosane Collares.

A Secretaria espera concluir as visitações na área delimitada nesta sexta-feira. Propriedades localizadas em um raio de 10 quilômetros a partir do foco de Rio Pardo também serão visitadas pelas equipes da Seapi, numa ação que deve ser concluída na próxima terça-feira.

O presidente da Associação Gaúcha de Avicultura (Asgav), José Eduardo dos Santos, destacou que a entidade vem conduzindo auditorias extras entre os associados, com uma lista de verificação das medidas de biosseguridade que as granjas comerciais devem adotar para evitar o ingresso da gripe aviária em seus plantéis.

O presidente do Fundo de Desenvolvimento e Defesa Sanitária Animal (Fundesa), Rogério Kerber, informou que a entidade aportou mais de R$ 1,2 milhão no setor da avicultura em 2023, com materiais de divulgação sobre a enfermidade, treinamentos e atualizações dos técnicos do Serviço Veterinário Oficial.

O secretário adjunto da Agricultura, Márcio Madalena, disse que a Secretaria está em contato com a Fetag e a Farsul para reforçar a comunicação sobre a gripe aviária entre seus federados. “São grandes parceiros que podem nos ajudar muito a levar informações técnicas aos produtores rurais, combatendo a desinformação”, destacou.

Ações de conscientização sobre a importância da notificação de casos suspeitos são feitas de forma contínua pela Secretaria da Agricultura desde o ingresso da gripe aviária na América do Sul, em outubro de 2022, e o foco confirmado de Rio Pardo é um exemplo de como a população vem absorvendo essas informações.

“Uma equipe da Seapi promovia atividades de vigilância em febre aftosa em Rio Pardo e aproveitou a oportunidade para distribuir folhetos sobre a gripe aviária. Com estas informações, o morador notificou as sete aves silvestres mortas em sua propriedade. Esse caso mostra a importância das ações de educação sanitária que estamos promovendo desde o ano passado”, pontuou Rosane.

Fonte: Seapi

Notícias Dia do Churrasco

ABPA inicia campanha por mais carnes de aves e de suínos na grelha

Em parceria com a Asgav e o SIPS, entidade realizou uma ação durante a ExpoChurrasco, em que foram servidos mais de 200 quilos de cortes assados, incluindo pratos especiais preparados pelo chef Marcelo Bortolon. A iniciativa continuará com a divulgação de vídeos nas redes sociais da ABPA, destacando a variedade e o potencial dessas carnes para grelha.

Publicado em

em

Foto: Shutterstock

Às vésperas do Dia Nacional do Churrasco, comemorado em 24 de abril, a ABPA deu início a uma mobilização para estimular a adoção de mais cortes de carne de frango e de carne suína no cardápio das confraternizações que envolvam preparos na churrasqueira.

No último fim de semana, a ABPA promoveu, em parceria com a Associação Gaúcha de Avicultura (Asgav) e o Sindicato das Indústrias de Produtos Suínos do Rio Grande do Sul (SIPS) uma grande ação em meio à ExpoChurrasco, em Porto Alegre (RS).

Foram mais de 200 quilos de cortes de aves e de suínos assados e servidos ao longo das seis horas de evento, incluindo o preparo de pratos especiais sob a batuta do chef Marcelo Bortolon – um verdadeiro convite à degustação de cortes diferenciados para a grelha.

E a promoção dos cortes para churrasco não terminou no evento gaúcho. A partir das imagens capturadas na ação, uma série de vídeos ilustrativos e informativos sobre cortes diferenciados para o churrasco será difundida nas redes sociais institucionais e de consumo da ABPA.  O primeiro deles chegou às redes da ABPA hoje, e pode ser conferido no link https://www.instagram.com/reel/C6Hdy_wxgw-/?igsh=MWg1aDQwbTh4Z3E5dw%3D%3D.

“Queremos despertar a criatividade do público para mais cortes de carnes suínas e de aves nos churrascos. Além da praticidade e do sabor que casam muito bem com as grelhas, são produtos acessíveis e que tem todo o potencial para ganhar ainda mais protagonismo. Vamos focar nossa campanha nessas características, que são diferenciais nestas proteínas”, ressalta o presidente da ABPA, Ricardo Santin.

Fonte: Assessoria ABPA
Continue Lendo

Notícias

Quarenta empresas de nutrição animal participam do SIAVS 2024

Maior feira dos setores no Brasil reunirá diversas soluções para a cadeia produtiva

Publicado em

em

Foto O Presente Rural

Cerca de quarenta empresas fornecedoras em diversos segmentos da área de nutrição animal já confirmaram participação na exposição do Salão Internacional de Proteína Animal (SIAVS), maior evento dos setores no Brasil, que acontecerá entre os dias 06 e 08 de agosto, no Distrito Anhembi, em São Paulo (SP).

De acordo com a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) – entidade organizadora do evento – empresas com variados perfis estarão no espaço de exposição do evento, de empresas brasileiras a grandes multinacionais, com focos variados dentro da nutrição animal.

As empresas se somam às outras centenas de marcas presentes no SIAVS, de agroindústrias produtoras e exportadoras de carne de frango, carne suína, carne bovina, ovos e peixes de cultivo, além de fornecedores de equipamentos, genética, insumos farmacêuticos e outros elos da cadeia produtiva que estarão nos mais de 22 mil metros quadrados destinados apenas à área de exposição.

“Temos presença massiva de segmentos inteiros dentro da exposição do SIAVS, que cresceu já 50% em relação à edição passada. Esta forte expansão é um marco importante do que se espera para a edição deste ano, com novos recordes registrados”, avalia o diretor da feira do SIAVS, José Perboyre.


Informações sobre expositores, credenciamento e detalhes da programação estão disponíveis no site do evento.

Fonte: ABPA
Continue Lendo

Notícias

Porto de Paranaguá bate recorde de movimentação em 24 horas: 146 mil toneladas

Foram mais de 146 mil toneladas movimentadas no corredor de exportação em três navios com destino à China e Espanha. O número representa um aumento de 5% em relação à marca anterior, registrada entre os dias 29 e 30 de agosto de 2019 (138.988,98 toneladas).

Publicado em

em

Foto: Claudio Neves/Portos do Paraná

Mais de 146 mil toneladas de soja foram movimentadas no Corredor de Exportação Leste do Porto de Paranaguá entre os dias 20 e 21 de abril, o que significa um recorde operacional em 24 horas (entre todos os produtos). O número também representa um aumento de 5% em relação à marca anterior, registrada entre os dias 29 e 30 de agosto de 2019 (138.988,98 toneladas).

“Três berços movimentaram mais de 146 mil toneladas de grãos e farelos de soja com destino à China e Espanha. A movimentação com excelência na operação de três navios permitiu mais um recorde histórico para a Portos do Paraná”, disse o diretor-presidente da Portos do Paraná, Luiz Fernando Garcia. “Estes números são resultados dos investimentos em gestão portuária dos portos paranaenses”. Três embarcações receberam o produto: Nikolas D, Guo Yuan 32 e Guo Yuan 82.

Ele cita como fatores responsáveis pelo recorde a manutenção de equipamentos e estratégias logísticas para melhor aproveitamento dos berços e das equipes da operação, além da demanda mundial pela commodity. “A movimentação total também trouxe resultados importantes para as empresas envolvidas. Oito terminais embarcaram mais de mil toneladas/hora por equipamento. É um número impressionante alcançado devido às manutenções anuais e à inteligência logística portuária”, enfatizou Garcia.

Este trabalho de planejamento operacional e de engenharia rendeu aos portos paranaenses quatro prêmios de gestão portuária pelo governo federal. Atualmente os portos paranaenses são reconhecidos pela melhor administração do Brasil. Os portos de Paranaguá e Antonina alcançaram a nota máxima no Índice de Gestão das Autoridades Portuárias (IGAP) na principal categoria entre os portos públicos brasileiros.

Recordes

Além dos números expressivos em movimentação diária, os portos de Paranaguá e Antonina registraram oito recordes seguidos de produtividade mensal, desde agosto de 2023. O mais recente foi em março deste ano, com 5.968.934 toneladas movimentadas, 11% a mais que em 2023 (5.357.799 toneladas).

Além dos oito meses de recordes seguidos, os números gerais revelam um crescimento significativo em 2024. No primeiro trimestre houve aumento de 16% em comparação ao ano passado. Foram mais de 16 milhões de toneladas movimentadas só este ano. Na exportação, os destaques vão para as commodities de soja e açúcar, já na importação o fertilizante é o produto mais movimentado.

Fonte: AEN-PR
Continue Lendo
SIAVS 2024 E

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e recebas as principais notícias em seu email.