Conectado com
VOZ DO COOP

Notícias

2º Fórum Brasil Sul de Bovinocultura de Corte inicia programação do 12º SBSBL

Promovido anualmente pelo Núcleo Oeste de Médicos Veterinários e Zootecnistas (Nucleovet), o evento iniciou na terça-feira (7) e segue até quinta-feira (9), no Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo de Nes, em Chapecó (SC).

Publicado em

em

Integração lavoura-pecuária, melhoramento genético e terminação intensiva de bovinos. Esses foram os temas principais das palestras realizadas no 2º Fórum Brasil Sul de Bovinocultura de Corte, pré-evento do 12º Simpósio Brasil Sul de Bovinocultura de Leite promovido pelo Núcleo Oeste de Médicos Veterinários e Zootecnistas (Nucleovet). A segunda edição do Fórum ocorreu na manhã desta terça-feira (7) e contou com a participação de palestrantes renomados no setor.

“A importância da integração lavoura-pecuária na cadeia produtiva da carne” foi o tema da palestra conferida pelo professor do curso de Agronomia da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), dr. Paulo Fernando Adami. Estratégia de produção que tem se destacado no Brasil nos últimos anos, a integração lavoura-pecuária permite uma
utilização de diferentes sistemas produtivos na mesma área, podendo promover maior rentabilidade e estabilidade produtiva, diversificada e sustentável.

Conforme exposto pelo palestrante, o uso da integração pode ser visto como uma alternativa de opção viável frente ao clima do estado de Santa Catarina. “Mesmo em propriedades menores é possível trabalhar com pecuária de corte em sistemas intensivos, reduzindo riscos da atividade produtiva como perdas por condições climáticas. Utilizar
somente um sistema usual, como soja-milho, pode se tornar uma enorme frustração caso se enfrente imprevistos. Com um sistema que inclua a pecuária, os riscos são reduzidos, aumentando a exploração e melhorando a eficiência produtiva”, explicou.

Melhoramento genético

Na segunda palestra do Fórum, o chefe geral da Embrapa Pecuária Sul em Bagé/RS, Fernando Cardoso, abordou o tema “o papel do melhoramento genético para pecuária sustentável”, apresentando essa estratégia para aumento da sustentabilidade da pecuária, por meio de animais mais produtivos e adaptados às condições de criação. O auxílio da
genômica afeta positivamente diversos aspectos como a produção de leite, o consumo e a eficiência alimentar, a resistência a doenças e parasitas, a longevidade animal, a qualidade do produto e a emissão de metano. “Para atingir os objetivos do melhoramento genético pensando em maximizar o lucro do produtor, é necessário levar em conta o
sistema de produção e o mercado disponível, atentar-se as demandas, identificar as características de importância econômica e caracterizar o nível do rebanho. Para, a partir disso, identificar os objetivos e critérios de seleção”, explicou.

O modelo bio-econômico de MacNeil, ferramenta que tem se destacado entre as pesquisas, também foi ressaltada por Cardoso. “São quatro componentes que distinguem e guiam o melhoramento genético. O rebanho de cria, a recria/terminação, o valor de carcaça e a resistência à parasitas”. Do mesmo modo, apresentou resultados da pesquisa
desenvolvida pela Embrapa Pecuária Sul que capaz de mensurar a emissão de gás metano. “Por meio da coleta do metano emitido por jovens reprodutores de uma mesma raça, mantidos sob condições idênticas de manejo e alimentação durante cinco dias, se torna possível identificar animais mais eficientes na relação entre consumo de
alimentos, ganho de peso e menor emissão do gás”.

O palestrante finalizou sua explanação salientando o objetivo e a importância de incentivar os produtores a focar na genética nacional e na produção de linhagens mais adaptadas, que trazem maior rentabilidade e menores custos de produção, contribuindo para a sustentabilidade da pecuária local.

Terminação intensiva

O professor em nutrição de gado de corte na FAgro – Faculdade de Agronomia do Uruguai, dr. Alvaro Simeone encerrou a programação do 2º Fórum Brasil Sul de Bovinocultura de Corte com a palestra “Terminação intensiva de bovinos de corte a pasto”, onde apresentou as informações geradas na Unidade de Produção Intensiva em Gado de Corte (UPIC) da Faculdade de Agronomia do Uruguai sobre tecnologias relacionadas à terminação de bovinos para carne combinando pastagens com o uso de alimentos concentrados. Conforme Alvaro, a abordagem da UPIC consiste na análise de dois fatores – a resposta animal exclusivamente a pasto comparada à resposta animal
frente à incorporação de alimentos concentrados em sistemas pastoris.

Simeone finalizou sua exposição das características e vantagens destacadas pela pesquisa, alertando para a crucialidade da avaliação do contexto econômico. “O uso de alimentos concentrados pode ser considerado uma estratégia para melhorar a eficiência da recria e engorda em invernada. Mas, para isso, é preciso ter como base os coeficientes técnicos da suplementação e do confinamento, aliado a avaliação de viabilidade econômica em diferentes cenários de custos”.

SBSBL

Promovido anualmente pelo Núcleo Oeste de Médicos Veterinários e Zootecnistas (Nucleovet), o 12º Simpósio Brasil Sul de Bovinocultura de Leite (SBSBL) iniciou nesta terça-feira (7) e segue até quinta-feira (9), no Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo de Nes, em Chapecó (SC).

Neste ano, o evento conta com novidades. Além da 7º Brasil Sul Milk Fair e do 2º Fórum Brasil Sul de Bovinocultura de Corte, o 1º Simpósio Catarinense de Pecuária de Leite à Base de Pasto promovido pela Epagri, também integrará a programação científica do SBSBL. Bem como, o evento estreará a Fazenda do Futuro, realizado pelo Nucleovet e Ecossistema de Inovação de Chapecó, com apoio do Pollen Parque, Deatec/Acate e Sebrae-SC.

Apoio

O 12º Simpósio Brasil Sul de Bovinocultura de Leite tem apoio da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), do Conselho Regional de Medicina Veterinária de SC (CRMV/SC), da Sociedade Catarinense de Medicina Veterinária (Somevesc), da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc), da Prefeitura de
Chapecó e do Conselho Brasileiro de Qualidade do Leite (CBQL).

Confira a programação de 09/11

12º Simpósio Brasil Sul de Bovinocultura de Leite

Painel: Genética e Saúde – AUDITÓRIO PRINCIPAL

8h: Impactos do estresse calórico e da emissão de gases de efeito
estufa em rebanhos leiteiros: estratégias de seleção genômica para
minimizar seus efeitos

Palestrante: Dr. Marcos Vinicius Barbosa da Silva

9h: Pontos-chaves no período de transição

Palestrante: José Eduardo Portela Santos

10h: Milk Break

10h40: Distúrbios metabólicos: o que está em jogo?

Palestrante: José Eduardo Portela Santos

11h40: Mesa Redonda

12h20: Encerramento e sorteio de brindes

Dia 09/11

13h30: Visita à campo – Conhecendo a realidade da produção de leite
à base de pasto – Visita na propriedade de família acompanhada pela
Epagri.

Fonte: Assessoria SBSBL

Notícias Mercado e perspectivas futuras

Suinocultura é foco do 1º dia de congresso promovido pelo O Presente Rural

Evento segue nesta quarta-feira (12) com programação voltada à avicultura.

Publicado em

em

O agronegócio esteve em pauta nesta terça-feira (11), com a realização do Congresso de Avicultores e Suinocultores O Presente Rural, evento que conta com a participação de lideranças destes setores, especialistas, representantes de cooperativas e produtores.

No primeiro dia de programação, o foco foi a suinocultura, quando foram abordados assuntos como o mercado da carne suína, cenário atual, perspectivas futuras, aumento do consumo interno, exportações entre outros.

Amanhã, quarta-feira (12), a avicultura será o foco do evento. Assista à matéria em vídeo.

Fonte: Produzido em parceria com O Presente
Continue Lendo

Notícias

Players globais da proteína animal debatem futuro do setor em painel no Siavs 2024

Brasil, EUA e China e representante de órgão internacional abordam visões sobre o comércio global.

Publicado em

em

Representantes de grandes produtores mundiais da proteína animal participarão de um painel sobre o futuro da cadeia produtiva internacional durante debate que acontecerá em meio ao Salão Internacional de Proteína Animal (Siavs), maior evento dos setores no Brasil, programado entre os dias 06 e 08 de agosto, no Distrito Anhembi, em São Paulo (SP).

Nomeado como “Visão dos players globais sobre a proteína animal”, o painel reunirá o presidente Conselho de Exportação de Aves e Ovos dos EUA (USAPEEC), Greg Tyler, juntamente com presidente da Câmara de Comércio de Alimentos e Produtos Nativos da China (CFNA), Madame Yu Lu, e o secretário-geral do Conselho Mundial da Avicultura (IPC), Nicoló Cinotti.

No debate mediado pelo diretor de mercados da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), Luís Rua, visões distintas de atuação no mercado global traçarão perspectivas sobre os caminhos que serão percorridos pela indústria de proteína animal no futuro. “É um debate com visões complementares promovido por representantes de dois dos maiores produtores mundiais de carne de frango e carne suína, além do representante do órgão máximo da avicultura, o Conselho Mundial de Avicultura. Além do mais, a China é o principal importador mundial das proteínas de aves e suínos. A expectativa é que a gente possa ter uma discussão de alto nível, pensando em todos os elos, desde a produção até o comércio internacional. Esperamos dialogar dentro do propósito pela garantia da segurança alimentar global”, avalia Rua.

Confira a programação completa do Siavs clicando aqui.

Continue Lendo

Notícias Acompanhe ao vivo

Congresso de Avicultores e Suinocultores O Presente Rural reúne os principais atores da cadeia produtiva

Evento teve início nesta terça-feira (11) com foco na cadeia suinícola. Programação segue na quarta-feira (12) voltada à avicultura.

Publicado em

em

O jornal O Presente Rural, em parceria com a Lar Cooperativa Agroindustrial e a Frimesa, com apoio do Sindicato das Indústrias de Produtos Avícolas do Paraná (Sindiavipar) e da Associação Brasileira dos Criadores de Suínos (ABCS), promove entre terça (11) e quarta-feira (12) o Congresso de Avicultores e Suinocultores O Presente Rural, no salão comunitário da Igreja Católica em Marechal Cândido Rondon, no Oeste do Paraná.

O evento reúne os principais especialistas em avicultura e suinocultura, oferecendo uma programação específica destinada a promover conhecimento e inovação nesses setores essenciais para o agronegócio brasileiro.

Acompanhe ao vivo a programação do Congresso de Avicultores e Suinocultores O Presente Rural

Feira de Negócios

Uma das novidades do evento deste ano é a Feira de Negócios, que contará com a participação de algumas das mais importantes empresas brasileiras e multinacionais, com focos variados em nutrição e saúde animal, equipamentos, genética, entre outros segmentos.

Realização, apoio e patrocínio

O evento é realizado pelo jornal O Presente Rural, Lar Cooperativa Agroindustrial e Frimesa, com o apoio do Sindicato das Indústrias de Produtos Avícolas do Paraná (Sindiavipar) e da Associação Brasileira dos Criadores de Suínos (ABCS).

Além disso, conta com o patrocínio de importantes empresas do setor, incluindo na cota diamante Agrifirm, Agroceres PIC, American Nutrients, Biochem, Boehringer Ingelheim, Casp, Dandred, Grasp, MSD Saúde Animal, Oligo Basics, Sicredi e Vetanco; na cota ouro Cargill, Cobb, Huvepharma, Phibro, Salus, Suiaves, Vaccinar; na cota prata Agroceres Multimix, Aleris, Cinergis Agronegócios, DNA South America, Equittec, GD Brasil, HB Agro, Imeve, MS Schippers, NNATRIVM, Sanex, Sauvet, Sicoob, Suitek e Xcare; e na cota especiais BioSyn, MM2, Natural BR Feed, Ourofino, Polinutri, Vaxxinova e VetQuest.

Com uma programação tão rica e diversificada, o Congresso de Avicultores e Suinocultores O Presente Rural promete ser uma experiência enriquecedora para todos os envolvidos, refletindo o compromisso contínuo com a inovação e o avanço do agronegócio brasileiro.

Confira a programação do Congresso de Avicultores e Suinocultores O Presente Rural

Fonte: O Presente Rural
Continue Lendo
AJINOMOTO SUÍNOS – 2024

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e recebas as principais notícias em seu email.