Conectado com

Empresas

Vetanco realiza ciclo de Oficinas em parceria com a Avivar

Os treinamentos foram realizados em todas as regiões de produção de frango de corte da empresa parceira

Publicado em

em

Divulgação

A unidade brasileira da Vetanco realizou entre os dias 18 e 20 de fevereiro, em parceria com a Avivar Alimentos, mais uma etapa das Oficinas Vetanco. Essa rodada de palestras, que foi conduzida pelo consultor técnico e médico veterinário Fabrizio Matté, teve como tema “Estratégias de manejo e biosseguridade no intervalo entre lotes”. A organização das Oficinas foi um trabalho da Avivar juntamente com o coordenador de Território para a região, o médico veterinário Felipe Chiarelli.

Os treinamentos foram realizados em todas as regiões de produção de frango de corte da empresa parceira, perfazendo um total de seis encontros nas seguinte cidades: São Sebastião do Oeste, Pedra do Indaiá, Formiga, São José do Salgado e Itapecerica, todas elas no estado mineiro.

Participaram destes dias de trabalho vários consultores técnicos responsáveis por suas respectivas regiões: Armando Rocha, Davi Amaro, Ivanildo Duarte, Joelmir Santos, Luciano Mendonça, Marco Túlio Ricardo, Roney Santos e Yuri Morais. Estiveram presentes também Elênio Costa, Adriano Torelli, Hélio Carvalho, Samuel Bottrel, Márcio Costa e Amanda Borges, aos quais a Vetanco agradece imensamente pela oportunidade de se fazer presente, dialogando diretamente com os envolvidos no processo produtivo.

Sempre que participa desse tipo de ação, a Vetanco cumpre com seu objetivo de colaboração com o desenvolvimento técnico das equipes, fortalecendo o setor avícola brasileiro que tanto orgulha nosso país, tornando a vida de todos cada vez melhor.

Fonte: Assessoria
Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × 2 =

Empresas Avicultura

Galinha Caipira: Porque limpar o galinheiro?

Publicado em

em

Foto: Divulgação

Guilherme Augusto Vieira[1]

 

Atualmente observa-se uma tendência de resgate da cultura do consumo de ovos e carnes da “Galinha Caipira”, onde a população urbana valoriza os produtos oriundos desta produção com consumo principalmente dos ovos, verificando-se uma crescente na produção de galinhas caipiras, principalmente entre os pequenos produtores e também nas fazendas de produção pecuária como complemento de renda.

Entretanto, a nova “Galinha Caipira” mudou. Este “novo” animal tem uma genética mais apurada, exigindo instalações adequadas, manejo sanitário e nutricional com nova modelagem genética destes animais sem perder a rusticidade da “Galinha Caipira”.

Logo não se deve produzir a nova “Galinha Caipira” como nos tempos dos nossos avós.

Apesar de notar um novo avanço nesta produção, uma parcela significativa dos produtores de galinhas caipiras não realizam a limpeza e higiene dos galinheiros e galpões, realizando apenas uma etapa no processo de higiene, utilizando produtos inadequados deixando os ambientes sujos.

A garantia de um Galinheiro Limpo, sob o ponto de vista sanitário, é condição básica para a saúde dos animais com produção de mais carne e mais ovos. Ambiente sujo é um grande meio para a proliferção de doenças na criação.

Os principais problemas observados em um galinheiro , cuja limpeza não foi realizada adequadamente, são:

  • Aspetos de sujeiras, presenças de penas, dejetos e cheiros desagradáveis;
  • Animais doentes,
  • Aparecimento de pragas e doenças
  • Pragas: Moscas, roedores, piolhos e outros insetos
  • Doenças bacterianas, virais, fúngicas e parasitoses
  • Aves estressadas que não conseguem conviver em um ambiente sujo
  • Riscos de acidentes, quedas

Diante deste fato é prudente o produtor adotar o provérbio: “mais vale prevenir do que remediar”, ou seja no caso da produção animal adotar as medidas profiláticas , no caso a limpeza e higiene para evitar que as doenças se instalem e se alastrem em sua produção.

Deseja saber mais sobre a Limpeza correta dos Galinheiros, conheça  o Manual Limpeza de Galinheiros – Farmácia na Fazenda disponível em : https://www.farmacianafazenda.com.br/product/limpeza-de-galinheiros/

 

 

[1] Médico Veterinário, Professor Universitário, Doutor em História das Ciências. Coordenador das plataformas Farmácia na Fazenda e www.semiconfinamento.com.br , Colunista do Presente Rural, guilherme@farmacianafazenda.com.br

Fonte: Guilherme Vieira
Continue Lendo

Empresas

BRF amplia portfólio de congelados com Mac’N Cheese Sadia

Linha de produto Sadia chega como uma opção de prato congelado que fica pronto para consumo em cinco minutos

Publicado em

em

A BRF, uma das maiores companhias de alimentos do mundo, amplia a sua presença na oferta de produtos congelados. A marca Sadia, já conhecida por seu pioneirismo ao levar ao consumidor, há mais de 75 anos, produtos de qualidade superior, sabor e praticidade, expande seu portfólio e agora passa a oferecer três opções do macarrão cremoso conhecido como Mac’N Cheese, que fica pronto em apenas cinco minutos no micro-ondas.

Pioneira, a linha Sadia Mac’N Cheese chega às gôndolas como uma sugestão de prato pronto congelado nos sabores cheddar tradicional, cheddar com bacon e cheddar com calabresa.  O produto está disponível no varejo nacional. A linha, que é fabricada em Tatuí, no interior de São Paulo, se destaca em sabor, cremosidade e praticidade.

“O mercado de alimentos congelados tem se mostrado como uma alternativa aos brasileiros, que neste momento estão preparando mais suas refeições em casa. Com o Sadia Mac’N Cheese, que fica pronto em cinco minutos, o consumidor terá uma refeição rápida e ao mesmo tempo saborosa e indulgente, que se encaixa perfeitamente na rotina”, afirma o diretor de marketing da BRF, Marcelo Suárez.

Os novos itens Sadia Mac’N Cheese estão em produção desde outubro de 2019 na planta de Tatuí-SP, hoje com 31 novos postos de trabalho para atender à demanda. Com a nova linha, a BRF aumenta o portfólio sob a marca Sadia que conta com mais de 80 opções de congelados.

A chegada deste produto à gôndola fortalece ainda mais o portfólio de congelados da BRF, que possui 42,4% de market share nesta categoria e segue como líder de mercado. Com 31% de crescimento das vendas de congelados nas gôndolas dos supermercados, o Mac´n Cheese é uma das recentes inovações em produtos anunciada pela Companhia, o que reforça o compromisso em ter 10% de sua receita advinda de novos produtos até 2023.

“Enxergamos que o Brasil é um indutor de inovação e possui um campo privilegiado para novas propostas de valor. A companhia mantém o seu objetivo de crescer em preferência do consumidor, expandindo portfólio das marcas e obtendo a diferenciação por atributos como qualidade, conveniência e praticidade”, reforça Suárez.

Fonte: Assessoria
Continue Lendo

Empresas

ANCP lançou Sumário de Touros das Raças Nelore, Guzerá, Brahman e Tabapuã de maio de 2020

A publicação inclui tabelas com os índices dos melhores animais para as diferentes características avaliadas pela ANCP

Publicado em

em

Foto: Divulgação

Contribuindo para o melhoramento genético do rebanho bovino brasileiro, a Associação Nacional de Criadores e Pesquisadores (ANCP) disponibiliza a edição de maio de 2020 de seu Sumário de Touros das Raças Nelore, Guzerá, Brahman e Tabapuã. A publicação foi lançada oficialmente dia 13 de maio, durante live no Instagram da Entidade.

Para a avaliação, a ANCP utilizou sua base de dados, que reúne aproximadamente 3,6 milhões de animais, com 11,9 milhões de medidas de pesos corporais e 2,3 milhões de perímetros escrotais. Além disso, também foi utilizado o método de Single Step Genômico (ssGBLUP) para a avaliação das raças Nelore e Guzerá.

A publicação inclui tabelas com os índices dos melhores animais para as diferentes características avaliadas pela ANCP, como as DEPs para fertilidade e precocidade de fêmeas e machos, além de habilidade maternal, ganho em peso, stayability, qualidade da carcaça e carne, eficiência alimentar e aspectos morfológicos.

Além das DEPs de características econômicas, a entidade também disponibiliza o sumário geral de touros, apresentando os animais classificados pelo índice MGTe (Mérito Genético Total Econômico) e a tabela de classificação de machos jovens para as raças Nelore, Guzerá, Brahman e Tabapuã.

Outro destaque do sumário é a tabela classificatória com os 80 melhores animais que participaram das edições anteriores da Reprodução Programada, de acordo com o índice MGTe de cada um. Em 2020, a RP completa 25 anos.

Fonte: Assessoria
Continue Lendo
Biochem site – lateral

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e recebas as principais notícias em seu email.