Conectado com

Empresas

Unidades da Aviagen no Brasil recebem certificação de compartimentação

Certificação auxilia exportação de material genético durante surtos de doenças

Publicado em

em

Divulgação

A unidade brasileira da Aviagen® obteve o certificado de compartimentação para suas unidades de produção nos estados de São Paulo e Minas Gerais. A entrega da certificação oficial foi feita pela Ministra da Agricultura, Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias), durante uma cerimônia promovida em Brasília (DF), no dia 02 de dezembro.

A compartimentação permite o envio de material genético, avós e matrizes, das unidades da Aviagen no Brasil durante surtos de doenças avícolas. Até o momento, a Aviagen havia sido certificada em suas operações no Reino Unido, Estados Unidos e Índia – sendo que a sua unidade no Reino Unido já se utilizou da compartimentação para exportar aves para a África do Sul e Japão.

O compartimento da Aviagen no Brasil é o maior entre as empresas de genética: 13 unidades foram aprovadas, o que garante uma segurança ainda maior no suprimento de material genético de qualidade.

Segurança no suprimento de material genético

O sistema de compartimentação, adotado pela empresa, garante a continuidade do suprimento de material genético quando uma doença é notificada, como Influenza Aviária (IA) ou Doença de Newcastle, em um país apto à exportação.

As aves originam-se de granjas aprovadas, conhecidas como “compartimentos livres”. O sistema é inspecionado por órgãos governamentais que certificam a unidade produtiva como livre de doenças, fisicamente isolada das populações avícolas vizinhas e gerenciada de acordo com um rígido controle de biossegurança. Além da maior segurança biológica, outros aspectos de importância para a compartimentação são o acompanhamento periódico de veterinários, assim como eficazes sistemas de identificação, rastreabilidade e vigilância. Outro fator de relevância é o continuo monitoramento das ações que configuram o sistema, as quais devem ser mantidas em atividade de maneira sistemática.

A certificação garante também que todas as instalações dentro do compartimento certificado estão aprovadas para a exportação segura de material genético a países que estejam preparados a aceitar a certificação.

“Essa certificação nos garante responder rapidamente a qualquer evento epidemiológico e proteger o fornecimento de aves de alta qualidade aos nossos clientes”, explica o presidente da Aviagen América Latina, Ivan Pupo Lauandos. “Quando o fornecimento aos nossos clientes é seguro, eles podem, por sua vez, fornecer ao mercado consumidor uma fonte confiável e sustentável de proteína”.

“Nossa intenção é reduzir o impacto econômico dos clientes em casos de surto de doenças e, ao mesmo tempo, aumentar a biossegurança em toda a cadeia produtiva”, comenta o gerente de Operações da empresa, Eduardo Lima.

“A Aviagen está fortemente comprometida com a segurança do suprimento de material genético, e a compartimentação tem o potencial de quebrar barreiras comerciais abertas criadas pela ameaça de doenças avícolas, garantindo que nossos clientes possam receber material genético saudável e seguro”, acrescenta o supervisor regional de Serviços Veterinários no Brasil, Fernando Simonetti.

Fonte: Assessoria
Continue Lendo
1 Comentário

1 Comentário

  1. Luiz Carlos Monzani

    7 de dezembro de 2019 em 21:39

    Parabens Aviagen tudo isso é fruto de muito trabalho e competencia de seus colaboradores do mais alto escalâo até o mais simples coledor de ovos cada um com a sua parcela de comtribuição

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 + vinte =

Empresas Contratação

Chr Hansen Saúde Animal reforça equipe com Marlon Guzzi, novo gerente nacional de vendas

Marlon possui vasta experiência na área comercial e gestão de contas-chave de grandes empresas multinacionais, além de vários anos em produção animal

Publicado em

em

Marlon Guzzi de Andrade gerente nacional de vendas da Chr Hansen - Foto: Divulgação

A Chr Hansen, empresa líder mundial em sustentabilidade, anuncia mais uma importante ação estratégica, reforçando seu foco em saúde animal no Brasil: a contratação do seu novo gerente nacional de vendas Marlon Guzzi de Andrade.

Marlon possui vasta experiência na área comercial e gestão de contas-chave de grandes empresas multinacionais, além de vários anos em produção animal. Ele é médico veterinário formado pela UFPR, com MBA em Agribusiness pela FGV. “Marlon é um profissional com ótima experiência comercial e visão estratégica devido à sua trajetória em contas-chave. Além disso, seus valores pessoais, como ética e integridade, são muito aderentes à cultura da Chr Hansen. Com certeza, é uma grande honra tê-lo reforçando nossa equipe de saúde animal”, comenta Alberto Inoue, Head da unidade de Saúde Animal.

“Estou bastante motivado em poder participar desse momento de transformação do mercado veterinário, principalmente porque a Chr Hansen é uma empresa séria, ética e referência mundial em probióticos”, ressalta Marlon Guzzi, referindo-se ao movimento de uso de soluções mais naturais em produção animal.

“A estratégia de consolidação da Chr Hansen em saúde animal passa por três pilares: produtos de qualidade (a empresa possui a maior bacterioteca privada do mundo, com cerca de 40 mil cepas de 398 espécies), serviços de suporte laboratorial (contagem de bacilos viáveis com metodologia aprovada na Comunidade Europeia) e pessoas qualificadas e íntegras”, explica Inoue.

Marlon Guzzi reforça que a confiança nas pessoas e o respaldo técnico são fundamentais para a consolidação do negócio. “Saber que nossos colegas possuem valores de respeito mútuo e cooperação e a empresa trabalha com cepas registradas na Europa nos dá tranquilidade para focar nas melhores soluções para os nossos clientes”. conclui o novo gerente nacional de vendas da unidade de Saúde Animal da Chr Hansen no Brasil.

Fonte: Assessoria da CHR Hansen
Continue Lendo

Empresas Cooperativismo

Coamo antecipa nesta terça-feira R$ 100 milhões de sobras

O pagamento será efetuado de forma simultânea em todas as Unidades e cada cooperado irá receber conforme sua movimentação durante o ano na fixação dos produtos soja, milho, trigo e aquisição de insumos

Publicado em

em

Foto: Divulgação

A antecipação de parte das sobras de cada exercício já é uma tradição na Coamo Agroindustrial Cooperativa. O dinheiro, apelidado de 13º do cooperado será distribuído nesta terça-feira (10) no valor de R$ 100 milhões. É um momento aguardado com grande expectativa pelos agricultores associados e as comunidades na área de atuação da cooperativa no Paraná, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul. O comércio, também, espera ansioso pelas Sobras da Coamo para incremento da movimentação neste final de ano.

O pagamento será efetuado de forma simultânea em todas as Unidades e cada cooperado irá receber conforme sua movimentação durante o ano na fixação dos produtos soja, milho, trigo e aquisição de insumos. O restante das Sobras será devolvido aos cooperados após a Assembleia Geral Ordinária, agenda para 10 de fevereiro de 2020.

Conforme o presidente da Coamo, José Aroldo Gallassini, é uma satisfação para a diretoria antecipar esse benefício para o quadro social. “A Coamo possui tradição do pagamento antecipado das sobras nesta época do ano. É um momento bastante aguardado pelos associados que podem passar o fim de ano mais feliz, mais tranquilo. É um valor significativo.”

Ele recorda que 2019 foi um ano de dificuldades e incertezas na parte política e economia brasileira, mas que, mesmo assim, os resultados da Coamo foram bons. “Fazemos questão de transferir o que é dos cooperados para eles que são os donos da cooperativa e recebem parte do lucro, que no cooperativismo é chamado de sobras.  Quanto mais participar, mais forte ele fica e mais forte fica a cooperativa”, diz Gallassini.

Fonte: Assessoria da Coamo
Continue Lendo

Empresas Vaccinar

Vaccinar contrata Gerente de Nutrição da Linha de Suínos

Tal contratação segue a estratégia da empresa de fortalecer seu departamento de Nutrição e de embasar o crescimento da linha de suínos, principalmente na região sul do país

Publicado em

em

Lisandro Haupenthal, gerente de Nutrição da Linha de Suínos da Vaccinar Nutrição e Saúde Animal

Lisandro Haupenthal é o novo gerente de Nutrição da Linha de Suínos da Vaccinar Nutrição e Saúde Animal, empresa 100% brasileira posicionada entre as líderes do setor no Brasil.  No que tange a suinocultura, Lisandro será responsável pela área de P&D, pela equipe de especialistas da linha de suínos, pelo atendimento a clientes e pela equipe de assessoria técnica de campo, ficando sediado na filial de Pinhais, no Paraná.

Graduado em Medicina Veterinária, Lisandro tem mestrado com foco na área de Nutrição de Monogástricos, pela Universidade Federal de Mato Grosso. Com 25 anos de experiência na suinocultura, com gerenciamento de granjas, integração, projetos de expansão e melhoramento genético de suínos, trabalhou em empresas nacionais e multinacionais do segmento, acumulando ampla experiência em planteis de grande porte.

Tal contratação segue a estratégia da empresa de fortalecer seu departamento de Nutrição e de embasar o crescimento da linha de suínos, principalmente na região sul do país, onde a Vaccinar, além de sua unidade produtiva em Pinhais, adquiriu sua 5ª unidade produtiva, em Toledo (PR).

 

Fonte: Ass. de Imprensa
Continue Lendo
Biochem site – lateral
Mais carne

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e recebas as principais notícias em seu email.