Conectado com

Empresas Pneumonia enzoótica:

Um desafio para suinocultura

Patologia afeta os níveis produtivos dos rebanhos causando uma série de prejuízos

Publicado em

em

Foto: O Presente Rural

As doenças respiratórias são um dos principais desafios enfrentados pela suinocultura. Dentre elas, a pneumonia enzoótica é responsável por uma série de prejuízos econômicos associados aos baixos índices zootécnicos, gastos com medicamento e condenações de carcaças.

Altamente contagiosa e amplamente presente nos plantéis brasileiros, a patologia afeta o sistema respiratório dos suínos, causando alta morbidade e baixas no desempenho dos animais. Pesquisas recentes indicam que a enfermidade pode causar perdas de até 30% no potencial produtivo do rebanho.

“O Mycoplasma hyopneumoniae (Mh) é o principal agente da pneumonia enzoótica. Presente na mucosa respiratória dos animais, a bactéria causa imunossupressão e pode contribuir para a entrada de outros agentes infecciosos na granja. A transmissão da doença ocorre através do contato direto com secreções respiratórias de um suíno portador, ou por meio de aerossóis presentes no ambiente”, afirma o gerente técnico da Unidade de Suínos da Ceva Saúde Animal, William Costa.

Entre os sinais clínicos mais comuns, estão: tosse seca, febre, apatia, atraso no ganho de peso e quedas no desempenho zootécnico. Como causa imunossupressão, o diagnóstico da patologia é complexo, visto que os suínos podem apresentar uma sintomatologia difusa. Por isso, a diferenciação dos sintomas e das lesões causadas pela enfermidade é fundamental para o diagnóstico diferencial. “Outras infecções secundárias podem acometer o rebanho afetado pela pneumonia enzoótica, pois o Mh é um dos maiores contribuintes para o surgimento do Complexo das Doenças Respiratórias de Suínos”, explica William.

A prevenção tem um papel fundamental para conter os avanços da patologia. O investimento em medidas de biosseguridade e a implementação de um protocolo de vacinação assertivo são imprescindíveis para conter o desafio na granja. Estudos demonstraram que diversas cepas de Mh podem apresentar diferentes graus de virulência e que a uma exposição prévia com uma amostra de baixa patogenicidade não protege o suíno contra uma infecção por um isolado de Mh de alta virulência.

Frente aos desafios impostos pela doença, a Ceva Saúde Animal desenvolveu a Hyogen®.

“O grupo de pesquisa e desenvolvimento da Ceva investigou e avaliou as cepas mais prevalentes de Mh na atualidade e cuidadosamente selecionou as amostras mais imunogênicas. A cepa selecionada foi a BA 2490-99, amostra isolada de campo em suínos acometidos clinicamente pelo Mh nos Estados Unidos. Em seguida, a cepa foi caracterizada antigenicamente e purificada para a indução de uma excelente resposta imune, atendendo as mais altas exigências de qualidade e eficácia em alto desafio”, afirma a gerente de linha da Unidade de Suínos da Ceva Saúde Animal, Marina Moreno.

O resultado disso é que uma dose de Hyogen® proporciona proteção robusta e efetiva contra o Mh. “Graças a uma potente estimulação do sistema imune pelo antígeno originado a partir da cepa BA 2490-99 de Mh junto ao exclusivo adjuvante Imuvant™, a Hyogen® garante proteção aos animais de forma rápida, a partir de 17 dias após a vacinação, e duradoura, por períodos superiores a 25 semanas após a imunização”, explica Marina.

Fonte: Assessoria
Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × 5 =

Empresas Sanphar

SANPHAR reforça o time das áreas técnicas e marketing

Publicado em

em

Patricia Babadopulos - Divulgação Sanphar

A SANPHAR Saúde Animal, empresa do recém-criado SAN GROUP, fortalece as diversas áreas da empresa e amplia sua equipe com novas contratações: Patricia Babadopulos assume a direção do departamento técnico e de marketing e Paulo Eduardo Bennemann é o novo gerente técnico de suínos para a América Latina.

Patricia Babadopulos tem como objetivo inicial o alinhamento da estratégia da empresa às necessidades técnicas e comerciais, principalmente da linha de produtos biológicos, recentemente adquirida pelo grupo. “Entendo como desafio da nossa área a produção de alimentos de forma sustentável, com trabalho sanitário baseado em prevenção. Ajustar e integrar as necessidades sanitárias dos humanos, animais e os cuidados com o meio ambiente em todos os níveis (local, regional, nacional) aos custos das operações para que tenhamos alimentos saudáveis e acessíveis a todos”, diz Patricia.

Ela tem experiência no setor avícola em grandes organizações de frangos de corte, fabricantes de vacinas e produtos para diagnóstico, atuando nas áreas técnica, comercial e de marketing, tanto no Brasil como em países da América Latina. Patrícia Babadopulos espera colaborar para que os produtos e serviços oferecidos pela Sanphar tenham melhorias consistentes e contínuas e, dessa forma, contribuam para que os desafios enfrentados pelos produtores sejam minimizados, mostrando a importância das parcerias para o sucesso do negócio.

Patricia é formada em medicina veterinária pela Universidade Estadual de Londrina (UEL) e pós-graduada em medicina preventiva e controle de zoonoses pela Universidade de São Paulo (USP), com trabalho em padronização de métodos moleculares multiplex para diversos patógenos de interesse em saúde pública.

Já a área de suínos tem um novo gerente técnico para a América Latina. Paulo Eduardo Bennemann afirma que ao mesmo tempo que o desafio da função é muito grande as oportunidades de crescimento profissional são evidentes. “Agregar valor aos clientes por meio da oferta de soluções sanitárias personalizadas e de tecnologia serão o grande foco a ser trabalhado. A SANPHAR passa por um momento de crescimento, com foco na aplicação de novos conceitos de produtos para prevenção, biosseguridade e saúde animal. Estar preparada para um mundo de mudanças constantes faz toda a diferença”, ressalta Bennemann.

Paulo é graduado em medicina veterinária e tem doutorado em ciências veterinárias pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Ele trabalhou na área de sanidade de grandes empresas, como BRF e Master Agroindustrial, e como docente de reprodução e produção de suínos na graduação e pós-graduação de medicina veterinária na Universidade do Oeste de Santa Catarina.

Fonte: Ass. de Imprensa
Continue Lendo

Empresas Avicultura

Vetanco apresenta App para controle de cascudinhos no Paraná

Essa é uma ferramenta exclusiva da Vetanco, disponibilizada por meio de um App, para apoiar as práticas de gestão sanitária, organizando e definindo as melhores estratégias para o controle do inseto

Publicado em

em

Foto: Divulgação

O novo aplicativo da Vetanco para o controle de cascudinhos, o Vetancid App, foi apresentado recentemente numa oficina para profissionais da empresa Levo Alimentos, em Umuarama, no Paraná.

O Assistente Técnico da Vetanco, Rodrigo Cesarin, apresentou a novidade para 13 profissionais da empresa, entre eles médicos veterinários, supervisores e estagiários, que puderam interagir em demonstrações práticas do controle da praga, num aviário da empresa paranaense.

Essa é uma ferramenta exclusiva da Vetanco, disponibilizada por meio de um App, para apoiar as práticas de gestão sanitária, organizando e definindo as melhores estratégias para o controle do inseto, sempre com foco na biosseguridade, especialmente no controle de enteropatógenos que são comprovadamente veiculados por este inseto.

O cascudinho é uma das principais pragas da avicultura de corte, pois é um vetor de doenças como a salmonella, podendo comprometer um lote e trazer prejuízos para o produtor e a agroindústria.

A Vetanco desenvolveu e comercializa um eficiente produto para o combate do inseto, o Vetancid. Durante a oficina, o palestrante demonstrou como aplicar de forma mais eficiente o produto e também como o aplicativo pode auxiliar no monitoramento dos cascudinhos.

O Vetancid App gera gráficos de fácil visualização, comparando os níveis de infestação em relação a lotes anteriores, o que traz informações rápidas para o produtor tomar a melhor decisão no controle da praga.

Por isso, a Levo Alimentos fez uma parceria com a Vetanco para capacitar seus profissionais.

A Levo é uma empresa que surgiu de uma aliança entre duas grandes empresas da avicultura nacional, a C. Vale e o Grupo Pluma. De acordo com os organizadores da oficina, a empresa está em franco crescimento e tem trajetória bem sucedida devido ao alto grau de engajamento e profissionalismo de seus colaboradores.

Já a Vetanco, é uma empresa presente em mais de 40 países e que há mais de 30 anos desenvolve soluções para a saúde e produção animal. Tem como objetivo desenvolver produtos que contribuam para que o consumidor tenha um alimento seguro e de qualidade em sua mesa.

 

Fonte: Assessoria
Continue Lendo

Empresas Veterinários

MCassab reafirma compromisso com saúde única e homenageia médicos veterinários

Cada vez mais, o médico veterinário é importante para o conceito de saúde única, que alia saúde humana, animal e ambiental

Publicado em

em

Médico veterinário Fábio Martinho - Foto: Divulgação

Em 09 de setembro foi comemorado o Dia do Médico Veterinário. A profissão, ao contrário do que muitos pensam, extrapola o campo da saúde animal. Cada vez mais, o médico veterinário é importante para o conceito de saúde única, que alia saúde humana, animal e ambiental.

Para comemorar a data, a MCassab convidou um de seus profissionais para responder à pergunta: Para você, o que é ser médico veterinário?

“Ser médico veterinário é cuidar dos animais e contribuir para saúde e nutrição de todos, produzindo alimentos seguros e de forma sustentável. Saúde dos plantéis significa saúde dos seres humanos”. A afirmação é do médico veterinário Fábio Martinho, que atualmente é o gerente da Unidade de Negócios Aves com os Portfólios de Saúde Animal, Especialidades e Manufaturados Aves. Ele iniciou no Grupo MCassab como nutricionista para atender a demanda do segmento de avicultura.

“A crescente demanda para redução dos antibióticos traz oportunidades para novas soluções e hoje o maior desafio está em reposicionar a empresa para as próximas décadas, com produtos inovadores e que atendam à crescente demanda do mercado, sempre aderente às exigências das novas legislações”, afirma.

Sempre se destacando pela qualidade, inovação e equipe altamente capacitada, a área de Nutrição e Saúde Animal do Grupo MCassab completou 50 anos de forma consolidada no mercado brasileiro em 2019 trazendo ainda mais tecnologia, inovação e conhecimentos para os clientes e parceiros.

“Neste ano fizemos o lançamento da linha PoultryMIX, com soluções nutricionais completas para maximizar os resultados da avicultura e o Programa Plantel Sadio com o objetivo de oferecer soluções inovadoras para atender as necessidades dos nossos clientes com monitoramento e suporte em todas as fases através da implantação de tecnologias oferecendo um serviço técnico integral, desenvolvendo programas nutricionais e sanitários personalizados para promover alta produtividade, qualidade e segurança alimentar”, destaca Fábio.

Fonte: O Presente Rural com Informações da Assessoria MCassab
Continue Lendo
ALLFLEX – Novo Site

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e recebas as principais notícias em seu email.