Conectado com

Notícias

Tudo pronto para o Show Rural Coopavel

Publicado em

em

Será aberto amanhã (02), com uma missa nos jardins do Parque Tecnológico, em Cascavel, o 26º Show Rural Coopavel. A missa será conduzida pelo arcebispo de Cascavel, Dom Mauro Aparecido dos Santos, e o Bispo Emérito Dom Lúcio Ignácio Baumgaertner, a partir das 11 horas. Logo após tem almoço no restaurante do parque e as pessoas poderão circular pelo local. Porém, o início oficial das visitas será na segunda-feira (03), prosseguindo até a sexta-feira (07), período em que devem passar pelo Show mais de 200 mil pessoas. O Show Rural, um dos principais eventos do agronegócio brasileiro, é considerado uma grande vitrine tecnológica, contemplando todos os setores produtivos, mas principalmente a agricultura. 

O Show Rural Coopavel, promovido pela Cooperativa Coopavel, abre o calendário anual de feiras agrícolas no Brasil. Em uma área de 72 hectares, os visitantes vão conferir as principais novidades tecnológicas e as tendências para o agronegócio brasileiro. “A produtividade demonstrada no Show Rural vai servir, depois, de parâmetro para a produtividade da região Oeste do Paraná”, assegura o presidente da cooperativa, Dilvo Grolli, ao anunciar que já está tudo pronto para a programação da semana, que contará com visita de dois governadores logo na segunda-feira (03) – do Paraná, Beto Richa, e de São Paulo, Geraldo Alckmin -, além dos senadores Aécio Neves e Alvaro Dias, sendo que este há várias edições também acompanha a missa de abertura no domingo. Várias outras autoridades estaduais, nacionais, além de executivos de multinacionais estarão participando do evento.

Detalhes
Mais de quatro mil pessoas vão trabalhar diariamente no Parque Tecnológico, são desde zeladores que mantêm o local impecável em limpeza e beleza, até doutores e especialistas das mais diversas áreas. 

Para um maior conforto, o Show Rural Coopavel contará com cinco mil metros de cobertura ao longo de dez ruas. Há no parque 58 bebedouros espalhados em 36 pontos de água fresca, potável e gratuita, várias áreas de descanso, 13 conjuntos de banheiro e estacionamento para 12 mil vagas gratuitas. 

Nesta edição há 440 expositores, entre empresas privadas, instituições de pesquisa, cooperativas, órgãos públicos, entre outros. O que promete ser uma atração à parte no evento deste ano é a decoração dos jardins com rosas de todas as cores. As flores, para estarem prontas e floridas para o Show Rural, começaram a ser cultivadas em 2012. “O Show Rural foi preparado para ter muita tecnologia, tudo que o produtor precisar tem. Mas também é um lugar confortável e bonito. Por diferenciais como esses é que nós somos destaques no agronegócio”, arremata Grolli.

Ocepar oferece exames de audiometria 
O Sistema Ocepar participa mais uma vez do Show Rural Coopavel em estande junto com a Cooperativa Central de Pesquisa Agrícola Coodetec. Serão 200 metros de estrutura montada para anteder os milhares de cooperados que visitarão o evento. Além das inúmeras novidades apresentadas pela Coodetec no âmbito de novas tecnologias de milho e soja, também serão realizados exames de audiometria para os visitantes, numa nova parceria com a Unimed de Cascavel. 

Os exames poderão ser feitos a partir de terça-feira (04) até sexta-feira (07), sempre no período da manhã, sob a responsabilidade da fonoaudióloga Maristela Razini, cooperada da Unimed local.

Fetaep mobiliza seis mil agricultores para o Show Rural 
Incentivar a melhoria das propriedades rurais por meio do aprendizado de novas técnicas de produção é o objetivo da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado do Paraná (Fetaep) ao organizar a participação de seis mil agricultores familiares ao Show Rural Coopavel, na próxima semana, em Cascavel. Pelo 9º ano consecutivo o Movimento Sindical dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais do Paraná (MSTTR), em parceria com o Senar e com o Emater, promove a ida de mais de 150 caravanas de ônibus de diversas regiões do Estado.

O objetivo da Federação ao inserir esses trabalhadores em um ambiente repleto de novidades é estimulá-los para que possam incrementar a renda da família com a adoção de medidas simples como, por exemplo, a diversificação da produção e o manejo de solo.

Durante os cinco dias da semana a Fetaep e os Sindicatos dos Trabalhadores Rurais da Região Oeste do Paraná recepcionarão os trabalhadores com orientações acerca do evento e do Movimento Sindical. A recepção será feita pelos diretores Ademir Mueller, Aristeu Ribeiro, Marcos Brambilla, José Carlos Castilho e Jairo Correa, que se revezarão durante toda semana do evento para, dessa forma, representar a entidade durante todos os dias. 

BRDE tem novidades para o Show Rural
 
Mantendo a tradição, o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) participará do Show Rural Coopavel com com estande próprio e equipe técnica atendendo demandas de produtores rurais e empresas. A novidade para 2014 é que a instituição pública de fomento irá protocolar pedidos de financiamento em seu estande, o que dá agilidade ao processo de análise de crédito, e irá reservar R$ 200 milhões para operações realizadas durante os dias de feira. 

Durante o Show Rural, o BRDE irá trabalhar com as suas linhas de crédito especiais para atender projetos de investimento nos setores agrícola, pecuário e agroindustrial. As taxas de juros variam e começam em 1% ao ano, com prazos de pagamento que chegam a até 15 anos. Produtores, cooperativas, empresas e indústria com bases rurais podem ser atendidas em planos de modernização de lavoura ou criação animal e conservação de recursos naturais. Também aqueles que querem investir em irrigação e armazenagem, outros que sonham com tratores, máquinas e implementos novos, e, ainda, os que projetam realizar em suas propriedades a chamada agricultura de baixo carbono, com a integração de lavoura, pecuária e floresta num sistema de manejo que traz menos impacto à natureza e garante a diversidade da produção e boa lucratividade.

Fonte: O Presente Rural

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Para o produtor

Custos de produção de aves e suínos aumentaram em 2018

Apenas os custos com a nutrição subiram 11,65% nos 12 meses de 2018

Publicado em

em

Arquivo/OP Rural

Apesar de os custos de produção de frangos de corte calculados pela CIAS, a Central de Inteligência de Aves e Suínos da Embrapa terem se mantido estáveis em dezembro de 2018 (218,06 pontos, ante 218,05 em novembro), acumularam uma alta de 14,21% durante todo o ano passado.

 Apenas os custos com a nutrição subiram 11,65% nos 12 meses de 2018. O gasto com a alimentação das aves representa 69% do total dos custos de produção dos frangos. Em seguida, as maiores altas em 2018 ficaram com os itens pinto de um dia (2,18%), custo de capital (0,18%) e depreciação (0,16%).

O custo de produção do quilo do frango de corte vivo também se manteve estável em dezembro, encerrando o ano em R$ 2,82 no Paraná, valor calculado a partir dos resultados em aviário tipo climatizado em pressão positiva.

Já o ICPSuíno caiu pelo terceiro mês consecutivo, chegando aos 219,49 pontos em dezembro, -1,34% em relação a novembro de 2018 (222,47 pontos). No ano, os custos de produção de suínos subiram 9,85%, influenciados principalmente pela alimentação dos animais, que teve um aumento de 9,68%.

O custo por quilo vivo de suíno produzido em sistema de ciclo completo em Santa Catarina caiu para R$ 3,84 em dezembro (o menor valor desde março de 2018). 

Os índices de custos de produção foram criados em 2011 pela equipe de socioeconomia da Embrapa Suínos e Aves e Conab. Santa Catarina e Paraná são usados como estados referência nos cálculos por serem os maiores produtores nacionais de suínos e de frangos de corte, respectivamente.

Fonte: Embrapa Suínos e Aves
Continue Lendo

Notícias Mercado

Desaquecimento de negócios pressiona valores da carne de frango

Vendas da carne de frango estão desaquecidas, como é tipicamente observado em início de ano

Publicado em

em

Arquivo/OP Rural

Colaboradores do Cepea afirmam que as vendas da carne de frango estão desaquecidas, como é tipicamente observado em início de ano. Assim, as cotações do produto, especialmente do congelado, estão em queda na maior parte das regiões acompanhadas. Na Grande São Paulo, o preço do frango inteiro congelado recuou 0,6% frente a dezembro, com média de R$ 4,37/kg na parcial deste ano (até 17 de janeiro).

Quanto à carne resfriada, por outro lado, foram observadas variações distintas na primeira quinzena de janeiro dentre as regiões pesquisadas pelo Cepea. No comparativo com janeiro/18, porém, os preços atuais estão significativamente mais elevados, em termos nominais.

Fonte: Cepea
Continue Lendo

Notícias Ovos

Poder de compra do avicultor inicia 2019 em queda

Quantidade de cereal que o produtor consegue comprar com a venda dos ovos brancos é a menor desde 2013

Publicado em

em

Domicio Faustino

De acordo com pesquisadores do Cepea, a oferta elevada, que segue pressionando as cotações dos ovos, tem impactado negativamente o poder de compra do avicultor de postura paulista frente aos principais insumos utilizados na alimentação das poedeiras, o milho e o farelo de soja.

Na parcial deste mês, a quantidade de cereal que o produtor consegue comprar com a venda dos ovos brancos é a menor de toda a série do Cepea, iniciada em maio/13. Já sobre a quantidade do derivado da soja, é a menor desde dezembro/13.

Fonte: Cepea
Continue Lendo
Nucleovet 2
APA

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e recebas as principais notícias em seu email.