Conectado com
OP INSTAGRAM

Empresas

Sicredi estima liberar R$ 10,6 bilhões para o Plano Safra 2016/2017

Agricultura familiar continua sendo o foco da instituição financeira cooperativa que segue crescendo na contramão do mercado

Publicado em

em

O Sicredi segue atuando de forma sólida no crédito rural. No atual ano-safra 2015/2016 (dados apurados até abril de 2016), foram liberados R$ 7,2 bilhões, em aproximadamente 140 mil operações. A expectativa para o fechamento deste ano-safra (que encerra em junho de 2016) é liberar R$ 8,2 bilhões, em aproximadamente 150 mil operações. Para a Safra 2016/2017, que começa no dia 1º de julho, o Sicredi estima liberar, nacionalmente, cerca de R$ 10,6 bilhões, em 185mil operações, entre custeio e investimento.

Nos estados do Paraná, São Paulo e Rio de Janeiro, a liberação será de R$ 2,82 bilhões, o que significa um aumento de 12% nos recursos oferecidos em relação à safra passada. Para a agricultura familiar o Sicredi disponibilizará aproximadamente 18% a mais de recursos e para produtores do PRONAMP (média agricultura empresarial) aproximadamente 20% a mais.

Na opinião de Gilson Farias, gerente de desenvolvimento de Crédito da Central Sicredi PR/SP/RJ, esse resultado é fruto direto do crescimento e da relevância que o Sicredi desempenha no agronegócio. “Por ser uma instituição cooperativa, o Sicredi apoia o desenvolvimento do produtor e da região onde atua, pois o lucro obtido retorna para o associado, proporcionalmente ao volume de suas operações”, avaliou o gerente. Este é o caso de Vilson Wickert, produtor rural em Serranópolis do Iguaçu (PR). Ele produz soja, milho e leite em uma pequena propriedade da região e depende dos recursos do Plano Safra para se manter no mercado. “Hoje em dia é muito raro quem consegue produzir com recurso próprio. Se não fosse as linhas de crédito do Plano Safra e do próprio Sicredi, a maioria dos produtores já estaria quebrado. Nós usamos o recurso para comprar insumos, plantar, colher, vender e aí poder pagar a conta”, explicou ele. A vantagem, no caso de Vilson, é que ao fim do ano fiscal ele recebe as sobras (os lucros obtidos pela cooperativa) do que movimentou durante o ano no Sicredi. “Este ano recebi um bom dinheiro de sobras e que já está integralizado na minha conta-capital, rendendo mais do que a poupança”, comentou o agricultor.

O pequeno e médio produtor rural (agricultura familiar) segue como o segmento preponderantemente atendido pelo Sicredi. No ciclo 2015/2016, cerca de 70% das operações realizadas foram direcionados a esses públicos.

Crescimento e cooperação

Com cerca de 1.400 agências em todo o Brasil e mais de 500 nos estados do Paraná, São Paulo e Rio de Janeiro, em muitos municípios o Sicredi é a única instituição financeira presente. A ampliação da rede de atendimento segue a passos largos justamente pelo posicionamento do Sicredi, que preza pela presença nacional, com atuação regional. Para Manfred Dasenbrock, presidente da Central Sicredi PR/SP/RJ, isso mostra a preocupação com o desenvolvimento do associado e com a região onde vive. “O Sicredi defende que todo cidadão deve ter condições de se desenvolver e prosperar onde quer que esteja e procuramos proporcionar os meios para que isso aconteça, com serviços bancários de qualidade e acesso ao crédito de forma sustentável”, explicou ele.  

O ranking de Crédito Rural mostra que esse posicionamento gera cada vez mais força para a instituição financeira cooperativa, que já possui a segunda maior carteira de Crédito Rural do país (excluindo os bancos públicos). Atualmente, a carteira de Crédito Rural do Sicredi é de aproximadamente R$ 14,1 bilhões. Deste montante, cerca de 57% (R$ 8,1 bilhões) são direcionados para custeio, comercialização e investimento, por meio do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), do Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural (Pronamp) e aos demais produtores. Os outros R$ 6 bilhões, 43%, são liberados em operações com recursos do Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES) e do Fundo Constitucional do Centro-Oeste (FCO).

O planejamento dos recursos da instituição financeira cooperativa está em curso. O Sicredi aguarda a publicação das portarias de equalização de recursos pelo Governo Federal para definir qual montante da demanda dos seus associados poderá ser atendida com recursos controlados.

Fonte: Assessoria

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × três =

Empresas

BRANDT investe em nova fábrica de nutrientes especiais no Paraná

A nova planta expandirá massivamente a capacidade produtiva das tecnologias exclusivas da empresa

Publicado em

em

Divulgação Brandt

A BRANDT, uma das maiores fornecedoras de fertilizantes foliares especiais do mundo, investe em uma nova e moderna unidade industrial no Brasil, aumentando sua capacidade produtiva no país. A compra e renovação da planta representa um investimento multimilionário.

A fábrica, de 22 mil m², estará localizada em terreno de aproximadamente 7 hectares (70 mil m²), na região metropolitana de Londrina (PR). O local abrigará várias linhas de produção, armazenamento de produtos acabados, um laboratório de controle de qualidade e uma estação experimental para pesquisa e desenvolvimento de novos produtos.

A expectativa é que a fábrica esteja ativa em até dois anos. O investimento, de acordo com o presidente Wladimir Chaga, quadruplica a capacidade de produção da BRANDT no país. A companhia, de capital norte-americano, manterá ativa sua fábrica em Olímpia (SP), que tem localização estratégica para acesso ao Cerrado e ao Porto de Santos.

“Em Olímpia, focaremos nos produtos secos, enquanto a nova fábrica será o polo dos demais produtos do nosso portfólio. Esse importante investimento permitirá a produção, em solo brasileiro, de fertilizantes foliares com tecnologia norte-americana, que até agora são importados”, destaca Chaga.

O investimento gerará, numa primeira fase, pelo menos 100 empregos diretos. As obras já começaram e a previsão é de término em 2022. A BRANDT estima que a capacidade produtiva da nova unidade alcance a marca de 20 milhões de litros por ano.

“Com mais capacidade de produção, além de fornecer mais soluções para o mercado brasileiro, vamos ampliar também nossas equipes técnicas e comercial”, projeta o presidente da BRANDT do Brasil, cuja sede está localizada em Londrina (PR), há poucos quilômetros da nova fábrica.

A BRANDT está no país há cinco anos. Nos Estados Unidos, a empresa foi fundada em 1953 e atua com sucesso na fabricação de insumos para diversas culturas. Especialista em nutrição vegetal, a empresa já está presente em mais de 65 nações, com tecnologias inovadoras que têm contribuído, inclusive, para recordes mundiais de produtividade de soja e milho.

“Esse é um grande passo para a BRANDT do Brasil”, comentou Rick Brandt, CEO e Presidente da BRANDT. “Nosso objetivo é levar uma grande produção destinada ao mercado brasileiro para as fábricas locais. Estamos profundamente comprometidos com o Brasil e queremos nos posicionar para o sucesso a longo prazo no país e na América do Sul. Esta nova fábrica nos ajudará a fazer isso.”

O novo complexo industrial será dedicado a Glen Brandt (G.B.), fundador da BRANDT. GB faleceu pacificamente aos 94 anos em junho de 2020. Ele visitou a equipe da BRANDT do Brasil em São Paulo em sua última viagem internacional em 2018.

A BRANDT é uma empresa norte-americana fundada em 1953 por Glen Brandt e sua irmã Evelyn Brandt Thomas, atuando na fabricação de insumos para diversas culturas. Especialista em nutrição vegetal, a empresa está presente em mais de 65 países, com tecnologias inovadoras. A companhia está há cinco anos no Brasil, com sede administrativa em Londrina (PR) e fábrica em Olímpia (SP).

 

Fonte: Ass. de Imprensa
Continue Lendo

Empresas

VetanCast chega a marca dos 1.000 plays no canal do Spotify

Três meses após o lançamento no Spotify, o canal do VetanCast atingiu a marca dos 1.000 plays na terça-feira (12) desta semana.

Publicado em

em

Foto: Divulgação

O VetanCast é um projeto da Vetanco Brasil. Trata-se de uma ferramenta que foca na comunicação auditiva, através da realização de entrevistas com personalidades do agronegócio no formato de podcast.

Cada episódio tem a duração de 12 minutos, e as publicações acontecem a cada 15 dias, com a participação de um convidado. O episódio piloto foi ao ar no final de setembro do ano passado, com a participação da médica-veterinária Dra. Simone Machado, que falou sobre os cuidados essenciais no manejo pré-abate de aves. Ao total, nove podcasts já estão disponíveis no canal. Aliás, apresentar a opinião dos entrevistados é um dos objetivos do VetanCast.

Para o Diretor Técnico/Comercial da Vetanco Brasil, zootecnista Tiago Urbano, que é dos idealizadores do projeto, chegar à marca dos 1.000 plays tem significado especial. “Essa marca demonstra que a primeira etapa está cumprida, ou seja, conseguimos iniciar a difusão do projeto entre parte do público interessado”, explica. Urbano complementa dizendo que com a continuidade do projeto, a expectativa é que o canal tenha cada vez mais inscritos e mais plays. “A quantidade de plays é uma medida direta da qualidade e relevância do conteúdo produzido”, avalia o diretor.

Entre os intervalos do VetanCast, no mesmo canal também são disponibilizados os informativos em formato de áudio do Pílulas Técnicas Vetanco, com a apresentação de temas técnicos atualizados.

Fonte: Assessoria
Continue Lendo

Empresas

Branco apresenta ao mercado o Tratorito Granja com tecnologia exclusiva que proporciona mais eficiência no cuidado da cama aviária

O equipamento conta ainda com o sistema duo garra, característica exclusiva do modelo da Branco, com duplo ciclo, que garante mais rendimento e funcionalidade na preparação da cama da granja

Publicado em

em

Foto divulgação Branco

A Branco, indústria brasileira com 85 anos de atuação e referência no segmento de força e energia, além de líder em motores a combustão, apresenta ao mercado o Tratorito Granja, que faz parte do amplo portfólio de produtos da linha de motocultivadores da companhia. Foi desenvolvido para manutenção da cama de aviário. A ergonomia do equipamento promove maior conforto ao operador e seu design com saia de proteção gera menor perda na produção aviária. Seu diferencial está no sistema duo garra, característica exclusiva do modelo da Branco, que confere mais funcionalidade e melhor eficiência na trituração. O sistema duplo ciclo, que faz as laminas girarem simultaneamente em dois sentidos, em conjunto com o duo garra fornecem maior eficiência na manutenção da cama.

O Tratorito Granja conta com caixa de transmissão reforçada e tração nas lâminas e rodas, que permite realizar o trabalho com menos esforço e ainda mais agilidade. É leve, fácil de manusear e oferece sistema de alavanca com acionamento vertical e sem trancos das enxadas rotativas, conferindo maior resistência e durabilidade para o equipamento. Apresenta maior eficiência com profundidade de corte de até 300mm, duas velocidades e maior rotação das lâminas. Suas borrachas laterais ajudam a reduzir a poeira, diminuindo a contaminação da água e o risco de inalação de impurezas pelo operador. O guidão possui ajuste de 4 posições para altura e 9 posições de regulagem horizontal para proporcionar mais precisão, segurança e conforto na hora do uso.

Outro diferencial do equipamento é o para-choque frontal, que foi desenvolvido para promover a segurança animal. E para proporcionar mais agilidade e autonomia ao trabalhador, o Tratorito Granja possui tanque de capacidade de combustível com capacidade de 6 litros, que gera ainda mais produtividade e maior tempo entre os abastecimentos. E, por último, mas muito importante, o produto possui garantia de seis meses.

Se não bastasse isso tudo ainda possui uma tecnologia ECO que gera uma economia de 12% de combustível quando comparado aos concorrentes.

“A Branco é uma empresa que conta com tecnologia de ponta no desenvolvimento de soluções e está sempre em busca de inovações que ajudem o trabalhador a otimizar o resultado com agilidade e menos esforço físico. No caso do Tratorito Granja, além de pensar no trabalhador, priorizamos também a segurança animal”, explica Rodrigo Deneka, gerente de produto da Branco.

 

Dados Técnicos – Tratorito Granja Motocultivador BTTG-6.5 – 620

– Código do produto: 90317185

– Potência do motor (cv): 6,5

– Consumo de combustível (L/h): 1,7

– Torque máximo (kgfm): 1,35

– Largura de corte (mm): 620

– Rotação máxima das lâminas (RPM): 336

– Profundidade de corte (mm): 300

– Tanque de combustível: 6 litros

– Rodas (mm): 400

Fonte: Ass. de Imprensa
Continue Lendo
Biochem site – lateral

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e recebas as principais notícias em seu email.