Conectado com

Empresas Suinocultura

Saudali doa 3 mil máscaras e 1 tonelada de carne suína

As máscaras foram entregues a Central Única das Favelas de Minas Gerais  e a proteína  entregue a hospitais de Belo Horizonte.

Publicado em

em

Fotos: Divulgação

Entendendo que este é um momento sem precedentes e que é necessário o envolvimento e dedicação de todos para que saiamos mais fortes desta pandemia o Saudali realizou nesta semana duas importantes ações sociais.

 

Doações a hospitais

No dia  6 de maio,  uma tonelada de carne suína foi doada a hospitais da capital mineira, sendo, meia tonelada ao Hospital da Baleia e meia tonelada à Santa Casa de Misericórdia. A ação faz parte das ações de enfrentamento à COVID-19 promovidas pela empresa. A doação foi anunciada na ocasião da Live do cantor sertanejo Sérgio Reis, parceiro da empresa, que ocorreu no último dia 26.

“É com muito carinho que a Santa Casa BH, maior hospital de Minas, que tem 100% dia seus atendimentos para usuários do SUS, recebe essa importante doação da Saudali. Um hospital que serve 8.300 refeições por dia precisa de parcerias tão valorosas como esta” contou Carolina Piva, gerente de marketing e responsabilidade social do Grupo Santa Casa BH.

Danielle Ferreira, gerente de mobilização de recursos, e parceiros do Hospital da Baleia explicou que o Hospital consome cinco toneladas mensais de proteína animal. “A doação feita pelo Saudali nos dará  sete mil refeições e  irá nos proporcionar o oferecimento de carne de qualidade para os nossos pacientes e funcionários. É extremamente importante, nesse momento em que os recursos estão escassos, que o hospital receba esse tipo de apoio. Todo recurso que conseguimos economizar com as doações de alimentação e medicamentos, implementamos diretamente no tratamento dos pacientes” contou Danielle.

 

Doação de Máscaras

O Saudali em parceria com  Cruzeiro Esporte Clube realizou a doação de três mil máscaras para a Central Única das Favelas de Minas Gerais (Cufa Minas). O material foi distribuído nesta quarta-feira (6) a moradores da comunidade Alto Vera Cruz, em Belo Horizonte.

A união dos parceiros resultou em uma doação do material para a CUFA Minas, que ficou responsável pela distribuição para as comunidades, dentro do projeto Mães da Favela. A primeira remessa foi entregue a moradores da comunidade Alto Vera Cruz.

Segundo o Diretor Comercial e de Novos Negócios do Clube cinco estrelas, Rene Salviano, essa união entre empresas é importante neste momento de pandemia.”Nós do Cruzeiro temos o privilégio de contar com grandes parceiros, como é o caso do Saudali, uma marca que acredita no nosso Clube e que, assim como nós, se preocupa com o âmbito social, O momento pede união e ficamos muito felizes em poder realizar mais esta ação em conjunto”, destacou Rene.

O gerente de Marketing do Cruzeiro, Alisson Guimarães reforça que uniões como esta podem abreviar a luta da sociedade como um todo contra a COVID-19. “Essa ação do Saudali em conjunto com o Cruzeiro, em prol de comunidades mais necessitadas, só reforça nosso compromisso social. Colaborar para causas como essa é algo que sempre deve estar em nosso radar. O Cruzeiro é gigante e tem o poder de atuar como um agente de transformação junto à sociedade. Ficamos bastante satisfeitos com o convite dos nossos amigos do Saudali e com o envolvimento da CUFA Minas nessa missão de dar suporte para muitas famílias carentes nesse desafio contra o coronavírus”, reiterou.

Já o presidente da CUFA Minas, Marciele Delduque fez um agradecimento em nome da entidade e destacou a importância da ação para as famílias que serão atendidas. “É muito importante pra nós essa parceria com Saudali e Cruzeiro. Além das doações feitas pelo Clube, ela reafirma a seriedade e o comprometimento das duas entidades. Futebol é coração, na vibração e na dificuldade, e o coração é uma via de mão dupla onde passam a solidariedade e a entrega. Por isso estamos juntos! “, enalteceu.

“Estamos passando por um momento difícil e as marcas precisam ser empáticas com as causas e os impactos causados pela pandemia, prezar pela sustentabilidade social e bem estar das nossas comunidades faz parte do  propósito da companhia. Trabalhar em conjunto com o nosso parceiro Cruzeiro  e com os Hospitais da Baleia e a Santa Casa de Misericórdia é uma oportunidade de somar forças e ajudar o coletivo, acreditamos que algumas causas não se luta sozinho” explicou César Godoi,  supervisor de marketing do Saudali.

 

Juntos Abraçamos

O Saudali lançou recentemente uma campanha solidária intitulada ‘Juntos, abraçamos mais gente’, que tem como objetivo reunir pessoas, empresas, marcas e instituições no enfrentamento da COVID-19.

Segundo o Supervisor de Marketing do Saudali, César Godói, “pode parecer controverso falar em ‘união’ e ‘abraço’ nesse momento em que os órgãos de Saúde pedem o afastamento e o isolamento social, mas o propósito é justamente desconstruir a ideia de que para estar ‘junto’ é preciso estar perto e ressaltar que o abraço que importa agora não é o físico, mas sim o ato de abraçar causas”.

Ainda segundo César Godoi, a campanha irá circular também no ambiente digital e pretende abarcar o compartilhamento de um sentimento de solidariedade, de colaboração e de humanidade perante às consequências sociais e econômicas de uma pandemia mundial.

Uma das ações promovidas será o compartilhamento de vídeo-dicas com “informações para enfrentar esse período de pandemia e para que, quando tudo passar, a gente possa se recuperar melhor, emocionalmente e financeiramente”, destaca Godoi.

Além de promover a solidariedade e mobilizar a conscientização coletiva, a campanha também busca realizar ações sociais. O Diretor Comercial do Saudali, Adriano Pacheco, explica que o Saudali vem viabilizando doações de alimentos, cestas básicas e mais máscaras de proteção individual além da doação de proteína suína a hospitais referências no enfrentamento da Covid 19, também foram ampliadas as doações de cestas básicas mensais para os jovens e crianças participantes do projeto Atleta Saudali, durante o período de pandemia.

Fonte: Assessoria da Saudali
Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 + dezenove =

Empresas Veterinários

MCassab reafirma compromisso com saúde única e homenageia médicos veterinários

Cada vez mais, o médico veterinário é importante para o conceito de saúde única, que alia saúde humana, animal e ambiental

Publicado em

em

Médico veterinário Fábio Martinho - Foto: Divulgação

Em 09 de setembro foi comemorado o Dia do Médico Veterinário. A profissão, ao contrário do que muitos pensam, extrapola o campo da saúde animal. Cada vez mais, o médico veterinário é importante para o conceito de saúde única, que alia saúde humana, animal e ambiental.

Para comemorar a data, a MCassab convidou um de seus profissionais para responder à pergunta: Para você, o que é ser médico veterinário?
“Ser médico veterinário é cuidar dos animais e contribuir para saúde e nutrição de todos, produzindo alimentos seguros e de forma sustentável. Saúde dos plantéis significa saúde dos seres humanos”. A afirmação é do médico veterinário Fábio Martinho, que atualmente é o gerente da Unidade de Negócios Aves com os Portfólios de Saúde Animal, Especialidades e Manufaturados Aves. Ele iniciou no Grupo MCassab como nutricionista para atender a demanda do segmento de avicultura.
“A crescente demanda para redução dos antibióticos traz oportunidades para novas soluções e hoje o maior desafio está em reposicionar a empresa para as próximas décadas, com produtos inovadores e que atendam à crescente demanda do mercado, sempre aderente às exigências das novas legislações”, afirma.

Sempre se destacando pela qualidade, inovação e equipe altamente capacitada, a área de Nutrição e Saúde Animal do Grupo MCassab completou 50 anos de forma consolidada no mercado brasileiro em 2019 trazendo ainda mais tecnologia, inovação e conhecimentos para os clientes e parceiros.
“Neste ano fizemos o lançamento da linha PoultryMIX, com soluções nutricionais completas para maximizar os resultados da avicultura e o Programa Plantel Sadio com o objetivo de oferecer soluções inovadoras para atender as necessidades dos nossos clientes com monitoramento e suporte em todas as fases através da implantação de tecnologias oferecendo um serviço técnico integral, desenvolvendo programas nutricionais e sanitários personalizados para promover alta produtividade, qualidade e segurança alimentar”, destaca Fábio.

Fonte: O Presente Rural com Informações da Assessoria MCassab
Continue Lendo

Empresas Avicultura

Cobb discute controle de ventilação para melhor eficiência das aves e redução de custos

Especialista em Ambiência da Cobb na América do Sul, José Luís Januário, destaca controle de ventilação em granjas de reprodutoras durante webinar promovido pela empresa para América Latina 

Publicado em

em

Foto: O Presente Rural

Atualizações de ventilação e melhora de ambiente para reprodutoras (matrizes) que produzem os pintinhos de frango de corte, foram apresentadas pelo especialista em Ambiência da Cobb-Vantress na América do Sul, José Luís Januário, em webinar promovido pela empresa. O manejo de ventilação e ambiência é parecido com o manejo de frangos, com algumas especificidades apenas e comportamento das matrizes. Para se ter uma ideia, a reprodutora pode chegar próximo a 2,2 quilos com 20 semanas, enquanto o frango chega a esse peso em cinco semanas. Por isso, todo o sistema produtivo, como manejo de ventilação e dieta, deve ser bem controlado e instalado para um ciclo mais longo e com as restrições de alimento que fazemos para as matrizes. Januário lembrou que, além de eficiência em produtividade, usar as melhores tecnologias no momento ideal é fundamental para reduzir custos de produção e ter eficiência financeira.

“Precisamos conhecer as necessidades das aves, qual é o custo operativo (de cada sistema de ventilação), como manter o ambiente controlado, com manejo de temperatura e umidade”, iniciou. Pontos críticos para o manejo da ventilação são a velocidade do vento e o controle de umidade”, mencionou. De acordo com ele, os pintinhos desde o nascimento e até o quarto dia, devem ter temperatura corporal ao redor de 40 a 40,6°C. “Muito acima ou muito abaixo podem ser fatais. Aos 36°C, eles só dormem, com 44 graus podem sofrer consequências adversas à saúde”, disse Januário. Ele destaca que além do ambiente, a temperatura da cama deve estar controlada, “entre 32 e 40 graus”. Até os 21 dias, as aves geralmente recebem calefação satisfatória de acordo com a idade e setup de temperatura. As temperaturas desejadas são: entre 33 a 34°C para aves de um a três dias. De quatro a sete dias, 32°C, para as de oito a dez dias, 31°C e para as aves de 11 a 15 dias, 30°C. E ainda: 29°C na terceira semana, 28°C na quarta semana, 27°C na quinta semana, 26°C na sexta semana, e, da sétima até a 24ª semana, a temperatura pode variar de 24 a 25°. Januário afirma que é preciso controlar a relação de calor de dentro e de fora do galpão, utilizando a ventilação, isolamento e a vedação das granjas, para isso.

São três os tipos ou módulos de ventilação: a ventilação mínima, para suportar a qualidade de ar, onde se trabalha junto com inlets, onde se tem,  e manejo de cortinas nos aviários convencionais, a ventilação de transição, também junto com inlets e cortina de entrada de ar, aumentando a extração, a velocidade do vento sem aumentar a sensação térmica de frio, o que melhora a troca de ar, e a ventilação túnel, quando se necessita velocidade de vento, “seja ventilação ou extração no fundo dos galpões”. Segundo ele, a ventilação ajuda ainda a controlar gases indesejados, como amoníaco, CO2 e CO. Em sua palestra, o especialista em ambiência citou que ventiladores misturadores de ar na parte perto do teto dos galpões, instalados nas partes mais altas, assim usamos a física para mesclar o ar, e promover um menor gasto de energia, como gás ou lenha, pois usam o calor de cima do galpão (o ar quente sempre fica acima do ar frio) e o espalha para baixo, onde estão os animais.

Como uma ferramenta de ventilação, para fazer uma ventilação natural, e para tirar calor do galpão, destacou que o uso correto das cortinas laterais pode ajudar, e o fazemos com uma relação de abertura de um lado respeitando uma proporção entre os lados, sendo uma parte para quatro partes do lado oposto, ou abertos seja: se abrir a cortina em cinco centímetros de um lado, do lado do vento predominante, 20 centímetros podem ser abertos do outro para ajudar a forçar o ar quente a passar pelo galpão e sair pelo outro lado junto com os gases indesejados e umidade também. Da mesma forma, para granjas mais modernas, deu dicas para o manejo com inlets para controlar o ar que entra na granja da maneira mais correta, ajudando no controle de umidade e o ambiente de maneira geral.

Mencionou ainda como usar as placas evaporativas e aspersores, “nunca antes que a temperatura esteja abaixo de 28°C dentro do galpão”, e os exaustores e ventiladores para aumentar o poder de ventilação em túnel, usando toda a estrutura, e sempre buscando gastar o menos possível de seu aparato energético para retira com eficiência o calor produzido pelas aves e também o calor que vem de fora. Para isso, sustentou também a importância do isolamento de telhado, das cortinas laterais, para controlar melhor o ambiente. Nas condições ideais, sustentou Januário, a troca total de ar num aviário de matrizes, deve ocorrer ao redor com 50 segundos entre a entrada e saída do ar, e como comparativo em frangos ao redor de 40-45 segundos de troca de ar. Para isso, sustentou, “podemos usar as tecnologias disponíveis, sejam simples como ventiladores e aspersores”. E para ele, é preciso lançar mão das tecnologias que estão disponíveis nas empresas, onde estão as granjas e que tenham boa relação entre custo e benefício.

Fonte: Assessoria
Continue Lendo

Empresas Lançamento

Evonik lança o GuanAMINO®, sua própria fonte suplementar de creatina

Animais de rápido crescimento precisam da suplementação de creatina em seu alimento

Publicado em

em

Evonik introduz seu próprio GAA - Foto: Divulgação

A Evonik lançou o GuanAMINO®, seu próprio ácido guanidinoacético (GAA), usado para melhorar o metabolismo energético na produção animal.

O GuanAMINO® é introduzido quase dois anos depois de o anterior fornecedor da Evonik ter rescindido o contrato, embora a Evonik continuasse abastecendo seus clientes até, no mínimo, o final de 2018. O encerramento do acordo de fornecimento abriu opções para a Evonik continuar desenvolvendo o uso do GAA para nutrição animal e abastecer o mercado global com seu próprio produto.

O GuanAMINO® fornece aos animais o precursor natural de creatina, o GAA, que melhora o desempenho animal, assegurando uma utilização otimizada de nutrientes e, com isso, um retorno sobre os custos dos alimentos.

“O GuanAMINO® é a melhor fonte suplementar de creatina em virtude de sua estabilidade excepcional no processamento de alimentos e alta biodisponibilidade para o animal. A adição do GuanAMINO® à alimentação supre a demanda de creatina para ótimo desempenho, aumentando a eficiência e a eficácia da nutrição e otimizando os custos de produção animal”, diz Dr. Torben Madsen, responsável pela linha de produtos Sustainable Healthy Nutrition na Evonik Animal Nutrition.

“Estamos orgulhosos da conquista desse marco importante em nossos esforços contínuos de oferecer aos nossos clientes as melhores soluções para as suas necessidades individuais. Com o GuanAMINO®, asseguramos a melhor fonte de creatina aos nossos clientes e, com ela, mais uma solução de melhoria de desempenho animal em nosso portfólio para nutrição animal sustentável”, diz Dr. Madsen.

A creatina é vital aos vertebrados por contribuir para assegurar que as células com alta demanda energética (especialmente os músculos) sejam abastecidas da maneira ideal. Com a adição do GuanAMINO® à alimentação animal, a conversão alimentar pode ser melhorada de maneira significativa.

No corpo, a creatina é obtida pela metilação do GAA, que, por sua vez, é formado a partir dos aminoácidos glicina e arginina. No entanto, nos animais de rápido crescimento, estima-se que somente cerca de dois terços da necessidade diária de creatina sejam atendidas pela síntese do próprio corpo. O restante precisa ser fornecido mediante adição ao alimento.

O GuanAMINO® é granulado, virtualmente sem poeira, de fluxo livre, e possui características de manuseio que facilitam o uso nas operações diárias.

Fonte: Assessoria
Continue Lendo
ALLFLEX – Novo Site

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e recebas as principais notícias em seu email.