Conectado com
FACE

Notícias Calendário

Santa Catarina terá 117 feiras e eventos agropecuários no ano

Regiões serrana, extremo e meio oeste programam maior número de exposições no Estado. Abril, maio e setembro têm programação mais extensa

Publicado em

em

Divulgação

A Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Santa Catarina (FAESC), em parceria com os 92 Sindicatos Rurais associados no Estado, elaborou o calendário de feiras e eventos agropecuários para 2021. Ao todo, serão 117 exposições entre janeiro a dezembro em todas as regiões catarinenses.

De acordo com o vice-presidente de Finanças da FAESC e coordenador dos programas de bovinocultura e ovinocultura de corte, Antônio Marcos Pagani de Souza, com o controle da pandemia e a vacinação prevista no Estado, a maioria dos eventos voltará a ser presencial. Porém, segundo o dirigente, muitos municípios também manterão o modelo virtual dos leilões e feiras adotado em 2020 durante a crise sanitária.

“Os leilões on-line surgiram para evitar aglomerações na pandemia, porém foi um modelo aprovado pelos produtores e compradores, devido à maior facilidade na organização e o maior alcance na comercialização. A maioria dos compradores prefere leilões presenciais para conferir de perto os animais ofertados, mas, com certeza, o formato virtual é uma inovação que veio para ficar no Estado”, ressalta Pagani.

O maior município da serra catarinense, Lages, tem mais de 20 feiras e eventos programados para o ano. De acordo com o presidente do Sindicato Rural, Márcio Pamplona, os leilões do primeiro semestre serão virtuais. “Decidimos pelo formato on-line para maior prevenção e para anteciparmos a organização dos eventos que acontecem antes da vacina e do controle total da pandemia. A nossa expectativa para o ano é a melhor possível”, ressalta.

Água Doce, no meio oeste catarinense, programa mais de 10 eventos no ano. O presidente do Sindicato Rural, Nilton Bedin, afirma que os leilões e feiras serão mistos, mesclando os dois formatos durante o ano todo, conforme autoriza Portaria nº 999 do Governo do Estado. “Esperamos mais público durante o ano, pois a procura por animais é muito grande”, projeta.

O presidente da FAESC, José Zeferino Pedrozo, demonstra otimismo para 2021, com o fim da pandemia e crescimento do setor em todo o País. “O Agro não parou em 2020 e registrou o segundo maior aumento no número de empregos no Brasil, atrás apenas da construção civil. Para 2021, prevemos alta de 3% do PIB do agronegócio (R$ 1,8 trilhões) e de 4,2% no Valor Bruto da Produção (R$ 941 bilhões), além da maior demanda do mercado externo. Santa Catarina lidera esse crescimento e as feiras e eventos são fundamentais para movimentar o setor”, sublinha Pedrozo.

Confira a Programação

Nome do Evento Local Janeiro
Feira de Gado Geral Água Doce 23
Nome do Evento Local Fevereiro
Remate do Gado Geral São Miguel do Oeste 13
Potros & Potrancas – Cabanha Maior Lages 20
Leilão Fazenda Santa Rita e São Joaquim Caçador 21
Nome do Evento Local Março
Campo Demonstrativo – 6º Clube da Bezerra Videira 3 a 5
Feira do Gado Geral Painel 6
Leilão de Terneiro e Terneira Campos Novos 6
Remate do Gado Geral São Miguel do Oeste 20
Feira do Gado Geral Lages 20
Leilão do Gado Geral Concórdia 27
Leilão do Gado Geral São Lourenço do Oeste 28
Nome do Evento Local Abril
Feira de Gado de Leite de Seara Seara 1
Feira do Gado Geral e Feira do Terneiro Capão Alto 6
Feira do Terneiro Caçador 4
Leilão do Gado Geral Campo Erê 10
Feira de Bovinos Mafra 10
Feira do Terneiro e da Terneira Urupema 10
Leilão do Gado Geral Capinzal 10
Leilão do Terneiro e da Terneira Capinzal 10
Feira do Terneiro e Gado Geral Matos Costa 11
Feira do Terneiro e da Terneira Bom Retiro 11
Feira do Terneiro e da Terneira Fraiburgo 17
Feira do Terneiro e da Terneira Água Doce 18
Feira do Terneiro e da Terneira Anita Garibaldi 18
Feira do Terneiro e da Terneira São Joaquim 21
Feira do Terneiro e da Terneira Campo Belo do Sul 24
Feira do Terneiro, Terneira, Novilha, Reprodutores Bovinos e Arremate de Gado Geral Santa Cecília 24
Remate de Gado Geral São Miguel do Oeste 24
Bovicorte – Feira do Gado de Corte Programa ATeG Chapecó 24
Amostra Regional Gado de Corte e Gado de Leite Major Vieira 24
Feira do Terneiro e da Terneira Urubici 24
EXPOTÍLIAS Treze Tílias 25
Feira da Terneira Bom Jardim da Serra 25
Feira do Terneiro e da Terneira Joaçaba 25
Feira do Terneiro e da Terneira São José do Cerrito 25
Nome do Evento Local Maio
Feira do Terneiro Bom Jardim da Serra 1
Feira do Terneiro e da Terneira – Etapa I Lages 3
Exposição Morfológica de Cavalos Crioulos Lages 5 a 9
Exposição e Feira de Ovinos Mafra 8
Feira de Bovinos Mafra 8
Leilão  Doma e Laço – Crioulos da Serra Lages 8
Feira do Terneiro e da Terneira – Etapa II Lages 8
Feira do Terneiro e Feira de Gado Geral Ponte Serrada 8
Feira da Terneira Curitibanos 9
  Feira do Terneiro Curitibanos 9
Feira do Gado Geral e Reprodutores e Ovinos Bom Jardim da Serra 9
Feira do Gado Geral Curitibanos 10
Feira de Reprodutores Bovinos Curitibanos 10
Feira do Gado Geral Lages 10
Expocampos Campos Novos 13 a 16
Feira do Terneiro e da Terneira Correia Pinto 15
Feira do Terneiro e da Terneira Campos Novos 15
Remate Pecuária Abdonense Abdon Batista 16
Feira do Terneiro e da Terneira Bocaina do Sul 22
Remate do Gado Geral São Miguel do Oeste 22
Feira do Terneiro e da Terneira Capão Alto 22
Expofeira a Feira de Gado Geral Água Doce 23
Feira do Terneiro e da Terneira Painel 23
Feira de Gado Geral Concórdia 28
Pecuária Show Catarinense – Feira de Terneiros e Terneiras Tubarão 29
Leilão do Gado Geral São Lourenço do Oeste 30
Feira do Terneiro e Gado Geral Caçador 30
Nome do Evento Local Junho
Leilão Genética e Produção Água Doce 5
Feira de Inverno – Gado Geral Lages 14
Leilão do Gado Geral Zortéa 19
Leilão de Reprodutores Multiraças São Miguel do Oeste 25
Exposição Passaporte Expointer – Cavalos Crioulos Lages 25 e 26
Remate do Gado Geral São Miguel do Oeste 26
Nome do Evento Local Julho
Feira de Gado Geral Capão Alto 3
Leilão Charolês do Contestado Água Doce 3
FEAGRO Braço do Norte 8 a 11
Freio do Proprietário e Freio Jovem – Cavalos Crioulos Lages 16 e 17
Feira da Novilha e Reprodutor Água Doce 17
Leilão Branco de Charolês Caçador 18
Leilão – Genética Planalto Norte Mafra 24
Leilão do Gado Geral Concórdia 25
Dia de Campo e Negócios 3 Maria Agronegócios Videira 31
Leilão –  Genética Planalto Norte Mafra 31
Nome do Evento Local Agosto
Leilão e Shoppin Fazenda  Sonho e Realidade Água Doce 15
Leilão  Guarda Mór – Genética Lages 18
Remate do Gado Geral São Miguel do Oeste 21
Feira da Primavera Campos Novos 28
Nome do Evento Local Setembro
Feira da Primavera Fraiburgo 4
Leilão Amigos da Pecuária Caçador 5
Leilão Fazendas Mãe Rainha e Meia Lua – Matrizes Lages 9
Exposição e Feira de Ovinos Mafra 11
Exposição e Feira Agropecuária Mafra 11
Leilão Fazendas Mãe Rainha e Meia Lua – Touros Lages 11
Leilão Virtual – Cabanha São Luiz – Ivo Tadeu Bianchini Lages 15
Leilão Primavera Ponte Serrada 18
Leilão VP – Angus e Brangus Lages 18
Feira da Primavera de Caçador Caçador 19
Feira do Gado Geral Biguaçú 19
Leilão de Gado – Programa ATEG São José do Cerrito 19
Leilão de Produção  – Fazenda Guarda Mór Angus e Brangus Lages 21
Leilão Top Devon – Cruzas Lages 24
Leilão Top Devon – Reprodutores e Matrizes Lages 25
Feira da Primavera Água Doce 25
EXPOARCS São Joaquim 26
Nome do Evento Local Outubro
Feira de Gado Geral Capinzal 2
Feira de Gado Geral Fêmas Curitibanos 2
Feira de Gado Geral Machos Curitibanos 3
Feira de Reprodutores Bovinos Curitibanos 3
Feira de Gado Geral e Reprodutor Correia Pinto 9
EXPOLAGES  2021 Lages 12 a 17
Feira do Gado Geral Santa Cecília 17
Feira do Gado Geral Biguaçu 17
BOVIEXPO 2021 Chapecó 21 a 23
Feira do Gado Geral e Reprodutores Tijucas 23
Remate do Gado Geral São Miguel do Oeste 30
Nome do Evento Local Novembro
Feira de Gado Geral e Reprodutores Anita Garibaldi 6
Feira da Novilha, Novilho, Reprodutor e Gado Geral São José do Cerrito 7
EXPOIOMERÊ Iomerê 12 a 14
Feira de Gado Geral Zorteia 13
Feira de Gado Geral e Reprodutor Capão Alto 13
Leilão do Gado Geral Concórdia 20
Feira do Gado Geral Lages 22
Nome do Evento Local Dezembro
Remate de Gado Geral São Miguel do Oeste 4
Leilão Prenhez Positiva Caçador 11

Fonte: Assessoria
Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × quatro =

Notícias Mercado

Procura elevada, alta do dólar e problemas logísticos elevam preços domésticos da soja

Esse atraso se deve à baixa disponibilidade de caminhões, o que tem gerado filas de navios nos portos

Publicado em

em

Danilo Estevão/Embrapa

Os preços da soja subiram no mercado brasileiro nos últimos dias, impulsionados pela valorização do dólar, pela firme demanda e pelo atraso nos embarques do grão. Esse atraso se deve à baixa disponibilidade de caminhões, o que tem gerado filas de navios nos portos.

Agentes consultados pelo Cepea indicam que o frete rodoviário saltou de R$ 110/tonelada no início de fevereiro para aproximadamente R$ 200/t na primeira semana de março. Com o atraso na colheita e na entrega da soja, o volume disponível no mercado spot segue baixo, elevando as cotações.

O Indicador ESALQ/BM&FBovespa – Paranaguá subiu 4,1% entre 26 de fevereiro e 5 de março, fechando a R$ 174,34/sc na sexta-feira (05). O Indicador CEPEA/ESALQ Paraná registrou alta de 3,6% na mesma comparação, a R$ 166,40/sc de 60 kg no dia 5.

Fonte: Cepea
Continue Lendo

Notícias Mercado Interno

Com dificuldades logísticas e preocupação com semeadura, preços do milho sobem no Brasil

Apesar da elevação dos preços, as negociações continuam em ritmo lento

Publicado em

em

Divulgação

Os preços do milho continuam em alta no mercado brasileiro. O impulso vem da combinação da posição firme dos vendedores – diante das preocupações com o atraso da semeadura da segunda safra frente à temporada anterior – com as constantes elevações dos fretes, visto que há escassez de caminhões para o escoamento da safra verão e entregas do cereal. Apesar da elevação dos preços, as negociações continuam em ritmo lento.

As maiores dificuldades de abastecimento têm sido observadas nas regiões consumidoras de São Paulo, o que impulsiona as cotações. Em Campinas (SP), o Indicador ESALQ/BM&FBovespa segue registrando recordes nominais consecutivos, fechando a R$ 89,07/saca de 60 kg na sexta-feira (05), alta de 4,28% frente ao fechamento de 26 de fevereiro – vale reforçar que esse valor está bem próximo do recorde real da série do Cepea, de R$ 89,9/sc, registrado em 30 de novembro de 2007.

Devido à dificuldade enfrentada pelos consumidores, alguns têm optado pelo grão que está mais próximo, levando-os a aceitar os patamares mais elevados.

Fonte: Cepea
Continue Lendo

Notícias Agroengócio

Paraná apresenta sugestões para aprimorar Plano Safra 2021/22

Documento foi elaborado com a contribuição dos sindicatos, produtores rurais, cooperativas, assistência técnica e extensão rural

Publicado em

em

Divulgação

A Organização das Cooperativas do Estado do Paraná (Ocepar), a Federação da Agricultura do Estado do Paraná (Faep), a Federação dos Trabalhadores Rurais Agricultores Familiares do Estado do Paraná (Fetaep) e a Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento do Paraná (Seab) encaminharam, na sexta-feira (05), à ministra da Agricultura, Tereza Cristina, as propostas das entidades para o Plano Safra 2021/2022.

O documento foi elaborado com a contribuição dos sindicatos, produtores rurais, cooperativas, assistência técnica e extensão rural, e apresenta os pontos considerados prioritários em relação às linhas de custeio, investimento, comercialização e industrialização do crédito rural. Traz ainda sugestões de aprimoramento ligadas às políticas de gestão de riscos, como o Zoneamento Agrícola de Risco Climático (Zarc), Seguro Rural e Proagro. Além disso, são elencadas propostas para o apoio à agricultura familiar e medidas setoriais.

Exigibilidade bancária

O primeiro item que consta no documento trata da exigibilidade bancária, cujas demandas estão diretamente ligadas à disponibilidade de recursos obrigatórios para funding do crédito rural. As entidades do setor produtivo paranaense solicitam, por exemplo, manter em 27,5% o percentual da exigibilidade dos recursos obrigatórios, revogando o art. 5º da Resolução 4.829/20, que estabelece redução para 25%, a partir do período de cumprimento que se inicia em 1º de julho de 2021. Também, a manutenção em 59% o percentual de exigibilidades para a poupança rural, entre outros pleitos.

Recursos

Mais uma proposta importante refere-se ao montante que deverá ser disponibilizado pelo governo federal para o próximo ciclo. O Paraná está solicitando o total de R$ 277 bilhões para a safra 2021/2022, sendo R$ 209 bilhões para créditos de custeio e comercialização e R$ 68 bilhões para investimentos. No ano passado, o governo federal destinou R$ 236,6 bilhões para a safra 2020/2021. As entidades paranaenses reivindicam ainda o aumento no montante de recursos alocados para a equalização de taxas de juros no crédito rural, de R$ 11,3 bilhões para R$ 15 bilhões. Elas sugerem ainda a redução da taxa de juros do crédito rural em 1 ponto percentual para o Pronaf, Pronamp e demais produtores, além de não indexar a taxa de juros de nenhum programa de crédito rural.

Fonte: Ocepar
Continue Lendo
SBSA 2021

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e recebas as principais notícias em seu email.