Conectado com

Notícias

Precursor da Homeopatia Veterinária no Brasil deixa seu recado

Publicado em

em

“Em 21 de novembro de 1840, desembarcava no Rio de Janeiro o médico francês Benoît Mure, que se tornaria o introdutor da homeopatia no Brasil…". 173 anos depois, a homeopatia segue fazendo história e conquistando cada vez mais adeptos no Brasil e no mundo.  Tratando-se de homeopatia veterinária, outro nome também ganhou reconhecimento. O médico veterinário, Cláudio Martins Real, considerado “Precursor da Homeopatia Veterinária no Brasil", pela Associação Médica Veterinária Homeopática do Brasil, tem contribuído para a evolução desta terapêutica e em comemoração ao Dia da Homeopatia deixa seu recado.
Entenda alguns mitos e verdades envolvendo esta terapêutica:
O QUE É A HOMEOPATIA?
É um método terapêutico, baseado numa lei natural – Lei dos Semelhantes. Sua aplicação pode ser preventiva e/ou curativa. Os medicamentos agem estimulando o sistema imunológico do indivíduo a se defender da doença, promovendo o Equilíbrio Orgânico. A Homeopatia é fundamentada no princípio de que toda substância capaz de provocar determinados sintomas numa pessoa sadia é capaz de curar tais sintomas numa pessoa doente. 
O método foi desenvolvido em 1796, pelo alemão Samuel Hahnemann e trazido ao Brasil pelo médico homeopata francês, Benoit Mure, no dia 21 de novembro de 1840, por isso nesta data é comemorado o “Dia da Homeopatia”. 
No Brasil é especialidade médica reconhecida pelo Conselho Federal de Medicina desde 1980 e pela Assembleia Geral de Saúde da OMS, desde 1977. É amplamente difundida em muitos países, principalmente na França, Inglaterra, Alemanha, Canadá, Índia, Brasil, Argentina, México e África do Sul. O tratamento homeopático pode ser aplicado aos animais segundo o mesmo princípio que para os humanos. Pode ser usada em animais de companhia e grandes animais como bovinos, caprinos, suínos, etc.
QUAIS OS PRINCÍPIOS DA HOMEOPATIA POPULACIONAL?
A Homeopatia Populacional, desenvolvida no Brasil pelo médico veterinário, Claudio Martins Real, que descreveu os seus fundamentos, quais sejam; 
•Considera o rebanho como um só organismo, onde cada animal está condicionado aos mesmos estímulos. 
•Considera que o rebanho sob exploração está sob estresse permanente e
•Considera que a ação do medicamento homeopático age através do Sistema Nervoso, e tem caráter biomodulador.
O uso populacional foi de importância extraordinária, para a moderna exploração animal por permitir levar a um número muito grande de animais os benefícios da ação dos produtos homeopáticos. Por sua eficácia, pela ausência total de toxidez com impossibilidade absoluta de deixar resíduos na carne ou no leite, a Homeopatia tornou-se a medicina ideal para a saúde dos rebanhos.
EXISTE DIFERENÇA ENTRE FITOTERAPIA E HOMEOPATIA?
Sim. A Fitoterapia é a forma de tratamento que usa medicamentos de origem vegetal em doses ponderais, ou seja, nas formas de cápsulas, tinturas, chás e existe a presença de substâncias ativas. A Homeopatia utiliza medicamentos de origem vegetal, mas também de animal e mineral sendo que estes são produzidos através de uma técnica especial de preparo específica que está disposta em legislação federal (Farmacopeia Homeopática Brasileira).
A AÇÃO da HOMEOPATIA É LENTA?
Ao contrário do que é comum se ouvir dizer, a ação do medicamento homeopático não é lenta, iniciando-se imediatamente após o contato com as mucosas. Nos casos agudos, quando indicado corretamente, o resultado é igual ou mais rápido do que a alopatia. Porém, nos casos crônicos, assim como a doença teve um determinado período (mais ou menos longo) para estabelecer, o organismo necessita de um determinado tempo para voltar ao equilíbrio.
POR QUE A COMPOSIÇÃO DO MEDICAMENTO HOMEOPÁTICO É IMPERCEPTÍVEL?
Quando Hahnemann iniciou a experimentação, percebeu que certas substâncias não poderiam ser usadas em grandes quantidades. Passou então a diluir cada vez mais, agitando o medicamento (sucussões) e obtendo assim, melhores resultados. As diluições atingem, em determinados momentos, tal ordem que não se encontra mais a presença da substância original. 
A substância ao ser diluída e agitada molda-se conforme o insumo ativo original, e com as repetições, produz como que “cópias virtuais” do princípio ativo, independente da presença ou ausência deste. Estas “cópias” (um tipo de imagem do medicamento) ativam ou energizam os sistemas alvos e desencadeia a resposta orgânica do paciente. Esta forma de energia, contida nas “cópias” estimula os mecanismos naturais de cura do indivíduo. Assim o efeito medicamentoso em homeopatia não é bioquímico, mas sim energético. 
QUEM USA HOMEOPATIA NÃO PODE MAIS UTILIZAR A ALOPATIA?
A Real H é a favor da solução do problema dos animais, não é contra o uso de alopatia. As duas formas terapêuticas podem ser associadas, sempre sob supervisão de Médico Veterinário, principalmente, em circunstâncias onde o desequilíbrio no organismo já está tão intenso e profundo que, apesar de (aparentemente) bem medicado com o tratamento o paciente não consegue responder adequadamente. Isto é muito comum nos surtos infecciosos e parasitários, onde as condições ambientais estão de tal ordem desequilibradas que o ambiente torna-se também um fator de manutenção do contágio, mantendo ou retroalimentando a situação problema.

Fonte: Assessoria

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Notícias Oportunidade de Negócios

Instituições financeiras oferecerão R$ 3 bi em crédito no Show Rural

Organizadores do evento estão otimistas e estimam movimentação financeira entre R$ 1,5 bilhão e R$ 2 bilhões

Publicado em

em

Divulgação

Os bancos e as cooperativas de crédito que estarão presentes no Show Rural Coopavel 2019 vão disponibilizar R$ 3 bilhões aos produtores rurais que desejarem financiar máquinas, implementos ou fazer outros investimentos em suas propriedades. As taxas e prazos oferecidos serão os melhores do mercado.

O 31º Show Rural Coopavel terá a presença do Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal, Bradesco, Santander,. BRDE e as principais cooperativas de crédito do País, entre elas Sicredi, Sicoob, Cresol e Credicoopavel. Os organizadores do evento estão otimistas e estimam movimentação financeira entre R$ 1,5 bilhão e R$ 2 bilhões.

O Show Rural Coopavel será de 4 a 8 de fevereiro e contará com 520 expositores. O público esperado é 250 mil pessoas. Uma das principais novidades desta 31ª edição é o Show Rural Digital, que contará com a participação de algumas das maiores empresas do mundo de tecnologia e inovação.

Fonte: Assessoria
Continue Lendo

Notícias Tudo sobre avicultura

FACTA lança edição ampliada e revisada do livro “Produção de matrizes de frangos de corte”

Exemplar traz 15 capítulos com diversos elementos sobre o desenvolvimento das aves

Publicado em

em

Divulgação/Assessoria

A Fundação APINCO de Ciência e Tecnologia Avícolas (FACTA) lança a 3ª edição do livro “Produção de matrizes de frango de corte”, ampliada e com conteúdo revisado. A obra envolveu mais de 35 profissionais, sendo alguns colaboradores de empresas fortemente comprometidas com o setor avícola, bem como pesquisadores do mundo acadêmico.

O exemplar traz 15 capítulos com diversos elementos sobre o desenvolvimento das aves, como o entendimento dos aspectos fisiológicos dos machos e das fêmeas, o manejo alimentar, as principais doenças e formas de tratamento, a relevância da casca dos ovos, ambiência, biosseguridade, o dimensionamento e gerenciamento das granjas de produção, dentre outros assuntos, que são abordados com profundidade, mas de forma didática, com ilustrações, tabelas e figuras, que facilitam o entendimento do texto.

O livro foi editado pelos membros da FACTA: Marcos Macari, Elisabeth Gonzales, Inaldo Sales Patrocínio e Neyre Norie Shiroma, com apoio da FAPESP (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo) e das empresas Alltech do Brasil, Biocamp, Cargill Alimentos, Cobb-Vantress Brasil, Nutriquest Technofeed Nutrição Animal, Ceva Saúde Animal e Zoetis Indústria de Produtos Veterinários.

O livro pode ser adquirido no site da FACTA.

Fonte: Assessoria
Continue Lendo

Notícias Mercado Externo

Cinco unidades de frango do Brasil são desabilitadas a exportar a sauditas

Entre as plantas que permanecem habilitadas a exportar para o país árabe estão BRF, JBS, Seara e a LAR Cooperativa Agroindustrial

Publicado em

em

Arquivo/OP Rural

Na segunda-feira (21) o serviço sanitário da Arábia Saudita apresentou o relatório das empresas brasileiras habilitadas a exportar para o país. Segundo a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) a autorização se mantém para 25 plantas frigoríficas brasileiras de carne de frango. Atualmente, 58 plantas são habilitadas pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) a exportar, mas somente 30 embarcam produtos efetivamente.

A ABPA informou em nota oficial que o impacto da decisão, portanto, é sobre cinco plantas frigoríficas, que deixam de exportar para o país. “As empresas autorizadas constam em uma lista divulgada pelas autoridades sauditas. As razões informadas para a não-autorização das demais plantas habilitadas decorrem de critérios técnicos. Planos de ação corretiva estão em implementação para a retomada das autorizações”, diz a nota.

A Associação comunicou que está em contato com o Governo Brasileiro para que, em tratativa com o Reino da Arábia Saudita, sejam resolvidos os eventuais questionamentos e incluídas as demais plantas. “Além disto, as plantas que hoje não estão habilitadas contarão com o apoio do Ministério para obter a autorização para exportar a este mercado”, afirma a ABPA.

Segundo o MAPA, o grupo habilitado respondeu no ano passado por 63% do volume das exportações brasileiras de carne de frango – porcentagem que correspondeu a 437 mil toneladas – para a Arábia Saudita.

Além do mais, o Ministério ainda está examinando o relatório e encaminhará aos estabelecimentos as recomendações apresentadas.

Entre as plantas que permanecem habilitadas a exportar para o país árabe estão BRF, JBS, Seara e a LAR Cooperativa Agroindustrial.

Fonte: O Presente Rural
Continue Lendo
Nucleovet 2
APA

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e recebas as principais notícias em seu email.