Conectado com
FACE

Notícias SBSA

Multirresistência bacteriana em debate no 21º Simpósio Brasil Sul de Avicultura

Doutor em biologia celular e molecular Mateus Matiuzzi da Costa palestra sobre o tema no dia 7 de abril

Publicado em

em

Arquivo/OP Rural

“Multirresistência bacteriana ligada a E. coli e aos impactos na cadeia de produção de aves” é o tema da palestra do médico veterinário Mateus Matiuzzi da Costa no 21° Simpósio Brasil Sul de Avicultura (SBSA), promovido pelo Núcleo Oeste de Médicos Veterinários e Zootecnistas (Nucleovet) nos dias 6, 7 e 8 de abril. A palestra ocorrerá no segundo dia do evento, das 16h20 às 17h.

Mateus Matiuzzi da Costa é bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq. Possui graduação em medicina veterinária pela Universidade Federal de Santa Maria, mestrado e doutorado em biologia celular e molecular pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul.  Atualmente, é professor associado da Universidade Federal do Vale do São Francisco. É sub-coordenador da Rede de Ciências Ômicas (Recom) que congrega instituições nacionais e internacionais. Tem experiência na área de medicina veterinária, com ênfase em medicina veterinária preventiva, atuando principalmente nos temas: diagnóstico molecular de patógenos de interesse veterinário, estudo de mecanismos de resistência aos antimicrobianos e alternativas ao uso de antimicrobianos.

O SBSA reunirá os mais respeitados especialistas da atualidade que apresentarão novidades do complexo setor da avicultura. A programação científica está subdividida em cinco módulos: futuro, mercado, abatedouro, sanidade e manejo. “Todas as tendências que moldarão a indústria avícola estarão em foco no 21º SBSA, com palestrantes de vanguarda que abordarão os temas mais avançados da avicultura mundial”, frisa o presidente da Comissão Científica do SBSA, Guilherme Lando Bernardo.

Neste ano, o evento será totalmente virtual. O Nucleovet decidiu realizar o SBSA neste formato após o agravamento dos casos de covid-19, respeitando as regras vigentes de controle da pandemia e o bem-estar dos participantes. “Todos os recursos tecnológicos serão empregados para assegurar a melhor experiência e o maior aproveitamento aos participantes”, assegura o presidente da entidade, Luiz Carlos Giongo.

Paralelamente, ocorrerá a 12ª Brasil Sul Poultry Fair, feira virtual que reunirá mais de 70 empresas nacionais e multinacionais e eventos paralelos. Será um espaço onde as empresas geradoras de tecnologias apresentarão suas novidades e produtos, além de permitir a construção do networking e o aprimoramento técnico dos congressistas.

Inscrições

As inscrições seguem a todo vapor. O investimento para as inscrições realizadas até o dia 19 de março é de R$ 400,00 para profissionais, R$ 300,00 para estudantes, R$ 200,00 para associados, R$ 300,00 para agroindústrias/órgãos públicos e R$ 270,00 para universidades.

A partir do dia 20 de março inicia a venda do segundo lote com reajuste no valor das inscrições. Até o dia 31 de março os valores são de R$ 440,00, R$ 340,00, R$ 200,00, R$ 330,00 e 300,00, respectivamente. Após essa data e durante o evento o investimento será de R$ 500,00, R$ 400,00, R$ 200,00, R$ 360,00 e R$ 350,00, respectivamente.

O acesso para a 12ª Brasil Sul Poultry Fair virtual e eventos paralelos será gratuito mediante credenciamento.

O 21º Simpósio Brasil Sul Avicultura tem apoio do Conselho Regional de Medicina Veterinária de SC (CRMV/SC), da Sociedade Catarinense de Medicina Veterinária (Somevesc), da Prefeitura de Chapecó, da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), da Embrapa Suínos e Aves e da Unochapecó.

Mais informações sobre o 21º Simpósio Brasil Sul de Avicultura no site: www.nucleovet.com.br/simposio/avicultura.

Fonte: Assessoria
Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 − sete =

Notícias Serviço

Usuários poderão avaliar serviços de informação e abastecimento prestados pela Conab no país

Plataforma permite que qualquer indivíduo seja um avaliador

Publicado em

em

Divulgação

Desde a segunda-feira (26), todos os usuários dos serviços prestados pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) poderão avaliar sua experiência em relação à qualidade do trabalho e do atendimento da estatal. A nova plataforma virtual do Conselho de Usuários de Serviços Públicos, da Controladoria-Geral da União (CGU), agora também disponibiliza uma enquete sobre a Companhia, que possibilita à sociedade e ao governo identificar os desafios e as necessidades para desenvolver a empresa.

Os itens questionados incluem perguntas sobre a tempestividade das informações agropecuárias disponibilizadas, a facilidade de navegação no Portal da Companhia e a avaliação do site em relação a outros que contêm dados do setor agrícola e de abastecimento. Os serviços da Conab inicialmente passíveis de avaliação são os de armazenagem, cadastro e consulta na rede armazenadora do país, transparência na gestão dos estoques públicos e informações de safra e indicadores da agropecuária.

A plataforma permite que qualquer indivíduo seja um avaliador. O objetivo é acompanhar e verificar a qualidade dos atendimentos governamentais e ampliar a participação no controle social da Administração Pública.

O funcionamento dos conselhos de usuários é totalmente virtual e qualquer cidadão interessado pode participar. Para se cadastrar, é necessário ter inscrição no Gov.br e um perfil no Fala.BR, que é o sistema integrado de Ouvidoria e Acesso à Informação. Após a inclusão nesses sistemas, o acesso à plataforma é liberado para atuar nas avaliações. Por meio dessa ferramenta, também é possível receber periodicamente outras pesquisas de avaliação e propor soluções para o melhor atendimento às necessidades da população.

Acesse aqui a avaliação dos serviços oferecidos pela Conab e conheça também a página do Conselho de Usuários para outras enquetes.

Fonte: Conab
Continue Lendo

Notícias Previsão do Tempo

Sistema Nacional de Meteorologia prevê frio intenso em partes do país nos próximos dias

Com a entrada de uma nova e intensa onda de frio, as regiões Sul, Sudeste, Centro-Oeste e sul da região Norte devem ter queda de temperatura entre os dias 28 de julho e 1° de agosto. Também há previsão de geadas amplas

Publicado em

em

Divulgação
Com as atualizações dos principais modelos numéricos de previsão do tempo de na segunda-feira (26) e as análises dos Meteorologistas do Sistema Nacional de Meteorologia (SNM), persiste a previsão de que a partir desta terça-feira (27) as temperaturas entrem em declínio acentuado no Rio Grande do Sul. Com o deslocamento da frente fria, a chuva ainda está prevista para os três estados da Região Sul até amanhã e também deverá atingir o sul do Mato Grosso do Sul; posteriormente no dia 28 (quarta-feira), deverá ocorrer no Sudeste (leste de São Paulo com maiores volumes), sul de Minas Gerais, e na sequência, Rio de Janeiro e Espírito Santo.

Ainda no dia 28, a presença de um ciclone extratropical no Oceano Atlântico, intensificará os ventos no litoral da Região Sul e também favorecerá a incursão de umidade nas serras gaúcha e catarinense. A combinação de umidade com o ar frio poderá favorecer à ocorrência de chuva congelada e/ou queda de neve nas áreas de maior altitude.

Além da Região Sul, o ar frio predominará por toda a Região Sudeste, Centro-Oeste e sudoeste da Amazônia Legal entre os dias 28 e 31/07, ocasionando mais um episódio de Friagem. Já no período de 30/07 a 01/08, o ar frio deverá avançar também pelo sul da Bahia e partes do interior da Região Nordeste (declínios de temperaturas entre 6ºC e 4°C, especialmente nas áreas de maior altitude).

Geadas

Já há indícios de ocorrências pontuais na região da Campanha Gaúcha, na fronteira com o Uruguai, na madrugada do dia 27 (terça-feira). Já na madrugada do dia 28 (quarta-feira), há previsão de geadas amplas, que podem chegar à forte intensidade em algumas áreas, em todo interior do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina, além do sul e sudoeste do Paraná e, com menores chances, de forma mais pontual e de menor intensidade, entre o noroeste do Paraná e o extremo sul do Mato Grosso do Sul.

No dia 29/07, há previsão de geada ampla em praticamente toda a Região Sul, sul do Mato Grosso do Sul e sudeste de São Paulo (com intensidade variando de moderada a forte). Também não se descarta episódio pontual de chuva congelada nas áreas de maior altitude da Serra da Mantiqueira (divisa entre São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro – região de Itatiaia);

Já no dia 30/07 a previsão de geada se entende para todo o estado de São Paulo, sul, Campo das Vertentes, oeste, Triângulo e Alto Paranaíba em Minas Gerais (área de divisa com São Paulo – Serra da Mantiqueira, poderão ter intensidade moderada a forte). Também poderá ocorrer de forma mais isolada no sul de Goiás.

A previsão de geadas pode ser consultada na Plataforma de Monitoramento de possíveis Geadas no Brasil

Fonte: Mapa
Continue Lendo

Notícias

Central de resíduos de Campos Novos é modelo para as demais unidades da BRF

Localizada no Meio-Oeste de SC, a unidade conta com duas áreas para armazenagem temporária de descartes da fábrica e de setores administrativos

Publicado em

em

Foto: Assessoria

Uma das maiores companhias de alimentos do mundo, a BRF investe em ações de sustentabilidade conectadas à Visão 2030 da empresa por meio dos seus 22 compromissos globais e transversais aos aspectos ESG (Ambiental, Social e de Governança). Próxima de completar 10 anos, a unidade de Campos Novos está conectada com essa agenda de sustentabilidade e conta com uma central de resíduos que se transformou em modelo para as demais plantas. A unidade possui duas centrais para armazenamento temporário de resíduos Classe I e II. O projeto em linha com as ambições do plano de sustentabilidade são: atuar em sinergia com os nossos parceiros e impactar positivamente as comunidades, inovar e obter soluções sustentáveis para desafios globais, promover o bem-estar animal, ser inclusivo, plural e diverso, preservar o meio ambiente e ser ecoeficiente.

A diretora de Sustentabilidade da BRF, Mariana Modesto, afirma que a Companhia busca evolução constante nos patamares de gestão ambiental. “Como empresa global, a inclusão de critérios de sustentabilidade à gestão e à estratégia é uma jornada permanente que visa antecipar transformações de mercado e mitigar os riscos e seus impactos”, destaca. “Buscamos ser cada vez mais ecoeficientes através da gestão sustentável da nossa cadeia”.

Colocada em operação há pouco mais de um ano, a central II recebe os resíduos gerados pela fábrica, como papel, plástico, resíduos não recicláveis e orgânicos, bombonas de produtos de higienização e de óleo sintético, sucatas metálicas, que vão para uma área impermeabilizada, com cobertura, contenção e acesso restrito. Depois de prensados, os materiais são destinados para terceiros homologados e licenciados com controle ambiental adequado para a destinação final. O prédio da central conta com baias identificadas de acordo com a coleta seletiva e o armazenamento é realizado em contêineres. O projeto da central de resíduos atende as NBRs 12.235 e 11.174 (normas técnicas e possuem inúmeras aplicações para padronização de documentos, processos produtivos e procedimentos).

“A central de resíduos de Campos Novos conta com um mapa de processos e também um padrão técnico onde estão descritos os procedimentos a serem executados no local”, ressalta o gerente da unidade, Vitório Almeida. “Esse documento, registrado com um padrão simples e prático, está fixado dentro da própria central”. A planta conta com outra área, também adequada chamada de Central de Resíduos I, que recebe os resíduos exclusivamente de setores externos e administrativos, banheiros e restaurante.

Fonte: Assessoria
Continue Lendo
IPVS LATERAL 2022

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e recebas as principais notícias em seu email.