Conectado com
VOZ DO COOP

Notícias

Monitoramento de indicadores e pesquisa sobre gases do efeito estufa são tema de reunião do Plano ABC+RS

Uma nova reunião do Comitê Gestor Estadual deve ser realizada em julho, para rever as metas estipuladas pelo Plano ABC+RS em 2024. 

Publicado em

em

Foto: Divulgação/Seapi

Monitoramento de indicadores e um extensivo projeto de pesquisa sobre emissão de gases do efeito estufa em sistemas produtivos do Rio Grande do Sul foram os temas abordados pela reunião do Comitê Gestor Estadual do Plano ABC+RS, realizado nesta sexta-feira (28), de forma híbrida, pela Secretaria da Agricultura, Pecuária, Produção Sustentável e Irrigação (Seapi). “Precisamos sair desta situação de calamidade em que nos encontramos, com relação ao nosso solo e ao nosso ambiente. O trabalho e a experiência deste comitê serão de fundamental importância nesta hora”, disse o secretário da Agricultura, Clair Kuhn, na abertura da reunião.

O coordenador-Geral de Agricultura de Baixa Emissão de Carbono no Ministério da Agricultura e Pecuária, Rodrigo Dantas, apresentou o primeiro painel disponível para visualização da Plataforma ABC+, que compõe o Sistema Integrado de Informações do Plano Setorial para Consolidação de uma Economia de Baixa Emissão de Carbono na Agricultura (SINABC). “Essa ferramenta vem para dar suporte à toda governança do Plano ABC+ pelo Brasil, com informações regionalizadas. Nosso desafio é monitorar os usos destas tecnologias e sistemas de produção num país de vocação agropecuária de dimensões continentais”, destacou.

O painel já disponível para consulta é o referente às práticas de recuperação de pastagens degradadas. Está em fase de conclusão o painel sobre terminação intensiva. O Ministério planeja deixar para consulta painéis com dados regionalizados sobre as tecnologias do Plano ABC+RS: sistema de plantio direto, sistemas de integração, florestas plantadas, bioinsumos, sistemas irrigados e manejos de resíduo animal. Os painéis permitirão consulta em níveis nacional, regional, estadual e municipal.

Pesquisa sobre gases do efeito estufa
O professor Sandro José Giacomini, da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), apresentou o projeto de pesquisa “Monitoramento das emissões de gases de efeito estufa e estoques de carbono visando a mitigação e adaptação às mudanças climáticas em sistemas agropecuários e florestais do RS”. Aprovado em edital da Fapergs e da Secretaria de Meio Ambiente e Infraestrutura (Sema), o projeto de pesquisa conta com nove instituições envolvidas.

Suas atividades estão divididas em oito eixos temáticos, 13 planos de ação e 34 estudos, em 12 municípios gaúchos. “O objetivo é conseguir gerar informações básicas sobre os níveis e tendências de emissões dos gases de efeito estufa nos mais diversos sistemas agropecuários e florestais do Estado, como culturas de grãos, cultivos perenes, pecuária, campo nativo, florestas plantadas, entre outros”, detalhou Giacomini.

Revisão das metas do Plano ABC+RS
Uma nova reunião do Comitê Gestor Estadual deve ser realizada em julho, para rever as metas estipuladas pelo Plano ABC+RS em 2024.

Com a ocorrência das enchentes, o cenário mudou completamente, daquele quando foi pulicado o Plano ABC+RS em 2023. Agora, temos quase 3 milhões de hectares degradados a mais para recuperar. Precisamos sentar com as instituições que contribuíram na elaboração das metas atuais para discutir essa revisão”, avaliou o coordenador estadual do ABC+RS, Jackson Brilhante.

Participaram representantes das seguintes entidades, além da Secretaria da Agricultura: Banrisul, BRDE, Crea/RS, Embrapa, Famurs, Farsul, Fepam, Mapa, Sema, Senar e UFSM.

Fonte: Assessoria Seapi

Notícias

C.Vale lança corte raquete empanada durante Siavs 2024 

Evento acontece de 06 a 08 de agosto no Distrito do Anhembi, em São Paulo.

Publicado em

em

Foto: Divulgação/Arquivo OPR

Entre os dias 06 a 08 de agosto, a C.Vale Cooperativa Agroindustrial vai participar do Siavs 2024, um evento que reúne a avicultura, a bovinocultura, a suinocultura e o setor de peixes de cultivo, promovendo um encontro de especialistas e líderes do setor agroindustrial, gerando oportunidades de negócios e avanços tecnológicos.

A C.Vale está pronta atender aos consumidores mais exigentes do mundo e que buscam produtos com preparos práticos, qualidade e sabor. Conta com uma linha de produtos IQF, que são produtos com congelamento individual das peças, tanto para peixes como para as aves e ainda uma ampla linha de empanados de frango para atender àqueles que buscam praticidade no dia a dia para petiscar ou em suas refeições cotidianas. Nesta oportunidade a C.Vale apresentará o lançamento da Raquete Empanada, um corte super diferenciado nos sabores tradicional e apimentado.

Para o gerente comercial Fernando Aguiar, participar do Siavs é uma oportunidade única para que a cooperativa se aproxime ainda mais dos clientes, possa prospectar novos, e ainda gerar relacionamentos, parcerias e acompanhar as tendências do mercado.

Acompanhado de parte do time comercial do mercado interno, externo e marketing de produtos, Aguiar espera representar todos os cooperados que produzem e entregam seus produtos para a cooperativa e confiam nessa gestão. “Estamos confiantes e esperamos fazer bons negócios, levando sempre em consideração a segurança dos nossos clientes e da C.Vale, para os nossos mais de 27 mil associados e 14 mil colaboradores”, frisou.

Fonte: Assessoria ABPA
Continue Lendo

Notícias

Painel empresarial debate futuro das proteínas no Siavs 2024

Debate reune cinco das maiores empresas de proteína animal do planeta em debate sobre rumos do setor.

Publicado em

em

Foto: Alf Ribeiro/Arquivo Siavs

Representantes de cinco das maiores empresas de proteína animal do Brasil e do Mundo participarão de um painel sobre o futuro do comércio global das proteínas animais durante o Salão Internacional de Proteína Animal (Siavs), maior evento dos setores no Brasil, que acontecerá entre os dias 06 e 08 de agosto, no Distrito Anhembi, em São Paulo (SP).

Entre os confirmados para o evento estão o CEO da Alibem, José Roberto Goulart, o diretor-executivo de Agropecuária da JBS Seara e presidente da Associação Catarinense de Avicultura (ACAV), José Antônio Ribas Junior, o diretor de relações internacionais da Minerva Foods, João Sampaio, o vice-presidente de Agropecuária e Qualidade da BRF, Fábio Duarte Stumpf, e o Diretor da MCassab, Mário Sérgio Cutait.

Durante o painel, as lideranças empresariais abordarão cenários e perspectivas sobre os rumos da cadeia produtiva de proteína animal do Brasil e o contexto global das proteínas de aves, suínos, bovinos, peixes e ovos, incluindo questões de sustentabilidade, competitividade e outros pontos. “Reunimos representantes de algumas das maiores empresas globais no setor de proteína animal para apontar indicativos próprios sobre a trilha que a produção e o consumo de proteína animal deverá percorrer ao longo dos próximos anos.  Isso, não apenas considerando o cenário de consumo, como também na perspectiva da competitividade”, destaca o presidente da ABPA, Ricardo Santin, que será o mediador do painel.

O painel acontecerá no Auditório Celso Furtado, e será aberto ao público presente no Siavs. Veja mais sobre a programação do evento clicando aqui.

Fonte: Assessoria ABPA
Continue Lendo

Notícias

Abiove atualiza projeções para safra de soja de 2024

Pequenas alterações nas estimativas foram motivadas pela reavaliação periódica de produtividade.

Publicado em

em

Foto: Divulgação/Arquivo OPR

A Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove) divulga a atualização das estatísticas mensais do complexo brasileiro da soja até maio de 2024. As novas projeções para o ciclo atual apresentam poucas mudanças, destacando-se pela leve revisão nas estimativas de produção.

A produção de soja em grão está estimada em 153,2 milhões de toneladas, um aumento de 700 mil toneladas em relação ao levantamento anterior. O esmagamento foi mantido em 54,5 milhões de toneladas, enquanto a produção de farelo de soja permanece estimada em 41,7 milhões de toneladas e a de óleo de soja em 11 milhões de toneladas.

Processamento mensal

Em maio de 2024, o processamento de soja foi de 4,29 milhões de toneladas, representando uma queda de 1,5% em relação a abril de 2024 e uma redução de 6,2% em comparação a maio de 2023, ajustado pelo percentual amostral de 90,6%.

Comércio exterior

As exportações alcançaram os seguintes volumes: 97,8 milhões de toneladas de soja em grão, 21,7 milhões de toneladas de farelo de soja, um aumento de 100 mil toneladas em relação ao levantamento anterior, e 1,15 milhão de toneladas de óleo de soja, um aumento de 50 mil toneladas em relação à última estimativa. A receita projetada com essas exportações do complexo soja é de US$ 49,6 bilhões em 2024.

Fonte: Assessoria Abiove
Continue Lendo
SIAVS 2024 E

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e recebas as principais notícias em seu email.