Conectado com
FACE

Empresas

Minerva Foods lança Inventário anual de Gases de Efeito Estufa na plataforma do Programa Brasileiro GHG Protocol

Redução de 41% na emissão dos gases poluentes em 2019 está entre os principais destaques da área de Sustentabilidade da Companhia

Publicado em

em

Divulgação/MAPA

A Minerva Foods, líder em exportação de carne bovina na América do Sul e uma das maiores empresas na produção e comercialização de carne in natura e seus derivados na região, lançou seu Inventário Anual de Gases de Efeito Estufa (GEE) no Registro Público de Emissões, plataforma do Programa Brasileiro GHG Protocol. O projeto vem sendo desenvolvido pelo time de Sustentabilidade com apoio das áreas Administrativas e de Meio Ambiente de cada unidade operacional e estão disponíveis, para acesso na plataforma, os inventários anuais a partir do ano de 2015.

O objetivo do inventário é quantificar as emissões de GEE da organização; os progressos e melhorias decorrentes de iniciativas estratégicas relacionadas à temática das Mudanças Climáticas; bem como fazer o acompanhamento da evolução de seus níveis e utilizá-lo como ferramenta para determinação de melhorias nos sistemas.

De acordo com dados divulgados no material, no último ano, a Minerva Foods registrou redução de 41% na emissão de Gases de Efeito Estufa quando comparado a 2018. A redução representa valor aproximado de 134.000 toneladas de CO² equivalente.

Taciano Custodio, diretor de sustentabilidade da Minerva Foods, destaca que “a emissão dos gases de efeito estufa são inerentes a atividades industriais. No entanto, o diferencial está no que essa indústria faz para otimizar sua operação de forma a diminuir tais emissões. Na Minerva Foods, temos obtido sucesso nessa empreitada com melhorias nos sistemas de eficiência energética, que resultaram na diminuição do consumo de energia elétrica; melhorias nos sistemas de tratamento de efluentes; e na redução do consumo de combustíveis, por exemplo”.

Mensuração dos dados

A quantificação dos dados é realizada mensalmente. Assim como toda indústria, as emissões são provenientes das unidades de negócio por meio do consumo de combustíveis, da geração de efluentes, do consumo de gases refrigerantes, entre outros.

Em 2019, a Companhia reduziu o consumo de energia elétrica em 5%, investiu em sistemas automatizados de controle de consumo de energia elétrica e de acompanhamento de parâmetros do tratamento de efluentes.

Minerva Foods é a Companhia com melhores indicadores de Sustentabilidade do setor

Segundo último relatório divulgado em junho de 2020 por auditoria externa, houve a confirmação de que a Companhia está 100% em conformidade com o Compromisso Público de Pecuária Sustentável, firmado em 2009 para garantir as práticas aplicadas no combate ao desmatamento da floresta amazônica, o uso de mão-de-obra análoga à escrava, como também respeito às terras indígenas e áreas de conservação na região da Amazônia.

A Minerva Foods possui também os melhores resultados entre os grandes players na auditoria supervisionada pelo Ministério Público Federal, disponível publicamente no website do órgão e objeto de estudo recente conduzido pela ONG Amigos da Terra demonstrando com resultados materiais o compromisso da Companhia.

A estratégia de atuação da Minerva Foods está alicerçada nos mais elevados padrões de excelência em governança corporativa nacional e internacional. A Companhia é atualmente a única representante de seu setor na América Latina a obter financiamento da International Financial Corporation (IFC), membro do Grupo Banco Mundial, que apoia o compromisso com a sustentabilidade e liderança no gerenciamento das questões socioambientais da cadeia produtiva. A Minerva Foods é guiada pelos padrões de desempenho da instituição com o objetivo de identificar, mitigar e gerenciar os riscos e impactos, em prol de negócios sustentáveis, com geração de valor para todos os elos da cadeia.

A Companhia já faz parte das mesas regionais dos países em que atua, entre eles o Brasil, o Paraguai, a Argentina e a Colômbia. A participação da Minerva Foods na mesa global, enquanto líder em exportação na América do Sul, representa a amplificação da representatividade do continente no âmbito mundial. Suas unidades são ainda certificadas pela PAACO (Professional Animal Auditor Certification Organization) para melhores práticas de manejo e bem-estar animal, como também seguem padrões globais para gestão da segurança do alimento da BRC (British Retail Consortium) e HACCP (Hazard Analysis and Critical Control Point).

Fonte: Assessoria
Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × um =

Empresas

Melhor empresa da Europa, Vetoquinol aposta em sustentabilidade e responsabilidade social para crescer

O reconhecimento concedido pela IHS Markit é mais um marco na história de mais de 8 décadas da Vetoquinol

Publicado em

em

Fabrica Vetoquinol / Divulgação.

“Estamos nos desenvolvendo de forma sustentável e significativa”. A afirmação é Dominique Derveaux, chief operating officer (COO) da Vetoquinol Saúde Animal. A empresa, uma das 10 maiores indústrias veterinárias, acaba se ser eleita a melhor empresa do ramo na União Europeia pela consultoria internacional IHS Markit. A revista francesa Le Point também a premiou como a melhor empresa veterinária no quesito responsabilidade social.

“Isso é para nos orgulhar e expressar aos parceiros de negócios nosso orgulho e maior visibilidade na indústria de saúde animal”, afirma Derveaux, ao celebrar o reconhecimento do investimento em boas práticas e pessoas. “Esse prêmio é uma prova da nossa posição de liderança e que devemos continuar apostando no nosso desenvolvimento sustentável”, complementa.

O reconhecimento concedido pela IHS Markit é mais um marco na história de mais de 8 décadas da Vetoquinol, cuja fundação teve início na cidade de Lure (França). Em 2020, a empresa registrou vendas de € 427,5 milhões, aumento de 8% em relação ao ano anterior, e obteve um crescimento de vendas de dois dígitos. Esse avanço aconteceu em todas as regiões em que a empresa atua, inclusive o Brasil, o que comprova a eficácia do seu portfólio de alta tecnologia para bovinos, animais de companhia, equinos e suínos.

“O desempenho extraordinário em 2020, sem dúvida o mais desafiador da última década, é resultado de um longo e desafiador caminho rumo à excelência. Estou muito grato às equipes por seu compromisso e dedicação. Estar à disposição dos nossos clientes e dos seus clientes é, definitivamente, a abordagem certa para conquistarmos mais juntos”, comemora o Dirk Wuyts, diretor executivo da Vetoquinol na Europa.

Responsabilidade social

Melhor empresa da União Europeia, a Vetoquinol também conquistou o título de melhor reputação em responsabilidade social para uma indústria veterinária. O ranking é promovido pela revista francesa Le Point. A empresa obteve 81,9 pontos em 100 possíveis. O estudo analisou dados de 2 mil empresas que empregam mais de 500 pessoas no país.

Jorge Espanha, (Diretor Presidente) destaca “o empenho da companhia em oferecer soluções cada vez mais modernas para a saúde, a produtividade e o bem-estar animal, reconhecido no mercado europeu por uma das principais consultorias em Saúde Animal”.

Continue Lendo

Empresas

Vaccinar Promove sua 1° convenção de vendas em formato online

Com conteúdo cuidadosamente planejado, empresa confirma a presença de palestrantes de renome, como: Arthur Igreja, Ana Lenat e Professor Marins

Publicado em

em

Nelson Lopes, CEO Vaccinar / Divulgação

Nos dias 8 e 9 deste mês, a Vaccinar vai reunir o seu CEO, Nelson Lopes, diretores, gestores corporativos, equipe técnica de nutrição e representantes comerciais para alinhar informações, celebrar os grandes resultados nos últimos anos e compartilhar conhecimentos e as expectativas para 2021, durante a sua Convenção de Vendas. O evento, que contará também com a presença de palestrantes conhecidos no mundo corporativo será no formato virtual por causa da pandemia. E o mote do encontro é: “Conectado com Você”.

“A Vaccinar é uma empresa que busca estabelecer conexões duradouras com seus clientes, parceiros e colaboradores. E, em um cenário como o qual estamos vivendo, onde tivemos que nos reinventar, desenvolvendo um novo jeito de viver, de trabalhar e de se relacionar, a companhia se adequou e realizará a sua convenção de vendas, pela primeira vez, no formato online. Logo, o tema do evento – Conectado com Você – não poderia ser mais pertinente”, diz Nelson Lopes, CEO da empresa.

Entre os vários assuntos que serão abordados durante a convenção, haverá palestras que contarão sobre a história de sucesso da empresa, que completou em outubro de 2020, 40 anos de fundação; sobre os cenários do mercado de proteínas e de grãos; sobre inovação e sobre a jornada do cliente. Além de momentos de celebração com as premiações dos destaques em vendas. O evento foi dividido em momentos que buscam a conexão dos participantes com os diversos assuntos que serão abordados.

Conectado com a Inovação

 Para conduzir esse momento, Arthur Igreja, autor do livro “Conveniência é o nome do negócio”, especialista em inovação, é um dos palestrantes confirmados. Igreja é fundador da plataforma AAA com Ricardo Amorim do Manhattan Connection. Ele tem vasta formação, possui Masters in International Business nos Estados Unidos, pela Georgetown University, Mestrado Executivo em Gestão Empresarial pela FGV/EBAPE, além de certificações executivas em Harvard & Cambridge.

 Conectado com o Mercado

 E para falar sobre o mercado, a escolhida foi a palestrante Ana Lenat, que tem mais de 20 anos de experiência no agronegócio. Entre as diversas experiências profissionais está a passagem pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e na BMJ Consultores Associados.

Conectado com o Cliente

 E como a Vaccinar é uma empresa que busca sempre a excelência no atendimento, falar sobre o cliente se faz fundamental. Luiz Almeida Marins Filho, mais conhecido como Professor Marins, é quem vai falar sobre o assunto, no momento intitulado “Conectado com o Cliente”. Autor de vários livros de negócios, professor Marins é antropólogo. Ele também estudou Direito, Ciência Política, Negociação, Planejamento e Marketing em cursos em universidades no Brasil e no exterior.

“A Convenção de Vendas é uma grande oportunidade para atualização e troca de conhecimento, por isso, escolhemos a dedo os nossos palestrantes internos, assim como os palestrantes convidados. Tudo isso para enriquecer ainda mais o nosso evento”, ressalta Vinicius Santos, Diretor de Marketing Corporativo da empresa.

Fonte: Assessoria
Continue Lendo

Empresas

Pós-parto de vacas leiteiras enfrenta desafios nutricionais. Ação rápida é o segredo para recuperação

O pós-parto é um momento repleto de desafios para as vacas leiteiras, que passam por mudanças fisiológicas e metabólicas. Assim, é importante estar sempre atento às necessidades destes animais, de modo que eles possam retornar às suas atividades sem problemas e o mais rápido possível

Publicado em

em

Divulgação.

O período de gestação das vacas leiteiras envolve vários desafios fisiológicos. Com a chegada das bezerras, as fêmeas têm variação no nível hormonal e mudanças corporais, às quais, entre outras mudanças, dificultam a ingestão de água e alimentos. E isso é um grande obstáculo para a sua sustentação e da própria cria. “É um período muito difícil. As vacas entram em Balanço Energético Negativo (BEN), desequilíbrio entre a demanda energética e a capacidade de consumo, e pode aparecer a hipocalcemia, falta de cálcio na corrente sanguínea no período pós-parto”, informa a zootecnista Jessica Poncheki, consultora técnica comercial da Auster Nutrição Animal.

“É importante estabelecer a dieta correta no pós-parto o quanto antes. Fazer com que o rúmen da vaca esteja ativo e funcional é fundamental para aproveitar ao máximo os nutrientes” recomenda Jessica Poncheki. Ela ressalta que para os animais superarem esse período é preciso cuidar para que o BEN seja o menos intenso e com a menor duração possível. “Um bom manejo nutricional envolve dietas aniônicas cerca de 21 dias antes do parto, pois proporciona reposição de cálcio”.

Além da alimentação, é importante levar em consideração o conforto e o bem-estar animal, ou seja, a visão integrada da vaca no que diz respeito ao manejo e ao ambiente. Deve-se atentar a questões simples, mas muito relevantes, como o período do tempo em que a vaca fica deitada, pois pode estar relacionado à qualidade de cama ou à lotação; enchimento ruminal: pode ser reflexo de características da dieta ou até mesmo acessibilidade à dieta; e até problemas com ventilação, que pioram a condição de estresse térmico. Todos esses cuidados devem ser acompanhados de perto, no pré-parto e também durante os primeiros 20 a 30 dias após o nascimento das bezerras.

Para contribuir para a melhor e mais rápida recuperação das vacas no pós-parto, a Auster Nutrição Animal disponibiliza o Drench Up, suplemento composto por fontes de energia, minerais e vitaminas, que ajuda a restabelecer a atividade ruminal, promovendo a reidratação intra e extracelular. Além de Drench Up, a Auster também conta com a linha Prius, composta por produtos ricos em ingredientes energéticos e alta palatabilidade, que podem ser associados a fontes de aminoácidos e outros aditivos que melhoram a saúde do fígado dos animais nessa fase de BEN.

Fonte: Assessoria.
Continue Lendo
CONBRASUL/ASGAV

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e recebas as principais notícias em seu email.