Conectado com

Empresas Extensão rural:

Milhares de pecuaristas e técnicos do Rio Grande do Sul participam do “Circuito Expo Interexpress”, da Biogénesis Bagó

Em um mês, maior projeto itinerante da pecuária percorreu mais de dois mil quilômetros, levando capacitação, aperfeiçoamento técnico e negócios para 22 cidades do estado

Publicado em

em

Fotos: Divulgação

Com a proposta de levar capacitação, aperfeiçoamento profissional e negócios ao estado do Rio Grande do Sul, o “Circuito Expo Interexpress”, promovido pela Biogénesis Bagó, uma das empresas líderes na América Latina na produção de soluções para a saúde animal, atingiu mais de oito mil pecuaristas e técnicos, além de mais de 180 vendedores das revendas parcerias. Ao todo, foram mais de dois mil quilômetros percorridos e 22 cidades visitadas pela carreta do maior projeto itinerante da pecuária no estado durante todo o mês de setembro.

Para Marcelo Bulman, Country Manager da Biogénesis Bagó no Brasil,  a proposta principal do projeto, de levar informações e soluções que pudessem ajudar os produtores a aperfeiçoar os seus resultados, foi plenamente cumprida. “Estamos mais uma vez inovando no mercado veterinário, com a estratégia de trabalhar todos os elos da cadeia pecuária, desde o revendedor até o pecuarista. Com foco principal no produtor, temos a missão de auxiliá-lo a otimizar os seus resultados, por isso oferecemos ferramentas, por meio das revendas veterinárias, que podem contribuir para que o negócio seja cada vez mais sustentável e lucrativo. Além isso, aliamos o conhecimento técnico ao oferecer as soluções do nosso portfólio ao pecuarista e, assim contribuir para que ele obtenha os melhores resultados possíveis para produzir uma pecuária cada vez maior e melhor. Conseguimos cumprir nossa missão com êxito!”, ressalta Marcelo Bulman.

Segundo o Gerente de Marketing, Carlos Godoy, a iniciativa trouxe um novo conceito na ação multicanal, pois envolveu diferentes elos como: revendedores, vendedores, técnicos e produtores rurais.  “Exploramos mais uma vez o que sabemos fazer de melhor: o extensionismo rural. Em um ano repleto de desafios, onde não podemos receber os nossos clientes e amigos na nossa casa em Esteio (RS), fizemos o caminho inverso e fomos até eles. Levamos informação, percorremos cidade a cidade, fazenda por fazenda dos nossos parceiros do Rio Grande do Sul e fazendo negócios. O resultado foi um sucesso, comemora Godoy.

Para a coordenadora Biogénesis Bagó – Regional Sul, Arice Gomes, o “Circuito Expo Interexpress” foi fundamental para dar sequência num trabalho que já vinha sendo realizado em anos anteriores na Expointer. “Neste ano devido à pandemia, não tivemos o evento, mas, o Circuito veio para dar todo o suporte que precisávamos e para atingir bons resultados. Além disso, fortaleceu a parceria com nossos clientes, pois conseguimos levar a eles muito mais que bons negócios, mas também informação e conhecimento”, enfatiza.

 

Circuito alavancou negócios locais e revendas comemoram bons resultados

O “Circuito Expo Interexpress” foi realizado com o apoio das revendas veterinárias locais parceiras da Biogénesis Bagó e mesmo diante de um cenário de incertezas, a iniciativa alavancou negócios locais. É o que relata o gerente da Agropecuária Serrana, de São Francisco de Assis (RS), Jesus Daniel Felix Flores. “O Circuito foi um sucesso. A passagem da carreta em nossa loja alavancou muitos negócios e nos ajudou a divulgar ainda mais a marca da Biogénesis Bagó e a marca Agropecuária Serrana”, diz.

“2020 foi um ano desafiador, que exigiu uma readaptação rápida na maneira de fazer negócios. O Circuito Expo Interexpress foi uma verdadeira aula neste sentido. A Biogenesis Bagó nos inspira pela sua criatividade e proatividade em meio a este ano atípico. Temos muito orgulho de levantar esta bandeira!”, enfatiza Vitor Sallaberry, da loja Salaberry em Pelotas (RS).

Para o empresário Leandro Unamuzaga, da Agrocomercial, localizada em Uruguaiana (RS), com filial em Alegrete, a ação veio para aproximar ainda mais os produtores rurais e o trabalho em parceria foi fundamental para o resultado positivo. “Não existe sucesso na ação quando as pessoas não têm atitude. E o trabalho de toda equipe da Biogénesis Bagó é diferenciado, pois sempre nos atendem com muito zelo e dedicação. Nós valorizamos todo tipo de ação, desde que entendamos que nosso cliente se identificará com ela. Por isso, nos envolvemos e conseguimos chegar no nosso objetivo, que era de não deixar ‘morrer’ os resultados crescentes que sempre tivemos na Expointer. E deu certo! Só tenho a agradecer e zelar para que nossa parceria possa ir cada vez mais longe”, salienta.

“Considerando o ano de 2020 bastante atípico, devo salientar a coragem e a criatividade da equipe da Biogénesis Bagó, que tomou a iniciativa de uma ação única como esta, dando estímulo para não só buscarmos, mas concretizarmos os objetivos estabelecidos”, comenta Neri Perin, da Perin Agropecuária, de Santa Maria (RS).

Outro ponto de destaque do Circuito, segundo Luiz Henrique Medina Cuti, proprietário da Pampa Veterinária, localizada em Quaraí (RS), foi pelo fato do evento oportunizar clientes que, tradicionalmente, deixam para fazer suas compras na feira de Esteio. “Em virtude da pandemia, eles não deixaram de ser atendidos com condições especiais. Este tipo de ação estreita a relação entre consumidor final e indústria através de suas equipes de campo”, comenta.

“Para nós da Barraca Missões, filial de Santo Antônio das Missões, foi uma grande emoção receber o Circuito Expo Interexpress da Biogénesis Bagó em nossa loja, pois chamou a atenção dos clientes para vir até nosso estabelecimento. É a expressão ‘ver com seus próprios olhos’, pois muitos até não acreditavam que uma campanha dessas proporções viria até nós. E, desta forma, também conseguimos obter resultados positivos para o futuro de nossa empresa em parceria com a Biogénesis Bagó”, aponta a gerente Elisete Baiotto Ribeiro.

O “Circuito Expo Interexpress” integra o movimento “Fronteiras Produtivas” da Biogénesis Bagó, que nasceu com a proposta de encorajar o pecuarista e os demais profissionais, técnicos, zootecnistas e veterinários a otimizarem os seus índices de produtividade utilizando os recursos disponíveis pelos diversos elos da cadeia.

Fonte: Assessoria
Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 − 1 =

Empresas Avicultura

Katayama Alimentos prioriza bem-estar das aves

Em época de calor excessivo, cuidados com as aves devem ser redobrados para preservar seu bem-estar e evitar prejuízos

Publicado em

em

Foto: Divulgação

O forte calor registrado nas últimas semanas no interior de São Paulo – acima de 41ºC em diversos dias – tem provocado a morte de milhares de galinhas poedeiras e atingido a produção de diversos avicultores. Além de muitas aves não resistirem ao excesso de calor, as que sobrevivem passam a se alimentar menos e beber mais água, resultando em menor produção de ovos e unidades menores. Em algumas regiões, a estimativa dos produtores é que haja uma queda de 30% da produção por conta das altas temperaturas e da baixa umidade do ar.

Atenta ao crescimento sustentado com excelência em qualidade, a Katayama Alimentos, localizada em Guararapes (SP), realizou, nos últimos anos, investimentos significativos em um rigoroso programa de biosseguridade. Atualmente, a tecnologia de ponta está presente em todos os processos da produção de ovos, desde o preparo da nutrição animal à classificação e embalagem dos ovos. Existem, dentro dos aviários, monitoramento em tempo real do consumo de água, controle de ração, conforto térmico, qualidade do ar e todos os aspectos que envolvem o bem-estar das aves.

“Os investimentos realizados pela nossa indústria, para se tornar uma das mais modernas da América Latina, possibilitou oferecer às aves um conforto térmico diferenciado e um bem-estar animal muito seguro. Todos os aviários são climatizados com sensação térmica de 21ºC”. Em nossas instalações as aves não sentem calor e o manejo é muito cuidadoso, afinal, para que elas produzam bem têm que estar felizes, saudáveis e confortáveis”, revela Gilson Katayama, diretor comercial do Grupo Katayama. “Sendo assim, dentro de nosso plantel, a mortalidade das aves nesta época de calor intenso é muito baixa e permanece  dentro dos padrões de normalidade.”

 

Bem-estar animal

Para manter uma produção de ovos eficiente é preciso estabelecer um equilíbrio entre nutrição, saúde e bem-estar dos animais. As aves poedeiras criadas pela Katayama Alimentos vivem em ambientes tranquilos e sem contato com outras espécies de animais. O tratamento é caracterizado por um manejo criterioso, programa de vacinação eficiente e as aves recebem água tratada em tempo integral juntamente com uma alimentação balanceada, de qualidade garantida, fabricada dentro do complexo produtivo da unidade.

“Para alcançar esse estágio de excelência em nossa planta, todo o processo de produção foi repensado e modernizado. Hoje, contamos com equipamentos produtivos e sistema de gestão de última geração, utilizados nas indústrias avícolas mais desenvolvidas do mundo, o que nos assegura aves saudáveis e longevas”, finaliza Gilson.

Fonte: Assessoria
Continue Lendo

Empresas Avicultura

Em 10 anos de mercado, Aviax Plus foi consumido por mais de 12 bilhões de aves em programas preventivos da coccidiose

Publicado em

em

Foto: Divulgação

A coccidiose é uma das doenças mais importantes da avicultura. Os parasitas do gênero Eimeria spp têm ação implacável, provocando uma série de danos à digestão, absorção e aproveitamento do alimento, e também mortalidade e predisposição a outras doenças que igualmente podem levar à mortalidade. “O controle da coccidiose é um grande desafio para a avicultura por gerar grande impacto na produtividade das aves. Por isso, a importância de manter a enfermidade bem controlada”, ressalta Patrícia Tironi Rocha, gerente Técnica de Avicultura da Phibro Saúde Animal. Segundo estudos internacionais atualizados, a coccidiose custa para o mercado avícola cerca de 13 bilhões de dólares por ano.

Há uma década, a avicultura brasileira conta com uma eficiente ferramenta de controle da coccidiose. Trata-se de Aviax Plus. Controlando a coccidiose, Aviax Plus contribui para a melhoria do desempenho zootécnico dos lotes, proporcionando ganhos de produtividade. “Aviax Plus possui formulação exclusiva, que concentra os princípios ativos Semduramicina e Nicarbazina no mesmo grânulo, oferecendo a dose certa de cada composto para as aves”, informa Patrícia Tironi Rocha.

“Estes resultados de eficácia são comprovados por estudos desenvolvidos em cenários de alto e moderado desafios de coccidiose. São dados científicos que aprovam a superioridade de Aviax Plus no controle da coccidiose”, complementa Rafael Neme, gerente Comercial Monogástricos da Phibro.

“Em 10 anos de mercado, Aviax Plus tratou mais de 12 bilhões de aves, número equivalente a quase um ano de produção de frangos de corte no Brasil”, destaca Camila Ferraz, gerente de marketing da Phibro.

Várias iniciativas de relacionamento e compartilhamento de conhecimento com profissionais da avicultura serão realizadas pela Phibro ao longo dos próximos meses para celebrar este momento importante da história de Aviax Plus no Brasil. A primeira delas é o envio de kit comemorativo para profissionais dos departamentos técnicos das empresas avícolas.

Um dos pontos centrais de um eficaz programa anticoccidiano é a garantia de suprimento contínuo, que minimize os riscos de falta de produto. “Tanto Aviax Plus como seus princípios ativos (Semduramicina e Nicarbazina) são produzidos nas unidades industriais da Phibro no Brasil, com padrões de qualidade e segurança de classe mundial e capacidade de produção adequada, que reduzem ao máximo o risco de falta de suprimento. Dessa forma, Aviax Plus oferece a segurança que os avicultores necessitam para o eficaz controle da coccidiose. Seus compostos têm aceitação em praticamente todos os países produtores e importadores de carne de aves”, destaca Rafael Neme.

Continue Lendo

Empresas Bovinos

Zoetis tem nova gerente de produtos na unidade de Bovinos e Equinos

Patrícia Nobre é responsável pela linha de Marcas Estabelecidas e iniciativas de Trade Marketing

Publicado em

em

Patrícia Nobre é a mais nova contratada da unidade de Bovinos e Equinos Zoetis, - Foto: Divulgação

Patrícia Nobre é a mais nova contratada da unidade de Bovinos e Equinos Zoetis, líder mundial em saúde animal, tendo assumido o posto de Gerente de Produto na Unidade de Negócios Bovinos e Equinos. Na posição, ela é a responsável pela linha de Marcas Estabelecidas e iniciativas de Trade Marketing, atuando estrategicamente para garantir os resultados de curto, médio e longo prazo, além do crescimento do mercado por meio da elaboração, implementação e monitoramento de um plano integrado.

Agora respondendo diretamente à Heloisa Baraldi, Gerente Sênior de Marketing da unidade, Patrícia traz na bagagem mais de 15 anos de experiência em posições de liderança, tendo atuado em grandes empresas como Fast Shop, Chilli Beans, Fnac e Samsung. Ela é formada em Publicidade, Propaganda e Criação pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, com especialização em Finanças, Técnicas de Negociação e Gestão de Estoque, além de ter uma pós-graduação em Gestão de Negócios pela FIA.

Fonte: Assessoria
Continue Lendo
Biochem site – lateral

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e recebas as principais notícias em seu email.