Conectado com

Sem categoria

Mercado suíno segue pressionado por lento escoamento no Brasil

Na comparação com a média diária de abril de 2019, de US$ 5,481 milhões, verifica-se alta de 40,78% no valor obtido diariamente pelas exportações de carne suína.

Publicado em

em

Em uma semana mais curta, marcada pelo feriado da Páscoa, o desempenho do mercado suíno seguiu enfraquecido. De acordo com o analista de SAFRAS & Mercado, Allan Maia, o setor seguiu pressionado pela demanda bastante restrita, gerando um lento escoamento da carne suína. “Atividades importantes da economia seguiram fechadas, como shoppings, restaurantes, hotéis e outros estabelecimentos”, comenta.

Em virtude do feriado, Maia ressalta que o ambiente de negócios entre atacado e varejo até apresentou uma ligeira melhora, mas aquém do esperado para uma semana que conta com a entrada da massa salarial na economia. “Frigoríficos relatam que estão com suas câmaras cheias, o que resulta em uma atuação comedida na aquisição de animais para abate. Com demanda interna arrefecida, um alto fluxo de exportações ao longo das próximas semanas será fundamental para que a disponibilidade e preços internos encontrem um ponto de equilíbrio”, avalia.

Levantamento mensal de SAFRAS & Mercado apontou que a média de preços do quilo do suíno vivo na região Centro-Sul do Brasil passou de R$ 4,80 para R$ 4,39, baixa de 8,57%. A média de preços pagos pelos cortes de pernil no atacado caiu 0,88% de R$ 8,98 para R$ 8,90. A carcaça registrou um valor médio de R$ 7,64, recuo de 6,00% ante os R$ 8,13 praticados na semana anterior.

A receita diária média obtida com as exportações brasileiras de carne suína fresca, refrigerada ou congelada chegou a US$ 7,716 milhões na primeira semana de abril, entre os dias 01 e 05.

Na comparação com a média diária de abril de 2019, de US$ 5,481 milhões, verifica-se alta de 40,78% no valor obtido diariamente pelas exportações de carne suína.

Com três dias úteis contabilizados em abril até o dia 05, foram exportadas 9,509 mil toneladas de carne suína, com receita total de US$ 23,149 milhões e um preço médio de US$ 2.434,45 por tonelada. Os dados partem da Secretaria de Comércio Exterior (Secex).

A análise mensal de preços de SAFRAS & Mercado apontou que a arroba suína em São Paulo caiu de R$ 100,00 para R$ 90,00. Na integração do Rio Grande do Sul o quilo vivo baixou de R$ 4,20 para R$ 4,10. No interior do estado a cotação recuou de R$ 4,95 para R$ 4,45.

Em Santa Catarina o preço do quilo na integração retrocedeu de R$ 4,25 para R$ 4,20. No interior catarinense, a cotação caiu de R$ 5,15 para R$ 4,55. No Paraná o quilo vivo baixou de R$ 5,10 para R$ 4,50 no mercado livre, enquanto na integração o quilo vivo recuou de R$ 4,20 para R$ 4,10.

No Mato Grosso do Sul a cotação na integração continuou em R$ 4,30, enquanto em Campo Grande o preço baixou de R$ 4,60 para R$ 4,40. Em Goiânia, o preço caiu de R$ 5,00 para R$ 4,20. No interior de Minas Gerais o quilo do suíno teve queda de R$ 5,20 para R$ 4,40. No mercado independente mineiro, o preço recuou de R$ 5,10 para R$ 4,40. Em Mato Grosso, o preço do quilo vivo em Rondonópolis cedeu de R$ 4,40 para R$ 4,20. Já na integração do estado a cotação passou de R$ 4,15 para R$ 4,10.

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10 − 10 =

Empresas

Agrifirm lança nova linha de aditivos no Brasil

A chegada da nova linha faz parte da estratégia de expansão da companhia no país.

Publicado em

em

Fotos: Divulgação

Referência no mercado global de nutrição animal, a multinacional Agrifirm acaba de lançar no Brasil a sua marca de aditivos funcionais nesta quarta-feira (21).

Fundada na Holanda e com filiais na Ásia, América do Sul e Europa, a Agrifirm adquiriu duas empresas brasileiras nos últimos seis anos e lançou a sua marca para o mercado brasileiro em 2019, contribuindo localmente com a sua visão de construir uma cadeia alimentar responsável para as gerações futuras, através de soluções em nutrição animal com valor mensurável, relevante e sustentável, desde o campo até a indústria. Com a chegada da nova linha de aditivos no país, a Agrifirm pretende triplicar os seus negócios localmente até 2024, e se tornar uma referência para o mercado brasileiro.

Com o slogan “Nós cultivamos ideias”, a linha de aditivos se chama Agrimprove e utiliza a ciência para aprimorar continuamente a produção de proteína alimentar e, junto com a agroindústria, oferecer alimento de qualidade para a crescente população mundial. Desenvolvida com tecnologia de ponta e com a expertise global da empresa, a gama de aditivos funcionais da Agrimprove conta com adsorventes de micotoxinas, fibras funcionais e ácidos orgânicos.

O diretor a Agrifirm LATAM, John Dortmans, afirma que empresa está otimista com o lançamento da marca no Brasil, porque a partir dela será possível unir a força do agronegócio nacional com as soluções inovadoras e tecnológicas da Agrifirm, que fornecem eficiência e crescimento sustentável, beneficiando toda a cadeia de alimentos. “Sabemos que somente o conhecimento aliado à inovação é capaz de levar soluções sustentáveis com alto valor agregado para o mercado, e a nossa nova linha de aditivos funcionais irá maximizar os resultados dos nossos clientes, elevando os níveis de produtividade, qualidade do produto final e bem-estar animal, otimizando a performance zootécnica”, salienta.  O diretor ainda ressalta que o lançamento da marca se encaixa perfeitamente na estratégia “Better Together” (Juntos somos melhores) da empresa, pois reúne o know-how de todas as divisões de negócios do grupo e coloca à disposição dos clientes da empresa.

 

O diretor comercial a frente da linha de aditivos da Agrifirm na América Latina, Ricardo Suzaki, cita que um dos interesses em trazer a nova linha para o Brasil é o protagonismo que o país exerce na produção de alimentos. “Nós da Agrifirm acreditamos que o Brasil chegou a esse patamar com a tecnologia e a competência dos produtores. Com a Agrimprove, eles podem otimizar ainda mais seus resultados, elevando a produtividade e qualidade dos alimentos”, explica. O profissional pontuou que, em linhas gerais, o setor caminha em busca da máxima eficiência utilizando cada vez menos recursos, focando na produção sustentável – uma demanda que parte também dos clientes, uma tendência para o futuro a partir de uma visão holística.

Além disso, o diretor cita que o Brasil será um ponto de distribuição da Agrimprove para os países mais próximos na América Latina. Para ele, o uso de aditivos é uma maneira de suprir o aumento da demanda por alimentos e, além disso, vai de encontro com a necessidade dos produtores e da indústria em elevar a produção de maneira sustentável.

O lançamento da Agrimprove faz parte de uma série de inovações desenvolvidas pela Agrifirm localmente. Até o momento, mais de 20 produtos já foram lançados nas linhas de nutrição e aditivos, além dos novos lançamentos que estão previstos ainda para esse ano. A nova linha é composta por soluções que auxiliam na saúde, crescimento, produtividade e bem-estar animal.

Devido à pandemia do COVID-19 o lançamento da marca Agrimprove foi realizado por meio de um evento virtual. Um dos convidados especiais do encontro foi o vice-presidente executivo do Sindicato Nacional da Indústria de Alimentação Animal (Sindirações), Ariovaldo Zani, que apresentou a palestra “Perspectivas do mercado de nutrição animal no cenário pós COVID-19”.

Fonte: Assessoria
Continue Lendo

Empresas Bovinos

Zoetis tem nova gerente de produtos na unidade de Bovinos e Equinos

Patrícia Nobre é responsável pela linha de Marcas Estabelecidas e iniciativas de Trade Marketing

Publicado em

em

Patrícia Nobre é a mais nova contratada da unidade de Bovinos e Equinos Zoetis, - Foto: Divulgação

Patrícia Nobre é a mais nova contratada da unidade de Bovinos e Equinos Zoetis, líder mundial em saúde animal, tendo assumido o posto de Gerente de Produto na Unidade de Negócios Bovinos e Equinos. Na posição, ela é a responsável pela linha de Marcas Estabelecidas e iniciativas de Trade Marketing, atuando estrategicamente para garantir os resultados de curto, médio e longo prazo, além do crescimento do mercado por meio da elaboração, implementação e monitoramento de um plano integrado.

Agora respondendo diretamente à Heloisa Baraldi, Gerente Sênior de Marketing da unidade, Patrícia traz na bagagem mais de 15 anos de experiência em posições de liderança, tendo atuado em grandes empresas como Fast Shop, Chilli Beans, Fnac e Samsung. Ela é formada em Publicidade, Propaganda e Criação pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, com especialização em Finanças, Técnicas de Negociação e Gestão de Estoque, além de ter uma pós-graduação em Gestão de Negócios pela FIA.

Fonte: Assessoria
Continue Lendo

Empresas

Lero Fibras: tecnologias em fibra de vidro voltada ao agronegócio.

Publicado em

em

Em um momento que a suinocultura nacional avança de forma exponencial, é de grande importância que se tenham empresas que busquem inovação para auxiliar este processo, buscando desenvolver produtos mais duráveis e de fácil manejo, dando ao produtor melhores resultados. É neste cenário que se encontra a LERO FIBRAS, empresa do oeste catarinense com 15 anos de experiencia no segmento, com Matriz em Riqueza-SC e filial em Caibi-SC, a Lero Fibras tem como principal tecnologia a fibra de vidro. Tanto no processo spray-up como no sistema pultrusado, a empresa disponibiliza uma grande variedade de soluções e equipamentos voltados ao agronegócio, por sua marca LERO AGRO, tendo como principal foco suinocultura e avicultura.

A fibra de vidro é um produto leve, não corrosivo, moldável, flexível e ao mesmo tempo de grande resistência e são essas características que a tornam a matéria prima ideal para a produção de suínos e aves. Com uma linha bem diversificada a LERO AGRO produz itens como perfis T (vigas de fibra de vidro) de diversos tamanhos, divisórias e portas para baias de creches. Campanulas para terminação, creches e maternidade, escamoteador, bandejas para comedouros, entre outros, todos os itens são 100% em fibra de vidro. É importante ressaltar que todos os produtos de fibra de vidro são de fácil higienização, além do mais a Lero fibras ter um cuidado para que seus produtos não tenham alvéolos, evitando assim que possam alojar sujeiras, pragas e insetos.

Com seu DNA inovador, e com o compromisso de trazer ao produtor soluções a equipamentos historicamente problemáticos, a Lero Agro acaba de lançar seu carregador para creches e terminação de suínos 100% em fibra de vidro, leve, prático, resistente ao tempo, feito sob medida. O carregador de suínos da Lero Agro é uma excelente opção para as granjas de suínos.

Outra inovação que a empresa trás a seus clientes  é o Tunnel Door de fibra de vidro, painéis e estruturas todos em fibra de vidro e com dobradiças em inox, o Tunnel Door da Lero Agro é a solução ideal para ambientes 100% climatizados. Tem ótima vedação, é leve e resistente. Fabricado sob medida se adequa a todo o tipo de projeto.

Fonte: Ass. de Imprensa
Continue Lendo
ALLFLEX – Novo Site

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e recebas as principais notícias em seu email.