Conectado com

Empresas Avicultura

Katayama Alimentos ingressa no mercado de ovos orgânicos caipiras

Dando sequência à diversificação da oferta de produtos, a Katayama Alimentos foca no mercado de ovos sustentáveis, no bem-estar animal e nas necessidades dos consumidores

Publicado em

em

Foto: Divulgação

Tendo em vista que o consumidor brasileiro está cada vez mais encantado com os benefícios dos ovos e o consumo per capita nacional deste alimento cresce aceleradamente, a Katayama Alimentos segue investindo na ampliação de seu portfólio e apresenta ao mercado sua linha de ovos orgânicos caipiras.

As normas estabelecidas pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) estabelecem que ovos orgânicos devem ser produzidos em um sistema de manejo equilibrado, que respeite a sustentabilidade do solo e de todos os recursos naturais envolvidos. As aves devem se alimentar somente de ingredientes naturais cultivados sem agrotóxicos, fertilizantes e transgênicos. Além disso, devem ter espaço para se movimentar livremente. Para receber a certificação de produção orgânica, as aves também não podem ser medicadas com antibióticos ou remédios que estimulem o crescimento do animal.

Na Katayama Alimentos, desde 2013, a produção em grande escala de todo seu portfólio de ovos é totalmente livre de antibióticos e conta com o Certificado “Ovos Livres de Antibióticos” pela Certificadora WQS – A QIMA Group Company desde 2019. No regime de produção dos ovos orgânicos caipiras que levam a marca Katayama Alimentos, as aves poedeiras:

-Vivem em ambiente agradável, com livre acesso às áreas externas, podendo ciscar à vontade e expressar todos os seus comportamentos naturais;
– Recebem apenas alimentação vegetal com ingredientes orgânicos e naturais, a fim de propiciar uma dieta saudável e equilibrada;
– São tratadas com homeopatia, visando fortalecer a saúde dos animais e evitar a transmissão de resíduos químicos para os ovos;
– Possuem galpões cobertos e climatizados para se recolherem à noite e quando quiserem durante o dia;
– Têm acesso livre à alimentação e água fresca, e liberdade para botar seus ovos em ninhos.

 

Projeções de mercado

O grande diferencial dos ovos orgânicos caipiras refere-se à alimentação das aves e eles contam basicamente com a mesma excelente composição nutricional dos ovos tradicionais.

O conceito orgânico ainda não é muito representativo no mercado total de ovos, mas tem conquistado muitos adeptos e crescido progressivamente. Atualmente corresponde a uma fatia em torno de 0,5% do mercado, mas com potencial para chegar a 2%. Para se ter noção deste potencial, nos EUA quase 5% da produção nacional de ovos é orgânica.

“A ideia é iniciarmos com uma oferta pequena e gradativamente ganhar espaço nas gôndolas dos clientes atuais e futuros”, afirma Gilson Tadashi Katayama, Diretor Comercial do Grupo Katayama. “Para a primeira fase do projeto, projetamos uma produção de cerca de 30 milhões de ovos orgânicos caipiras por ano”, destaca Gilson.

Os consumidores terão à sua disposição os ovos orgânicos caipiras da Katayama Alimentos, tipo grande vermelho – Categoria A, da Linha Naturais, a partir de 18 de setembro, nas principais empresas do varejo. Cada ovo leva a inscrição “Orgânico” e “data de validade” na casca. Será mantido o padrão das demais embalagens (recicláveis e biodegradáveis) e os produtos serão vendidos em estojos com 10 ovos em caixas com 24 estojos.

Os ovos orgânicos caipiras da marca Katayama Alimentos possuem o Selo Oficial Orgânico Brasil, atestado pelo IBD – Associação de Certificação Instituto Biodinâmico, e o Selo Certified Humane Brasil – Bem-Estar Animal, que garante que o alimento é oriundo de produtores que atendem exigências rigorosas de bem-estar animal.

Fonte: Assessoria
Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

treze − 7 =

Empresas Avicultura

Katayama Alimentos prioriza bem-estar das aves

Em época de calor excessivo, cuidados com as aves devem ser redobrados para preservar seu bem-estar e evitar prejuízos

Publicado em

em

Foto: Divulgação

O forte calor registrado nas últimas semanas no interior de São Paulo – acima de 41ºC em diversos dias – tem provocado a morte de milhares de galinhas poedeiras e atingido a produção de diversos avicultores. Além de muitas aves não resistirem ao excesso de calor, as que sobrevivem passam a se alimentar menos e beber mais água, resultando em menor produção de ovos e unidades menores. Em algumas regiões, a estimativa dos produtores é que haja uma queda de 30% da produção por conta das altas temperaturas e da baixa umidade do ar.

Atenta ao crescimento sustentado com excelência em qualidade, a Katayama Alimentos, localizada em Guararapes (SP), realizou, nos últimos anos, investimentos significativos em um rigoroso programa de biosseguridade. Atualmente, a tecnologia de ponta está presente em todos os processos da produção de ovos, desde o preparo da nutrição animal à classificação e embalagem dos ovos. Existem, dentro dos aviários, monitoramento em tempo real do consumo de água, controle de ração, conforto térmico, qualidade do ar e todos os aspectos que envolvem o bem-estar das aves.

“Os investimentos realizados pela nossa indústria, para se tornar uma das mais modernas da América Latina, possibilitou oferecer às aves um conforto térmico diferenciado e um bem-estar animal muito seguro. Todos os aviários são climatizados com sensação térmica de 21ºC”. Em nossas instalações as aves não sentem calor e o manejo é muito cuidadoso, afinal, para que elas produzam bem têm que estar felizes, saudáveis e confortáveis”, revela Gilson Katayama, diretor comercial do Grupo Katayama. “Sendo assim, dentro de nosso plantel, a mortalidade das aves nesta época de calor intenso é muito baixa e permanece  dentro dos padrões de normalidade.”

 

Bem-estar animal

Para manter uma produção de ovos eficiente é preciso estabelecer um equilíbrio entre nutrição, saúde e bem-estar dos animais. As aves poedeiras criadas pela Katayama Alimentos vivem em ambientes tranquilos e sem contato com outras espécies de animais. O tratamento é caracterizado por um manejo criterioso, programa de vacinação eficiente e as aves recebem água tratada em tempo integral juntamente com uma alimentação balanceada, de qualidade garantida, fabricada dentro do complexo produtivo da unidade.

“Para alcançar esse estágio de excelência em nossa planta, todo o processo de produção foi repensado e modernizado. Hoje, contamos com equipamentos produtivos e sistema de gestão de última geração, utilizados nas indústrias avícolas mais desenvolvidas do mundo, o que nos assegura aves saudáveis e longevas”, finaliza Gilson.

Fonte: Assessoria
Continue Lendo

Empresas Avicultura

Em 10 anos de mercado, Aviax Plus foi consumido por mais de 12 bilhões de aves em programas preventivos da coccidiose

Publicado em

em

Foto: Divulgação

A coccidiose é uma das doenças mais importantes da avicultura. Os parasitas do gênero Eimeria spp têm ação implacável, provocando uma série de danos à digestão, absorção e aproveitamento do alimento, e também mortalidade e predisposição a outras doenças que igualmente podem levar à mortalidade. “O controle da coccidiose é um grande desafio para a avicultura por gerar grande impacto na produtividade das aves. Por isso, a importância de manter a enfermidade bem controlada”, ressalta Patrícia Tironi Rocha, gerente Técnica de Avicultura da Phibro Saúde Animal. Segundo estudos internacionais atualizados, a coccidiose custa para o mercado avícola cerca de 13 bilhões de dólares por ano.

Há uma década, a avicultura brasileira conta com uma eficiente ferramenta de controle da coccidiose. Trata-se de Aviax Plus. Controlando a coccidiose, Aviax Plus contribui para a melhoria do desempenho zootécnico dos lotes, proporcionando ganhos de produtividade. “Aviax Plus possui formulação exclusiva, que concentra os princípios ativos Semduramicina e Nicarbazina no mesmo grânulo, oferecendo a dose certa de cada composto para as aves”, informa Patrícia Tironi Rocha.

“Estes resultados de eficácia são comprovados por estudos desenvolvidos em cenários de alto e moderado desafios de coccidiose. São dados científicos que aprovam a superioridade de Aviax Plus no controle da coccidiose”, complementa Rafael Neme, gerente Comercial Monogástricos da Phibro.

“Em 10 anos de mercado, Aviax Plus tratou mais de 12 bilhões de aves, número equivalente a quase um ano de produção de frangos de corte no Brasil”, destaca Camila Ferraz, gerente de marketing da Phibro.

Várias iniciativas de relacionamento e compartilhamento de conhecimento com profissionais da avicultura serão realizadas pela Phibro ao longo dos próximos meses para celebrar este momento importante da história de Aviax Plus no Brasil. A primeira delas é o envio de kit comemorativo para profissionais dos departamentos técnicos das empresas avícolas.

Um dos pontos centrais de um eficaz programa anticoccidiano é a garantia de suprimento contínuo, que minimize os riscos de falta de produto. “Tanto Aviax Plus como seus princípios ativos (Semduramicina e Nicarbazina) são produzidos nas unidades industriais da Phibro no Brasil, com padrões de qualidade e segurança de classe mundial e capacidade de produção adequada, que reduzem ao máximo o risco de falta de suprimento. Dessa forma, Aviax Plus oferece a segurança que os avicultores necessitam para o eficaz controle da coccidiose. Seus compostos têm aceitação em praticamente todos os países produtores e importadores de carne de aves”, destaca Rafael Neme.

Continue Lendo

Empresas Bovinos

Zoetis tem nova gerente de produtos na unidade de Bovinos e Equinos

Patrícia Nobre é responsável pela linha de Marcas Estabelecidas e iniciativas de Trade Marketing

Publicado em

em

Patrícia Nobre é a mais nova contratada da unidade de Bovinos e Equinos Zoetis, - Foto: Divulgação

Patrícia Nobre é a mais nova contratada da unidade de Bovinos e Equinos Zoetis, líder mundial em saúde animal, tendo assumido o posto de Gerente de Produto na Unidade de Negócios Bovinos e Equinos. Na posição, ela é a responsável pela linha de Marcas Estabelecidas e iniciativas de Trade Marketing, atuando estrategicamente para garantir os resultados de curto, médio e longo prazo, além do crescimento do mercado por meio da elaboração, implementação e monitoramento de um plano integrado.

Agora respondendo diretamente à Heloisa Baraldi, Gerente Sênior de Marketing da unidade, Patrícia traz na bagagem mais de 15 anos de experiência em posições de liderança, tendo atuado em grandes empresas como Fast Shop, Chilli Beans, Fnac e Samsung. Ela é formada em Publicidade, Propaganda e Criação pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, com especialização em Finanças, Técnicas de Negociação e Gestão de Estoque, além de ter uma pós-graduação em Gestão de Negócios pela FIA.

Fonte: Assessoria
Continue Lendo
Evonik Guana

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e recebas as principais notícias em seu email.