Conectado com
OP INSTAGRAM

Notícias Postura

Instituto Ovos Brasil comemora sucesso da 12ª edição da “Semana do Ovo” 2020

IOB realizou ações durante um mês inteiro promovendo a proteína

Publicado em

em

Divulgação

O Dia Mundial do Ovo foi 9 de outubro e neste ano o Instituto Ovos Brasil trabalhou durante todo o mês de outubro com ações online promovendo o consumo e os benefícios do alimento da família brasileira: o ovo. Em anos anteriores todas as ações aconteciam em apenas uma semana.

A programação foi lançada no dia 28 de setembro, durante uma coletiva de imprensa com veículos de comunicação e interessados do setor. O presidente do conselho do IOB, Ricardo Santin, apresentou a programação para associados, veículos de comunicação, entre outros convidados.

O Instituto Ovos Brasil criou e divulgou diversos conteúdos, sempre promovendo o consumo e os benefícios que ovo proporciona para a saúde das pessoas. Devido aos protocolos de prevenção ao novo Coronavírus, as ações foram 100% online, contando ainda com spot para rádios e VT’s (em alguns Estados, através de associações estaduais).

Todos os dias havia conteúdos sobre o ovo. Nas redes sociais (Facebook, Instagram e WhatsApp), foram publicados banners, textos e vídeos, releases com temas variados sobre ovo para os veículos de comunicação e lives/aulas/palestras ministradas pela nutricionista do IOB, Lúcia Endriukaite. No site do IOB, em Semana do Ovo 2020, o público tem acesso a todas as peças criadas para o evento.

Granjas e empresas associadas também realizaram suas ações, sempre alinhadas com os conteúdos criado pelo IOB. Universidades, faculdades e escolas técnicas também participaram, realizando eventos técnicos (online), contando com a participação de Lúcia Endriukaite.

Durante a realização do mês do ovo, ocorreram mais de 50 ações paralelas em promoção do alimento. Um dado muito importante, mostrando que a cada ano o alimento ovo tem sido mais valorizado e que o trabalho que o IOB realiza tem tido efeito positivo.

Ricardo Santin, presidente do IOB e da ABPA – Associação Brasileira de Proteína Animal, falou sobre a importância dessa ação. “Comemoramos o sucesso de mais uma edição do dia mundial do ovo. A nossa aposta foi certeira, trocamos uma semana por um mês inteiro de conteúdos intensos e diversificados sobre os benefícios do ovo, o alimento mais presente nas cozinhas brasileiras e o resultado não poderia ser outro: sucesso”, comenta.

“O consumo do alimento ovo cresce ano a ano, e espera-se chegar aos 250 ovos per capita ao final de 2020. Mas, o grande desafio hoje é produzir. O custo de produção está alto e o valor de venda não tem acompanhando. A produção de ovos no Brasil vive um momento difícil”, avalia Santin.

Fonte: Assessoria
Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × 4 =

Notícias Feira

Coopavel adia Show Rural para março de 2021

Em virtude das mudanças que a pandemia da Covid-19 trouxe neste último mês, a organização optou por adiar o evento presencial

Publicado em

em

Arquivo/OP Rural

Na noite de terça-feira (02), a Coopavel, organizadora do tradicional Show Rural, divulgou um comunicado informando o adiamento da feira. Anteriormente, os organizadores haviam confirmado a realização da 33ª edição de 1º a 5 de fevereiro de 2021. Segundo o documento, em virtude das mudanças que a pandemia da Covid-19 trouxe neste último mês, a organização optou por adiar excepcionalmente o evento presencial para o período de 22 a 26 de março de 2021.

“O Show Rural Coopavel tem em sua essência levar conhecimento, tecnologia e oportunidade de negócios no âmbito da agropecuária mundial. Proporcionar um ambiente agradável, com segurança e tranquilidade é extremamente importante para que o objetivo seja atingido”, diz o comunicado.

Confira o comunicado na íntegra:

Fonte: O Presente Rural
Continue Lendo

Notícias Cooperativismo

Coamo implanta mais uma unidade em Dourados para atender produtores da região

Nova unidade irá a partir da safra 2020/2021 atender aos produtores da região do Guassu, Deodápolis e Fátima do Sul

Publicado em

em

Foto: Divulgação

O presidente Executivo da Coamo, Airton Galinari, anunciou na quarta-feira (02), durante o programa Informativo Coamo em 28 emissoras no Paraná, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul, a aquisição de uma nova unidade no município de Dourados (Mato Grosso do Sul).

A nova unidade está localizada no Distrito de Macaúba e irá já a partir da próxima safra 2020/2021 atender os produtores da região do Guassu, Deodápolis e Fátima do Sul. Galinari afirmou que a Coamo assumiu a unidade no dia 16 de novembro e estão sendo feitos investimentos para melhorar as instalações.

O diretor de Logística e Operações, Edenilson Carlos de Oliveira, que também participou do programa afirmou que a distância entre os municípios de Mato Grosso do Sul fez com que a Coamo optasse em adquirir mais esta unidade para facilitar o transporte da produção dos cooperados.

Edenilson disse que a nova unidade ficará mais perto dos produtores dessa região com secagem de qualidade, fluxo ágil e moderno na recepção da produção bem mais perto das propriedades.

Galinari afirmou que o foco da cooperativa é atender bem o cooperado com insumos de qualidade, assistência técnica e uma boa recepção da produção. “Com esta unidade as indústrias da Coamo em Dourados serão beneficiadas com mais matéria prima”, disse o presidente, ressaltando o crescimento sustentável da cooperativa.” Com planejamento garantido sendo uma empresa moderna e mais competitiva no mercado”, afirmou o executivo.

Fonte: Assessoria
Continue Lendo

Notícias Segundo Cepea

Valor da arroba segue enfraquecido neste início de mês

Entre 25 de novembro e 2 de dezembro, o Indicador do boi gordo CEPEA/B3 recuou 1,4%

Publicado em

em

Arquivo/OP Rural

Os preços do boi gordo seguem enfraquecidos no mercado doméstico nestes primeiros dias de dezembro, influenciados pela pressão de compradores, já que a oferta de novos lotes de animais para abate segue baixa.

Entre 25 de novembro e 2 de dezembro, o Indicador do boi gordo CEPEA/B3 (estado de São Paulo, à vista) recuou 1,4%, fechando a R$ 274,30 na quarta-feira (02).

Já quanto às exportações de carne bovina in natura, depois de registrarem pequeno recuo de setembro para outubro, voltaram a crescer em novembro, somando 167,7 mil toneladas, conforme dados da Secex.

Esse cenário, atrelado ao dólar em patamar elevado, resultou em receita em moeda nacional recorde, acima de R$ 4 bilhões, segundo dados da Secex.

Fonte: Cepea
Continue Lendo
Dia Estadual do Porco – ACSURS

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e recebas as principais notícias em seu email.