Conectado com
O Presente Rural Youtube

Suínos / Peixes

Inscrições online para o SBSS 2016 encerram nesta quinta-feira

O evento vai reunir uma gama de eventos paralelos com lançamentos e debates sobre gestão em baias coletivas

Publicado em

em

Com mais de 700 pré inscritos o SBSS 2016 vai reunir o setor em Chapecó na próxima semana, com a presença confirmada das maiores empresas do setor e participantes das agroindústrias de todo o país e América do Sul. Com vagas limitadas o IX Simpósio Brasil Sul de Suinocultura encerra as inscrições online na próxima quarta feira dia 04 de agosto. O evento vai reunir uma gama de eventos paralelos com lançamentos e debates sobre gestão em baias coletivas. Abrindo a programação do SBSS 2016 o Seminário Técnico Brasil Sul vai discutir a gestação coletiva de matrizes suínas organizado pelo MAPA, ABPA e ABCS. Participe desse debate com a presença das maiores autoridades no assunto. Acesso gratuito. Inscrições em comissao.bea@agricultura.gov.br, o evento inicia as 8h30min na Sala Agostinho Duarte.

No intervalo do meio dia a Boehringer Ingelheim promove o Lunch & Learning “Ponto chave na prevenção e controle da Doença de Glasser com Dr. Nelson Morés – Pesquisador da Embrapa Suínos e Aves na Sala Welcy Canal; a Cargill – Nutron promove a Palestra “As soluções da Nutron para Suinocultura: Rapid TPS e Notox Reproduction” – na Sala Agostinho Duarte – Piso Térreo. No Espaço MSD – Mezanino do Piso 1 acontece a apresentação IDAL® – Vacinas Intradérmicas.

Na segunda rodada de  eventos paralelos a Vetanco promove a 2ª Mesa Redonda – Ciência & Indústria Vetanco “Impacto das diarreias de terminação na produtividade dos suínos e rentabilidade da agroindústria” – Como o conhecimento científico pode ser aplicado na prática da suinocultura na Sala Agostinho Duarte as 17h.  No mesmo horário a ICC promoce a palestra Imunonutrição : desafios e oportunidades em produção de Suínos com o palestrante – PhD em nutrição e produção animal Gustavo Gattás na Sala Cyro Sosnoski. A Tectron promove o Workshop Diamond V XPC, abertura Daniel Pigatto Monteiro e palestra  com  Dr. Caio A. Silva (UEL)  – “Como melhorar a produtividade de matrizes hiperprolíficas” na Sala Welcy Canal.

Ainda na programação paralela a Merial promove o lançamento  ZACTRAN –  APLICAÇÃO INTELIGENTE, RETORNO RÁPIDO, palestra  de tema "Contribuição efetiva e racional de antibióticos na suinocultura" com   o Prof. Dr. David Barcellos – UFRGS e MSC Juliana Calveyra – Gerente Técnica de Suínos – Merial na Sala Eli Camargo.

Confira a programação completa e palestrantes nacionais e internacionais que vão enriquecer os debates do maior evento técnico da suinocultura brasileira. Venha atualizar seus conhecimentos, participar dos debates, rever amigos, renovar o seu networking e fazer bons negócios no coração da Suinocultura Brasileira.

Este ano a grande novidade é que teremos tradução simultânea para o espanhol em todas as palestras, para atender uma demanda reprimida dos colegas latinos por uma programação técnica voltada para a suinocultura tecnificada e de ponta. Já são mais de 70 empresas confirmadas e 100% dos estandes comercializados.

Entre os patrocinadores desta edição estão: AB Vista, Adisseo, Agroceres Multimix, Álamo, Aleris, Alltech, APC Inc. ACSURS, ABCS, ACCS, Bayer, BASF,  Bentonita, Biomin, Boehringer Ingelheim, Cargill, Ceva Saúde Animal, DeHeus, DB Genética Suína, Desvet, DSM, Elanco,Eurotec, Evance, Farmabase, Fatec, Feed&Food, Grasp, Hipra, Huvepharma, ICC, IDEXX, Ilender, Impextraco,IPEVE,  Jornal O Presente Rural, Venco, Lavizoo, MCassab, Merial, Microvet, MGMAX, MSD, Nutriad, Oligobasics, Olmix, OuroFino, Poli Nutri, Safeeds, Salus, Sanphar, Sauvet, Suiaves, Tectron, Theseo,Vaccinar, Vansil,Vetanco,Vitafort,Yes, Zimpro, ZhengChang e Zoetis, entre outras em fechamento.

Programação do SBSS 2016

09, 10 e 11 de Agosto de 2016

Programação Científica

09 de agosto de 2016

14h – Abertura.

14h05 – 14h55 – Fundamentos econômicos na cadeia de suínos separando fatos e mitos. Palestrante: Dr. Alvimar Jales

14h55- 15h45 – Gestão da assistência técnica no sistema de produção. Palestrante: Dr. Fabrício Borges

15h45 -16h15 – Pausa para o café – Patrocínio AB Vista

16h15- 17h05 – Pessoas e informação: pilares para resultados de excelência. Palestrante: Dr. Everton Gubert

17h10 – Abertura Oficial

17h30 – Palestra de Abertura          

19h – Coquetel de abertura

10 de agosto de 2016

08h – Como produtores europeus alcançam excelentes resultados utilizando baias de gestação coletivas. Palestrante: Dr. Ad van Wesen

08h50 – Inseminação artificial em tempo fixo. Palestrante: Dr. Rafael Ulguim.

09h40 – Pausa para café – Patrocínio Theseo

10h10 – Manejo pré-abate e qualidade de carne. Palestrante: Dr. Brandon Fields

11h – Estratégias para a manutenção de embriões viáveis: um novo olhar para o período pós-cobertura. Palestrante: Prof. Dra. Fernanda Almeida

Intervalo – Almoço e Eventos Paralelos

14h – Ractopamina na produção de suínos. Palestrante: Prof. Dr. Vinícius Cantarelli.

14h50 – Atualização sobre a situação do Seneca Valley Virus .Palestrante: Prof. Dr. Amauri Alfieri

15h40 – Critérios utilizados na condena de carcaças pelo serviço oficial.

16h30 – Pausa para café – Patrocínio Poli Nutri             

17h – Eventos Paralelos

20h – Jantar Show Bayer Saúde Animal

11 de agosto de 2016

08h – Coleta e remessa de material para o laboratório e interpretação de resultados. Palestrante: Dra. Suzana Satomi Kuschiishi

08h50 – Uso prudente de terapêuticos na suinocultura. Palestrante: Dr. Ricardo Lippke

09h40 – Pausa para café – 30 minutos.

10h10 – Circovírus Suíno Tipo 2: situação atual e perspectivas futuras. Palestrante: Dra. Lana Teixeira Fernandes

11h – Impacto da ambiência no desempenho de suínos. Palestrante: Dr. Juan Maqueda

11h50 – Encerramento das atividades.

Fonte: Assessoria

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dois × 1 =

Suínos / Peixes Segundo ABPA

Mercados Asiáticos e EUA fortalecem embarques de carne suína em 2020

Vendas para o mercado asiático foram principal destaque, representando 80% do total das exportações da suinocultura brasileira

Publicado em

em

Arquivo/OP Rural

No ano em que as exportações brasileiras de carne suína registraram recorde histórico – com 1,02 milhão de toneladas (+36%), número já divulgado pela Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) – as vendas para o mercado asiático foram o principal destaque, representando 80% do total das exportações da suinocultura brasileira.

Ao todo, a Ásia importou 800,2 mil toneladas em 2020, volume que superou em 66,9% o desempenho registrado ao longo de 2019. A China, líder entre os países importadores (com 50,7% de participação das exportações totais do Brasil) foi destino de 513,5 mil toneladas, volume 106% superior ao exportado em 2019. Vietnã, com 40,3 mil toneladas (+198%), Cingapura, com 52,1 mil toneladas (+50%) e Japão, com 11,5 mil toneladas (+91%) também apresentaram alta nas vendas no ano passado.

Os países da África também se destacaram entre os destinos, com 60,9 mil toneladas (+5,3%). O mercado angolano é o maior destino da região, com 28,4 mil toneladas (+5,6%).

Para os destinos das Américas foram exportadas 128,1 mil toneladas (-5,9%). Os Estados Unidos importaram, no período, 7,9 mil toneladas (+30,4%).

“Os impactos da Peste Suína Africana na Ásia, que determinaram o ritmo das vendas de 2020, devem continuar a influenciar as vendas dos exportadores brasileiros no mercado internacional em 2021”, avalia o diretor de mercados da ABPA, Luís Rua.

Conforme os levantamentos da ABPA, foram habilitadas 15 novas plantas exportadoras de carne suína, para destinos como Chile, Filipinas, Singapura, Vietnã e África do Sul.

Fonte: Assessoria ABPA
Continue Lendo

Suínos / Peixes Segundo Cepea

Setor suinícola pode registrar mais um ano favorável

Para 2021, a expectativa é de que, mesmo com o custo de produção elevado, o balanço positivo se repita

Publicado em

em

Arquivo/OP Rural

Apesar das dificuldades provocadas pela pandemia de covid-19, a suinocultura brasileira encerrou o ano de 2020 com preços, abate e embarques recordes. Para 2021, a expectativa é de que, mesmo com o custo de produção elevado, o balanço positivo se repita.

De acordo com pesquisadores do Cepea, a demanda externa por carne suína deve continuar firme, sustentada pelas compras chinesas, ao passo que a procura interna deve ser favorecida pela possível retomada econômica.

Os custos de produção, contudo, devem continuar sendo um grande gargalo ao setor em 2021. Isso porque os valores dos dois principais componentes da ração, o milho e o farelo de soja, devem se manter altos neste ano, tendo em vista as aquecidas demandas interna e externa por esses grãos.

Esse cenário tende a pressionar, por mais um ano, o poder de compra dos suinocultores.

Fonte: Cepea
Continue Lendo

Suínos / Peixes Segundo ABPA

Exportações de carne suína confirmam recorde em 2020

Vendas internacionais de carne suína totalizaram 1,021 milhão de toneladas

Publicado em

em

Arquivo/OP Rural

O resultado consolidado das exportações brasileiras de carne suína e de carne de frango confirmam as previsões feitas pela Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) para 2020.

As vendas internacionais de carne suína (incluindo todos os produtos, entre in natura e processados) totalizaram 1,021 milhão de toneladas nos 12 meses, número 36,1% superior ao registrado em 2019, quando foram exportadas 750,3 mil toneladas.

A receita cambial das vendas chegou a US$ 2,270 bilhões, resultado 42,2% maior que o alcançado em 2019, com US$ 1,597 bilhão.

Em carne de frango, as vendas de 2020 alcançaram 4,230 milhões de toneladas, superando em 0,4% o total embarcado em 2019, com 4,214 milhões de toneladas.

A receita das exportações do ano chegou a US$ 6,123 bilhões, desempenho 12,5% menor em relação aos 12 meses de 2019, com 6,994 bilhões.

“Seja pelo recorde de exportações de suínos, superando 1 milhão de toneladas pela primeira vez na história, como pela alta nos embarques de aves, as projeções setoriais estabelecidas pela ABPA e confirmadas nas vendas finais reforçam o bom momento para o Brasil no mercado internacional, a despeito de um ano desafiador em todos os sentidos. A perspectiva é que o ritmo positivo se mantenha em 2021, com a esperada retomada econômica internacional”, avalia Ricardo Santin, presidente da ABPA.

Embarques de dezembro

As exportações de carne suína totalizaram 80,3 mil toneladas em dezembro, volume 5,6% maior em relação às 76 mil toneladas embarcadas no mesmo período de 2019.

Em receita, a alta é de 4,1%, com US$ 191,2 milhões no último mês de 2020, contra US$ 183,6 milhões em dezembro de 2019.

No mesmo período comparativo, as vendas de carne de frango chegaram a 380,8 mil toneladas, volume 2,8% menor em relação ao mesmo período de 2019, com 391,9 mil toneladas. A receita das exportações de dezembro chegou a US$ 579,6 milhões, número 8,9% menor em relação ao saldo do último mês de 2019, com US$ 636,1 milhões.

Fonte: Assessoria
Continue Lendo
Dia Estadual do Porco – ACSURS

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e recebas as principais notícias em seu email.