Conectado com
FACE

Notícias

Guabi destaca o desempenho e alta produtividade do gado de corte na Expoinel Minas

Publicado em

em

No dia 02 de fevereiro inicia a Expoinel Minas, no Parque Fernando Costa, em Uberaba (MG). O evento, que acontece até o dia 10, é direcionado aos criadores de Nelore e reunirá cerca de 1.500 animais que participarão de campeonatos e leilões. O Grupo Guabi – um dos maiores produtores de rações e suplementos do país – destaca a importância do desempenho do animal e de como obter alta produtividade do gado de corte, utilizando uma nutrição completa. Aos pecuaristas, a Guabi destaca suas linhas de produtos para auxiliar na dieta do gado: Gadotec, Supripasto, Gordolot e Guabiphos.

O Nelore é a raça de corte com maior representatividade do Brasil, e participa com aproximadamente 80% da produção de carne nacional. O incremento de produtividade desta raça se deve aos criadores de Nelore que investem no melhoramento genético da raça, em manejo e na alimentação equilibrada. Para se ter uma ideia da importância da nutrição no desempenho bovino, animais que não têm uma dieta balanceada podem ingerir nutrientes em excesso e outros em quantidades insuficientes, o que resulta em menor desempenho. A nutrição correta contribui para garantir a qualidade e eficiência na produção, além de manter a saúde dos animais.  

Para o gerente de produtos ruminantes do Grupo Guabi, José Leonardo Ribeiro, “melhorar os índices zootécnicos é a chave para o sucesso da pecuária moderna. É importante investir em rações que propiciem maior relação custo x benefício. Dentre os ingredientes utilizados na confecção de uma ração de qualidade, pode-se destacar a monensina sódica. Em dietas ricas em energia, esse aditivo incrementa a eficiência alimentar, enquanto naquelas menos energéticas, típicas de animais manejados em regime de pasto, incrementa o ganho de peso”, explica José Leonardo.

Esse aditivo é encontrado no produto Supripasto 20 RM da Guabi. Formulado com 20% de proteína bruta, vitaminas e minerais, é enriquecido com monensina sódica – promotor de crescimento – que altera o perfil fermentativo, reduz síntese de metano e degradação protéica, o que resulta em mais energia disponível e melhora no desempenho de bovinos. “Este produto é muito utilizado para receptoras e tourinhos preparados para leilões, normalmente manejados em regime de semiconfinamento. É importante ressaltar que o sucesso da suplementação depende de uma boa oferta de forragem, preferencialmente, com bom valor nutricional”, afirma o gerente.

Outro aditivo que contribui no desenvolvimento do gado está presente na ração GadoTec Elite, a virginiamicina.  Esse aditivo atua na seleção de bactérias ruminais, tornando o metabolismo mais eficiente. O benefício são as menores perdas no processo de fermentação, facilitando a digestão e possibilita maior síntese de ácido propiônico, menor produção dos ácidos acético e lático e, principalmente, metano. Este é o aditivo essencial quando o objetivo é incrementar o ganho de peso de animais manejados em cocheiras. 

Conheça outros produtos da Guabi desenvolvidos para gado de pista:
Concentrados e suplementos minerais de qualidade são fundamentais quando o objetivo é obter animais com alto desempenho. Para alcançar a alta qualidade, os ingredientes selecionados de acordo com o produto a ser fabricado, passam por diferentes processos como: peletização, laminação, extrusão, essenciais para aumentar a digestibilidade e o valor nutritivo, gerando assim melhor desempenho do animal.

Produto

Indicação

Composição

Resultado

Supripasto 20 RM

Animais manejados em regime de semiconfinamento.

 

Formulada
com 20% de proteína bruta, vitaminas e minerais. Enriquecido com monensina
sódica.

Melhora
a eficiência alimentar de bovinos.

GadoTec B-Max

Bezerros
de corte elite, do nascimento até a fase de desmame.

 

Cromo
orgânico, aditivo ionóforo lasalocida sódica e o probiótico .Saccharomyces
cerevisiae
.

Desenvolvimento
saudável e elevado ganho de peso aos bezerros.

GadoTec Prova

Bovinos
a partir de 60 dias de idade.

 

Feno
(fibra de alta qualidade), milho pré-gelatinizado, obtido através do processo
de laminação e o aditivo ionóforo monensina sódica.

Alta
aceitabilidade e incremento da eficiência alimentar.

GadoTec Elite

Bovinos
de corte elite a partir do desmame.

Formulada
com 20% de proteína bruta, alta energia, enriquecida com cromo orgânico e com
o aditivo melhorador de desempenho virginiamicina.

Alta
energia e proteína para incrementar o ganho de peso pós-desmama.

Com 40 anos no mercado, o Grupo Guabi é hoje um dos maiores produtores de rações e suplementos do país e conta com oito unidades fabris localizadas em Campinas (SP), Bastos (SP), Sales Oliveira (SP), Pará de Minas (MG), Anápolis (GO), Além Paraíba (MG), Goiana (PE) e Pecém (CE).

Serviço:
Evento: Expoinel Minas
Local: Parque de Exposição Fernando Costa – Uberaba (MG)
Data: 02 a 10 de fevereiro de 2014

Fonte: Ass. de Imprensa GUABI

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

seis − 1 =

Notícias Suinocultura

Nova instrução normativa de bem-estar animal nas granjas brasileiras é tema de evento on-line promovido pela ASES e ABCS

O evento aconteceu na última quinta-feira (29), e contou com a participação dos associados da ASES, técnicos, profissionais da área de suinocultura e demais interessados.

Publicado em

em

Divulgação

A nova instrução normativa (IN 113/2020) que visa as adequações de manejo e as instalações para o bem-estar animal nas granjas suinícolas brasileiras foi tema de um evento on-line promovido pela ASES, em parceria com a Associação Brasileira dos Criadores de Suínos (ABCS), na última quinta-feira (29).

Sendo promovido por meio do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Suinocultura (FNDS) e tendo o apoio dos frigoríficos Cofril, Mosquini e Zuculoto, a abertura do encontro contou com as falas do presidente da ASES, Jayme Meroto, da diretora técnica da ABCS, Charli Ludtke, através de um vídeo enviado, e da coordenação do evento ficou por conta do diretor executivo da ASES, Nélio Hand.

Em seguida, o público participante, que foi composto por associados da ASES, técnicos, profissionais da área de suinocultura e demais interessados, pôde acompanhar a palestra do médico-veterinário e consultor de Mercado da ABCS, Iuri Machado, que, logo de início, destacou a importância de se promover o bem-estar animal (BEA).

Iuri também apresentou um histórico recente da situação do bem-estar animal no Brasil, explicou as exigências mínimas de manejo e instalação nas granjas – enfatizando os prazos para adequações, e fez um comparativo entre as exigências da normativa e as tendências de exigências do varejo. Além disso, o palestrante explanou sobre a portaria Nº 365/2021, que foi recentemente publicada, que regulamenta o manejo pré-abate e de abate.

O público pôde participar do evento por meio de perguntas que foram endereçadas e respondidas pelo palestrante. Nélio fez um balanço do evento e destacou a parceria com a ABCS que vem resultando em diversos eventos e treinamentos para os associados da ASES.

“Muito importantes essas parcerias entre a ABCS e a ASES para que possamos levar a informação precisa ao suinocultor capixaba. Esse, a propósito, tem sido um dos focos do trabalho da associação: levar informação, e orientação aos associados da ASES para que possam estar atentos e acompanhem a realidade e evolução da suinocultura em muitos aspectos, inclusive em relação ao bem-estar animal, que vem sendo alvo de amplas discussões nos últimos anos e que foi muito bem detalhado pelo palestrante Iuri Machado em nosso treinamento”, encerrou Nélio.

Fonte: Assessoria
Continue Lendo

Notícias Cooperativismo

C.Vale e Cooatol oficializam processo de incorporação

Anuncio foi feito após aprovação em assembleia na manhã dessa sexta (30)

Publicado em

em

Fotos: Divulgação

Em assembleia geral extraordinária realizada em conjunto na manhã dessa sexta(30), foi aprovado a incorporação da Cooatol a Cooperativa C. Vale.

Sede da Cooatol em Toledo-PR

O objetivo dessa união visa potencializar as atividades operacionais das 19 unidades de recebimento da Cooatol, garantindo maior escala na originação de grãos, oferta de insumos e bens de produção aos seus cooperados e clientes.

Outra vantagem para os associados da Cooatol é uma garantia de crescimento contínuo e sustentável, com garantia de assistência técnica, fomento e ampliação na matriz de negócios.

 

Veja na integra, o que diz o comunicado emitido pelas cooperativas:

Continue Lendo

Notícias Vendas interestaduais

Pedido de redução no ICMS para vendas de suínos vivos é levado ao governador durante ato de sanção

Reconhecimento tem como base pesquisa do IBGE sobre a produção agrícola no Rio Grande do Sul

Publicado em

em

Divulgação

O governador do RS, Eduardo Leite, sancionou no dia 8 de julho o Projeto de Lei que reconhece o município de Santo Cristo como campeão gaúcho de produção de leite e suínos do ano de 2019, de autoria do deputado estadual Aloísio Classmann.

O reconhecimento tem como base pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) sobre a produção agrícola no Rio Grande do Sul. “Me sinto honrado em reconhecer a dedicação e o trabalho da comunidade santo-cristense, que contribui para o avanço da economia no Estado”, disse Classmann, que preside a Frente Parlamentar de Apoio à Suinocultura Gaúcha e a Frente Parlamentar Gaúcha em Defesa do Setor Leiteiro.

Conselheiro fiscal suplente da Associação de Criadores de Suínos do RS – ACSURS e proprietário da Suinocultura Birck, o suinocultor Marino Birck representou os suinocultores do município agraciado durante o ato de sanção do Projeto de Lei. “Foi muito gratificante representar os suinocultores de Santo Cristo”, comenta Birck, mencionando que cerca de 20 pessoas integraram a comitiva, incluindo produtores de leite, lideranças e representantes dos setores produtivos do município.

Birck aproveitou o momento para falar ao governador Eduardo Leite sobre as dificuldades enfrentadas na atividade, em especial pelos suinocultores independentes. O pedido feito pelo suinocultor foi em relação à base de cálculo do ICMS – Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação nas saídas interestaduais de suínos vivos, que subiu no início deste ano. “Já estava difícil antes desse aumento na alíquota. Por isso, fiz esse pedido ao governador”, explica.

Demanda

O percentual de 6% estava sendo utilizado desde o dia 1º de janeiro de 2017, quando foi aprovada a Lei nº 14.999, que instituiu a redução de 50% na base de cálculo do ICMS nas saídas interestaduais de suínos vivos realizadas por produtor rural. Esta Lei foi derrubada no dia 31 de dezembro de 2020 pelo Decreto 54.738, que modificou o regulamento de ICMS sobre benefícios fiscais, retornando ao percentual anterior, de 12%.

A redução de 12% para 6% na base de cálculo é uma das demandas da ACSURS, que há anos trabalha para auxiliar os suinocultores na manutenção desta alíquota de menor percentual.

O aumento no ICMS inviabiliza a comercialização destes suínos, que precisam ser vendidos para outros Estados porque as plantas gaúchas não tem condições de absorver essa produção. “Manter o ICMS em 6% oferece condições necessárias para que o suinocultor gaúcho possa escoar sua produção”, frisa o presidente da ACSURS, Valdecir Luis Folador.

Números

De acordo com a Seção de Epidemiologia e Estatística – SEE/Divisão de Controle e Informações Sanitárias – DCIS/Departamento de Defesa Agropecuária – DDA, da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural – SEAPDR, Santo Cristo aparece com 134.373 cabeças em seu rebanho de suínos, conforme dados de 2019.

O município tem 15 unidades de produção de leitões (UPL) e 34 granjas de terminação ou engorda. O setor também não para de crescer, pois conta com granjas que estão em fase de conclusão e ampliação de suas instalações.

Fonte: Assessoria
Continue Lendo
Biochem site – lateral

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e recebas as principais notícias em seu email.