Conectado com
Suínos e Peixes – Maio

Empresas SBSA

Evonik participa do Simpósio Brasil Sul de Avicultura

Destaque será o probiótico desenvolvido para melhorar a produtividade avícola e a saúde animal

Publicado em

em

Divulgação

A Evonik, empresa experiente em especialidades químicas, estará presente no 20º Simpósio Brasil Sul de Avicultura e 11º Brasil Sul Poultry Fair, que ocorrem de 02 a 04 de abril 2019, no Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo De Nes, em Chapecó, Santa Catarina.

Como um dos principais eventos da cadeia avícola, o Simpósio Brasil Sul de Avicultura (SBSA) está comemorando 20 anos de história. Criado quando a produção anual brasileira de frango era de aproximadamente 5 milhões de toneladas e o consumo interno não chegava a 28 kg/hab, o evento acompanhou ao longo dos anos o salto de produção e exportação, que tornou o Brasil o segundo colocado mundial em produção (mais de 13 milhões de toneladas produzidas em 2017, com consumo per capita anual de 42,07 Kg de carne) e o líder mundial em exportações.

Durante a reorganização da base agroindustrial da cadeia produtiva do frango e seu eficiente desempenho, o SBSA foi palco de discussão de relevantes assuntos sanitários, nutricionais e de mercado. “Sem dúvida é um dos principais eventos do setor e se destaca pela qualificação do público participante e pelo alto nível das discussões do Simpósio, que reúne inovações e tendências capazes de melhorar a produtividade avícola brasileira”, destaca Nei Arruda, Marketing da área de Nutrição Animal da Evonik.

Paralelamente ao Simpósio, ocorrerá a 11º Brasil Sul Poultry Fair e a Evonik terá pela segunda vez um estande para destacar suas soluções voltadas para melhorar a produtividade avícola brasileira e a saúde animal.

Saúde animal

O destaque da Evonik aos participantes do SBSA e da Poultry Fair será o Ecobiol®, um probiótico (Bacillus amyloliquefaciens) que melhora a qualidade intestinal da microbiota animal e, consequentemente, auxilia os produtores na eficiência da qualidade e rentabilidade dos seus produtos, com a vantagem de tornar suas operações mais sustentáveis.

A suplementação das dietas com Ecobiol® promove o balanço microbiano no intestino. Entre suas vantagens: é estável sob temperaturas de granulação da alimentação, alta umidade e condições de armazenamento; é fácil de manusear por funcionários em fábricas de alimentos e fazendas, e, é compatível com outros aditivos alimentares, tais como coccidiostáticos, promotores de crescimento, ácidos orgânicos, fornecendo a base para um produto eficaz e garantido.

Sabe-se que a produção eficiente das aves é baseada em um equilíbrio entre nutrição, saúde intestinal e bem-estar animal, especialmente quando se reduz ou elimina a utilização de antibióticos. Um crescimento excessivo de determinadas bactérias indesejáveis, pode resultar em variados distúrbios nas aves, que afetam diretamente a eficiência, a taxa de crescimento e o bem-estar dos animais.

A tradição e experiência da Evonik na área de nutrição animal, proporciona a vantagem de ampliar sua tradicional abordagem científica para a área de saúde animal através de sua nova linha produtos destinados a esse segmento, incluindo o probiótico Ecobiol®. Os produtos são oferecidos junto com um amplo portfólio de serviços para a indústria de rações, com o objetivo agregar valor ao negócio de seus clientes.

Fonte: Assessoria
Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × um =

Empresas Evento essencial para setor

DB elogia tradição e papel primordial do SNDS para suinocultura

Empresa de genética suína apoia 18ª edição do evento que debaterá competitividade, inovação, marketing, consumo e gestão no setor

Publicado em

em

Arquivo/OP Rural

A DB DanBred patrocina do XVIII Seminário Nacional de Desenvolvimento da Suinocultura (SNDS), principal evento de lideranças do setor, que ocorrerá entre os dias 1 e 2 de agosto, no Sheraton Grand Rio Hotel & Resort, do bairro Leblon, no Rio de Janeiro.

Nas palavras de Vladimir Fortes, diretor comercial da DB, apoiar novamente o evento bianual demonstra o comprometimento da Empresa com a suinocultura nacional. “O SNDS é o tradicional evento de líderes e apoiar um encontro como este é estar comprometido com os produtores de todo o país”, comentou.

Organizado pela Associação Brasileira dos Criadores de Suínos (ABCS), o SNDS reafirma o compromisso da entidade nacional com o desenvolvimento do setor a cada dois anos e, nas últimas três edições, reuniu os gestores de ao menos 70% das matrizes do país, além de indústria, varejo e empresas de insumos do segmento.

“Estarão reunidos os representantes que fomentam a cadeia suinícola nacional. Considerando os atuais cenários políticos e econômicos mundiais, debater os desafios se torna primordial para o crescimento da nossa atividade”, completou o executivo da DB.

Fundada em 1976, a DB Agricultura e Pecuária é consolidada como uma das principais referências de genética suína no mercado nacional há mais de 20 anos. Por meio de um sólido histórico de resultados, a marca repete entre os produtores brasileiros o mesmo sucesso obtido na suinocultura dinamarquesa.

Inscrições abertas

Realizado há mais de 35 anos, o SNDS XVIII traz em 2019 o desafio de transformar a suinocultura tradicional em um setor dinâmico e competitivo, sustentado em ciência e tecnologia, com o tema “O poder da evolução está nas novas maneiras de ver o mundo”.

Para isso, contará com palestras de especialistas de referência nacional e internacional, com uma programação diversificada em sintonia com o momento vivido pela cadeia, ampliando o debate com quatro painéis, discutindo competitividade, inovação, marketing, consumo e gestão de negócio.

Para garantir sua vaga entre em contato com a sede da ABCS, em Brasília, pelo telefone (61) 3030-3200. Todas as informações sobre o evento, como programação, localização, inscrições, valores de investimento e patrocinadores podem ser encontradas no site do evento.

Fonte: Assessoria
Continue Lendo

Empresas Genética

Agroceres PIC discute evolução da disseminação genética por meio da adoção de Genética Líquida em painel realizado no SINSUI

Nevton Brun, gerente de produção da Agroceres PIC, falou sobre o avanço desse tipo de tecnologia reprodutiva no Brasil e apontou as principais tendências tecnológicas para a disseminação genética via sêmen nos próximos anos

Publicado em

em

Divulgação

O gerente de produção da Agroceres PIC, Nevton Brun, foi um dos debatedores do painel “A Evolução da Difusão Genética através da Genética Líquida no Mercado Brasileiro”, realizado na terça-feira (21), em Porto Alegre (RS), durante o primeiro dia do XII Simpósio Internacional de Suinocultura (Sinsui). Promovido pela Minitube, o simpósio teve como objetivo traçar um panorama atualizado do avanço e das oportunidades desse tipo de tecnologia reprodutiva no Brasil.

De acordo com Brun, a atualização genética por meio da utilização de doses inseminantes, a chamada Genética Líquida, é uma tecnologia consolidada entre os grandes produtores mundiais de carne suína e também no Brasil. Segundo ele, a comercialização de sêmen representa cerca de 70% do share de machos na Europa e América do Norte. No Brasil esse percentual é de aproximadamente 30%, mas vem crescendo rapidamente.

“A suinocultura brasileira tende a crescer e ganhar qualidade. Com isso deve intensificar o movimento de migração de tecnologia nos próximos anos. O ganho de produtividade proporcionado pelo modelo de doses inseminantes deverá estimular a mudança de padrão tecnológico pelos produtores” afirma o gerente de produção da Agroceres PIC.

Isso acontece, argumenta Brun, devido às inúmeras vantagens que esse tipo de tecnologia reprodutiva oferece aos produtores. “A Genética Líquida permite acelerar e otimizar o uso de genes superiores nas unidades de produção, elevando o padrão genético dos plantéis e a eficiência produtiva do rebanho – recurso que, na prática, confere mais competitividade e rentabilidade para os suinocultores. Tudo isso com máxima biossegurança e total garantia de qualidade”, explica Brun.

Pioneirismo e maior estrutura

A Agroceres PIC foi responsável por introduzir o modelo de comercialização de doses inseminantes em larga escala no Brasil, em 2013, quando inaugurou sua primeira Unidade de Disseminação de Genes (UDG), em Fraiburgo/SC. Com o lançamento do conceito de Genética Líquida no mercado brasileiro, a empresa quebrou paradigmas ao instituir uma tecnologia reprodutiva, até então inédita e perfeitamente alinhada às demandas da suinocultura de alta performance por eficiência produtiva, biossegurança, qualidade e competitividade.

Hoje a Agroceres PIC detém a maior e mais avançada estrutura de Genética Líquida da América Latina. Um sistema total com capacidade de produção instalada de aproximadamente 3 milhões de doses inseminantes por ano, volume capaz de atender um plantel aproximado de meio milhão de matrizes tecnificadas em todo o Brasil. São 5 UDGs estrategicamente localizadas em Santa Catarina, Paraná e Minas Gerais.

Debate oportuno

Para Brun, a iniciativa da Minitube ao promover o debate foi oportuna e ajuda a lançar luz sobre uma tecnologia estratégica, que auxilia no aumento da competitividade da suinocultura brasileira. “Ações como esta, que estimulam o diálogo, a exposição de ideias e o compartilhamento de informações em prol de uma suinocultura mais moderna e competitiva, são sempre positivas”, avalia. “Na Agroceres PIC buscamos, incansavelmente, novas alternativas que possam trazer maior eficiência e rentabilidade aos nossos clientes, mas, sobretudo, à suinocultura brasileira. Acreditamos que esta ação de realizar uma mesa redonda proporcionou um debate interessante, contribuindo para o avanço da atividade a qual estamos inseridos”, finaliza Brun.

Fonte: Assessoria
Continue Lendo

Empresas Novidade

Yes amplia equipe e anuncia novo gerente comercial para o Brasil

Wanderson Paulino assume o cargo e traz para a empresa ampla experiência no setor de nutrição animal

Publicado em

em

Divulgação

Com mais de 20 anos de atuação no mercado de aditivos e adsorventes para a alimentação animal, o médico-veterinário Wanderson Paulino é o novo gerente comercial Brasil da Yes, empresa que desenvolve e produz soluções biotecnológicas para uma nutrição eficaz e sustentável.

Formado pela Universidade Federal do Paraná, Wanderson assume o cargo na empresa no lugar de Marcelo Fernandes Faria, que passa a assumir a função de diretor comercial para América Latina. “Chego à Yes com a expectativa de atuar em uma empresa com olhar para o futuro. Com a minha experiência posso dizer que hoje o mercado busca soluções que ofereçam biotecnologia e sustentabilidade em prol da nutrição animal, por isso acredito que a Yes está preparada para oferecer os melhores produtos para a produção animal mundial”, destaca Paulino.

A contratação de Paulino faz parte do plano de expansão da marca Yes, no Brasil e no mundo, que engloba não apenas o crescimento da equipe, mas também adequações e conquistas de certificações que atendam às demandas dos exigentes mercados mundiais de proteína animal. 

O novo diretor comercial possui em seu currículo ampla experiência no setor no mercado brasileiro e atuação em mercados como Peru, Chile, Colômbia, Uruguai, Argentina e outros países da América Latina. “Atuei diretamente em 18 países na implantação de sistemas e programas de controle de micotoxinas e no atendimento de contas estratégicas, sempre com foco em garantir ao cliente as melhores soluções e estratégias para a nutrição e saúde dos animais”, salienta Paulino.

“Para a Yes, a chegada de Wanderson agrega mais experiência e conhecimento de mercado à nossa equipe, além de fortalecer o nosso compromisso de oferecer excelência e alta qualidade aos nossos clientes”, afirma o CEO da Yes, Luciano Roppa.

Fonte: Assessoria
Continue Lendo
Conbrasul 2019
Biochem site – lateral
Ecobiol- Evonik

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e recebas as principais notícias em seu email.