Conectado com
OP INSTAGRAM

Notícias Abraves-PR

Especialistas em suínos do Paraná debatem atualizações do setor em evento online

Encontro Regional da Abraves Paraná reúne especialistas em suinocultura nesta quarta (17) e quinta-feira (18) para uma rodada de qualificação

Publicado em

em

Márcio Bach, que falou sobre a atualização sobre adequação das granjas na visão das empresas integradoras e cooperativas

Especialistas em suinocultura do Paraná se reúnem nesta quarta (17) e quinta-feira (18) para uma rodada de qualificação, durante o Encontro Regional da Abraves Paraná. Sob o manto do tema “toda crise é uma oportunidade”, alguns dos maiores estudiosos do país fazem palestras de atualização sobre os principais gargalos e sobre as novidades para a suinocultura atual.

A Salmonella, seus novos marcos regulatórios e o impacto na cadeia de produção de suínos foi o tema de abertura do evento, com a pesquisadora chefe da Embrapa Suínos e Aves, Jalusa Deon Kich.

Elenita Albuquerque, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, abiu o painel de sanidade falando sobre as vantagens, desafios e impactos esperados na implementação da inspeção com base em riscos em suínos no Brasil.

Quando e como vamos controlar ou reduzir Salmonella na produção de suínos foi a pergunta chave que Vinícius Cantarelli, da Universidade Federal de Lavras, empregou para fazer sua explanação.

Os profissionais que assistiram ao evento online também acompanharam palestra sobre as atualizações da Salmonelose clínica em suínos, com Roberto Guedes, da Universidade Federal de Minas Gerais e Jalusa Deon Kich.

Brachyspira: porque ainda não resolvemos esse problema nas granjas de suínos? Foi a pergunta que respondeu Roberto Guedes em sua segunda apresentação.

Na sequência, a portaria 265 (Paraná), que trata da atualização sobre adequação das granjas e quais são os próximos passos para atender a legislação atual, foi tema para Gilmar Jorge Vieira, da Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar). A agência paranaense também cedeu Márcio Bach, que falou sobre a atualização sobre adequação das granjas na visão das empresas integradoras e cooperativas.

Durante o dia de hoje ainda, Mario Penz, da Cargill, fara uma abordagem sobre a importância da água de qualidade para o consumo humano e animal. Para finalizar o dia, os parâmetros químicos importantes para mensuração da qualidade da água em uma granja de suínos será o tema de Ton Kramer (Zinpro/Abraves-PR).

Os debates online continuam nesta quinta-feira, para mais de 500 congressistas inscritos. Eles fazem parte de um seleto grupo de especialistas da suinocultura brasileira.

Fonte: O Presente Rural
Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × quatro =

Notícias

Clima favorável e possível oferta elevada pressionam valores da soja

Ambiente de otimismo em relação à oferta e certo pessimismo sobre a demanda pressionam contratos futuros na Bolsa de Chicago (CME Group).

Publicado em

em

Foto: AEN

A combinação de clima favorável à colheita nos Estados Unidos e à semeadura da oleaginosa em grande parte das regiões brasileiras, de estimativas de maior relação estoque/consumo final na safra 2021/22, em termos mundiais, do ambiente de otimismo em relação à oferta e certo pessimismo sobre a demanda pressionou os contratos futuros na Bolsa de Chicago (CME Group) nos últimos dias.

Com isso, segundo informações do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), compradores brasileiros se afastaram das aquisições no spot, na expectativa de adquirir lotes a preços menores nas próximas semanas.

Entre 08 e 15 de outubro, os Indicadores ESALQ/BM&FBovespa – Paranaguá e CEPEA/ESALQ – Paraná caíram 2,3% e 1,7%, com respectivos fechamentos de R$ 168,55/sc e de R$ 166,48/sc de 60 kg na última sexta-feira (15).

Fonte: ESALQ
Continue Lendo

Notícias Grãos

Comprador afastado mantém preço do milho em queda

Indicador ESALQ/BM&FBovespa caiu 0,93%, fechando na última sexta-feira (15) a R$ 90,18/saca de 60 kg.

Publicado em

em

Divulgação

Os preços do milho seguem em queda na maioria das regiões brasileiras, de acordo com dados do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea). Entre os dias 08 e 15 de outubro, o Indicador ESALQ/BM&FBovespa (Campinas – SP) caiu 0,93%, fechando a R$ 90,18/saca de 60 kg na última sexta-feira, 15.

Apesar da quebra de produção na safra 2020/21, consumidores mantêm baixo o interesse de aquisição de novos lotes, atentos à melhora do clima, que tem favorecido a temporada de verão brasileira, e nas exportações desaquecidas.

Parte dos vendedores nacionais, por sua vez, precisam liberar armazéns para limpeza e organização da safra verão ou, em algumas regiões, para a entrada do trigo.

Fonte: Cepea
Continue Lendo

Notícias Avicultura

Preços dos ovos se mantêm estáveis

Bom ajuste entre oferta e demanda sustentou as cotações, no entanto, agentes do setor estão apreensivos, uma vez que o mercado já começa a dar sinais de enfraquecimento.

Publicado em

em

Arquivo/OP Rural

Os preços dos ovos se manteve praticamente estável nos últimos dias nas praças acompanhadas pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea).

Segundo colaboradores, o bom ajuste entre oferta e demanda sustentou as cotações. Mesmo assim, agentes do setor estão apreensivos, uma vez que o mercado já começa a dar sinais de enfraquecimento, levando à necessidade de concessão ou intensificação de descontos.

Fonte: Cepea
Continue Lendo
CONBRASUL/ASGAV

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e recebas as principais notícias em seu email.