Conectado com

Notícias

Encontro Estadual de Empreendedores Rurais 2013

Publicado em

em

“Não dá para dissociar a produção agrícola da política brasileira. São decisões políticas que norteiam os produtores na escolha do que vão plantar e de como vão vender.” As palavras do presidente da Federação da Agricultura do Paraná (FAEP), Ágide Meneguette, no discurso de abertura do Encontro Estadual de Empreendedores Rurais, realizado nesta sexta-feira (29), resumem a importância de um suporte político adequado para o desenvolvimento da agricultura brasileira.
Nesta edição do evento, que reuniu mais de 5 mil produtores rurais de todas as regiões do Estado no Expotrade Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, quem proferiu a palestra magna foi o governador de Pernambuco e pré-candidato à presidência da república, Eduardo Campos, que destacou os desafios enfrentados pelo homem e pela mulher do campo na busca pelo empreendedorismo.
A infraestrutura logística deficiente, que abrange estradas ferrovias, portos, aeroportos e armazéns, foi apontada por vários dirigentes como o principal entrave do desenvolvimento econômico.
Para o governador Beto Richa “A falta de investimentos em infraestrutura é um gargalo crítico do nosso país”. Segundo ele, os produtores rurais têm feito a sua parte, se modernizando e obtendo níveis de produtividade cada vez maiores, mas acabam sendo penalizados quando precisam escoar a produção. “Da porteira para dentro eles têm cumprido sua missão, movimentando principalmente a economia das nossas pequenas cidades”, afirmou.
Na opinião do governador pernambucano, Eduardo Campos, nas últimas três décadas o Brasil deu passos importantes, “Mas deixou de fazer a lição de casa que deixaria o país mais forte”, disse referindo-se aos investimentos em infraestrutura. Segundo Campos, hoje 30% da produção agropecuária se perde por falta de logística. “Quem acorda cedo, trabalha duro e cumpre a legislação, às vezes é derrotado pelo poder público que não se capacita e não inova”, lamentou. Para o pernambucano, é preciso realizar um pacto para o desenvolvimento “Mas não tem como fazer isso sem antes ouvir o campo brasileiro”, destacou.
Também o senador Álvaro Dias apontou o descaso do governo federal com a produção agropecuária. “No Brasil, há um governo que promete muito, realiza pouco e desrespeita o produtor brasileiro. No campo, nosso agricultor é imbatível, mas na hora da exportação, da venda, ele é esmagado”, ponderou.
Empreendedorismo
Eduardo Campos também destacou a importância do trabalho da FAEP com o programa Empreendedor Rural. “É um exemplo de uma federação ativa que incentiva o acesso ao conhecimento e no final do ano destaca aqueles que cumpriram essa busca”.  Segundo ele, um dos grandes desafios do Brasil daqui para a frente é “Planejar o país valorizando o diálogo entre o campo e a cidade”.
Também o presidente da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado do Paraná (Fetaep), Ademir Mueller, destacou em seu discurso a importância dos programas de aprendizagem e capacitação desenvolvidos pelo SENAR-PR e pela FAEP, como é o caso do Empreendedor Rural, que tem como parceiro a Fetaep. “A formação é um elemento estratégico, esse programa, ao longo dos seus dez anos de existência, tem se prestado ao desenvolvimento do empreendedorismo”, afirmou.
Opinião semelhante tem o presidente da Federação das Indústrias do Paraná (Fiep), Edson Campagnolo, que na ocasião representou o Sebrae. Ele destacou a liderança da FAEP junto aos produtores rurais do Estado, fomentando o empreendedorismo e dando o suporte necessário para o desenvolvimento do agronegócio. “A pequena propriedade e a grande, são como uma empresa que trabalha com resultados”, disse. Segundo ele, “O que segurou o Brasil foi o campo. Foi o trabalho dos senhores que segurou a balança comercial”, disse dirigindo-se à plateia de produtores rurais.

Fonte: Ass. Imprensa da Faep/ O Presente Rural

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

cinco × 2 =

Notícias Proteína Animal

Concurso de Qualidade de Ovos 2019 acontecerá durante a 5ª FAVESU

Pela primeira vez, será realizada a categoria ovos vermelhos no concurso capixaba

Publicado em

em

Gabriel Lordello/Divulgação

Na 5ª edição da Feira de Avicultura e Suinocultura Capixaba (FAVESU), que será realizada nos dias 05 e 06 de junho de 2019, acontecerá o 3º Concurso de Qualidade de Ovos Capixaba e o 5º Concurso de Qualidade de Ovos Coopeavi. Pela primeira vez, será realizada a categoria ovos vermelhos no concurso capixaba. O Espírito Santo é um dos maiores produtores de ovos em território brasileiro, com um plantel expressivo de aves vermelhas.

A competição é um estimulo para melhorar cada vez mais o processo de produção dos ovos, podendo proporcionar ao consumidor um produto de qualidade e que atenda a todas as exigências do consumidor. A comissão organizadora do concurso conta com representantes da AVES e Coopeavi, um avicultor associado e um cooperado, além de representante de instituições parceiras.

No concurso são avaliadas características, como textura, tamanho, coloração da casca, entre outras. Perdem pontos os ovos com falta de uniformidade de cor da gema e da casca e defeito de formato, por exemplo, parâmetros de qualidade dos ovos. A avaliação será feita por 12 jurados, renomados profissionais de empresas privadas e instituições.

Podem participar do 3º Concurso de Qualidade de Ovos Capixaba somente os avicultores associados à AVES, que possuam Serviço de Inspeção Oficial (SIM, SIE/SISBI ou SIF). O regulamento do concurso ficará disponível no site da FAVESU, pelo portal eletrônico www.favesu.com.br, e a participação será gratuita, contendo duas categorias: a dos ovos vermelhos e dos ovos brancos.

No 5º Concurso de Qualidade de Ovos Coopeavi, poderão participar somente sócios da Coopeavi que adquirem rações e comercializam seus ovos para venda in natura junto a Cooperativa. A participação será gratuita, e a Categoria será de Ovos Brancos.

O concurso acontecerá na quarta-feira (05/06), no primeiro dia da Feira, na parte da manhã. Tendo início às 08 horas, com previsão do término às 13 horas.

As inscrições para o Concurso Capixaba deverão ser realizadas até o dia 22 de maio de 2019, com o envio da ficha de inscrição devidamente preenchida para o e-mail tecnico@associacoes.org.br. As inscrições para o Concurso Coopeavi serão feitas no ato de entrega das amostras.

Mais informações são encontradas no regulamento dos Concursos no site da 5ª FAVESU.

Caso os interessados tenha dúvidas ou queiram maiores informações poderão entrar em contato com a comissão organizadora:

Concurso Capixaba: Carolina Covre – tecnico@associacoes.org.br / (27) 99942-2552;

Concurso Coopeavi: Tarcísio Simões P. Agostinho – tarcisio.agostinho@coopeavi.coop.br / (27) 99701-2764;

Fonte: Assessoria
Continue Lendo

Notícias Soja

Estoque elevado nos EUA reduz patamar de negócios no Brasil

Cenário pressionou os contratos futuros norte-americanos e também os prêmios de exportação no Brasil

Publicado em

em

Divulgação/MAPA

As negociações envolvendo soja vinham ocorrendo a preços menores no mercado brasileiro na última semana. Mesmo com a quebra na produção nacional, o estoque final nos Estados Unidos é estimado em volume recorde. Esse cenário pressionou os contratos futuros norte-americanos e também os prêmios de exportação no Brasil (devido à consequente menor competitividade externa) na maior parte do período, resultando em diminuição na paridade de exportação da soja nacional.

Segundo pesquisadores do Cepea, a pressão esteve atrelada à depreciação do dólar frente ao Real. Na sexta-feira (15), porém, as cotações internacionais subiram, impulsionando os preços no Brasil. No mercado spot, o Indicador ESALQ/BM&FBovespa da soja Paranaguá (PR) fechou a R$ 78,73/saca de 60 kg na sexta, praticamente estável (+0.1%) frente ao do dia 8. No mesmo comparativo, o Indicador CEPEA/ESALQ Paraná subiu ligeiro 0.2%, a R$ 73,38/sc no dia 15.

Fonte: Cepea
Continue Lendo

Notícias Suinocultura

Começam hoje as inscrições de trabalhos para Congresso Nacional ABRAVES

Regulamento completo para a inscrição dos trabalhos científicos está disponível no site do evento

Publicado em

em

Arquivo/OP Rural

Estarão abertas a partir de hoje (18 de março) e vão até o dia 17 de maio as inscrições de trabalhos científicos  para pesquisadores, estudantes e profissionais do setor. A décima nona edição do Congresso Nacional ABRAVES irá contar com uma programação envolvendo palestras, mesas redondas e apresentação orais e pôsteres.

Os trabalhos deverão conter informações originais nas diversas áreas de estudo da suinocultura, não tendo sido publicados em outros congressos e eventos. Não serão aceitas revisões de literatura ou monografias. Casos clínicos/relato de caso serão aceitos, desde que tenham tema relevante para suinocultura. No caso de relato de caso, esta informação deverá constar no título do trabalho.

O regulamento completo para a inscrição dos trabalhos científicos está disponível no site do evento.

O Congresso

Com o tema ‘O futuro mercado de suínos, fundamentado pelo conhecimento e pela ciência’, o XIX Congresso Nacional ABRAVES está marcado para acontecer em Toledo, Oeste do Paraná, de 22 a 24 de outubro de 2019.

Nesta edição o evento vai reunir importantes nomes da suinicultura nacional e internacional, com um enfoque voltado ao desenvolvimento das pessoas bem como a gestão e manejo, sanidade, produção, mercado e saúde pública. Buscando a interação entre os mesmos, possibilitando o planejamento, preparação e desenvolvimento de ações para atender as demandas e mudanças do mercado, produzir o suíno ideal, e gerar maior lucratividade em toda a cadeia.

Para mais informações sobre o evento acesse o site.

Fonte: Assessoria
Continue Lendo
Conbrasul 2019
Facta 2019
APA
Abraves
Nucleovet 2
Biochem site – lateral

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e recebas as principais notícias em seu email.