Conectado com
FACE

Empresas Cooperativa

Dia Nacional do Cooperativismo de Crédito (28/12)

Cooperativismo de crédito: tradicional, moderno e humano, por Manfred Alfonso Dasenbrock

Publicado em

em

Manfred Alfonso Dasenbrock é presidente da SicrediPar, da Central Sicredi PR/SP/RJ e membro do Conselho Mundial das Cooperativas de Crédito (World Council of Credit Unions – Woccu)

Integrado por mais de 11 milhões de brasileiros atualmente, o cooperativismo de crédito nasceu no país diante das muitas adversidades no início do século XX e, ao longo dos seus mais de 100 anos, tem apoiado as pessoas no enfrentamento dos grandes desafios que surgiram. Apesar dos ideais do segmento existirem desde aquela época, eles nunca fizeram tanto sentido como agora.  O ano de 2020 tem nos mostrado, na prática, o quanto o poder da cooperação, da colaboração e do relacionamento fazem a diferença na nossa vida.

Em 28 de dezembro celebraremos o Dia Nacional do Cooperativismo de Crédito, data que marca também o dia da fundação da primeira cooperativa de crédito do Brasil, a Sicredi Pioneira RS, em Nova Petrópolis (RS), no ano de 1902, pelo padre suíço Theodor Amstad. Nessa data, aproveitamos para refletir sobre a história do segmento e sua relevância no dia a dia de milhões de brasileiros.

No início, o cooperativismo de crédito surgiu para ajudar agricultores imigrantes que não tinham condições de financiar sua produção. Ao perceber este fato, o padre Amstad acreditou que poderia ajudar as pessoas disseminando o conceito que ele havia conhecido na Europa. Para isso, ele percorreu 170 mil quilômetros no Sul do Brasil reunindo pessoas de diversos perfis e localidades em torno de uma mesma ideia: o cooperativismo de crédito.

É dele a frase “se uma grande pedra se atravessa no caminho e 20 pessoas querem passar, não o conseguirão se um por um a procuram remover individualmente. Mas se as 20 pessoas se unem e fazem força ao mesmo tempo, sob a orientação de uma delas, conseguirão solidariamente afastar a pedra e abrir o caminho para todos”.

Ou seja, a colaboração, hoje muito presente em iniciativas realizadas pelas pessoas em prol de um objetivo comum, à exemplo do crowdfuding, sempre foi a principal moeda do cooperativismo. Somado a isso, o modelo de negócio disruptivo das cooperativas, uma vez que elas são formadas por sociedades de pessoas (e não de capital) que possuem direito a voto nas decisões sobre o rumo do negócio, além de participação nos resultados, mostra como o segmento consegue ser, ao mesmo tempo, tradicional e moderno.

A atuação de uma cooperativa, pautada em um ciclo sustentável onde o dinheiro captado na região é reinvestido na mesma região, traz desenvolvimento e prosperidade para as pessoas. Segundo pesquisa realizada pela FIPE, a presença e atividade de uma cooperativa de crédito incrementa o Produto Interno Bruto (PIB) per capita dos municípios em 5,6%, cria 6,2% mais vagas de trabalho formal e aumenta o número de estabelecimentos comerciais em 15,7%, estimulando, portanto, o empreendedorismo local.

Com um relacionamento muito estreito com as pequenas empresas e sabendo que elas têm sido bastante afetadas pelas consequências da pandemia, em 2020, o Sicredi buscou apoiar esse público com ações que vão além de seus produtos e serviços. Estimular o consumo e o desenvolvimento econômico local tem sido o foco da campanha “Eu Coopero com a Economia Local”, por meio da qual a instituição tem engajado entidades, empresas e pessoas. Para isso, além de fomentar esse movimento por meio de divulgações diversas, foi lançado um espaço online no qual os empreendedores encontram conteúdos que os ajudam a trabalhar suas vendas de forma digital. Resultado do nosso programa de aproximação com startups, também entregamos aos associados um marketplace, o Sicredi Conecta, por meio do qual eles podem realizar suas vendas de forma totalmente gratuita.

Outro grande exemplo de mobilização das cooperativas é o Dia C de Cooperar, que neste ano aconteceu em 4 de julho, e considera ações de responsabilidade social de todos os ramos de cooperativismo atuantes no Brasil nas áreas de saúde, lazer, educação e cuidado com o meio ambiente. Esse conjunto de iniciativas visa transformar a realidade das comunidades por meio da prestação de serviços via cooperativas e está alinhado aos “17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável” propostos pela Organização das Nações Unidas (ONU). Neste ano, mais de mil ações do Dia C foram promovidas pelas cooperativas que compõem o Sicredi, beneficiando mais de quatro milhões de pessoas, com o envolvimento de 30 mil voluntários, mostrando a capacidade de engajamento e mobilização do segmento.

O modelo cooperativista é, acima de tudo, humano, isso porque é feito de pessoas para pessoas, com o associado sempre no centro das decisões. De forma perene, o cooperativismo de crédito busca realizar ações em benefícios aos associados e comunidades, que se tornam ainda mais necessárias nos momentos de adversidade. No Sicredi, por exemplo, desde 1995 o Programa A União Faz a Vida (PUFV), principal programa de responsabilidade social da instituição, comprova a preocupação do cooperativismo de crédito em levar educação para as comunidades. Com o objetivo de incluir na rotina dos estudantes valores de cooperação e cidadania, o programa busca formar cidadãos mais justos, solidários, que respeitem a diversidade e que dialoguem para tomar decisões.

Esses são alguns dos exemplos da forma diferenciada que o cooperativismo de crédito atua, a qual o Sicredi realiza no Brasil há 118 anos. Em um ano de grandes desafios como 2020, reforçamos nosso compromisso econômico-social com o Sicredi passando a ser membro do Pacto Global proposto pela ONU, pois o objetivo é continuar sempre seguindo um caminho de apoiar o crescimento das pessoas, sendo um instrumento de organização econômica capaz de fazer a diferença na economia brasileira e de contribuir para a construção de uma sociedade mais próspera.

Fonte: Ass. de Imprensa.
Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezoito + 13 =

Empresas Avicultura

Programas Integração e Mais Grãos da Avivar são pauta do VetanCast #10

Publicado em

em

Foto: Divulgação

O diretor de logística e suprimentos da Avivar Alimentos, Eliênio Costa, é o convidado do podcast que foi ao ar nesta segunda-feira (18), no canal do VetanCast no Spotify. Este episódio trouxe um pouco sobre os programas Integração e Mais Grãos, desenvolvidos pela Avivar, que atua no Centro-Oeste mineiro, região pouco favorável à produção de grãos. “É um plano um pouco ambicioso, mas é um projeto de longo prazo. A gente estima aproximadamente 10 anos para a sua totalidade”, destacou Eliênio, em um dos momentos da conversa.

Sobre o VetanCast: O VetanCast é um projeto da Vetanco Brasil. Trata-se de uma ferramenta que foca na comunicação auditiva, através da realização de entrevistas com personalidades do agronegócio no formato de podcast. Cada episódio tem a duração de 12 minutos, e as publicações acontecem a cada 15 dias com a participação de um convidado.

Entre os intervalos do VetanCast, no mesmo canal também são disponibilizados os informativos em formato de áudio do Pílulas Técnicas Vetanco, com a apresentação de temas técnicos atualizados.

Para ter acesso a todo este conteúdo, deve-se acessar o Spotify e digitar VetanCast. Caso queira acompanhar as atualizações, clique no botão Seguir.

VetanCast #10: https://open.spotify.com/episode/5TGnuKLgRcyUc11g1oRrlU?si=u0Ko3rGjTZ-U1ge_BNwqyw

Fonte: Assessoria
Continue Lendo

Empresas

American Nutrients recebe certificação em bem-estar animal

Produtos da linha de saúde do úbere atenderam critérios de avaliação durante auditoria de empresa da Nova Zelândia

Publicado em

em

Divulgação/American Nutrients

A American Nutrients, empresa especialista em saúde animal, com sede no estado do Rio Grande do Sul, recebeu a certificação em bem-estar animal para seus produtos da linha de saúde do úbere ORDENHA 10 pré-dipping e ORDENHA 10 pós-dipping, no último dia 13 de novembro. A comprovação é emitida pelo movimento #BebaMaisLeite, em parceria com a empresa de consultoria da Nova Zelânida QConz, sendo baseado nas regras da Organização Mundial de Saúde (OMS), bem como nas pesquisas desenvolvidas por universidades e instituições brasileiras e internacionais, adaptadas para a realidade da pecuária leiteira do Brasil.

O programa tem como objetivo credenciar empresas do setor agropecuário que estejam alinhadas com os propósitos de promover o bem-estar animal através de seus produtos ou serviços. “A conquista dessa certificação reforça o comprometimento da American Nutrients com a visão de saúde única, alinhando diretrizes que integram a saúde animal, humana e meio ambiente. Inovar na prática, levando as melhores soluções para nossos clientes e parceiros”, ressaltou o diretor da empresa Claus André Kettermann.

Os requisitos básicos para a certificação envolveram análises e indicadores específicos, integrando um eficiente controle de qualidade e de processos, atendimento à legislação vigente e estudos de eficácia. “Todos os produtos da linha de saúde do úbere da American Nutrients atenderam integralmente os critérios de avaliação do programa, comprovando que a empresa adota em seus processos, iniciativas voltadas a manutenção da saúde e bem-estar dos animais, garantindo segurança e confiabilidade para toda a cadeia da bovinocultura de leite”, ressaltou o diretor Kettermann.

As auditorias foram feitas pela QCONZ América Latina Consultoria e Treinamento, empresa que atua há 16 anos desenvolvendo sistemas de qualidade para setor primário e prestando serviços de auditoria, consultoria e treinamento. A empresa é líder de mercado na Nova Zelândia, além de ser referência em excelência para os órgãos públicos e indústrias do país em que atua.

Requisitos que foram auditados para a certificação:

– Atendimento integral à legislação vigente (Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento)

– Procedimentos de boas práticas de fabricação implementados

– Ambos os produtos devem possuir, em sua composição, matérias-primas que proporcionem conforto e bem-estar ao animal durante e após a ordenha

– Controle de processos durante a fabricação dos produtos, desde o recebimento das matérias-primas, análises de controle de qualidade e garantia de rastreabilidade

– Eficiência antimicrobiana comprovada dos produtos pré-dipping e pós-dipping, tanto in vivo, quanto in vitro, frente a microrganismos comumente relacionados a incidência de mastite clínica e subclínica

– Pós-dipping deve possuir potencial de hidratação do teto comprovado após o uso

– Treinamentos periódicos da equipe de produção e comercial

– Eficiente Serviço de Atendimento ao Cliente (SAC)

– Possuir o conceito de sustentabilidade como cultura na empresa

Fonte: Ass. de Impressa.
Continue Lendo

Empresas Evento

FMC participa do Dia de Campo Digital da C.Vale com tecnologias sustentáveis para soja e milho

Publicado em

em

Entre os dias 18 a 22 de janeiro, a FMC participa do Dia de Campo digital C.Vale, levando inovações para os mercados de soja e milho. No evento, que será realizado em moderna plataforma online, a companhia estará presente com a equipe técnica especializada apresentando seu amplo e eficiente portfólio, com soluções para controle para pragas, plantas daninhas e doenças nas culturas de soja e milho, além de oferecer os benefícios do novo programa de relacionamentos da empresa, o JUNTOS produtor.

“Para nós, é uma grande satisfação estar presente nesse grande evento para estreitar nosso relacionamento com os produtores e com a C.Vale. Estamos com um portfólio ainda mais robusto, levando soluções e praticidade ao dia a dia do produtor, garantindo produtividade e sustentabilidade em sua lavoura. Além disso, queremos marcar uma nova etapa do relacionamento entre a empresa e os agricultores, com efeitos práticos na forma de buscar e multiplicar soluções personalizadas, tudo isso por meio do JUNTOS”, comenta o Gerente de Marketing Regional da FMC, Bruno Lucas.

O JUNTOS é um programa de benefícios, onde os produtores ganham FMC Coins toda vez que adquirem produtos da empresa nos estabelecimentos participantes. Para isso, basta fazer o upload das notas fiscais na plataforma juntosfmc.com.br. Com a moeda, é possível resgatar prêmios (catálogo online com as mais variadas opções) e benefícios exclusivos, como equipamentos, programas de capacitação e consultorias especializadas.

 

TECNOLOGIAS

Para a cultura da soja, a FMC destaca seu projeto de soja, que tem como objetivo divulgar as importantes iniciativas que a Companhia vem realizando com todos os elos da cadeia na troca de conhecimento e ações que buscam melhores práticas e resultados no campo.

Na ocasião, a equipe técnica da companhia apresentará, para ambas as culturas, os inseticidas Hero®, que utiliza sua alta potência inseticida para conter percevejos adultos, com resultados imediatos, Premio® e Avatar®, tecnologia de ponta para controle de lagartas, que promove a proteção da lavoura por mais tempo contra as espécies mais importantes do milho e da soja, e Talisman®, uma solução completa para manejo de percevejos, controlando ovos, ninfas e adulto e impulsionando a performance no manejo da praga. Outro destaque tecnológico para a cultura da soja é o herbicida pré-emergente Stone®, utilizado para controlar as plantas daninhas desde seu início, mesmo as mais difíceis, deixando o caminho limpo para a produtividade.

Continue Lendo
Dia Estadual do Porco – ACSURS

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e recebas as principais notícias em seu email.