Conectado com
OP INSTAGRAM

Notícias Feira

Coopavel adia Show Rural para março de 2021

Em virtude das mudanças que a pandemia da Covid-19 trouxe neste último mês, a organização optou por adiar o evento presencial

Publicado em

em

Arquivo/OP Rural

Na noite de terça-feira (02), a Coopavel, organizadora do tradicional Show Rural, divulgou um comunicado informando o adiamento da feira. Anteriormente, os organizadores haviam confirmado a realização da 33ª edição de 1º a 5 de fevereiro de 2021. Segundo o documento, em virtude das mudanças que a pandemia da Covid-19 trouxe neste último mês, a organização optou por adiar excepcionalmente o evento presencial para o período de 22 a 26 de março de 2021.

“O Show Rural Coopavel tem em sua essência levar conhecimento, tecnologia e oportunidade de negócios no âmbito da agropecuária mundial. Proporcionar um ambiente agradável, com segurança e tranquilidade é extremamente importante para que o objetivo seja atingido”, diz o comunicado.

Confira o comunicado na íntegra:

Fonte: O Presente Rural
Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

13 − seis =

Notícias Mercado

USDA confirma aperto na oferta de soja e preços sobem

A confirmação de um quadro de aperto na oferta global da oleaginosa sustenta as cotações

Publicado em

em

Divulgação/MAPA

Os preços da soja tiveram mais uma semana de firmeza no Brasil e de ganhos consistentes para os contratos futuros negociados em Chicago. A confirmação de um quadro de aperto na oferta global da oleaginosa sustenta as cotações.

O relatório de janeiro do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) indicou que a safra norte americana de soja deverá ficar em 4,135 bilhões de bushels em 2020/21, o equivalente a 112,53 milhões de toneladas, abaixo do esperado no relatório anterior: 4,170 bilhões de bushels ou 113,5 milhões de toneladas. O mercado apostava em 4,155 bilhões ou 113,07 milhões.

Os estoques finais estão estimados em 140 milhões de bushels ou 3,81 milhões de toneladas. O mercado apostava em carryover de 135 milhões ou 3,67 milhões de toneladas. No relatório anterior, os estoques estavam projetados em 175 milhões de bushels – 4,76 milhões de toneladas.

O USDA indicou esmagamento em 2,2 bilhões de bushels e exportação de 2,230 bilhões, contra 2,195 e 2,2 bilhões projetados em dezembro, respectivamente.

O relatório USDA projetou safra mundial de soja em 2020/21 de 361 milhões de toneladas. Em dezembro, o número era de 362,05 milhões de toneladas.

Os estoques finais estão estimados em 84,31 milhões de toneladas. O mercado esperava por estoques finais de 83 milhões de toneladas. Em dezembro, a previsão era de 85,64 milhões de toneladas.

A projeção do USDA aposta em safra americana de 112,53 milhões de toneladas. Para o Brasil, a previsão é de uma produção de 133 milhões de toneladas, repetindo o número de dezembro. A Argentina deverá produzir 48 milhões de toneladas. A previsão anterior era de 50 milhões de toneladas.

A estimativa para as importações chinesas em 2020/21 é de 100 milhões de toneladas, mantendo a previsão do mês anterior.

Os estoques trimestrais de soja em grão dos Estados Unidos, na posição 1o de dezembro, totalizaram 2,93 bilhões de bushels. O volume estocado recuou 10% na comparação com igual período de 2019. O número ficou acima da expectativa do mercado, de 2,904 bilhões de bushels.

Fonte: Agência SAFRAS
Continue Lendo

Notícias Mercado

USDA corta produção e estoques de milho dos EUA para 2020/21

Segundo o USDA, o país terá estoques finais na safra 2020/21 de 1,552 bilhão de bushels, contra 1,702 bilhão de bushels indicados em dezembro

Publicado em

em

Divulgação

O relatório de dezembro de oferta e demanda do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), divulgado na última terça-feira (12), sacudiu o mercado internacional de milho, elevando os preços na Bolsa de Chicago aos níveis mais altos em 80 meses, desde maio de 2014. O USDA cortou os números de produção e estoques norte-americanos na temporada 2020/21 e também reduziu os dados globais.

Segundo o USDA, o país terá estoques finais na safra 2020/21 de 1,552 bilhão de bushels, contra 1,702 bilhão de bushels indicados em dezembro55, enquanto o mercado esperava um número de 1,597 bilhão de bushels. Os Estados Unidos deverão colher 14,182 bilhões de bushels na temporada 2020/21, contra 14,507 bilhões de bushels indicados em dezembro, e os 14,434 bilhões de bushels esperados pelo mercado. A produtividade média em 2020/21 foi reduzida de 175,8 bushels por acre para 172 bushels. A estimativa da área a ser plantada caiu de 91 milhões de acres para 90,8 milhões de acres e a área a ser colhida segue projetada em 82,5 milhões de acres.

As exportações em 2020/21 estão previstas em 2,550 bilhões de bushels, contra 2,650 bilhões em dezembro. O uso de milho para a produção de etanol foi reduzido de 5,050 bilhões de bushels para 4,950 bilhões de bushels.

Mundo

O relatório estimou a safra global 2020/21 em 1.133,89 milhão de toneladas, abaixo das 1.143,56 milhão de toneladas indicadas em dezembro. Os estoques finais da safra mundial 2020/21 foram projetados em 283,83 milhões de toneladas, abaixo das 288,96 milhões de toneladas indicados no mês passado, enquanto mercado apostava em um número de 284 milhões de toneladas.

A estimativa de safra brasileira éde 109 milhões de toneladas, contra 110 milhões de toneladas no mês passado. A produção da Argentina deve atingir 47,5 milhões de toneladas, ante as 49 milhões de toneladas indicadas em dezembro. A Ucrânia teve sua projeção de safra mantida em 29,5 milhões de toneladas. A África do Sul teve a safra mantida em 16 milhões de toneladas. A China teve sua estimativa de produção apontada em 260,67 milhões de toneladas, contra 260 milhões em dezembro.

Para a safra global 2019/20, os estoques finais foram projetados em 303,01 milhões de toneladas, contra as 303,42 milhões de toneladas apontadas no mês passado.

Fonte: Agência SAFRAS
Continue Lendo

Notícias São Paulo

Desarticulado abate clandestino de suínos na região de São José do Rio Preto

No mesmo local foram encontrados 613 suínos sem cadastro ou histórico sanitário junto à Defesa Agropecuária

Publicado em

em

Divulgação

Um abate clandestino de suínos foi desarticulado na quinta-feira (14) no município de Nova Granada, em ação realizada por uma equipe da Secretaria de Agricultura e Abastecimento, que atua junto à Coordenadoria de Defesa Agropecuária, em conjunto com a Polícia Militar Ambiental de São José do Rio Preto. No momento da abordagem estava em curso o abate de suínos.

No mesmo local foram encontrados 613 suínos sem cadastro ou histórico sanitário junto à Defesa Agropecuária. “As carcaças e os produtos foram apreendidos e encaminhados a uma graxaria, registrada junto a um órgão oficial, uma vez que eles estavam impróprios para o consumo devido a situação onde eram realizados os abates, sem nenhuma norma de higiene ou sanitária e a propriedade foi interditada” disse o médico veterinário João Gustavo Pereira Loureiro, que atua junto ao Serviço de Inspeção de São Paulo (SISP).

Os responsáveis foram instruídos e orientados a regularizar seu criatório a fim de que a propriedade seja desinterditada. “O foco da ação realizada pela Coordenadoria de Defesa Agropecuária não é só coibir a produção e a distribuição desses produtos, mas de fomentar a produção, ou seja, tirar o produtor da clandestinidade e trazê-lo para a licitude, impedindo que esses produtos sem o devido controle higiênico sanitário coloquem em risco a saúde do consumidor”, disse o médico veterinário Luiz Henrique Barrochelo, coordenador da Defesa Agropecuária, que participou da ação em conjunto com a Polícia Militar Ambiental.

Pelo abate clandestino o valor da infração pode chegar a mil Ufesps (unidades fiscais do estado de São Paulo) e por deixar de requerer a ficha cadastral dos animais 100 Ufesps. O valor da Ufesp em 2021 é de R$29,09.

Os implicados poderão responder por processo crime por ferir as relações de consumo e passarão pela vistoria da Cetesb.

Fonte: Assessoria
Continue Lendo
Dia Estadual do Porco – ACSURS

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e recebas as principais notícias em seu email.