Conectado com

Notícias

Comitiva entrega convite oficial ao 46º Dia Estadual do Porco para autoridades gaúchas

Evento acontece no dia 12 de agosto, em Santo Cristo, no Rio Grande do Sul.

Publicado em

em

Comitiva entrega convite para o 46º Dia Estadual do Porco ao governador do Rio Grande do Sul, Ranolfo Vieira Júnior - Fotos: Divulgação/ACSURS

Uma Comitiva do 46º Dia Estadual do Porco realizou, no fim de junho, um roteiro de visitas na Capital gaúcha para entrega do convite oficial a autoridades, entre eles o governador do Rio Grande do Sul, Ranolfo Vieira Júnior. O evento acontece no dia 12 de agosto, em Santo Cristo (RS).

Secretário da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr/RS), Domingos Antonio Velho Lopes, recebeu a comitiva em seu gabinete

Além do governador, o roteiro iniciou com agenda no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) à superintendente no Rio Grande do Sul, Helena Pan Rugeri. A Comitiva cumpriu agenda na Emater/RS, onde foram recebidos pelo presidente, Edmilson Pedro Pelizari; na Conab/RS, momento em que conversaram com o superintendente da companhia no Rio Grande do Sul, Carlos Roberto Bestetti; na Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr/RS), onde foram recebidos pelo secretário Domingos Antonio Velho Lopes; e, por fim, na Assembleia Legislativa, com a entrega do convite para o presidente da AL-RS, Valdeci Oliveira. Além dele, na Assembleia a comitiva realizou visitas a outros políticos ligados à suinocultura.

“Realizamos a entrega oficial dos convites a estas autoridades, mas aproveitamos a ocasião para apresentar outras demandas do setor”, comenta o presidente da Associação de Criadores de Suínos do Rio Grande do Sul (ACSURS), Valdecir Luis Folador.

Comitiva fez a entrega do convite ao 46º Dia Estadual do Porco à superintendente no Rio Grande do Sul do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Helena Pan Rugeri.

Integraram ainda a Comitiva o suinocultor e empresário Marino Birck; a vice-prefeita de Santo Cristo, Loreci Finger Riewe; e o presidente da Câmara de Vereadores de Santo Cristo, vereador Clóvis Kowalski.

Quem faz acontecer 

Em uma realização da ACSURS e correalização do município de Santo Cristo, o 46º Dia Estadual do Porco tem o patrocínio de AWA Sistemas, De Heus, Insui, Machado Agropecuária, Mig-PLUS, MS Schippers na Cota Diamante; Alibem, Auster, Biotecno, BSBios, Construschorr, Copérdia, Cotrirosa, Cresol, Danbred Brasil, DNA South America, Embio, Estrela Alimentos, Gapi Solutions, IMV Technologies, Kera, Método Charles, Minitube, Ourofino, Protec, Sicredi, Topgen, Vargas Representações, Zoetis na Cota Ouro; Agriben, Agriness, American Nutrients, Artus, Aurora Coop, Botânica EPIs, Butiá Lonas, Camera, Choice, Coopermil, Nutron/Cargill, Topigs Norsvin, Vitamix, Zooprofit na Cota Prata; Agrifirm, Agroceres Multimix, Agroceres PIC, Alfa, Anpario, Construrohr, Cooperluz, Farenzena, Farmabase, Huvepharma, Lojas Concreto, Lojas Zuk, Magnani, Marco A Piso Aquecido, Máquinas Carpenedo, Polinutri, Sicoob, SL Equipamentos, SLC Máquinas, Vitalltech do Brasil na Cota Bronze.

Apoio institucional da Associação Brasileira dos Criadores de Suínos (ABCS), Fundo de Desenvolvimento e Defesa Sanitária Animal (Fundesa), Sindicato das Indústrias de Produtos Suínos do Estado do Rio Grande do Sul (Sips), Safras e Mercado e Emater/RS-Governo do Estado.

O Jornal O Presente Rural é parceiro de mídia do evento e fará a cobertura completa em todos os seus canais de comunicação.

Fonte: Assessoria
Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 − 1 =

Notícias

Operação do Mapa fiscaliza a produção de fertilizantes em São Paulo

Na ação, foram apreendidos 100 mil litros de produtos fluidos e 412 toneladas de fertilizantes sólidos.

Publicado em

em

Fotos: Divulgação/Mapa

Uma equipe do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) realizou, de 08 a 12 de agosto, uma operação de fiscalização da produção de fertilizantes no estado de São Paulo. Na ação, foram apreendidos 100 mil litros de produtos fluidos e 412 toneladas de fertilizantes sólidos. O estado é o maior em número de estabelecimentos produtores de fertilizantes do Brasil.

O objetivo da ação foi auditar os processos de produção e os procedimentos de controle de qualidade de fertilizantes, inoculantes e biofertilizantes. “Os produtos que contém microrganismos têm sido uma tendência crescente no mercado de fertilizantes na atualidade”, destaca o coordenador de Fertilizantes, Inoculantes e Corretivos, Henrique Bley.

Durante a operação, auditores fiscais federais agropecuários fiscalizaram 34 empresas da região de Ribeirão Preto, São José do Rio Preto e Barretos. A equipe também fez 26 coletas de produtos para análises fiscais, sendo que as amostras de inoculantes representam o equivalente a 260 mil doses de produto.

Ao todo, foram emitidos 22 autos de infração. Na ocasião, oito empresas foram embargadas cautelarmente para realização de adequações, sendo que a principal irregularidade constatada foi a ausência ou insuficiência de análises de controle de qualidade das matérias-primas e produtos acabados.

A fiscalização constatou também que diversas empresas produtoras de fertilizantes fluidos estão produzindo adjuvantes. “Essa atividade, embora isenta de registro no Mapa, deve estar devidamente separada e identificada na área fabril, bem como os rótulos dos produtos não devem fazer qualquer menção ao registro da empresa na área de fertilizantes, inoculantes e corretivos”, explica Bley.

Participaram da ação 16 auditores fiscais federais agropecuários, com apoio logístico das Unidades Técnicas Regionais e da Superintendência Federal de Agricultura no Estado de São Paulo (SFA-SP).

Fonte: Mapa
Continue Lendo

Notícias Estimativa de produção

VBP estimado para 2022 chega a R$ 1,220 trilhão

As lavouras registraram alta de 3%. Algodão, café, tomate e trigo estão entre os produtos com melhores desempenhos.

Publicado em

em

Foto: Arquivo/Claudio Neves/Portos do Paraná

O Valor Bruto da Produção (VBP) estimado para este ano é de R$ 1,220 trilhão, 0,3% acima do obtido em 2021, que foi de R$ 1,217 trilhão. O dado tem como base as projeções de safras divulgadas pela Conab e pelo IBGE em agosto, e que apontam para conclusão da colheita das principais lavouras.

De acordo com análise da Secretaria de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), e a pecuária, contração de 5,5%.

“O decréscimo do faturamento da soja devido à queda de produção e a retração das principais atividades da pecuária são os principais fatores afetando negativamente o VBP deste ano. Somadas, as reduções de faturamento da soja e da pecuária resultam em um decréscimo de R$ 64 bilhões a preços de 2022. Mas em geral, este ano é de bom desempenho para a agropecuária”, diz nota da secretaria.

Entre as lavouras com melhor desempenho estão: algodão, com aumento real do VBP de 39,2%; banana, 12,5%; batata inglesa, 18,4%; café, 35,8%; cana de açúcar, 10,2%; feijão, 10,1%; milho, 16,6%; tomate, 30%; e trigo, 39,8%. As culturas foram impulsionadas pela alta de preços.

A pecuária teve retração nas atividades relacionadas a bovinos, frangos e suínos, em razão da queda de preços na comparação com o ano anterior. As exceções são para leite e ovos, que apresentam melhores resultados.

Em relação ao desempenho das regiões, Centro-Oeste tem o maior VBP, somando R$ 410,62 bilhões; seguida pelo Sudeste (R$ 305,5 bilhões), Sul R$ (R$ 284,8 bilhões), Nordeste (R$ 115,99 bilhões) e Norte (R$ 76,56 bilhões). Entre os estados, os cinco primeiros são Mato Grosso, Paraná, São Paulo, Minas Gerais e Goiás.

O VBP mostra a evolução do desempenho das lavouras e o faturamento bruto dentro do estabelecimento ao longo do ano, a partir do cálculo da safra agrícola, da pecuária e dos preços obtidos pelos produtores nas principais praças do país e dos 26 maiores produtos agropecuários nacionais.

Fonte: Mapa
Continue Lendo

Notícias No Rio Grande do Sul

45ª Expointer é lançada com expectativa de público de mais de 600 mil pessoas

Exposição vai ocorrer entre os dias 27 de agosto e 04 de setembro no Parque Estadual de Exposições Assis Brasil, em Esteio (RS).

Publicado em

em

O Governo do Rio Grande do Sul deu a largada, na segunda-feira (15), para a 45ª Expointer, que vai ocorrer entre 27 de agosto e 04 de setembro no Parque Estadual de Exposições Assis Brasil, em Esteio. O lançamento ocorreu no espaço Multiverso, no Cais Embarcadero, em Porto Alegre, com a presença do governador Ranolfo Vieira Júnior; do secretário da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural, Domingos Velho Lopes; além de outros secretários estaduais, prefeitos, autoridades, convidados e imprensa.

No local, foram exibidas centenas de imagens do fotógrafo da Seapdr, Fernando Dias, que representam a diversidade produtiva do setor agropecuário gaúcho. “A Expointer é a feira onde demonstramos para o país e para o mundo a nossa principal vocação. Neste ano, temos uma expectativa altamente positiva, seja em relação ao número de circulação de pessoas ou de negócios, porque não haverá restrições para a presença de público. Por tudo isso, vamos transferir a sede do governo para o parque de exposições durante os nove dias da feira”, disse o governador.

Nos últimos dois anos, a feira ocorreu em meio a um cenário de restrições impostas pela pandemia – em 2020, foi fechada ao público; em 2021, contou com número de visitantes limitado para cumprimento dos protocolos de saúde.

Além de eventos técnicos, oficinas, julgamento de animais e exposição e venda de produtos, a edição de 2022 terá atividades de entretenimento, leilões e shows artísticos e culturais. Também haverá discussão de temas relevantes para a agropecuária gaúcha e nacional: inovação, tecnologia, produção sustentável, reservação de água, agricultura de baixa emissão de carbono e desenvolvimento econômico aliado à preservação do ambiente.

Secretário da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural, Domingos Antonio Velho Lopes: “Esperamos mais de 600 mil pessoas e movimentar cerca de R$ 4 bilhões em negócios” – Fotos: Itamar Aguiar/Palácio Piratini e Rodrigo Martins/Seapdr

“Esperamos mais de 600 mil pessoas e movimentar cerca de R$ 4 bilhões em negócios. Queremos que a feira represente a alma gaúcha, com toda a sua diversidade e pluralidade de culturas. É essa imagem que pretendemos passar, de um estado onde a harmonia e o desenvolvimento sustentável da cadeia produtiva são exemplos para o mundo”, disse o secretário da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural, Domingos Antonio Velho Lopes.

Detalhes

Ao todo, 6.378 animais foram inscritos na feira (5.093 de argola e 1.285 rústicos). Haverá retorno de raças ausentes nos últimos anos e estreia de outras no evento. A admissão dos animais de argola no parque começará no dia 22, às 08 horas. O Pavilhão da Agricultura Familiar contará com 337 expositores, apresentando a variedade de produtos provenientes de agroindústrias familiares, setor de plantas e artesanato.

A área de máquinas e implementos agrícolas contará com a presença de mais de cem empresas, que apresentarão lançamentos, serviços e a tecnologia oferecida pelo segmento. Neste ano, a feira também terá um espaço de inovação que reunirá startups e tecnologias voltadas ao setor do agro.

Ingressos 

A venda de ingressos para visitação à feira será feita de forma on-line e presencial. A comercialização na plataforma virtual inicia-se nesta semana (informações no site da Expointer). A venda presencial ocorre apenas durante os dias do evento na bilheteria do parque (portão 3).

Os ingressos custarão R$ 16 (inteiro), R$ 8 (meia entrada), R$ 40 (estacionamento de visitantes) e R$ 400 (camping para expositores). Pedestres poderão ingressar no parque entre 08 horas e 20h30 pelos portões 2 e 6.

A Expointer é uma realização do governo do Estado e dos copromotores Febrac, Fetag, prefeitura de Esteio, Simers, Sistema Farsul e Sistema Ocergs-Sescoop/RS.

Fonte: Ascom
Continue Lendo
PORK 2022

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e recebas as principais notícias em seu email.