Conectado com
Suínos e Peixes – Maio

Empresas Energia renovável

Carport: o estacionamento que também produz e abastece energia

Estrutura conta com 18 módulos ou placas fotovoltaicas, que geram 720 kW/h

Publicado em

em

Divulgação/Assessoria

Uma das atrações do estande da BioWatts Energia Solar nesta edição do Show Rural Coopavel, o “Carport” agrega novas funções às placas fotovoltaicas. Alia as vantagens de colher uma energia limpa, fornecida diária e gratuitamente pela natureza, à possibilidade de abrigar e proteger os veículos, abastecendo-os com esta mesma energia.

A estrutura em exposição no espaço BioWatts conta com 18 módulos ou placas fotovoltaicas, que geram 720 kW/h, energia suficiente para atender à demanda de duas residências de padrão médio e de acréscimo, oferecem sombra e proteção para dois automóveis contra intempéries.

Segundo Pedro Tochetto, diretor da BioWatts, a estrutura é produzida em alumínio 100% anodizado e os periféricos em aço inox.  O sistema de vedação é feito com borrachas especiais, com proteção uv, que impedem a infiltração de água. Tudo, segundo ele, para garantir a vida útil mínima de 25 anos.

“Cada caso é um caso. Gera um projeto específico que é desenvolvido pela equipe de engenharia da BioWatts e pensado para as demandas e necessidades de cada cliente. O sistema Carport é indicado para pequenas e grandes áreas, resultando em estacionamentos que protegem contra as intempéries, geram energia a partir de uma matéria-prima que tem custo zero e ao mesmo tempo podem servir de posto de abastecimento dos veículos elétricos do futuro”, reforça Pedro Tochetto, adiantando que, em média, o Carport demanda um investimento entre 12 e 17% maior que a instalação das placas solares diretamente nos telhados ou rente ao solo.

Fonte: Assessoria
Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × 3 =

Empresas Pecuária leiteira:

Uso de suplementos minerais e vitamínicos em vacas aumenta a produção de leite

Biogénesis Bagó apresenta resultados de estudos durante a Megaleite que comprovam o aumento de mais de 4kg de leite/dia por animal

Publicado em

em

Foto: Divulgação

Um rebanho com vacas saudáveis produz mais leite quando elas são suplementadas durante o período de transição. Foi o que comprovou um estudo realizado no Brasil, feito com 372 vacas apontando que animais que receberam suplementação injetável, contendo vitaminas (A e E) e micro minerais (Cobre, Zinco, Manganês e Selênio) aumentaram a produção em média de 4,3kg de leite/dia. O resultado detalhado será apresentado pela equipe da Biogénesis Bagó durante a Megaleite, maior feira da pecuária leiteira do Brasil, que ocorre de 19 a 22 de junho, no Parque da Gameleira, em Belo Horizonte (MG).

“Ficou comprovada que a suplementação micro mineral e vitamínica contribui com a integridade do úbere, respostas imunológicas, saúde da glândula mamária e consequentemente na produção. Por isso, a utilização de suplementação vitamínica e mineral estratégica é crucial durante o período de transição em vacas secas e confirma ser uma eficiente ferramenta para melhorar a saúde e a produtividade em vacas leiteiras”, afirma Gabriel Campos, Gerente Regional Central da Biogénesis Bagó, que apresentará os resultados na Megaleite, no dia 21 de junho no estande da empresa.

O estudo, publicado no National Mastitis Council, 2018 no Texas, EUA, analisou animais de duas propriedades distintas com as mesmas condições corporais e dieta, com produção média de 34kg de leite/dia na lactação. As vacas foram distribuídas em dois grupos experimentais e completamente aleatórios. O primeiro lote recebeu injeções subcutâneas de 1mL/100kg p.v. de solução salina e o segundo grupo recebeu tratamento com o suplemento mineral Adaptador MIN e suplemento vitamínico Adaptador VIT na dosagem 1 mL/100kg p.v.

Ao final do período do estudo, o lote em tratamento atingiu a produção média de 38,9kg de leite/dia, enquanto o primeiro grupo, que recebeu apenas solução salina, produziu média de 34,6kg leite/dia.

Segundo Campos, o período de transição é considerado crítico, pois há um aumento da concentração plasmática de substâncias oxidativas (radicais livres) que interferem no processo produtivo e imunológico em vacas de leite. “A suplementação extra de micro minerais e vitaminas lipossolúveis são necessárias durante este período porque auxiliam na imunidade de úbere, causando impacto direto na produção e saúde do rebanho”, aponta.

Além dos resultados obtidos no estudo, os visitantes poderão ter acesso às mais variadas técnicas, serviços e soluções da Biogénesis Bagó para o mercado de saúde animal. Na ocasião, será apresentado todo o portfólio da empresa com foco na pecuária leiteira.

Entre os destaques, a Biogénesis Bagó apresenta aos visitantes da Megaleite o Suplenut, Kit Adaptador e Ubresan® Selante, que é indicado como complemento da terapia antimicrobiana de secagem de animais. Na ocasião também serão discutidas as indicações associadas de Ubresan e Kit Adaptador.

Fonte: Assessoria
Continue Lendo

Empresas Avicultura

Cobb-Vantress fortalece a equipe de Serviço Técnico da América do Sul

Novos profissionais passam a fazer parte da equipe especializada da companhia

Publicado em

em

Marcus Briganó, novo Gerente de Pesquisas e Serviço - Foto: Divulgação

A Cobb-Vantress, Inc., uma das principais fornecedoras de matrizes de frangos de corte e serviços técnicos para o setor avícola, anunciou recentemente novos profissionais na equipe de Serviço Técnico da América do Sul. Entre eles, a Cobb promoveu Marcus Briganó como novo Gerente de Pesquisas e Serviço para a região.

Briganó, que é veterinário, anteriormente atuava como especialista em frangos de corte – cargo ocupava desde 2012. Em sua nova função, Briganó lidera a equipe de Serviço Técnico, incluindo a supervisão dos gerentes regionais e do gerente de granjas experimentais. Briganó também lidera a força-tarefa sul-americana da Cobb, uma equipe multifuncional e comprometida em lidar com os desafios dos clientes e encontrar melhorias na produção de ovos, no ganho de peso dos frangos e no rendimento dos abates.

Nos últimos meses, a força-tarefa atendeu cerca de 11 clientes em três países da América do Sul para avaliar suas operações e buscar eficiências. Cada visita dura uma semana, incluindo uma imersão total nos processos do cliente que resulta em recomendações detalhadas, além de um plano de ação.

“Desde que a força-tarefa foi proposta, sabíamos que se tratava de uma boa oportunidade para a nossa equipe obter um novo nível de percepção e uma vantagem competitiva que a diferenciaria”, disse Felipe Ortiz Garcia, Gerente de Produção Animal da Agrosuper. “Depois de uma semana com a equipe de Cobb, tivemos uma nova visão. A força-tarefa nos deu o apoio que precisávamos para otimizar nossos resultados”.

Além da promoção de Briganó, a Cobb acrescentou dois novos especialistas regionais à equipe de Serviço Técnico da América do Sul: Alex Friederich e Lucas Volnei Schneider.

  • Friederich assumiu o cargo de Gerente Regional para os clientes do oeste do Paraná. Ele é veterinário e possui 11 anos de experiência no setor, tendo atuado anteriormente na Granja Pinheiros, como Gerente de granjas.

  • Schneider também integra a equipe como Gerente Regional para os estados de Minas Gerais e Goiás. Ele é veterinário e técnico agropecuário, com 13 anos de experiência no setor avícola, tendo trabalhado anteriormente com matrizes e frangos de corte. Sua última atuação foi como coordenador de matrizes do Grupo Vibra, unidade do Paraná.

Tanto Friederich quanto Schneider se reportarão a Briganó.

“Essas novas nomeações nos permitem agregar ainda mais valor aos nossos valiosos clientes”, disse Briganó. “Tenho o prazer de integrar o Alex e o Lucas à equipe e estou animado para ver as melhorias contínuas que essa equipe poderá realizar na região”.

Fonte: Assessoria da Cobb
Continue Lendo

Empresas

Ourofino Saúde Animal promove palestra sobre controle e tratamento de mastite na Megaleite 2019

Encontro é destinado aos pecuaristas visitantes do evento e será conduzido pelo pesquisador da USP e médico-veterinário Marcos Veiga

Publicado em

em

Foto: O Presente Rural

A Ourofino Saúde Animal leva para o primeiro dia da Megaleite 2019, maior feira da pecuária leiteira do Brasil, o pesquisador da Universidade de São Paulo (USP) e médico-veterinário Marcos Veiga, que ministrará uma palestra sobre Controle de mastite no período seco e tratamento seletivo de mastite clínica, às 17h, na sala Minas Gerais. A atividade gratuita dispensa inscrições prévias e faz parte da programação do evento, realizado de 19 a 22 de junho, no Parque da Gameleira, em Belo Horizonte (MG). O encontro anual é destinado a empresas e pecuaristas da cadeia leiteira.

Durante o evento, os visitantes também poderão se informar com as equipes técnica e comercial da empresa sobre o tema e demais assuntos relacionados ao setor diretamente no estande da Ourofino. No local, a companhia demonstrará toda a Linha Leite, que inclui soluções como os antimicrobianos Ciprolac Lactação e Ciprolac Vaca Seca, o selante intramamário Sellat, o anti-inflamatório Maxicam e, ainda, inoculantes para silagem, como o SiloSolve®, que ajuda a preservar as propriedades do alimento seco.

“O estande estará em um local de grande visibilidade, em frente à pista de julgamento, na área de patrocinadores Máster do Girolando. Já são 16 anos da Megaleite e temos grandes expectativas para esta edição”, afirma Thiago Boechat, gerente regional da Ourofino Saúde Animal no estado. Em 2018, o evento recebeu 52 mil pessoas de vários países e quebrou recordes, movimentando R$ 25 milhões em negócios.

Thiago ainda ressalta a importância de Minas Gerais na produção de leite no Brasil. “É a maior bacia leiteira do País, e o estado confirmou sua vocação em 2018. Quando analisamos os números obtidos em pesquisa no período, descobrimos e constatamos algumas características que apontam para um cenário de crescimento e formação de novas bacias leiteiras dentro de MG”, explica.

A Megaleite é organizada pela Associação Brasileira dos Criadores de Girolando e fomentada pelo governo estadual por meio da Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais (Codemge) e da Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (SEAPA). Nos quatro dias de evento, contemplará julgamentos de animais, torneios leiteiros, leilões, feira de negócios, debates e palestras.

 

Leite é Bom com Tudo

Além do portfólio para o aumento da produtividade na pecuária de leite, a Ourofino Saúde Animal promove a valorização da cadeia de produção ao levar informações sobre o setor para os consumidores da bebida e

Fonte: Assessoria Ourofino
Continue Lendo
Evonik – Aminored
Conbrasul 2019
Biochem site – lateral
AB VISTA Quadrado

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e recebas as principais notícias em seu email.