Conectado com
OP INSTAGRAM

Notícias SBSA

A importância da dieta em debate no 21º Simpósio Brasil Sul de Avicultura

Temática será abordada em palestra no dia 8 de abril pelo doutor em Zootecnia Alex Maiorka

Publicado em

em

Arquivo/OP Rural

A nutrição adequada das aves é fundamental para seu desenvolvimento, garante a sanidade e contribui para que atinjam todo o potencial produtivo. Esse é um dos dos temas que serão abordados no 21° Simpósio Brasil Sul de Avicultura (SBSA), promovido pelo Núcleo Oeste de Médicos Veterinários e Zootecnistas (Nucleovet) nos dias 6, 7 e 8 de abril.

 No dia 8 (quinta-feira), o doutor em Zootecnia Alex Maiorka palestrará sobre “Importância da estrutura da dieta para desenvolvimento do trato digestivo. Problemas relacionados ao mau desenvolvimento”. O tema será abordado no Bloco Nutrição, das 16h20 às 17h.

Maiorka é formado em Zootecnia pela Universidade Federal de Santa Maria, é mestre na área pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e tem doutorado pela Universidade Estadual Paulista (Unesp Jaboticabal). É professor titular de nutrição animal da Universidade Federal do Paraná e pesquisador do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

A programação científica do SBSA está subdividida em cinco módulos: futuro, mercado, abatedouro, sanidade e manejo. O presidente do Nucleovet, Luiz Carlos Giongo, realça que o evento reunirá os mais respeitados especialistas da atualidade que apresentarão tendências e novidades do setor da avicultura brasileira e mundial.

O presidente da Comissão Científica do SBSA, Guilherme Lando Bernardo, enfatiza que o objetivo é disponibilizar informações relevantes aos profissionais da área. “Buscamos entender o que esses profissionais precisam, o que está acontecendo no setor avícola e trazer palestrantes renomados”, sublinha, ao acrescentar que o Simpósio também tem uma visão de futuro. “Precisamos pensar no que virá. Daqui a 50 anos, para atender a demanda mundial, precisaremos triplicar a produção de alimentos. Então, teremos que ter mais tecnologia, melhor nutrição, melhor sanidade e assim por diante. Levaremos essas informações aos congressistas que participarão do SBSA”.

Neste ano, o evento será totalmente virtual. O Nucleovet decidiu realizar o SBSA neste formato após o agravamento dos casos de covid-19, respeitando as regras vigentes de controle da pandemia e o bem-estar dos participantes.

Paralelamente, ocorrerá a 12ª Brasil Sul Poultry Fair, feira virtual que reunirá mais de 70 empresas nacionais e multinacionais, além de eventos paralelos. Será um espaço onde as empresas geradoras de tecnologias apresentarão suas novidades e produtos, além de permitir a construção do networking e o aprimoramento técnico dos congressistas.

Inscrições

Até o dia 31 de março o investimento para as inscrições é de R$ 440,00 para profissionais, R$ 340,00 para estudantes, R$ 200,00 para associados, R$ 330,00 para agroindústrias/órgãos públicos e 300,00 para universidades. Após essa data e durante o evento o investimento será de R$ 500,00, R$ 400,00, R$ 200,00, R$ 360,00 e R$ 350,00, respectivamente.

Na compra de pacotes a partir de dez inscrições serão concedidos descontos especiais e parcelamento do pagamento em até três vezes, como forma de estimular a participação de maior parte da equipe. Para cada inscrição é gerado um código convite, para o acesso individual, de forma a garantir a segurança de todos e evitar contato e aglomeração. Cada inscrito receberá uma mochila do evento, materiais e terá direito a certificado de participação, bem como poderá participar de sorteio de prêmios durante a programação.

O acesso para a 12ª Brasil Sul Poultry Fair virtual e eventos paralelos será gratuito mediante credenciamento.

O 21º Simpósio Brasil Sul Avicultura tem apoio do Conselho Regional de Medicina Veterinária de SC (CRMV/SC), da Sociedade Catarinense de Medicina Veterinária (Somevesc), da Prefeitura de Chapecó, da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), da Embrapa Suínos e Aves e da Unochapecó.

Mais informações sobre o 21º Simpósio Brasil Sul de Avicultura no site do evento.

Fonte: Assessoria
Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × 3 =

Notícias

Clima favorável e possível oferta elevada pressionam valores da soja

Ambiente de otimismo em relação à oferta e certo pessimismo sobre a demanda pressionam contratos futuros na Bolsa de Chicago (CME Group).

Publicado em

em

Foto: AEN

A combinação de clima favorável à colheita nos Estados Unidos e à semeadura da oleaginosa em grande parte das regiões brasileiras, de estimativas de maior relação estoque/consumo final na safra 2021/22, em termos mundiais, do ambiente de otimismo em relação à oferta e certo pessimismo sobre a demanda pressionou os contratos futuros na Bolsa de Chicago (CME Group) nos últimos dias.

Com isso, segundo informações do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), compradores brasileiros se afastaram das aquisições no spot, na expectativa de adquirir lotes a preços menores nas próximas semanas.

Entre 08 e 15 de outubro, os Indicadores ESALQ/BM&FBovespa – Paranaguá e CEPEA/ESALQ – Paraná caíram 2,3% e 1,7%, com respectivos fechamentos de R$ 168,55/sc e de R$ 166,48/sc de 60 kg na última sexta-feira (15).

Fonte: ESALQ
Continue Lendo

Notícias Grãos

Comprador afastado mantém preço do milho em queda

Indicador ESALQ/BM&FBovespa caiu 0,93%, fechando na última sexta-feira (15) a R$ 90,18/saca de 60 kg.

Publicado em

em

Divulgação

Os preços do milho seguem em queda na maioria das regiões brasileiras, de acordo com dados do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea). Entre os dias 08 e 15 de outubro, o Indicador ESALQ/BM&FBovespa (Campinas – SP) caiu 0,93%, fechando a R$ 90,18/saca de 60 kg na última sexta-feira, 15.

Apesar da quebra de produção na safra 2020/21, consumidores mantêm baixo o interesse de aquisição de novos lotes, atentos à melhora do clima, que tem favorecido a temporada de verão brasileira, e nas exportações desaquecidas.

Parte dos vendedores nacionais, por sua vez, precisam liberar armazéns para limpeza e organização da safra verão ou, em algumas regiões, para a entrada do trigo.

Fonte: Cepea
Continue Lendo

Notícias Avicultura

Preços dos ovos se mantêm estáveis

Bom ajuste entre oferta e demanda sustentou as cotações, no entanto, agentes do setor estão apreensivos, uma vez que o mercado já começa a dar sinais de enfraquecimento.

Publicado em

em

Arquivo/OP Rural

Os preços dos ovos se manteve praticamente estável nos últimos dias nas praças acompanhadas pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea).

Segundo colaboradores, o bom ajuste entre oferta e demanda sustentou as cotações. Mesmo assim, agentes do setor estão apreensivos, uma vez que o mercado já começa a dar sinais de enfraquecimento, levando à necessidade de concessão ou intensificação de descontos.

Fonte: Cepea
Continue Lendo
CONBRASUL/ASGAV

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e recebas as principais notícias em seu email.