Produção - 23.10.2017

Veterinário dá cinco dicas de manejo para melhorar desempenho de reprodutoras

Práticas simples, sem custos adicionais ao produtor, garantem um lote muito mais produtivo

- Divulgação

 -

Para conseguir a boa produtividade na propriedade é importante que o avicultor se preocupe com as corretas técnicas de manejo. Estas práticas podem garantir ainda ao produtor a possibilidade de maximizar a fertilidade de suas reprodutoras. E pode-se dizer que este é o objetivo da maioria dos produtores que buscam por melhores resultados a cada lote. O médico veterinário Anselmo Micheletti explica que maximizar índices de fertilidade é um trabalho que envolve uma série de práticas de manejo, tendo como principal objetivo obter bons pesos e altos índices de uniformidade em lotes de macho durante todo o ciclo reprodutivo.

De acordo com Micheletti, para atingir estes objetivos é importante o avicultor seguir algumas práticas de manejo recomendadas. Entre as citadas pelo veterinário estão receber as aves no primeiro dia seguindo todas as orientações de temperatura e fornecimento de ração solicitados pelo técnico da empresa; fazer seleções criteriosas visando obter e manter durante toda a vida do lote uniformidades sempre próximas de 100%, considerando o lote todo; ajustar espaço de comedouro e bebedouros disponíveis para as aves durante todo o ciclo para que possam comer e beber tranquilamente sem necessidade de competição; acompanhar a formação de musculatura para evitar excessos de deposição de musculatura peitoral que dificulta o acasalamento na vida reprodutiva do lote; e checar e retirar machos inativos sexualmente durante toda a fase de reprodução do lote.

Para Micheletti, seguir as práticas de manejo citadas é excelente para quem busca maximizar os resultados. “Seguindo as práticas recomendadas pelo Departamento Técnico de sua empresa, alinhados com as orientações da empresa fornecedora da linhagem, o produtor estará garantindo lotes com boa fertilidade e prevenindo possíveis erros de manejo que possam impactar negativamente”, afirma. Ele informa ainda que o controle de peso das fêmeas também apresenta impacto positivo no manejo da fertilidade. “ Manter as fêmeas com peso próximo ao padrão definido pela linhagem com certeza ajudará neste quesito”, complementa.

Adotar as práticas recomendadas pelo médico veterinário pode garantir os tão desejados ganhos do produtor. “Os ganhos com estas simples práticas de manejo podem ser surpreendentes, especialmente durante a fase final de produção”, comenta. Micheletti acrescenta que as práticas solicitadas não representam nenhum custo ao produtor. “São apenas práticas simples de manejo que, quando bem feitas, trazem ganhos em todos os aspectos de produção do lote, não só em fertilidade”, cita.

Cinco Dicas

- Seguir as orientações de temperatura e fornecimento de ração no primeiro dia

- Fazer seleções criteriosas visando obter e manter durante toda a vida do lote uniformidades sempre próximas de 100%

- Ajustar espaço de comedouro e bebedouros disponíveis para as aves durante todo o ciclo para que possam comer e beber sem competição

- Acompanhar a formação de musculatura para evitar excessos de deposição de musculatura peitoral que dificulta o acasalamento na vida reprodutiva do lote

- Checar e retirar machos inativos sexualmente durante toda a fase de reprodução do lote

Mais informações você encontra na edição de Aves de agosto/setembro de 2017 ou online.

Fonte: O Presente Rural

Farmácia na Fazenda

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e recebas as principais notícias em seu email.

Farmácia na Fazenda