SBSBL - 18.10.2018

Simpósio Brasil Sul põe Chapecó no mapa nacional do leite

Região Sul lidera produção nacional de leite e Santa Catarina já detém a terceira melhor média de produtividade

- Foto: O Presente Rural

O Simpósio Brasil Sul de Bovinocultura de Leite que chega à oitava edição se propõe a discutir os principais gargalos e desafios da produção de leite, que sofreu este ano, além das intempéries, o impacto da greve dos caminhoneiros e a sazonalidade que todo ano faz o preço ao produtor oscilar. Entre os principais temas de discussões estão as tecnologias capazes de melhorar a qualidade e produtividade de olho no mercado externo. O encontro técnico vai reunir o setor de 06 a 08 de novembro em Chapecó/SC e as inscrições podem ser feitas no site www.nucleovet.com.br.

O evento realizado anualmente em Chapecó, reflete o crescimento da atividade. Hoje o Oeste de Santa Catarina, noroeste do Rio Grande do Sul e sudoeste do Paraná são as regiões que mais crescem em produtividade do leite no Brasil. Com cerca de 300 mil produtores distribuídos por quase todos os municípios. A expectativa é de que em 10 anos, a produção aumente 77%, chegando a 19,5 milhões de toneladas de leite por ano. O evento espera receber mais de 600 participantes.

O presidente da Comissão Científica do 8° Simpósio Brasil Sul de Bovinocultura de Leite, o Médico Veterinário Airton Vanderlinde, complementa que “A atividade leiteira envolve hoje cerca de 45 mil propriedades catarinenses, grande parte delas, pequenas propriedades de agricultores familiares, com grande impacto socioeconômico nos municípios. Nossa produção deve continuar crescendo nos próximos anos, pois temos algumas características que nos favorecem, como a vocação do nosso povo, topografia, clima favorável, qualidade genética e um sistema cooperativo organizado que acelera o fomento da adoção de novas tecnologias nas propriedades”.

Até 17 de outubro as inscrições podem ser realizadas a um custo de R$ 360,00 para profissionais; R$ 260,00 para estudantes; R$ 200,00 para associados do Nucleovet; R$ 300,00 para agroindústrias e órgãos públicos (a partir de 10 inscrições); e R$ 250,00 para universidades (a partir de 10 inscrições). Após 18 de outubro, esses valores terão reajustes.

 

Produção do Sul

O setor tem dados positivos na Região Sul que, pelo segundo ano consecutivo, Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul, juntos, lideram a produção nacional de leite. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2015 a região Sul foi responsável por 35,2% dos 35 bilhões de litros de leite produzidos no Brasil, o Sudeste ocupa a segunda posição no ranking respondendo por 34% da produção. Motivo para focar em pesquisa e tecnologias que possam elevar ainda mais esses índices.

Os três estados do Sul apresentaram também a maior produtividade do país em 2015, com 2.900 litros/vaca/ano, um aumento de 3,9% em relação do último ano. Em Santa Catarina a produtividade média é de 2.755 litros/ vaca/ ano, a terceira melhor média do país. O melhor indicador está no Rio Grande do Sul, com 3.073 litros/vaca/ano. A produtividade média do país é de 1.609 litros/vaca/ano.

 

Produção catarinense

Santa Catarina é o quarto maior produtor de leite do Brasil, sendo que a agricultura familiar responde por quase 90% de toda produção do Estado. Nos últimos anos, de 2000 a 2013, a produção catarinense de leite aumentou 190%, muito acima da média nacional. Os números são ainda maiores se falarmos das regiões do Oeste e Sul Catarinense, que cresceram 256% e 223% em produção no mesmo período. Em 2015, o Estado produziu cerca de 3,05 bilhões de litros.

De acordo com o Secretário da Agricultura e da Pesca, Airton Spies, o leite é a atividade do setor agropecuário que mais cresce em Santa Catarina e tem os maiores ganhos a incorporar com a utilização de tecnologia e organização da cadeia produtiva. “O leite é candidato a ser mais uma estrela do nosso agronegócio e nós precisamos preparar esse setor para ser competitivo no mercado, ou seja, ser capaz de produzir leite bom, a custo competitivo e com qualidade”.

 

Informações:

Data de início: 06/11/2018

Data de encerramento: 08/11/2018

Local: Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo de Nes

Endereço: Rua Assis Brasil, 20 D - Centro, Chapecó - Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo de Nes, Chapecó/SC

Inscrições: www.nucleovet.com.br

Contato: (49) 3329 1640 / nucleovet@nucleovet.com.br

Fonte: Ass. de Imprensa

Intercorte

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e recebas as principais notícias em seu email.

IntercorteACSURSFACTA Dez 2018