Meio Ambiente - 08.02.2018

Projeto de produção de biofertilizantes do CIBiogás recebe apoio de instituições

Termo de intenções para fortalecer iniciativa foi assinado por Iapar, Estado do Paraná, Itaipu Binacional, PTI e Oeste em Desenvolvimento

- Divulgação/Assessoria

O projeto de produção de biofertilizantes apresentado pelo Centro Internacional de Energias Renováveis-Biogás (CIBiogás) recebeu o apoio formal do Estado do Paraná, Itaipu Binacional, Parque Tecnológico Itaipu (PTI) e Instituto Agronômico do Paraná (Iapar) na quarta-feira (07), no Seminário Agroinovação, promovido pelo Iapar, durante o 30º Show Rural Coopavel em Cascavel (PR).

As instituições assinaram um termo de intenções visando fortalecer iniciativas e ações estruturadas para o desenvolvimento na região Oeste do Paraná. Além do projeto desenvolvido pelo CIBiogás, a parceria contempla a atuação conjunta para inserir o Programa IBITIBA, o Projeto para Instalação do Polo de Nutracêuticos e de Alimentos Funcionais (PNAF) como pauta permanente do Sistema Regional de Inovação Oeste (SRI) do Programa Oeste em Desenvolvimento (POD).

A apresentação do projeto de produção de biofertilizantes foi feita pelo diretor de Desenvolvimento Tecnológico do CIBiogás, Rafael Gonzalez. A iniciativa tem como objetivo incentivar que os produtores rurais tenham uma alternativa sustável e viável, produzindo biogás e biofertilizantes a partir do processo de biodegradação anaeróbia, ou seja, na ausência de oxigênio, de resíduos como dejetos de animais. "Em média 70% dos fertilizantes usados no Brasil atualmente são importados, essa é uma grande oportunidade para reduzir os custos de produção no agronegócio e promover o desenvolvimento do setor", explicou Gonzalez.

O diretor de Coordenação de Itaipu, Newton Kaminski, destacou a importância de projetar o desenvolvimento regional. "Temos que planejar as nossas ações para a região Oeste do Paraná. O que fizermos nos próximos três, quatros anos vai conduzir a nossa atuação nas próximas décadas", afirmou.

Para o secretário de Agricultura e Abastecimento do Paraná, Norberto Ortigara, a região deve valorizar as parcerias com Itaipu, CIBiogás, Programa Oeste em Desenvolvimento e instituições de pesquisa. "A Itaipu sempre vai investir no Paraná, e temos que aproveitar este potencial para desenvolver a região", afirmou.

Outros projetos

A principal parceria entre Itaipu e Iapar é o Ibitiba, um projeto de quatro anos, com um orçamento de R$ 11 milhões, sendo R$ 5,4 milhões da Itaipu. São oito planos de ação, dos quais participam mais de 60 pesquisadores do Iapar, além de profissionais da Itaipu que prestam apoio técnico.

Já o estudo de monitoramento do solo divide uma plantação em frações de um alqueire e compara uma fração onde são feitas todas as boas práticas de plantio direto e outra em que, além disso, é feito o terracemanto, ou seja, o cultivo acontece sobre terraços, em diferentes alturas. Nas duas áreas são instalados coletores de água e são monitoradas a erosão, a incidência solar, a pluviosidade, e outros indicadores, para entender a dinâmica da água no solo.

Fonte: Assessoria

Intercorte

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e recebas as principais notícias em seu email.

ACSURSSBSB 2018EurotierFACTA Dez 2018IntercorteVIII Clana