Manejo - 12.07.2018

Impactos do manejo de cama na umidade e amônia sobre o desempenho das aves

Procura de produtos que melhorem os aspectos ambientais é cada vez maior, uma vez que geram grande impacto nos índices zootécnicos e nas condições sanitárias da criação

- Arquivo/OP Rural

Artigo escrito por Ednilson Fávaro, gerente de Produto da Cinergis Agronegócios

A cama é uma das fontes de maior foco de contaminação de Salmonela. Sua umidade, se elevando durante a criação, tem impacto direto no aumento da proliferação de clostridium, e-coli e amônia (NH3).

A salmonela se mantém bem em camas com alta atividade de água, tornando-se necessária a implementação de estratégias que diminuam a umidade e que tenham também ação antibacteriana. Há produtos naturais para tais efeitos que também melhoram o desempenho e diminuem a proliferação de cascudinhos, sem necessidade de uso de inseticidas ou produtos químicos, mantendo o bem-estar animal.

A procura, pelo mercado, de produtos que melhorem os aspectos ambientais, como redução de umidade, amônia e enterobactérias é cada vez maior, uma vez que geram grande impacto nos índices zootécnicos e nas condições sanitárias da criação. Hoje, já contamos no mercado com um produto 100% natural, especialmente desenvolvido para este fim, que torna possível reduzir a umidade da cama, mesmo em condições de sobreposição de lotes.

Em testes realizados a campo, com 3 repetições de 426 mil aves por repetição, constatou-se que a qualidade da cama e a concentração de NH3, a nível respiratório, alteram significativamente o desempenho zootécnico dos lotes. Medições semanais durante todo o período de alojamento dos lotes em 8 pontos por galpão, pré-estabelecidos, mostraram elevação significativa dos níveis a partir da semana 3.

Pilares

Avaliando o mecanismo de formação de NH3, entende-se que ela ocorre com base em três pilares: temperatura, dejetos e umidade. A umidade é o fator que melhor pode ser controlado, por não depender apenas de condição ambiental ou peso das aves, como os demais.

O resultado da aplicação foi a queda sensível nos níveis de NH3, mantendo-a controlada dentro dos limites aceitáveis para a avicultura. Os desafios sanitários provocados pelo aumento dos níveis de umidade, NH3, Salmonela, e-coli, enterobactérias e Clostridium, diminuíram, proporcionando um ambiente mais saudável para aves, trabalhadores e meio ambiente. Esta conclusão é comprovada quando analisamos os índices zootécnicos e sanitários resultantes do experimento.

Prejuízos

Os dados obtidos comprovam que concentrações de NH3 acima de 20 ppm geram prejuízo aos produtores, pois impactam em mortalidade, C.A e GPD. Quando a NH3 ultrapassa 50 ppms provoca perdas, confirmando outros experimentos, citados por outros autores, que apontam que níveis de NH3  acima de 25 ppm provocam perdas de 90 gr por ave.

Medições on-line durante dias consecutivos para de NH3, temperatura interna e externa e umidade relativa em galpão com controle automático de ventilação demonstram que existe grande variação nas concentrações de NH3 em períodos noturnos e de baixa temperatura externa, ocorrendo uma elevação expressiva nos níveis de NH3.

Conclusão

Conclui-se que o controle da umidade passa por diferentes etapas e processos e que a ventilação, por mais avançado que seja o sistema, acaba deixando lacunas para a elevação dos níveis de NH3. Isto, por sua vez, eleva o desafio sanitário, acarretando em perdas sanitárias e zootécnicas.

A eficácia no controle da umidade da cama, através de produtos inovadores que permitam melhor condicionamento do ambiente e que, portanto, diminuam os níveis de umidade e NH3 da cama, melhora sensivelmente o ambiente e proporciona melhor resultado no indicador final.

É importante que avicultores e agroindústrias façam uso de tecnologias que melhorem estes índices zootécnicos e sanitários, visando a adequação das necessidades dos animais e uma maior rentabilidade de seu negócio. 

Mais informações você encontra na edição de Aves de junho/julho de 2018.

Fonte: O Presente Rural

ACAV 2018

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e recebas as principais notícias em seu email.

INTERCONFEurotierPORK EXPO 2018IntercorteSBSB 2018FACTA Dez 2018