Comércio Exterior - 14.02.2018

Exportadores brasileiros de proteínas buscam novos negócios em Dubai

Dezesseis agroindústrias exportadoras do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo e Goiás participarão da ação

Em busca de reforçar as vendas de proteína animal para os países do Oriente Médio, a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), em parceira com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) levará agroindústrias exportadoras para a Gulfood, maior feira de alimentos e bebidas da região, que será realizada entre os dias 18 e 22 de fevereiro, em Dubai (Emirados Árabes Unidos).

Dezesseis agroindústrias exportadoras do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo e Goiás participarão da ação. Entre as empresas confirmadas estão a Agrodanieli, Avenorte, Aurora, Bello Alimentos, Copacol, C. Vale, Frango Granjeiro, Frangos Pioneiro, GT Foods, Jaguafrangos, Lar, Netto Alimentos, Nicolini, Vibra, Vossko e SSA.

Uma área superior a 150 metros quadrados foi reservada para a ação da ABPA no evento, com total infraestrutura.  Uma área gastronômica foi especialmente preparada para os clientes e potenciais importadores dos produtos brasileiros, onde serão servidos pratos típicos do Brasil e do Oriente Médio – como o tradicional “shawarma”, além de omeletes.

Além do fomento a novos negócios, a ação também tem como objetivo divulgar as marcas internacionais da avicultura brasileira - Brazilian Chicken e Brazilian Egg.  A marca Brazilian Pork também estará em destaque no evento, nas vendas de produtos para estrangeiros que vivem na região e para importadores de países não-islâmicos. Na ocasião, serão distribuídas ecobags e materiais promocionais com informações sobre os exportadores e os diferenciais do setor de proteína animal do Brasil, como a qualidade dos produtos, o status sanitário e o perfil sustentável da produção.

“Como maiores produtores e exportadores mundiais de carne de frango halal (específica para o mercado islâmico), o Brasil quer renovar e ampliar suas parcerias junto aos importadores e autoridades do Oriente Médio.  Além das rodadas de negócios, teremos encontros com lideranças e representações de Governos e de associações de consumidores da região.  Os países árabes são nossos principais clientes, e queremos expandir os negócios em aves e ovos”, destaca Francisco Turra, presidente-executivo da ABPA.

No ano passado, os países do Oriente Médio importaram 1,448 milhão de toneladas de carne de frango, gerando uma receita de US$ 2,408 bilhões.  Os Emirados Árabes Unidos, sede da Gulfood, importou sozinho 300,4 mil toneladas, com receita de US$ 517,4 milhões – é o sexto maior importador de carne de frango brasileira.

Fonte: Assessoria ABPA

Eurotier

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e recebas as principais notícias em seu email.

SBSB 2018ACSURSFACTA Dez 2018VIII ClanaEurotierIntercorte