Lançamento - 14.06.2017

Biosen oferece alta eficiência para aproveitamento energético em dietas de uso de óleo com seu novo lançamento, o Lecimax

O Lecimax é um emulsificante a base de lecitina de soja hidrolisada que maximiza o uso da energia proveniente do uso de óleo nas dieta dos animais de produção

- O Presente Rural

Visando  ampliar o portfólio por meio de ferramentas tecnológicas capazes de extrair o melhor aproveitamento das matérias-primas presentes na nutrição animal, foi que a Biosen (Salto/SP), trouxe para o segmento avícola, suinícola, aquícola e carcinícola, o Lecimax. Emulsificante produzido a base de Lecitina de soja hidrolisada com uma concentração de 60%.

Quem traz detalhes sobre os diferenciais deste lançamento é o Diretor Geral da empresa, o médico veterinário Fernando Toledano. “A intensificação da produção de proteína animal, seja ela proveniente da atividade de criação de aves, suínos, peixes ou crustáceos, exige que as dietas tenham níveis nutricionais cada vez mais concentrados. Isto só é possível através da adição de óleos e gorduras. Entretanto, o fornecimento destes ingredientes na dieta não garante que os animais terão capacidade de aproveitar totalmente a energia proveniente de óleos e gorduras.” Fernando ainda complementa: “Apenas com o uso de bons emulsificantes é possível garantir que os animais aproveitem a energia de óleos e gorduras nas dietas, já que a produção de bile (emulsificante naturalmente produzido pelos animais) é limitada.”

Ainda, de acordo com ele, o Lecimax chega ao Brasil com concentração de tensoativos (LPC e LPE) 20% superior aos produtos existentes atualmente no mercado, melhorando a digestão da gordura. “Por estas razões o Lecimax torna-se essencial para animais de produção, sobretudo jovens e aqueles que necessitam de uma dieta de alta concentração. Uma vez que a dieta auxilia o desenvolvimento da performance. Lecimax é sinônimo de crescimento mais rápido e com menor consumo”, alinha.

Já no que tange a Lecitina Hidrolisada (Lisolecitina), o profissional destaca que por serem mais hidrofílicas, possibilitam a formação de glóbulos de gorduras menores durante o processo de emulsificação, levando a uma maior superfície de atuação da Lipase. “Favorecem também na formação de micelas menores e na melhora do processo de transporte e absorção dos ácidos graxos provenientes da ação da Lipase, sendo desta forma até 200 vezes mais eficiente do que os sais biliares na emulsificação de gorduras”, atesta.

Fonte: Ass. de Imprensa

NOXON

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e recebas as principais notícias em seu email.

NOXONFarmácia na FazendaNutriquest TechnofeedSHOW RURAL 2018PORK EXPO 2018ACSURS