DL-Methionina - 13.06.2017

Teste da precisão de funcionamento da fábrica de ração

Realizar este teste não só em um ponto no tempo, mas em tempos de mistura crescentes, indica que a homogeneidade da batelada, medida como CV, depende do tempo de mistura

- Foto: Divulgação

Foi desenvolvido um sistema de teste para monitorar a precisão de funcionamento de fábricas de ração. O AMINOBatch® Working Precision Test (WPT) é baseado na análise de aminoácidos e uma ferramenta útil para que o setor de rações estabeleça benchmarks e melhore os processos de mistura e dosagem.

A avaliação da precisão de funcionamento de uma linha de mistura de batelada baseia-se em três medidas. A primeira é a homogeneidade, que fornece uma indicação da distribuição de cada ingrediente na batelada. A segunda medida é a repetibilidade, que é a capacidade da linha de mistura produzir lotes consecutivos uniformes. E a terceira é a contaminação cruzada, que é a transferência não intencional de uma determinada substância de uma batelada para a seguinte, produzida na mesma linha. As medições baseadas nestas três dimensões fornecem uma indicação da precisão de funcionamento da fábrica.

 

O teste básico do misturador

A primeira dimensão, homogeneidade, pode ser medida utilizando um teste básico do misturador. O misturador é preenchido com todos os ingredientes da ração de acordo com a formulação e a substância teste é adicionada ao misturador. O misturador é operado de acordo com o plano de produção e, em seguida, é coletado um número de amostras representativas da mistura. A concentração da substância-teste em cada amostra é analisada para se obter a concentração média, a partir da qual é calculado o coeficiente de variação (CV).

O AMINOBatch® é o teste básico do misturador da Evonik, baseado na análise de aminoácidos suplementados e utilizando ensaios por amostra para calcular o CV dos resultados analíticos.

Realizar este teste não só em um ponto no tempo, mas em tempos de mistura crescentes, indica que a homogeneidade da batelada, medida como CV, depende do tempo de mistura.

 

Escolha do marcador

Resultados significativos dependem da escolha do marcador. Além da análise precisa do nível de marcador nas amostras e da granulometria, diversas propriedades do marcador podem influenciar a interpretação dos resultados. Obviamente, o marcador não deve ser tóxico nas concentrações utilizadas. Não deve estar presente nas matérias-primas (para assegurar baixos níveis basais) e não deve ter nenhum impacto negativo sobre as propriedades organolépticas e nutricionais da ração. A

estabilidade às condições de processamento (umidade, temperatura e pressão) e capacidade de mistura com diferentes formulações de premix e de ração também são importantes. Finalmente, o marcador deve ter um método analítico estabelecido, preciso e verificado, com boa repetibilidade.

Estudos realizados na Universidade Estadual de Kansas por Behnke e colaboradores com diversos materiais marcadores concluiu que a DL-metionina e a L-lisina HCl foram os marcadores mais invariáveis. O trabalhodestacou a importância da confiabilidade do ensaio. Os laboratórios da Evonik têm uma longa experiência na análise de aminoácidos por química úmida e realiza centenas de testes do misturador anualmente.

 

AMINOBatch® WPT

O teste básico do misturador AMINOBatch® foi adaptado e aprimorado para desenvolver o AMINOBatch® WPT. Este teste permite a medição não só da homogeneidade, como também da repetibilidade, permitindo assim uma avaliação mais significativa da precisão de funcionamento da fábrica de ração em um segundo nível de medição.

O ponto de partida é a produção de cinco bateladas de composição idêntica sob as condições de produção usuais. As primeiras duas bateladas são utilizadas para limpar o misturador e a linha de transporte. O tempo de transporte de cada batida deve ser registrado e dividido por 11 (isto é, número de amostras + 1) para definir o intervalo de amostragem.

A batelada três é a primeira batelada de amostragem. São tomadas dez amostras nos intervalos de tempo calculados de uma linha de transporte o mais próximo possível depois do misturador. A batelada quatro limpa o sistema novamente e é retirada uma amostra desta batelada para analisar a granulometria e a densidade aparente.

Um segundo conjunto de amostras é retirado da quinta batelada e as amostras são embaladas em uma caixa de coleta de amostras e enviada para o laboratório para a análise de aminoácidos.

 

Resultados do AMINOBatch® WPT permitem otimizar o processo

Os resultados dos dois conjuntos de amostras (bateladas 3 e 5) obtidas durante o AMINOBatch® WPT são resumidos como mostra a Figura 1. A folha de síntese mostra a meta, expressa como taxa de suplementação nominal e o peso absoluto do produto suplementado (por exemplo, lisina líquida 50% e suplementação de lisina total), o valor dos dois conjuntos de amostras e a recuperação (valor médio analisado/valor meta) para todos os aminoácidos suplementados. Além disso, também são coletados dados técnicos dos equipamentos de dosagem e mistura para permitir a interpretação completa dos resultados. O cliente recebe um relatório detalhado com os resultados dos perfis do misturador, incluindo uma interpretação. Com base nestes resultados, são feitas recomendações para a otimização do processo.

 

Atendendo às necessidades da indústria de rações

Como o AMINOBatch® WPT baseia-se na análise de aminoácidos,  geralmente é realizado na formulação original, sem a necessidade de adição de marcadores em separado; os aminoácidos suplementares servem como marcadores. Desta forma, os dados comparativos para vários aminoácidos suplementares são fornecidos em paralelo. Além disso, o AMINOBatch® WPT é o único teste de misturador bem estabelecido que fornece dados comparativos de aminoácidos suplementados na forma seca e de fontes líquidas.

Como não é necessário qualquer marcador adicional, não há contaminação da ração com o produto e não há interrupção da produção. O teste permite que o setor de rações estabeleça benchmarks e melhore os processos de mistura e de dosagem com base em análises de aminoácidos. Devido a estas vantagens, o AMINOBatch® WPT atende às necessidades do setor de um procedimento de teste confiável e robusto para fábrica de rações.

 

Detlef Bunzel, Evonik Industries, Animal Nutrition, Hanau, Alemanha

Fonte: Ass. de Imprensa

Sindiavipar

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e recebas as principais notícias em seu email.

SindiaviparFACTA- SINDIAVIPARFarmácia na Fazenda