Dia de Campo Copagril - 10.01.2018

O manejo correto nas lavouras de soja e milho é essencial para assegurar uma boa produtividade no Paraná

A equipe da BASF participa da edição de 2018 do Dia de Campo da Copagril, Cooperativa Agrícola Mista Rondon Ltda, que tem 47 anos de atuação em importantes regiões produtoras do Brasil.

- Foto: O Presente Rural

O Departamento de Economia Rural (Deral) da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Paraná prevê uma produção de soja de 22,8 milhões de toneladas, contra 25,3 milhões de toneladas na safra passada.

Essa queda deve-se ao clima irregular verificado durante o plantio e na chuva dos últimos dias.

“Com um clima mais úmido e a previsão de mais chuva para os próximos dias, o controle na lavoura deve ser ainda mais criterioso. A recomendação é fazer o manejo preventivamente, utilizar fungicidas com diferentes mecanismos de ação e associado aos multissítios. Vale também ressaltar que o produtor terá uma janela de plantio mais apertada para o milho segunda safra”, comenta Eduardo Eugênio, gerente de Marketing Território da BASF.

 

Boas práticas agrícolas na soja e milho

Além de contar com a ajuda do clima, o produtor deve seguir as boas práticas agrícolas para evitar perdas com doenças, pragas e plantas daninhas na soja e no milho. 

A BASF oferece um portfólio diferenciado para o controle da ferrugem asiática como os fungicidas Status®, Orkestra®SC, Ativum® e Versatilis®.

Quando falamos de doenças na lavoura de milho, sabemos que as manchas foliares podem comprometer em até 30% a produtividade do cultivo, caso o controle não seja feito da maneira mais adequada.

As ferrugens também merecem atenção dos produtores de milho. Denominada ferrugem tropical, a doença encontra condições favoráveis para o seu aparecimento em regiões quentes, de alta temperatura e baixa altitude. Em condições severas, pode ocorrer a morte prematura das folhas, comprometendo assim a produtividade do cultivo de milho. Dessa forma, além de utilizar fungicidas com alto desempenho, é importante a escolha de híbridos resistentes à doença.

Entre as pragas, a lagarta do cartucho, o percevejo barriga verde e a cigarrinha estão entre as mais agressivas para as lavouras de milho. Dependendo do nível de infestação dessas pragas, o potencial produtivo da planta pode ser seriamente comprometido.

A BASF tem uma oferta completa e diferenciada para o cultivo de milho. Destaque para os fungicidas Ativum® e Abacus®HC, os inseticidas Imunit®, Nomolt® 150 e Fastac® Duo, além do herbicida Heat®. O tratamento de sementes com Standak® Top é recomendado para um bom estabelecimento da cultura, já que controla as doenças e pragas inicias de solo.

 

BASF no Dia de Campo 2018 da Copagril

A equipe da BASF participa da edição de 2018 do Dia de Campo da Copagril, Cooperativa Agrícola Mista Rondon Ltda, que tem 47 anos de atuação em importantes regiões produtoras do Brasil.

“O Dia de Campo da Copagril apresenta ao setor agropecuário as principais novidades para 2018. Participar de um evento como este e organizado por uma forte parceira da BASF fortalece ainda mais o nosso objetivo de agregar mais valor à produção agrícola paranaense. Muito mais do que fornecer soluções para a proteção de cultivos, a BASF quer levar ao produtor serviços que mitiguem perdas na lavoura e que o auxiliem na tomada de decisão”, destaca Eduardo Eugênio, gerente de Marketing Território da BASF.

O Dia de Campo da Copagril ocorre nos dias 10 e 11 de janeiro na Estação Experimental da cooperativa, localizada no município de Marechal Cândido Rondon-PR. Mais informações no site www.copagril.com.br/diadecampo.  

Fonte: Ass. de Imprensa

PORK EXPO 2018

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e recebas as principais notícias em seu email.

PORK EXPO 2018SHOW RURAL 2018ACSURS