Albaugh - 04.07.2018

Fungicida da Albaugh obtém registro para a cultura da soja

Reconil® está registrado também para controle de doenças em lavouras de algodão, cebola e feijão e será o principal lançamento da empresa este ano

Posicionada entre as principais empresas do mercado de agroquímicos genéricos, a Albaugh comemora a concessão do registro oficial para seu fungicida multissítio Reconil® na cultura da soja. A expectativa da empresa é iniciar a comercialização do produto, indicado ao controle da doença Cercospora kikuchii, já na próxima safra de verão. Segundo a Albaugh, Reconil® teve registro estendido também aos cultivos de algodão, cebola e feijão.

Diretor comercial e de marketing da Albaugh, o engenheiro agrônomo Paulo Tiburcio assinala que o fungo causador da Cercospora kikuchii atua no final do ciclo da soja e tem potencial para provocar danos representativos à colheita da oleaginosa, sobretudo quando associado a outras doenças de final de ciclo. Ele recomenda ao produtor que inicie o controle da doença mais tardar no final do período vegetativo da soja, “quando ocorre a infecção do patógeno”.

De acordo com o head de portfólio e desenvolvimento da Albaugh, engenheiro agrônomo Reginaldo Sene, Reconil® demonstrou nos testes e pesquisas controlar à Cercospora kikuchii com eficácia e boa relação custo-benefício. O produto, assinala ele, é classificado como um fungicida bactericida de contato com ação preventiva, pertencente ao Grupo M1 do Comitê de Ação à Resistência de Fungicidas (FRAC). “Reconil® transfere diferenciais de qualidade à prática do manejo de resistência de fungicidas”, enfatiza o executivo.

Os dois agrônomos da Albaugh ressaltam ainda que no algodoeiro Reconil® passará a ser utilizado no controle da doença Mancha-angular. Já na cebola e no feijão as doenças-alvo são a Mancha-púrpura e a ferrugem, respectivamente.

O gerente de marketing da companhia para o Brasil, Daniel Friedlander, acrescenta que Reconil® constitui um fungicida formulado à base de cobre, com histórico de sucesso em lavouras de batata, café, citros e tomate, entre outras.

“Ao ter seu registro expandido, o produto ganha importância estratégica no portfólio da Albaugh e será alvo de investimentos significativos da companhia este ano, principalmente em marketing e informações técnicas ao mercado”, conclui Friedlander.

Fundada nos Estados Unidos em 1979, a Albaugh é uma empresa global presente em 4 continentes, com 3 mil colaboradores. A Albaugh produz e distribui um amplo portfólio de agroquímicos genéricos, voltados às principais culturas agrícolas. Ancorada na oferta de insumos de alta qualidade a preços atrativos, a Albaugh está revolucionando o mercado de agroquímicos genéricos. Sua marca já é percebida no Brasil como parceira estratégica da rentabilidade do agricultor. Sediada na cidade de São Paulo, a Albaugh mantém uma planta industrial na cidade de Resende (RJ).

 

Fonte: Ass. de imprensa Albaugh

FACTA Dez 2018

NEWSLETTER

Assine nossa newsletter e recebas as principais notícias em seu email.

FACTA Dez 2018IntercorteACSURS